História Meu querido professor (Jikook) - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Preconceito, Romance, Traição
Exibições 216
Palavras 1.187
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


(Foca nessa fotinha linda de diferença de altura ) meu coração num guenta ! . Oiiii gente ,eu disse que ia postar na quarta e aqui estou eu . BOA LEITURA !

Capítulo 14 - Cortando relações !


Fanfic / Fanfiction Meu querido professor (Jikook) - Capítulo 14 - Cortando relações !

Em minha frente a única coisa que estava em foco era Park Jimin, eu ainda não tinha total certeza de que tudo aquilo era verdade, tudo estava muito confuso em minha mente naquele momento. Meu cérebro me bloqueava de ouvir sua voz, meus olhos se fixaram em perceber como sua boca se movimentava e em como ele se movia dentro daquela roupa. Tudo parecia uma pegadinha do destino, eu ainda sentia meu coração acelerado.

-A lista. Sou puxado para realidade quando um dos colegas me dá uma folha, eu o encaro, ele sussurra “lista de presença “e eu anoto meu nome repassando para outra pessoa ao meu lado.

Volto minha atenção para frente e sinto meu ar faltar, Jimin me encara por alguns segundos enquanto diz algo e logo depois desvia seu olhar para o resto da turma. Eu respiro fundo e me certifico que a carteira que eu estou vai me aguentar caso eu desmaie quando ele voltasse seu olhar pra mim novamente.

-Deixarei um material para a aula de quarta na xerox, um aviso. Ele vai em direção ao quadro e escreve em letras garantes “CONGRESSO”. - Teremos no final desse semestre um congresso, então peço que façam economias para que quando a data se aproximar vocês não corram o risco de perder.

-Sim professor. A sala diz em conjunto.

-Como vocês não tem o material para a aula será difícil de acompanharem o que estou dizendo, por isso prefiro que comecemos a aula na quarta. Ele se senta sobre a mesa encarando a turma. - Diante disso vamos fazer a chamada e depois todos estão liberados.

Encosto minhas costas no revestimento macio da carteira e tento não parecer nervoso quando ele chamar meu nome.

-Jeon Jungkook! . Meu nome é pronunciado e eu levanto meu braço. - Você tem algum problema com a fala?. Ele diz e a turma da risada.

-Presente! . Sinto meu rosto ficar vermelho e tento ignorar o fato dele me olhar de forma evasiva.

Por fim, quando todos se levantam para sair da sala, eu finjo não perceber um olhar pesado sobre mim, primeiramente peço ao meu celebro para que ele mande os comandos de andar para minhas pernas porque até o momento eu ainda permanecia sentado como um idiota. “Vamos, vamos “Eu repito insistentemente, porem acho que meu corpo não entende a gravidade da situação. 

-Pensei que você seria um dos primeiros a sair da sala. “Não duvide, se meu celebro me obedecesse eu já estaria a quarteirões daqui “. –Fico feliz em saber que conseguiu passar no vestibular.  Ele recolhe suas coisas.

-Vamos pernas se movam. Sussurro.

-Tem algo de errado. Ele caminha até a primeira fileira de carteiras.

-Tchau. Me levanto em um sopapo e nervoso tento não esbarra nas carteiras.

-Até quarta. Ele diz brincalhão, clamante minha tentativa de evita-lo não durou muito tempo.

 X-X-X-X-XX-X-X-X-X-X-X-X-XX-X-

-Como foi hoje ?. Tae se deita ao meu lado na cama.

-Vá para outra cama. Me refiro a sua verdadeira cama. –Não quero você aqui. Digo me virando para parede.

-Calma. Ele acaricia minha costas. –Pelo jeito você não se deu bem com alguém.

-Serio mesmo Tae, sai daqui.

-Quer que eu te relaxe. Sinto sua mão sair rapidamente das minhas costas e ir em direção ao cós de minha cueca.

-é serio. Digo fechando os olhos.

