História Meu querido urso - Capítulo 20


Escrita por: ~ e ~MyuDark

Postado
Categorias One Piece
Personagens Alvida, Bellemere, Boa Hancock, Brook, Cavendish, Coby, Donquixote Doflamingo, Donquixote Rosinante "Corazón", Dracule Mihawk, Eustass Kid, Franky, Jewelry Bonney, Koala, Makino, Monkey D. Garp, Monkey D. Luffy, Nami, Nefertari Vivi, Nico Robin, Nojiko, Personagens Originais, Portgas D. Ace, Portgas D. Rouge, Rebecca, Roronoa Zoro, Sabo, Sanji, Shanks, Tashigi, Tony Tony Chopper, Trafalgar Law, Usopp
Tags Insinuações De Casais, Lawlu, Luffy X Ace, Luna, One Piece
Exibições 42
Palavras 3.863
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Super Power, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oie minna!! Quem digita é a yuno!! A quanto tempo hem... desculpem a demora (desvia de objetos cortantes) Serio, tava super ocupada com a faculdade, mas finalmente saiu o cap, espero que gostem!! ^^ até as notas finais seus mitosos!!

Capítulo 20 - Assim fica dificil se segurar...


Fanfic / Fanfiction Meu querido urso - Capítulo 20 - Assim fica dificil se segurar...

“ -T-Torao-san.... O que você fez? – Perguntou luffy, vendo law cuspir uma alta quantidade de sangue pela boca.

-Talvez isto seja um pedido de desculpe pela minha mancada.... Me desculpe luffy, por tudo que eu disse de você, pra nami-ya... Espero que me aceite como seu amigo de novo... – Disse law sorrindo, logo caindo em luffy que o segurou de imediato. Luffy mantinha seus olhos arregalados, tremia bastante, os olhos que antes eram grandes, negros e belos, agora mantinham uma coloração totalmente preta, lentamente formando um símbolo de uma flor de lótus no olho esquerdo do menor. As paredes foram lentamente coberta por símbolos na cor verde claro, e os homens já estavam desesperados.

-Voces... O QUE PENSAM QUE ESTÃO FAZENDO COM O TORAO-SAN?!!’’

- Mas o que diabos é isso? – Disse uns dos homens, a frente observando os desenhos tribais, que cobriam todo o local, um enorme símbolo estampou o chão, com vários significados aleatórios.

-Voces...VÃO PAGAR CARO POR ISSO!! – Gritou novamente o moreno com puro ódio estampado em seu olhar.

Dito isto o corpo de ambos homens caíram ao chão e a cada minuto se tornavam mais pesados como se quisessem atravessar o chão. E assim começaram a ser esmagados pelo solo, onde a única coisa que viam era luffy, com sua mão esquerda tentando parar o sangramento de law, e a outra como se ele estivesse causando aquele efeito repentino e extremamente doloroso no corpo deles. Mal podiam descrever a dor que sentiam naquele exato momento, poderiam começar a rezar ou até mesmo pedir pela morte, a cada segunda que seus corpos eram prensados  contra o chão. Aquele olhar psicótico do garoto que lançava aos homens, era de puro medo, viam o chão abaixo de si, quebrar lentamente. Certamente já sabiam que com tal ato, seus corpos se partiriam ou explodiriam de imediato. Mas aquele olhar do garoto era a pior coisa que já teriam fitado em suas vidas inteiras, era como se o garoto estivesse sobre influencias malignas e já estaria provando de sua insanidade cada vez mais.

-Lixos miseráveis.... merecem sem descartados agora mesmo!! – Disse luffy, os prensando cada vez mais. Fitando o sangue que saia da boca de ambos causadores da morte de law. Já estavam perto da morte, e disse sabiam pelo sangue que saia de suas bocas, narinas e olhos. Seriam esmagados a qualquer segundo e a única coisa que os restavam eram implorar por suas vidas insignificantes.

-P-Por F-Favor.... Não faça isto, n-nos deixe ir embora.... p-prometemos que vamos sumir... – Disse um dos homens, entre sôfregos gritos de dor extrema.

-Deviam ter pensado nisto antes de chegar aqui... agora... quando atravessarem o chão, me contem o que viram... – Disse o garoto entre um sorriso que alargava cada vez mais ao ver o sofrimento dos homens. O chão começou a tremer fortemente, avisando que brevemente se partiria e logo o corpo das pessoas que se encontravam ao chão, explodiriam brutalmente. Vendo isto, luffy repentinamente parou seu ato. Os homens aliviados por ainda estarem vivos e esboçaram sorrisos na esperança de sair daquele lugar. Porem o sorriso de ambos morreram imediatamente, após começarem a levitar no mais puro ar. A frente dos mesmos, viam luffy mexendo sua mão conforme a gravidade que os mesmos perdiam a cada segundo. Logo começaram a perder seu ar, com a respiração acelerada e o desespero estampado no rosto dos mesmo. Apertaram seus pescoços em sinal de protesto ao sentirem cada vez mais seus ares irem embora, sentindo suas consciências cada vez mais se esgotarem, cerraram seus olhos e esperavam por suas mortes dolorosas e lentas.

- Já chega luffy!! – Disse um certo ruivo ao avistar a situação dos homens que davam seus últimos suspiros de vida. Ouvir a voz de kid, fez luffy soltar os homens quase que de imediato e sair de seus pensamentos mais insanos que a cada minuto o mandava matar aqueles homens calmamente da pior forma possível. Começou a cerrar seus olhos calmamente e caiu junto de torao no chão, amos  inconscientes.

