História Meu Querido Garoto Estranho ♡ - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Christian Collins, Crawford Collins, Hayes Grier, Jack & Jack, Jacob Whitesides, Magcon, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Sam "Wilk" Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Christian Collins, Crawford Collins, Hayes Grier, Jack and Jack, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Kian Lawley, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Amizades, Fantasia, Misterios, Romance
Exibições 130
Palavras 760
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura ♡

Capítulo 11 - Desilusões e mistérios!part *1


    HADLIN POV.
     Acordo transpirando e assustada,pois venho tendo sonhos muito esquisitos com anjos,demônios essas coisas assim.
      Respiro fundo,tentando me acalmar,decido me virar para o lado de Sammy e dou de cara com a cama vazia.
      Fico sem entender o que ele estaria fazendo ás 03:12 da madrugada,será que ele foi à algum lugar?.
       Me levanto da cama pensativa e decido ir tomar uma água para acalmar o coração,que meu Deus está parecendo uma escola de samba.
       Desço a escada e vou direto para a cozinha,em passos silenciosos para não acordar ninguém.
     Chegando na cozinha,acendo a luz e tomou um susto ao ver Sammy sentado no balcão tomando um líquido vermelho escuro, estava com sua camiseta rasgada e seu olho estava roxo.
    Sammy levanta seu olhar e me encara assustado. Ele se levanta e guarda a taça na geladeira.
       Tento manter a calma (que eu não tenho),vou até em passos lentos,pego em seu rosto, percebo que sua sobrancelha estava cortada e falo nervosa e brava:
-onde você estava?o que você fez pra ficar assim?o que era aquilo que você estava bebendo?
    Sammy me olha e fala com uma calma  que me deixou mais brava ainda:
-calma boneca você faz perguntas demais .
    Olho para ele indignada e falo alto :
-calma é o cacete eu estou preocupada com você e você fala isso .
     Sammy me olha bravo e diz:
-Hadlin,querida não é só porque fizemos sexo que eu tenho que te dar satisfação da minha vida,foi só uma noite de carência.
    Meus olhos se enxem de lágrimas e eu mordo o lábio com força para não chorar.
Junto forças do além e falo:
- então eu só fui mais uma das suas transas insignificantes? E toda aquela historia de eu ser só sua,foi tudo invenção?
    Sammy ri irônico e fala:
- foi o calor do momento só isso,as mulheres gostam de romantismo.
    Sinto uma lágrima sair de meu olho e me viro para poder subir para o quarto.
      Chegou no quarto e começo a chorar feito uma louca,como ele pode fazer isso comigo? Fingir que me amava e o pior como eu pude acreditar nele ? Eu sabia que ele era problema mas eu quis mesmo assim...
    Vou para a varanda do quarto e me sento na poltrona que tinha lá. Fico pensando em tudo que vem acontecendo desdo dia que eu saí de casa para vir aqui e meu pensamento para naquela coisa que me bateu ontem.
    O que era aquela coisa? O que era aquele líquido vermelho que o Sammy estava tomando?por que venho tendo sonhos com seres sobrenaturais? .
    Em meio aos meus pensamentos sinto  meus olhos pesarem e sem dar tempo de ir para a cama caio em um sono profundo.
       OUTRO DIA ....
     Acordo com o sol batendo em meus olhos e causando uma ardência insuportável.
      Coloco minha mão acima dos olhos e percebo que estou na varanda. Meia deitada meia sentada com um cobertor em cima de mim.
      Fico confusa por um tempo mas flashs de ontem a noite vem na minha cabeça e sinto uma enorme vontade de chorar .
     Suspiro e me levanto decidida de que vou esquecer tudo isso é vou seguir em frente como se nada tivesse acontecido.
    Vou para o banheiro,faço minhas necessidades e tomo um banho bem relaxante.
    Coloco uma roupa esportiva pois hoje eu vou andar de skate,ou melhor vou comprar um novo.
    Saio do quarto ,desço a escada e vou para a sala de jantar.
    Vejo meu pai, meus avós ,Maia e um casal que eu não conheço sentados tomando café em extremo silêncio.
    Comprimento meus avós e os outros e percebo que Sammy não está presente  (melhor assim).
       Tomou meu café,aviso meu pai que vou conhecer a cidade e saio daquela casa deprimente,sei la parece que eles são cúmplices de algum segredo que só eu não sei.
    Pego o metro e vou para o centro.
    Chegando lá vou direto para uma loja que vendia skates.
   Compro um e pergunto para o atendente se tinha alguma pista por aqui perto. Ele me falar de uma que ficava cinco ruas da loja e vou direto para lá.
     Quando chegou vejo um grupo de meninos conversando e começo a reparar bem neles eles me parecem muito familiares.
   Analiso um por um até que meu olhar cai sobre uma cena chocante e triste.Vejo Sammy....


Notas Finais


Bjss
Desculpa a demora...
XoXo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...