História Meu Querido Irmãozinho - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Melanie Martinez, One Direction
Personagens Harry Styles, Josh Devine, Liam Payne, Louis Tomlinson, Melanie Martinez, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Abo, Fic, Hot, Imagine, Incesto, Larry Stylinson, Melanie Martinez, Mpreg, Nosh, One-shot, Universo A/b/o, Ziam
Exibições 272
Palavras 2.413
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiiiiiiiie amorecos!!! Td bem? Só passei aqui mesmo para deixar o novo cap de MQI e desejar uma boa leitura.

DESCULPEM OS ERROS!!!

Heeeey genteney, eu vim aqui mesmo só pra poder divulgar a minha mais nova fanfic larry!!! Siem, porem ela é Harriet, tipo lesbians mesmo!!!! Plz leiam e me digam o que acharam!!!!


Bjoks

Capítulo 28 - Second- First Time


LEIAM AS NOTAS INICIAIS PELO AMOR DE JEOVÁ

 

Assim que Harry abriu a porta do quarto, o queixo de Louis bateu contra o chão. Ele havia ficado encantado peli trabalho que o seu alfa havia tido para lhe fazer aquela surpresa. Ele virou bruscamente na direção do maior que continha um sorriso nervoso nos lábios carmesim, com medo do seu ômega não ter gostado. Ele baixou os olhos para as suas botinas amarelas desgastadas e logo em seguida suspendeu o olhar receoso para o menor que ainda o encarava.

- Harry... Harry eu adorei, eu... nossa eu te amo muito.- ele disse ese jogou nos braços do namorado que apenas sorriu aliviado e satisfeito, pegando Louis contra os seus braços fortes e torneados, embalando-o contra si e beijando-o repetidas vezes.

- Meu Deus, ainda bem que você gostou.- ele exclamou exasperado soltando o fôlego que nem ele mesmo havia até então percebido que estivera pendendo, sorrindo ampla e verdadeiramente para o ômega que continha um sorriso lindo nos lábios róseos esticados. Com direito a ruguinhas nos cantinhos dos olhos.

- Eu amei a surpresa, meu Deus eu nem tenho palavras para descrever o tanto que eu gostei, na verdade eu amei e eu te amo muito como nunca amei ninguém na minha vida. Eu te amo Harry Styles.- ele disse e tomou os lábios macios do mais alto dentre os seus, chupando-os enquanto subia as pequeninas mãos até a nuca do mesmo, o puxando para mais perto e enrolando as pontas dos dedos nos cachinhos ue cresciam na sua nuca, enquanto Harry desceu as suas duas mãos para a cintura do menor, dando-lhe impulso e sendo envolvido pelo quadril pelas coxas fartas e roliças livre de pelos do seu ômega. Harry adentrou o quarto e fechou a porta do mesmo, andando cegamente até a cama enquanto beijava ferozmente os lábios macios de Louis, sentindo na sua língua o gosto refrescante de pasta dental e chiclete de menta. Harry derrubou-os na cama king size de casal fazendo Louis se assustar e sorrie entre o beijo, então voltando a beijá-lo novamente. 

Suas mãos pequeninas desceram até a barra da camida do cacheado, puxando-a para cima e só interrompendo o beijo para que ela passase sobre a cabeça do mesmo, deixando que Harry puxasse a sua logo em seguida. Seus dedinhoa gordinhos e macios foram para o cinto da calça do alfa, desafivelando- o e puxando para cima, jogando-o no chão e atacando o botão e o zíper da mesma. Enfiando a mão por dentro do tecido comprimido no quadril do alfa e agarrando a sua ereção com posse, masturbando-o de baixo para cima num ritmo lastimável.

Harry impulsionou o seu quadril na mão do menor que sorriu pelo desespero do seu alfa.

- Eu te amo muito Harry, e eu te odeio por me fazer te amar tanto assim. - Louis disse enquanto empurrava a calça do cacheado p.para fora das suas pernas torneadas e ele ainda se perguntava como é que o mesmo conseguia entrar nelas, já que eram tão apertadas quanto.

