Hist√≥ria Meu querido professor ūüĎŅ - Cap√≠tulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Verdades Secretas
Exibi√ß√Ķes 18
Palavras 1.226
Terminada N√£o
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Fantasia, Hentai
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Sexo selvagem


Depois de contar meu plano  pra bia e ela surta,  ela ficou mais empolgada que eu e com desejo de realizar loucura , pois seria hoje minha primeira  loucura,  eu estou convencida de que eu posso fazer isso,  assim que tocou o sinal indicando o começo da ultima aula,  Max o professor de filosofia entra,  ele tinha preparado  uma prova onde ficaríamos a aula toda fazendo,  nao consegui me concentrar em nada,  meus olhos e pensamentos se perdi entre o meu professor  e seu fisico e meu nervosismo,  assim que o sinal tocou levantei os olhos de relance pra minha amiga que me deu um sorriso pra continuar,  eu podia fazer isso , eu não  era feia,  tinha um corpo considerado padrão,  meus peitos e bunda média,  não  era gorda,  cabelo cacheado ate a bunda,  minha pele negra brilhava e graças a deus nunca tive espinha,  como diziam eu era a reencarnação  da Afrodite ...

Assim a sala estava vazia seus olhos se encontrou com os meus

-Esta tudo bem iza ?

- Sim professor,  so preciso  de mais uns minutos  pra termina a prova,  ele assentiu

-Como  não  posso  te deixar sozinha,  vou guarda meu material e ja voltou

Eu assenti,  desabotoando minha camiseta de modo que meus volumosos peitos saltase e Cruzei a perna tentando parecer o mais sedutor possivel, e funcionou senti pela primeira vez seus olhos varrendo meu corpo,  com a caneta na boca e sorriso de lado e pisquei pra ele. 

Assim que ele saiu,  guardei meu material todo,  tirei minha calcinha e guardei na bolsa, desabotoei mais um botão  e levantei a sai do meu uniforme,me sentei ansiosa esperando sua chegada,assim em seguida ele entra fechando a porta e senta,  quando seu olha vai sobre o meu de novo ele diz

-Desistiu Iza? 

me aproximando de vagar a sua mesa é falo,  - esta muito dificil professor,  nao sei se vou conseguir,  me apoio a sua mesa e meus seios salta e meu cabelo vem pra frente

- Que isso,  vc e inteligente  não  vai ter problema na minha materia- ele diz com ks olhos cravados no meus seios 

Em seguida sento em sua mesa e sinto  seus olhos sobre minhas pernas,  pego a caneta e fico brincando  com ela na mesa

Olho pros seus labios - Será? 

Antes dele responder,  deixo a caneta cair de propósito e antes dele se abaixa me inclino sobre a mesa e pego a caneta,  deixando minha bunda a mostra,  e esculto dizer

-Puta merda 

Me levanto,  como se não  tivesse entendido e pergunto 

- Oq foi professor? 

- Nada

Me enclino mais um pouco sobre a mesa e passo meus dedos sobre seus cabelos  e percebo que ele respira  com dificuldade, isso me da mais força pra continuar, ele afasta minha mao delicadamente 

-iza isso nao e certo

- Eu sei - digo abaixando a cabeça- mais vc me quer, e eu te quero e paredes nao fala

Isso foi o bastantepra ele me girar e por ccompleto  de modo que ficasse frente  a frente segurando meu cabelo, sua lingua veio na minha boca, seu beijo e perfeito,  me envolve  de uma forma que nao consigo  explicar , logo em um seguida sinto  sua mão  na minha buceta

-MDS como  vc está molhadinha

Fala enquanto me masturba, me sinto viva,  amando cada toque que ele me oferece

Ele percorre meu corpo  como se eu fosse algo inédito,  passando pra minha blusa e tirando com um puxão so,  meus peitos  pula pra  fora e logo sinto seus labios nele,  puxando  e sugando ,  ele se reserva entre meus seios e minha  boca e me impedindo  de deitar sobre a mesa,  quando se dar por satisfeito, ele me deita sobre a mesa e a sensaçao e incrivel, sua lingua me suga, me molha, e provoca meus clitóris me fazendo geme,  ele abafa meus gemidos colocando a mão  em minha boca

