História Meu Querido Irmãozinho - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Melanie Martinez, One Direction
Personagens Harry Styles, Josh Devine, Liam Payne, Louis Tomlinson, Melanie Martinez, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Abo, Fic, Hot, Imagine, Incesto, Larry Stylinson, Melanie Martinez, Mpreg, Nosh, One-shot, Universo A/b/o, Ziam
Visualizações 358
Palavras 2.477
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ME DESCULPEM POR TODO ESSE ATRASO NAS ATUALIZAÇÕES DA FIC!!!! SÉRIO MESMO. Eu sei que eu não dei nenhuma explicação sobte o porquê de eu estat demorando tanto pra poder atualizar, mas é porquê eu estou estudando pata a prova da IFBA que é a universidade federal daqui do meu estado e tipo, ta muito puxado. E eu também conheci um menino ai né? E tals mas eu prometo que o quanto antes eu vou estar atualizando, PROMETO.

Então por favor não abandonem a fic e desculpem a demora e os erros ortográficos!! Amo vcs

Capítulo 30 - Pedido


Dias depois que eles foram para a boate, Harry andava se sentindo estranho, suava que nem um touro, ficava agitado e estressado. Acordava várias vezes durante a noite com uma mancha enorme de esperma nos lençóis que ele lavava do deu jeito fazendo o possível para que ninguém desconfiasse.  Acontece que o Rut dele já estava perto, ele sentia e sabia disso, só que ele não imaginava o quão perto poderia estar, na verdade ninguém imaginava.

Ele estava agora com Jay nos jardins da casa de Megan, andando com a mesma por entre as flores e os arbustos enquanto tentava pedir ajuda já que ela poderia ser a única a lhe ajudar e o orientar o que fazer. 

Jay vestia um vestido lindo amarelo e cheio de flores de vários tipos de alcinhas, o cabelo estava preso na parte de trás apenas com uma presilha que segurava os seus cabelos negros no alto da cabeça, deixando o resto do mesmo cair em ondas naturais pelas suas costas.

Já Harry usava apenas uma bermuda de taquitel laranja e uma regata branca surrada e velha, possibilitando assim que a mais velha pudesse ver as suas tatuagens através do pano. Seus cabelos estavam presos num coque no alto da cabeça impossibilitando assim que as mechas teimosas caíssem sobre os seus olhos.

- Mãe, eu te chamei aqui na verdade porque o meu rut está próximo e você sabe... Tem a Taylor aqui na casa e eu tenho a certeza de que ela vai tramar algo.- Harry disse à minha sendo bem direto, ele não queria enrolar com a mãe e precisava muito da ajuda dela. Jay franziu o cenho e o olhou confuso, afinal ela não sabia nada da estória que Taylor inventara.

- Porque a Taylor faria algo? Ela me parece uma pessoa tão boa.- Jay a defendeu e Harry riu nasalado, observando o semblante confuso de Jay.  Claro que ela seria um amor de pessoa com a sua família. 

- Mãe,  quando eu e o Louis começamos a namorar ela chegou lá em casa inventando que eu era o namorado dela só porque a gente tinha sentado junto na aula de química,  ela pode parecer boazinha mas quase acabou com o que eu tenho com o Louis hoje.- ele disse apontando para dentro da casa onde Louis provavelmente estaria agora deitado no sofá vendo Friends, Jay o olhou confusa e perplexa. Nunca que ela imaginaria que aquela menina doce faria algo assim.

- Mas porquê que ela faria isso?- Jay perguntou ainda sem poder acreditar de que Taylor uma menina aparentemente maravilhosa poderia fazer coisas tão ruins.

- Mãe aquela menina é maluca por mim. Eu não sei o que ela pensa mas ela acha que vai ter alguma coisa comigo algum dia desses ainda.- Harry disse é Jay arregalou os olhos surpresa. Ela nunca imaginaria que Taylor poderia fazer algo do tipo.

- Mas Harry, você tem provas disso meu filho, não se pode sair por aí acusando as pessoas sem ter provas.- ela retrucou afinal Taylor parecia ser uma menina tão doce e gentil.

- Mãe eu só não te disse isso antes porque eu não queria e não quero estragar a a sua viagem e o seu passeio, eu só queria a sua ajuda.- ele disse é coçou a cabeça sem graça procurando as palavras certas para pedir aquilo à sua mãe.

- Ajuda com o quê meu filho?- Jay perguntou e Harry ficou tenso, ela sabia que ele queria um jeito de passar o rut com Louis, na verdade ela sabia de tudo e já havia pensado em absolutamente tudo.

- Bem... A senhora sabe né?!- ele disse sem graça corando de baixo a cima pela feição engraçada da mãe que se divertia com a cena.

- Eu sei meu filho, e pode ficar tranquilo porque eu já aceitei tudo. Aluguei um quarto por uma semana numa pensão aqui perto e você poderá aproveitar com o Louis.- ela disse sabendo tudo o que o filho queria. Ele sorriu agradecido mas corou violentamente novamente quando percebeu que a sua mãe sabia que o ele faria. Harry era alfa sim mas as vezes podia ser bem molenga.