Após livre do jeans apertado, Harry atacou o pescoço do ômega que gemia manhoso enquanto o seu alfa destribuia beijos e chupões desesperados pela pela fina, macia e cheirosa do seu pescoço. Afinal o seu cheiro era maravilhoso e com aquele perfume inebriante que Harry tanto gostava, parecia zilhões de vezes melhor. Harry usou os seus dedos esguios e ágeis para desabotoar a bermuda que Louis usava, não deixando de se deliciar ao sentir o contato da pelr macia deslizando sobre os seus dedos e sendo comprimida pelos mesmos na sua palma da mão. Louis gemeu manhoso e mordeu de leve o ombro do cacheado, lambendo a marca logo em seguida e chupando-lhe o lóbulo da orelha. Harry o livrou da bermuda juntamente da sua cueca, jogando-as num canto qualquer daquele quarto. Louis então virou-os no colchão ficando por cima do cacheado, então esfregando a sua entrada comprimida sobre a sua ereção evidente na cueca boxer branca. Harry gemeu e atacou a cintura delineada do menor, esfregando-o na sua ereção mais vezes e gemendo junto do menor que já sentia o pano da cueca do maior úmida, seu cheiro inundando o quarto e deixando o cachedo doidinho.

- Eu te amo muito, muito mesmo.- Harry grunhiu quando o menor se levantou de cima de si e lhe beijou os lábios. Então Harry aproveitou para pegar um pacote se camisinha na cômoda ao seu lado e se sentar na cama. Louis o interrompeu e pegou o pacotinho laminado da sua mão, olhando-o apreensivo sobre poder vesti-lo. Harry concordou silenciosamente com a cabeça e Louis sorriu de lado meio e vergonhado. Ele já havia feito isso uma vez, porém ele quase não se lembrava, só lembra vagamente que ele estava deitado na cama do cacheado e que ele transaram. Lojise se sentia triste por não conseguir lembrar, porém ele não se importava de ter perdido a virgindade durante o seu heat. Havia sido com Harry, o cara que ele amava e com quem ele pretendia passar o resto da sua vida, então somente isso importava.

Ele rasgou o pacotinho com os dentes e sentindoo gosto do lubrificante. Então sorrindo de lado ainda tímido e puxando a barra da cueca de Harry, vendo a ereção nada modesta do seu alfa bater contra o seu umbigo, grossa e cheia de veias, escorrendo pré-gozoa medida que esperava ansioso o menor lhe vestir e poderem começar com a brincadeira.

Louis lambeu os lábios nasa discreto e isso excitou mais Harry que grunhiu baixinho, então com a mão trêmula ele posicionou o elo borrachudo na glande do cacheado e fora deslizando sobre o seu cumprimento, sentindo sob os seus dedos a textura volumusa e bem delineada do pau do maior, sentindo as veias ressaltadas e a pele rígida tremelicar. Harry havia jogado a cabeça para trás, revirando os olhos e soltando um gemido gutural que fizera o menor se arrepiar por inteiro e sentir o seu lubrificante natural escorrer pela sua entrada já piscante.

Harry então atacou Louis, na intenção de ficar por cima, porém Louis foi mais rápido ao se sentar no colo do maior, mas não sobre o seu membro, sentindo o mesmo colidir com o seu mediano que também já estava duro o suficiente. Harry gemeu com o contato e atacou os lábios do menor, sugando-os possessivamente e mordendo-os. Lambuzando-os de saliva e apertando com posse a cintura bem marcada do menor esfregando-o contra si num movimento barulhento e prazeroso para ambos. Louis então chupou o seu ombro, deixando uma mordida forte no local. Harry gemeu e segurou o menor pela cintura, o virando na cama e o pondo de bruços, com a bochecha espremida contra a superfície macia do colchão. Louis piscava a sua entrada que jorrava lubrificação natural, deixando Harry louco ao ponto de cair de boca no mesmo. Harry chupou o seu anel de músculos de uma forma maestral, enquanto seus dedos apertavam ambas as nadegas fartas do menor que gemia manhosamente cotra o travesseiro, balançando a sua bunda na direção de Harry que assim que teve uma chance penetrou o menor com um dos seus longos e esguios dedos. Entrando e saindo da entrada comprimida e rosada do menor que grunhiu deliciosamente ao sentir a circunferência do dedo do seu alfa dentro de si, gemendo novamente em antecipação quando pensou no pau do maior o invadindo sem pena.

