História Meu Querido (Terrível) Diário - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 7
Palavras 479
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, Luta, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Slash, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Desculpa pelo hiatu

Capítulo 11 - Preparação


DIA 6

Acordo, faço minha higiene diária, desço para a cozinha comprimento minha mãe.

Enquanto comemos o nosso café da manhã às memórias vieram​ na minha cabeça de só uma vez.

-MÃEEE O PAI TA VIVO!!!!???

Minha mãe olha pra minha cara e engasga com a torrada, começa a tossir de forma violenta, eu socorro ela e ela fala

-Ta louco menino? Tu nao tá usando drogas não né?!

-não, eu acho.

-Mas de onde você tirou essa história meu filho? Seu pai desapareceu quando você tinha 8 anos.

-Não desapareceu não!

Então eu expliquei a história pra ela.

-sempre soube que ele era especial....

(Disse minha mãe, abalada)

-É, você acreditou tão fácil, parece até que isso é uma história de fanfic.

-Sim, é que eu já sabia que ele tinha um passado nisso, mas achei que ele já tinha se livrado disso...

-Entendo, entendo

Tento consolar ela. Apesar de eu ter 15 anos, eu já me sinto com uma responsabilidade enorme nas costas, só por ter que resgatar meu pai de sei lá aonde...

É, mas é aquele ditado né? Vamo fazer o que?

A campainha toca, eram Isabel e Richard, pois hoje era sábado e não tinha aula.

-Meu Deus onde você esteve?!!

(Perguntou Isabel)

-Tava se prostituindo!!

(Afirmou Richard)

-Bom, talvez, mas eu tenho que falar com vocês sobre algo sério.

-FALA!!!

(Isabel e Richard respondem simultaneamente)

-Acho que não deveríamos ser mais amigos....

-Que?

(Diz Isabel)

-Venham comigo.

Levo eles até o meu quarto.

Explico pra eles sobre a minha situação.

-Então eu acho que seria perigoso pra vocês, enfrentar esse tipo de coisa, mesmo que nem eu consiga, vocês não tem que se envolver nisso.

-Bebê, eu sei lutar igual o André Silva, eu posso te ajudar nisso sem problemas.

(Disse Isabel)

-E vocês precisam de um.....aí sei lá, mas não vou te deixar sozinho nessa, babaca!

(Gentil feito um rinoceronte, Richard)

-Vocês se preocupam tanto assim comigo?

(Digo, lacrimejando)

-Eu te conheço a uma semana, eu deveria ter medo de você.

(Disse Isabel)

-É verdade, eu mesmo achei que você era um traficante de órgãos.

(Richard me conforta)

-Agora nós devemos nos preparar para o que pode vir a acontecer.

(Esclareço)

-Tipo um ataque zumbi?

(Isabel se anima)

-Sim, só que com demônios ou algo assim, você consegue lidar?

-MEU AMOR EU ME PREPAREI A MINHA VIDA TODA PRA ISSO!!!

(Responde Isabel, super impolgada)

-Mas hoje não!!!

(Grita Richard)

-Por que não ?!

(Respondo meio acuado)

-Pois hoje o meu bebê faz 15 "anenhos"!!!

Diz minha mãe que invadiu o meu quarto arrombando a porta com um chute, um rosto feliz e uma bandeja cheia de cupcakes.

-AI KARALHO QUE SUS, cupcake?

-Câpiqueike!

(Afirmou minha mãe, fazendo cara de derp)

-Aaaaaahhhhhh CUPCAKE!!

(Agora nós estávamos nos comunicando na língua cupcake)

Enfim, comemos cupcake o dia todo, fomos para o parque de diversões que tinha na cidade e o Richard já veio de palhaçada querendo o meu corpo, aí eu disse nem vem, aí ele disse, só um pouquinho, aí eu neguei até o final. Não adianta me dizer "Aí, mas eu shippo", não vai rolar, eu tenho que me valorizar.

É, teria que deixar pra me preparar pra acabar com essa história.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Pretendo terminar com essa história ainda essa madrugada, então de hora em hora vou postar capítulo novo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...