História Meu Querido Inimigo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Aurora de Martel, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Davina Claire, Elena Gilbert, Klaus Mikaelson, Malachai "Kai" Parker, Marcellus "Marcel" Gerard, Personagens Originais, Rebekah Mikaelson, Stefan Salvatore
Visualizações 40
Palavras 567
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - 1 de abril de 1847


 

Davina corria desesperadamente,estava ofegante e tinha dificuldade para respirar.Corria com todas as suas forças possíveis,ouvindo aquela terrível voz.

-Não adianta correr,menina.Eu vou te pegar.

Seu corpo se chocou contra uma parede,fazendo-a ficar desnorteada tempo o suficiente para ter seu corpo puxado contra o peitoral daquele homem repugnante que carregava o título de Rei de FaryGale.

-Eu disse que iria te pegar.-usou uma extrema força ao apertar o braço da garota enquanto as lágrimas eram notáveis. 

-Me deixe ir!-disse batendo no peito dele com o braço livre que logo foi pego pela mão de Stefan.

-Não,até você me deixar contente. 

Sua voz era repugnante assim como seu cheiro e seu toque.Davina sentiu seu corpo estremecer pelo medo que lhe corroia.Stefan a puxou para mais perto,tentando de alguma forma grudar mais ainda.

Davina sentiu a nojenta ereção batendo contra sãs pernas tampadas pelo vestido simples que utilizava.

-Por favor,me deixe ir.-As lágrimas molhavam seu rosto e parecia que Stefan se deliciava com aquela cena,era um sádico maluco. 

O sorriso maldoso fora estampado no rosto cruel de Stefan,uma de suas mãos deslizou pelo corpo da garota que sentia nojo a cada toque,a cada olhar.

-Você vai gostar,menina.

Então a partir daí foi tudo muito rápido. Primeiro ele a virou e a prensou contra a parede,depois o barulho do vestido sendo rasgado serviu para aumentar o medo de Davina que soltava soluços,em seguida,a calça que ele utilizava foi abaixada.Uma Onde de dor atingiu o ventre de Davina ao ser peneirada por algo grosso e duro,a dor era intensa e quando ele começou a se mexer apenas multiplicou,sumas forças iam embora e ela praticamente ficou estática enquanto ouvia os terríveis gemidos de satisfação.Sentiu algo escorrer entre suas pernas e deduziu ser sangue,as estocadas não pararam e eram fortes e terrivelmente doloridas numa última estocada,Stefan depositou ali,seu gozo enquanto gemia de satisfação.

-Como isso é bom,você não gostou, meu amor?

Davina queria sair daquilo logo,sentia tanta dor.Se agachou e se vestiu rapidamente,olhou com nojo e desprezo para Stefan que arrumava a calça. 

-Ah não foi tão terrível. Eu gostei.

Sádico louco!Davina,depois de vestida,saiu correndo daquele local,saiu do castelo e correu pelas ruas,molhada em lágrimas enquanto via sua casa embaçada. 

-Mamãe! -Gritou, quando entrou na casa.

-Minas filha!-Gritou, ao ver o estado de sua menina e correu para abraca-lá. -Não precisa me dizer nada,sei oque aconteceu.

-Dói muito,mamae.-disse se afogando em lágrimas no ombro.

-Eu sei,vai ficar tudo bem.Você não pode mais ficar aqui,não é mais seguro com esse rei louco e sádico.

-E para onde eu vou?

-Eu tenho um amigo em Beacon Hills que pode ajudar,vou ligar para ele e você vai partir as 02:00 da manhã.

Davina assentiu, seria o melhor para ela.

-

As 02 horas,elas já se encontravam na floresta da fronteira,Davina estava com uma pequena bolsa que tinha uma garrafa de água,usava um vestido azul novo,Uma capa e luvas.

-O nome dele é Theo,não confie muito nos outros e se ouvir qualquer barulho diferente na floresta,corra!

Davina assentiu enquanto montava o cavalo com a ajuda da sua mãe. 

-E não se esqueça que eu te amo,e coloque o capuz!

-Eu também te amo,mamãe.-disse enquanto colocava o capuz.

Logo saiu a galope,sabia que iria demorar para atravessar aquela florestas e sabia que talvez nunca mais visse sua mãe. E Deus quisesse que ela nunca mais visse Stefan,aquele homem repugnante e desprezível que ganhou o ódio de Davina em dobro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...