Ele se empurrou mais contra o dedo do alfa, que introduziu mais um dedo na sua entrada, tesourando- o logo em seguida, entrando e saindo com os dedos e sentindo o menor propositalmente se fechar ao redor do mesmo, gritando um gemido desconexo quando sentiu os dedos do mesmo pressionarem a sua próstata. Harry então introduciu mais um dedo mas não os introduzindo até o final, e sim somente a metade dos mesmos. Alaryando o menor o suficiente para que o mesmo não sentisse dor quando o cacheado o invadisse com o seu pau majestoso e venoso.

Louis gemeu em protesto e se apoiou nas coxas, olhando oara Harry que agora estava sentado encostado na cabeceira enquanto observava o menor engatinhar na sua direção, Harry segurou na sua cintura curvilínea e muito bem delineada, olhando no fundo dos olhos, então posicionando- o sobre o seu pau e deslizando para dentro do mesmo lentamente logo em seguida. Ele sentia as paredes internas do menor lhe esmagarem e lhe aquecerem de uma forma maravilhosa. Um gemido baixo e gutural rasgou a sua garganta quando ele atingiu o menor ao fundo, Louis gemia juntamente, rolando os olhos para trás e segurando um gemido que aos poucos fora saindo pela sua garganta. 

- Meu Deus, tão apertado...- Harry disse parando e esperando o menor mover a cintura em movimentos circulares. E depois de alguns minutos Louis assim o fez, rebolando no colo do mesmo e abrindo a boca num formato oval sentindo toda a grossura do maior dentro de si juntamente com o seu tamanho nada modesto.

- Oh Harry, amor... Você é muito... grande.- Louis disse rolando os olhos e se mexendo minimamente, então sentindo o pau do seu alfa deslizando para dentro de si devagarmente, sentindo o seu interior dolorido pela invasão do maior, mesmo que tivesse recebido a preparação. 

- Oooh.- Harry gemeu aumentando as investidas devagarmente, tocando a cintura do menor e apertando a mesma, Louis pousou os braços sobre os ombros do cacheado, tocando com os dedos os cachos do alfa, puxando-os para trás e se inclinando sobre o mesmo com a boca aberta num fornato oval, colando a sua boca na dele e misturando os seus gemidos, então abafando-os com um beijo caloroso e excitante, sugando os lábios do alfa entre os dentes e sorrindo, porém interrompendo o sorriso quando um gemido rasgou a sua garganta, o levando a se movimentar sobre o maior, acompanhando os movimentos do alfa e cavalgando em cima do mesmo. Seus dedinhos macios e pequeninos puxavam o cabelo do maior, fazendo a sua cabeça pender para trás, e Harry gemia rouco ao sentir as paredes internas do menor lhe apertando e os puxões que ele levava no cabelo.

Harry o impulsionava para cima e para baixo, juntamente do seu pênis que ia de encontro com a bunda do moreno. Suas bolas eram esmagadas contra a carne farta e macia da bunda do ômega. 

Louis mantinha os seus dedinhos enrolados nos cachos do maior, seus dedos dos pés enrolavam e contorciam-se ao que o prazer ia lhe invadindo.  Harry percebendo virou o menor na cama abruptamente, se pondo dentro das pernas do mesmo e metendo fundo, ouvindo a cama estralar novamente mas ele pouco se inportava. Harry abaixou a cabeça e pode se deliciar com a visão do seu pau entrando e saindo de dentro do menor. Seu pau entrava magestosamente dentro de Louis que já  revirara os olhos na sentença  do orgasmo, Harry  também se sentia vir, ele estava tão  perto quanto  Louis do clímax.  Ele então  segurou o pau  o menor e enquanto metia fundo dentro do mesmo ele masturbava o menor na mesma velocidade, ouvindo o barulho  de pele com pele  batendo e os rangidos da cama que ecoavam no local juntamente de ambos gemidos.

