História Meu Querido Irmão - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Hizashi Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kizashi Haruno, Kushina Uzumaki, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Utakata
Tags Inosai, Naruhina, Narusaku, Naruto, Sasusaku
Visualizações 387
Palavras 893
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Capítulo 7


1 mês depois.

5 meses de gestação e Eu já estou parecendo uma bolinha. Sério, minha barriga está bem grandinha. Somente meu pai, que realiza meus desejos por comida, Sasuke ja desistiu deles. Ele falou que meus desejos são estranhos.

Hoje eu vou fazer um ultrassom para descobrir o sexo do bebê. Eu queria esperar e  descobrir só na hora que nascesse, mas dona mikoto insistiu e disse que eu preciso comprar o enxoval.

Meu pai que iria comigo na consulta, mas ele precisou fazer uma viagem a negócios, e dona mikoto foi com ele. Ele viajou para a Inglaterra, e vai ficar fora por 3 semanas. Então como nem ele nem dona mikoto vão comigo, Sasuke e Itachi vão me acompanhar.

-Sakura ta pronta?  - ouvi Sasuke me gritar no andar de baixo.

- Já estou indo!

Ele e itachi estão mais anciosos para descobrir o sexo do que eu que sou a mãe. Eles tem sido muito carinhosos comigo, principalmente o Sasuke, que cada dia que passa eu estou começando a gostar cada vez mais dele. As vezes nos ficamos, mais meu pai não pode nem sonhar com isso.

Acabei de me vestir e desci ao encontro dos meninos.

-Estão prontos?

-Sim . - eles responderam  juntos. Trancamos a casa e eles foram para a garagem discutir em qual carro nos iamos. Eles pareciam criança. decidi acabar com aquela confusão.

-CHEGA! -gritei. Eles me olharam assustados.

-Vamos no carro do Sasuke.  -itachi me olhou com cara feia. Eu nem dei bola.

Viemos o caminho todo cantando algumas músicas aleatórias. Chegamos ao consultório e fomos até a recepção onde a recepcionista disse que a Dr. Soraia estava a minha espera. Entramos na sala da consulta e a medica me mandou deitar assim eu fiz. Levantei  minha blusa, ela fez alguns procedimentos e passou um gel na minha barriga.

-Bom... - ela começou.  - Sakura, você vá ser mãe de uma linda menina!

- Itachi, você me deve R$ 50,00 reais. - disse Sasuke vitorioso. Os irmãos Uchiha apostaram, o Sasuke apostou com itachi que seria uma menina, e itachi ja disse que seria um menino.

Saímos do consultório, e eu já fui ligar para dona mikoto.

Ligação on

- alô Sakura.

-Oi dona mikoto.

-então, menino ou menina?

-menina!

-aaaah  Eu sabia querida.

-Rsrs.

-Querida preciso desligar nos falamos depois ok?

-ok.

Ligação off.

Eu e meus " irmãos" fomos ao shopping compras algumas coisas para o bebê.

- Então Sakura, qual vai ser o nome? - perguntava itachi.

-Ainda não sei!

- Que tal... Sophia!  -dizia Sasuke estacionando o carro.

-Gostei,vou pensar.

Descemos do carro e fomos até uma loja para, bebês. Compramos várias roupas, vestidos, touquinhas, luvinhas, meinhas,  e várias outras coisas. Deixamos pra comprá um pouco com a dona mikoto.

15:00

-Ufa! To cansada! - dizia eu me enfiando dentro do carro cheia de sacolas.

-Blz. Bora pra casa! - Sasuke ligouo carro. Voltamos para a casa a viagem toda cantando despacito.

Cheguei em casa exausta. Corri para o meu banheiro e tomei um banho, vesti um short Largo e uma blusa de frio Preta.

Fui para a cozinha e preparei um sanduíche para mim.

-Nada disso, a senhorita precisa de arroz e feijão! - Sasuke tomou meu sanduíche de minhas mãos.

-Hey isso é meu!!!

-Era, não é mais. Você não pode ficar comendo besteiras irmãzinha, essa criança tem que nascer linda, forte e saudável. Igual a mãe!

-Tá, ta. Agora me da meu sanduíche seu chato.

- Sou o Chato que você ama.

-Imagine se eu não amasse. É sério me da to com fome.  Nos estamos!  - falei passando a mao em minha barriga.

Ele me fez ficar sentada e preparou uma comida divina.  Arroz, feijão, uma salada de alface (amo alface ) escondidinho de frango e batata frita. Montei um prato de comida enorme, e mandei ver.

-Gostou?

-Até que não tava ruim - aquilo estava divino. Sasuke lavou a louça e fomos para a sala onde itachi assistia um filme de terror. Sasuke e eu nos juntamos a ele.

Sasuke sentou no sofá e eu me deitei ao seu lado apoiando minha cabeça em seu colo. Itachi estava no outro sofá, e nos observava em total silêncio. Sasuke começou a fazer carinho em minha barriga, segurei sua mão e a coloquei sobre a minha barriga onde o bebê estava chutando.

-Chutou?  - perguntava ele  com os olhos brilhando.

-Chutou!

Itachi logo veio ate mim, e acarriciou minha barriga também. Ele também sentiu o bebê chutar. Nos três estávamos emocionados. Sasuke me puxou para um beijou. Nos beijamos na frente de itachi.

-Eu vou para o meu quarto, porque eu não nasci para ficar de vela!  - ele subiu as escadas sumindo do meu campo de visão.

-Sasuke você é louco?

-Sim Sakura. Eu sou louco por você!

-Pirou de vez. Sério irmãozinho você ta bem? - perguntei colocando a mao na testa dele procurando indícios de febre.

- Sakura, Não me chama de irmão. Desde quando irmãos de pegam?

-Você me entendeu.

- Não. Não entendi. Sakura, foda-se o Itachi, foda-se todo mundo eu te amo. E não consigo mais esconder isso. Eu amo você e amo essa criança como se fosse minha filha.

-Que fofo Sasuke.

-Sakura eu não to brincando. Sakura namora comigo!

-Sasuke, isso não daria certo, nos somos meio-irmãos, tem o meu pai e...

- Eu falo com ele. Minha mãe ja sabe, todo mundo sabe que eu te amo. Então namora comigo?

Balancei a minha cabeça em sinal de confirmação. Ele selou nossos lábios. Um beijo calmo, apaixonante, viciante, acho que nunca vou me cansar de beijar ele.

Ficamos o resto da tarde agarrados no sofá trocando carícias. E acabamos adormecendo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...