História Meu querido professor - Imagine Namjoon - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 156
Palavras 508
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Hentai, Lemon
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - Capítulo 11 - "You need let it go"


Duas semanas se passaram depois daquilo. Namjoon tentou falar comigo falando que eu teria a oportunidade de falar a "verdade", mas acabou gritando comigo.

Eu matei todas as aulas que o Namjoon dava. Eu não aguentaria ver a cara dele.

Quando bateu o sino pra ir embora, Namjoon brotou na porta e falou que necessitava de falar comigo em particular.

Eu fui pra sala dele em silêncio, e quando cheguei lá acabei soltando tudo pra fora.

Eu: O que foi dessa vez? Veio aqui pra jogar uma mentira na minha cara e dizer que é verdade? Veio me dar uma oportunidade de falar a verdade e gritar comigo até perder a voz? Ou quer terminar de uma vez? Eu posso fazer isso agora mesmo!

Eu tirei a aliança que eu tinha e joguei no chão, enquanto ele me olhava em silêncio. Eu ia sair da sala, mas ele colocou o braço na frente me empurrando pra trás.

Nam: Quer parar? Tá parecendo louca! Eu vim te falar pra parar de faltar nas minhas aulas! E pra falar de outra coisa também.

Ele ficou bravo, mas depois ficou triste do nada. Revirei os olhos.

Nam: O filho que a Maggie disse que era meu não é meu.

Reviro os olhos.

Eu: Óbvio né? Você quer o que? Tem cara de puta e É puta! Com quantos caras ela transou pra ter 1 filho? Credo, que desespero!

Nam: EI! QUER PARAR? JÁ CHEGA NÉ?

Ele gritou comigo? Eu ouvi e vi isso minha gente? Ele gritou comigo DENOVO?

Eu: PRA QUE ME CHAMOU AQUI ENTÃO? PRA FICAR OUVINDO VOCÊ GRITAR COMIGO OUTRA VEZ CARALHO? SE EU QUISESSE QUE AS PESSOAS GRITASSEM COMIGO COMPRAVA UM PAPAGAIO DE UMA VEZ DESGRAÇA! PARA DE ME CHAMAR AQUI! PARA, VOCÊ ME ENTENDEU? PARA!

Meu rosto ardia. Ele me deu um tapa. No rosto. Caraca, ele explodiu.

Coloco a mão no lugar onde ele deu o tapa e olho pra ele, que me olhava assustado.

Eu: Parabéns! Você se torna o namorado de uma puta, depois é considerado como corno! Depois, não venha atrás de mim, não estarei aqui! Já cansei de você!

Saí as pressas de lá, ouvindo ele me gritar de longe. Começo a correr, quando vejo ele atrás de mim.

Quando chego em casa grito para meus pais.

Eu: EU ACEITO!

Mãe: Hum?

Eu: Eu quero ir pra Tailândia!

Pra quem não sabe, porque óbvio, a tonta não contou! Meus pais me deram 2 dias pra escolher se iria para Tailândia ou não. E aqui estou eu, aceitando o convite.

[...]

Não tinha arrumado as malas. Não tinha feito nada. Apenas estava falando com o serumaninho que estava dentro da minha barriga fazia 2 semanas. Ou até mais. Eu tinha engordado pouco, mas o neném deveria estar grandinho já. Eu comi demais de tarde, minha mãe estranhou. Eu falei pra ela que faria a faculdade em Tailândia. e moraria sozinha, óbvio. Continuava falando com a minha barriguinha, toda boba quando noto que tem alguém na porta me olhando assustado.

Eu: N-Namjoon? E-Eu...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...