- Muito obrigado mãe, sério. Eu nem sei como te agradecer.- ele lhe disse e depositou um beijo casto na testa da mãe antes de entrar a casa e subir correndo às escadas atrás de Louis.

Harry estava muito eufórico, porém ele não queria assustar o menor nem nada. Então ele respirou fundo antes de escancarar a porta do quarto fazendo Louis se assustar e soltar um grupinho esganiçado.

- Aí meu Deus, Jeová Harry menino você tá querendo me matar seu grande bosta? - o ômega disse colocando a mão sobre o peito e respirando fundo enquanto segurava uma camisa verde musgo com a palavra GEEK bem grande e branca na frente fortemente entre os pequenos dedos pelo susto que havia levado do namorado que só ria da situação.

- Me desculpe amor... Eu não queria... Eu não queria te assustar eu só queria te dar uma boa notícia!- ele disse após se recuperar do ataque de riso em que ele havia se envergado todo para trás enquanto pousava com as mãos na barriga e sentia os olhos lacrimejando de tanto graça que o mesmo havia achado no susto do menor.

- Então não faz mais isso, portas foram feitas para dar prvacidade então dá próxima vez bata nela antes de entrar. E se eu estivesse pelado?- ele disse vestindo agora a camisa e Harry pôde observar como o seu ômega estava lindo usando um shorts azul escuro florido e chinelos de borrachas nos pés pequeninos.

- Não iria ter nada que eu não tenha visto antes.- ele disse e Louis se virou para o alfa que agora estava escorado no batente da porta observando o menor que estava com uma feição furiosa e envergonhada no rosto.

- Seu cretino.- ele disse e Harry riu encantado afinal de contas o seu gatinho ficava muito lindo quando estava envergonhado, parecia um gatinho furioso de tão fofo que o mesmo ficava.

- Que você gosta que eu sei.- Harry disse e caminhou até o Louis, dando um tapa na bunda do mesmo que corou mais fortemente porém mordeu o lábio inferior segurando um gemidinho afinal o seu alfa tinha uma grande pegada.

- Você não é nada convencido não?!- Louis comentou sorrindo e Harry sorriu ladino vendo a safadesa do menor aparecer, porém eles não poderiam demorar, Harry queria ir o antes possível para a pensão para que pudesse aproveitar do seu ômega e quem sabe darem uma voltinha.

- Eu não sou convencido eu sou apenas verdadeiro e gatinho, arruma a sua mochila e porque nós vamos para uma pensão passar alguns dias.- Harry disse segurando possessivamente a cintura do ômega que sorriu de lado porém franziu o cenho, mas então suavisando o rosto ao que percebeu que a proposta era encantadora.

- Vamos passar quantos dias fora? - ele perguntou e Harry deu de ombros, abaixando o rosto e enfiando o mesmo dentro do pescoço do mesmo. Ele farejou o local e chupou a pele sensível não para deixar uma marca e sim apenas para arrepiar o seu pequeno gatinho.

- Não sei, provavelmente uns oito ou sete dias. Mas ande logo porque eu ainda quero aproveitar o resto da viagem com você sem ter que me preocupar com alguém por perto.- Harry disse e beijou a bochecha do pequeno apertando a bochecha esquerda da bunda do mesmo antes de sair do quarto e caminhar para o seu, arrumando a sua mala e descendo logo em seguida junto do menor.

Quando chegaram no pé da escada as gémeas vieram correndo até eles como se estivessem preocupadas de que eles pudessem fugir.

- Loueh? Você vai sair pra onde?- Daisy perguntou carinhosa como sempre fora sorrindo triste e agarrando a perna do menor enquanto Phoebe puxava a camisa de Harry.

- Eu vou acampar com o Harry Dee, mas daqui a pouco nos estaremos de volta.- ele disse acariciando o cabelo aloirado da sua irmã mais nova e a pequena apenas concordou com a cabeça já que ela entendia muito fácil as coisas, assim como Phoebs.

- Vocês vai acampar? Nossa meninos que bom! Eu me lembro muito bem de quando eu fui acampar mais a Jay num ano da escola...- Megan apareceu na sala assim que ouvira a conversa do ômega com a pequenina Tomlinson. Relembrando das travessuras que a mesma fazia nos tempos antigos.

- Sim Megan, nós vamos acampar.- Harry disse gentil com a mulher que sorriu mais ainda ao perceber o amor entre irmãos que eles tinham um com o outro, sempre tão juntos e sempre procurando fazer tudo junto.

- Ai que legal! Eu posso ir também?- chegou Fizzy que adorva a natureza mas Louis duvidava muito de que ela realmente fosse assim que soubesse wue no mato não pegava sinal, mesmo que eles não fossem realmente acampar, Louis havia entendido o recado de Harry e acabou por inventar essa disculpa de última hora.

- Lá não tem sinal para internet Fizzy, você vai aguentar ficar mais de uma semana sem falar com os seus amigos? Fora que lá também não tem tomada. Louis falou e ela negou rapidamente, para Fizzy o seu celular era o seu fiel companheiro, ela não o poderia deixar nunca. Nem mesmo para ir ao banheiro.