- Oh Deus, isso... Oh.- Louis gemeu alto, se sentindo  tão  perto como nunca imaginou antes  e possessivo, Harry lhe apertou mais fortemente a cintura, cravando os seus dedos na  carne farta das coxas do menor.

- Você tem que gemer para mim, sou eu quem estou te fodendo, não Deus.- ele disse ciumento e Louis rolou os olhos, porém mais por prazer mesmo.   A cama rangeu novamente e em uma das suas últimas estocadas Louis chegou,  explodindo num orgasmo violento que tremelicou todo o seu corpo, fazendo a sua entrada se fechar ao redor do cacheado e um gemido fino e manhoso inrromper a sua garganta. Depois de mais algumas estocadas o cacheado se veio também, gemendo rouco o nome do menor e gozando em jatos curtos e precisos na camisinha, desabando contra o menor mas sem deixar  com que o seu peso ficasse todo sobre o menor. E então num novo estalo a cama quebrou, pendendo os dois que  estavam exaustos para o lado direito.

- Ai meu Deus Harry, o que foi que nós fizemos?!- Louis exclamou surpreso e risonho enquanto o maior riu baixinho por estar sem força.

- Quebramos a cama da pensão.- ele disse risonho e o menor se agarrou mais à ele, apertando-o contra os seus bracinhos gordinhos e macios.

- Disso eu sei, mas e agora? Estamos ferrados.- Louis disse mais uma vez e Harry negou  com a cabeça,  afinal  eles moravam em outro estado, isso não seria problema algum.

- Não babe, qualquer coisa depois eu dou uma quantidade a mais pelo prejuízo da cama.- Harry disse e Louis concordou. Gemendo manhosamente ao sentir o alfa retirar o pau alheio de dentro de si. Harry gemeu juntamente ao menor e retirou a camisinha do deu falo já adormecido, amarrando-a e jogando-a num canto qualquer do quarto.

- Eu te amo muito Harry, muito obrigado por ter feito essa surpresa maravilhosa para mim.- Louis exclamou feliz porém sonolento, sentindo o seu corpo querendo adormecer e os seus lindos e brilhantes olhos azuis picarem pesados enquanto ele lutava para mante-los abertos para poder se deliciar com a visão maravilhosa que era o seu alfa lindo e cacheado.

- Tudo por você vale apena, e eu confesso que já  estava ficando maluco por não ceder a você. Mesmo que eu tivesse que esperar por cem anos por você valeria a pena.- ele disse acariciando os cabelos do pequeno ao notar que o mesmo estava com sono. Já que o menor relutantemente fechava os olhos se entregando às carícias do alfa e se deixando levar pelo mundo dos sonhos inconscientemente.

- Obrigado amor. - Louis disse e pendeu nos lábios um biquinho que foi selado pelo cacheado que sugou os mesmos por dentro dos seus. Deitando ao lado do mesmo na cama quebrada e aconchegando o mesmo no seu peitoral forte e definido. Se deliciando ao ver o menor inconscientemente passar a sua coxa pelo seu quadril e agarrar o seu peitoral. 

- Durma meu amor, descanse  que depois teremos que explorar as outras superfícies desse quarto. - ele disse e Louis riu fraquinho antes de literalmente apagar sobre o mesmo. E Harry apenas se deixou dormir também, recarregar as energias para poder gastá-las novamente. 


Notas Finais


Heheheheh Harry safadenho kkkkkkkkk .

O que acharam? O que acham que vai acontecer no próximo cap?

Pergunta: Qual a música em que estão viciados?

Até os coments


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...