Sua boca vai em direção a minha nuca e ele deposita beijos em toda sua extensão, sua mão faz movimentos rápidos e eu logo não consigo me segurar.

-Fique de quatro. Digo tirando minha blusa, Tae sorri malicioso. - Eu não terei dó de você hoje.

X-X-X-X-XX-X-X-X-X-X-X-X-X-XX-

Quarta feira 10:15 sala 42

-Vamos falar de Nietzsche! . Jimin se senta sobre a mesa, sua roupa devidamente ajeitada, seus cabelos devidamente penteados e seu olhar devidamente direcionado para mim, talvez ele quisesse me fazer passar por um terror psicológico por termos tido uma DR antes dele se mudar e ele em hipótese alguma não podia desconfiar que seu plano mafioso estava dando certo.

-Nietzsche vai investir contra a filosofia moderna e depois desenvolver temas ligados à teoria do conhecimento que estão já presentes.  Sua boca se movimentava e eu só conseguia pensar em como eu sentia saudade daqueles lábios sobre os meus.  – Pra aula que vem teremos uma discussão sobre o artigo “Verdade e mentira no sentido extra moral “, estudem porque valera nota.

A aula já havia acabado? . Eu não podia acreditar que passei uma hora e meia observado os lábios de Park Jimin.

-Jungkook!. Escuto meu nome ser chamado assim que me levanto para sair. –Você poderia me ajudar?. Observo sua mesa repleta de livros, vou em sua direção e tento evitar o contato visual e a sua proximidade, mesmo naquela distância eu podia sentir seu perfume e o ver retirando seu blazer me fazia ficar excitado.

-Para qual sala devo levar?. Pergunto dando minha costas para ele.

-Apenas me siga. Ele caminha em minha frente e nesse ponto eu tento me segurar para não o agarrar por trás, eu só podia estar enlouquecendo, Jimin não estava fazendo absolutamente nada para me provocar, porem só de o ver em minha frente, cada célula do meu corpo queria o jogar contra parede e o ouvir gemer meu nome. Mas eu tinha me esquecido de um detalhe, um detalhe de nome Tae, estávamos a 3 meses juntos e mesmo eu gostando de seus carinhos nada podia superar o desejo que eu tinha de ter Jimin.

-Aqui!. Entro em uma sala branca  com inúmeros armários. –Só mais um momento. Ele abre o armário e joga seus livro lá dentro, se aproxima de mim e me encara antes de segurar os livros, tão bonito, ele era tão bonito.

-Você e J-hope estão bem?. Pergunto olhando ele guardar o resto dos livros.

-Você novamente com essa história. Ele se vira sorrindo para mim. –J-hope apenas brincou.

-Você ainda está interessado em mim ?. Pergunto e ele me encara surpreso, eu estava louco, faziam mais de 3 meses desde a última vez que me aproximei de seus lábios, eu queria dizer que tudo foi fácil, que não me lembrava dele, porem mesmo com a ajuda de Tae, passar por todo esse tempo foi realmente difícil.  

-Eu preciso ir. Ele sorri de lado ignorando minha pergunta vai até a porta e eu seguro seu braço. – Eu tenho aula daqui a 10 minutos Jungkook.  

- Apenas me responda. Aproximo meu corpo do seu.

-Me responda você. Ele se solta e me segura pela gola da camisa, eu apenas encaro seus lábios. - Você com um namorado e dando em cima do seu professor, a que ponto você chegou.

-Ele não .... Como ele sabia disso ?

-Deixe eu colocar as coisas nos devidos lugares. Seus olhos vão em direção a minha boca e eu suspiro. – A única relação que teremos é de aluno e professor, faça sua parte que eu farei a minha.

Ele me encara pela última vez e solta a gola de minha blusa, rapidamente ele sai pela porta e eu suspiro pesadamente.

-Isso é o que você pensa. Um sorriso se  abre em meus lábios. 


Notas Finais


Espero que tenham gostado e segurando o coração pro próximo capitulo . Beijooo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...