- Não, eu desisto então, vou ficar em casa e assistir Pll pela netflix.- ela disse e todos deram risada exceto as gêmeas que não entenderam nada.

- Já sabe quem é -A? - Louis perguntou comonse fosse dar um spoiler e a mesma saiu de perto de si com os ouvidos tapados enquanto cantoralava uma música qualquer sobre não estar o ouvindo.

- Ah, eu posso ir com vocês. Eu não tenho nada para fazer mesmo e eu adoraria acampar.- Taylor apareceu falando e deixando Harry estatalado que não sabia o que falar, intercalando o olhar entre Jay e a loira várias vezes por vários minutos.

- Ah Tay, você não vai gostar, lá tem muito mosquito.- Louis disse fingindo gentileza com a menina sendo que ele estava quase voando no seu pescoço.

- Mas eu não me importo, eu tenho um pote grandão de repelente que a vovó me deu no natal passado.- ela disse e sorriu aberta e cinicamente para o ômega que já estava quase baixando a navalha maravilha ali naquela sala.

- Mas nós nem temos uma barraca para te emprestar, a minha estragou e vamos ter qje dividir uma barraca juntos.- disse Harry dessa vez percebendo que Louis já estava ficando estressado com a loira que insistia em ir consigo.

- Eu era escoteira quando pequena então eu tenho experiência com acampamento e essas coisas e eu tenho uma barraca no porão também já que eu e o papai sempre costumávamos acampar umas vezes no mês.- ela disse e Louis revirou os olhos enquanto tentava por tudo que é mais sagrado e pela sua mãe não fazer uma ignorância com a loira ali mesmo.

- É verdade, desde pequena a Tay gosta muito de acampar e eu acho que seria legal se ela fosse com vocês, ela nem conhece muita gente assim por aqui e se destrair seria um bom programa.- Megan se pronunciou e dessa vez fora Jay que revirara os olhos já que pelo o que parece a Taylor havia puxado muito da Megan.

- Megan, eu acho melhor não, não é nem afastando a sua filha e nem nada disso mas é que a gente pouco conversa sabe e nós iremos passar esse acampamento com o nosso pai, mesmo que ele não chegue a fazer nada mas não seria legal ela ficar no meio do mato junto de três homens você me entende? Harry se pronunciara e ela concordou com a cabeça vendo a onde os meninos queriam chegar, só que ela nem fazia ideia de que eles nem gastavam da sua filha.

- Mas mãe, se lembra que eu fiz Judô e Karatê quando eu era pequena? Eu era a melhor da turma, ninguém me vencia nas competições.- Taylor disse exibindo alguns golpes que a mesma havia aprendido já que ela realmente sabia de Karatê porém Louis não a queria por perto.

- Nós sabemos querida mas é um momento com os pais deles sabe? E são só homens. Fora que eu ouvi falar que você faz uma torta de morangos maravilhosa e eu queria que você me ensinasse quais são os seus truques. - Jay interrompeu e Louis agradeceu aos céus por isso, ele acha que nunca teve tanta vontade de abraçar a sua mãe e de lhe agradecer pelo resto da sua vida.

- É, pode ser. Quem sabe.- ela disse desanimada, até porque ela sabia que eles não iriam nada para um acampamento com o pai e sim ficar em algum lugar só eles então ela queria ir junto somente para atrapalhar, coisa que ela não conseguiria nunca porque agora Jay já havia visto como ela não presta, porque mesmo que não querendo ela acabou demonstrando quem ela realmente é.

- É filha vai ser legal, já que somos só meninas com excessão daquele rapazinho ali nós podemos quem sabe dar uma volta mais tarde e ir na Macy's.- Megan disse e ela assentiu vencida e Louis tinha nesse momento uma enorme vontade de sair cantando Happy para todos ouvir em alto e bom som. Ele odiava Taylor e estava adorando saber que ela sequer iria consigo. 

- Então está bom, já que nos despedimos de todos, nós estamos indo antes que fique tarde demais que possamos perder o melhor lugar para se acampar. - Harry disse se segurando para não passar o braço pela cintura do ômega que sorriu sem graça mas extremamente feliz por dentro para os demais à sua frente.

- Vão com Deus meus filho e mandem recado ao Mark.- Jay disse sorrindo e se aproximando para dar um beijo na bochecha de cada um dos dois. Ela se afastou sorrindo novamente e olhando para Louis de uma certa forma que o fez corar, porque além de Jay, Lottie também os olhava de uma forma maliciosa que estava deixando o ômega muito constrangido.

- Loueh, se você ver alguma borboleta bem colorida lá você pega pra mim? Como o Bob Esponja caça águas vivas?! - Daisy pediu segurando na perna do ômega que sorriu concordando já que a menor adorava borboletas, seu quarto era todo enfeitado com borboletas coloridas e bonitas.

- Pego sim docinho, eu vou ver se consigo pegar a mais bonita e a maior que tiver lá okay? - ele disse bagunçando um pouco o cabelo aloirado da mesma que sorriu assentindo e correu novamente para o sofá onde ela via Bob Esponja.


Notas Finais


Então foi isso, digam o que acharam e até os comentários!!!!! 😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...