- professor - e a unica coisa que consigo dizer entre gemidos

- Que delicia,  como vc está molhadinha,  MDS que buceta gostosa

Num gesto rapido ele me coloca no chão em seguida abaixa sua calça e vejo seu menbro ereto e completamento duro,  sinto  uma vontade imensa de sugar tudo,  de sentir seu pau crescendo  na minha boca e nao êxito,  passo minha língua por todo seu membro e me esforço pra colocar ele por completo na minha boca

-Ai que delicia iza, minha aluna gostosa.. U.u, isso nao para porra

Provocando deixo minhas mao faz o trabalho e falo

-Ta gostando  professor?vc me quer?  Quero seu pau na minha buceta,  me fudendo toda 

Colocando  ele na minha boca de novo,  ele segura me cabelo e controla meus movimentos, quando sinto que ele esta preste a gozar me afasto e sorrio maliciosa pra ele,  num  gesto rápido  estou em cima da mesa so que dess vez deitada

- VC quer rola sua puta?  Em cadela?  Vc quer? 

E nisso sinto seu pau entrando de uma vez em mim,  sua mão  tampando minha boca a tempo de abafar meus gemidos 

Meu professor me fode sem pudor,  cada penetração  e mais forte que a outra,  seus tapas  na minha cara me deixa com um tesão  enorme 

- Me fode seu filho da puta

Isso e suficiente  pra  ele descarregar toda seu tesão  dentro de mim,  ele me fode e nunca deixando  meus peitos  ou minha boca e seus tapas se torna ate mais violento,

- fica de quatro porra

Levantando da mesa , minhas pernas estao bamba,  ele me segura e mete seu pau em mim,  coloca meu corpo sobre uma mesa e puxa meu cabelo,  me fazendo  gemer a vontade,  me sinto domada, a sensação  e melhor que esperado,  gozando pela primeira  vez,  me solto dele , mais nao paro vou ate minha bolsa e pego outra camisinha, antes de qualquer movimento meu ele coloca seu pau na minha boca,  me forçando a engolir ele todo,  com movimentos rapidos minha boca vira sua buceta e assim fica ate eu sentir seu gosto,  exausta,  ele me pega no colo e faz eu calvagar  nao sinto minhas pernas mais mesmo assim calvago 

- ai professor....  Que delicia

- vc e minha agr sua puta- me batendo na cara- vc e minha vadia

So consigo concorda e calvago com todas minhas forças, sinto seu pau crescendo  dentro de mim e acho que vou ter um orgasmo,  ate sentir ele gozando de novo,  ele diminuiu o ritmo e começo a sentir meu corpo tremer,  ele me coloca sentada,  enquanto se veste,  em seguida tras consigo meu sutiã e coloca em mim,  me coloca sobre a mesa avaliando minha camiseta rasgata e a joga dentro de sua  bolsa e me veste com sua jaqueta,  em seguida pega minha saia e me avalia,  sinto seu olhar me queimando 

-Gosta do que ve? Pergunto  ainda cansada e com um sorrisinho 

-Muito  

Ele me veste sabendo que não  consigo  ficar em pé,  ao sair da escola sinto o vento em meus cabelos  e percebo  que estou mais cansada do que aparento , meu professor me deixa umas quadras de distância da minha casa,  ele me beija,  num beijo suave e carinhoso , eu sorrio e abro a porta sem dizer nada a ele e sou forçada a andar.  Chegando em casa me jogo na banheira que me deixa mole,  minha cama e so nisso que eu penso  e me deito nela , sem me trocar e adorrmeço com um sorriso no rosto e consigo dizer por final


- O ano começou.....😈




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usu√°rios deixam de postar por falta de coment√°rios, estimule o trabalho deles, deixando um coment√°rio.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...