- KID!!! ONDE ESTA O LUFFY?!! – Chegou bonney já desesperada no local procurando pelo moreno.

-Ele esta bem, mas temos que levar o law no hospital agora!! – Disse kid, logo todos assentiram e buscaram ajuda da ambulância. Claro também chamaram a policia para enfim prender aqueles homens malignos que tanto os fez mal.

Algumas horas depois.....

-Luffy-ya...Luffy-ya.... – Chamava law na tentativa de acordar o pequeno. O que deu certo, quando observou os grandes e brilhosos olhos de luffy abrindo calmamente.

-T-Torao!! Voce esta bem!! Que bom... – Disse luffy sorrindo fracamente mais um sorriso verdadeiro e típico do pequeno.

-Ah luffy, você esta de volta!! – Disse kid aliviado.

-O que aconteceu? – Perguntou o pequeno. – Tudo o que eu me lembro é que eu estava encurralado, então o torao-san chegou e eu vi muito sangue vindo das costas dele...Depois disso não me lembro de nada.

‘Era de se esperar...” – Pensou kid. – Bom depois disto tudo, você apagou junto do law, o zoro e o sanji conseguiram chamar a policia e ela resolveu tudo! – Mentiu o ruivo, porem os dois morenos engoliram a mentira por hora sem interrogar.

-Ah que bom que vocês estão bem.... Meu deus isso ate já saiu na TV!! O Sr. Rosinante já me ligou desesperado, a domino-Sama quer me matar, O Edward-Sama vai me despedir com certeza!! Eu estou acabada!! – Dizia Hancock, dramaticamente chorando ao ombro de nami e robin, que apenas riam disfarçadamente.

- Bom, senhores  Trafalgar Law, Monkey D. Luffy, já estão liberados. Voce teve muita sorte de não ter se ferido em um ponto fatal Sr. Law.... Voce terá alta daqui meio hora e cuidado para que isso não aconteça novamente... – Disse o medico dando um longo suspiro.

  -Bom, depois que o law receber alta, vamos amanha mesmo  voltar pra Tóquio. Os pais de vocês já estão querendo a minha cabeça....

Acampamento – Portão principal. (12:05)

-Então.... ele pediu desculpas.... – Disse nami com um sorriso.

-Sim, só me lembro disto antes de mim apagar.... – Disse o outro calmamente.

-Bom, quer dizer que agora.... nosso plano chega ao fim. – Disse a alaranjada.

-Certo... mas e agora? – Perguntou o moreno confuso.

-Bom, já acabou tudo, foi muito bom ser sua namorada por um mês Monkey D. Luffy... – Disse a moça com um sorriso fraco.

-Mesmo não entendendo quase que nadinha... Eu me diverti kishishishi... – Disse o moreno calmamente dando sua famosa e típica risada.

-Eu já vou para o ônibus, você vem? – Perguntou a moça.

-Daqui a pouco, ainda tenho umas coisas minhas La na cabana. Até logo... – Disse o moreno, indo em direção a esquerda para dentro do acampamento.

-Até logo.... – Disse a ruiva indo na direção oposta. Não podiam ver o rosto o rosto de cada um, mas estampado no olhar ruiva, mantinha uma expressão... inexpressiva? Talvez, um olhar fraco sentindo a alta brisa bater forte em seus longos cabelos um tanto peculiares na cor laranja, sentia o moreno cada vez mais distante, e continuou seu percurso ao ônibus que esperava aos moços para partirem enfim para casa. Claro que com luffy não seria diferente, aquele mês de fato foi uma ótima experiência, por mais que não tenha entendido nenhum dos atos da amiga durante todo o tal plano, aquilo talvez o teria feito bem, o teria feito mais feliz, mais alegre, e ali estava acabando. Porem um longo sorriso cresceu no rosto de ambos ao lembrarem de suas aventuras juntos, ao lembrarem que ainda são grandes amigos, ao lembrarem que sempre estarão juntos para o quer der e vier.

-Yo nami-chan, minha deusa vai me deixar!! – Disse dramaticamente Cavendish, vendo a moça assentir com um sorriso sínico nos lábios.Tinha que admitir que durante aquele mês, achou um tanto engraçado encontrar alguém pior que sanji, no quesito de amor.

-Seu tarado!! – Disse usopp adentrando ao ônibus com suas pequenas malas em suas mãos.

- Isso mesmo... TARADO!! – Gritou sanji, para o loiro.

-Oe sanji, meu avô tem varias câmeras de segurança ... talvez ele tenha do banheiro feminino, quer me acompanhar? – Perguntou Cavendish, com seus olhos em formatos de coração. Sanji o olhou chocado, com o convite do loiro.

-OHHH CLARO!! VAMOS ARRANJAR UMA CAMERA!! – Gritou sanji, já descendo do ônibus.

-Sanji..... ou você entra neste ônibus agora mesmo, ou o senhor zeff vai te receber sem suas duas pernas... – Disse Robin com um olhar sinistro.

-Hai... Robin-Chwan. – Disse sanji um tanto decepcionado, por não ter acompanhado o “amigo’’.

-Camie, conto com você!! – Disse perona sorrindo para a esverdeada.

-A claro, deixa comigo!! O cavendish vai ser um ótimo irmão e não vai voltar aqui nem tão cedo ate eu ir a sala de segurança e apagar todas as imagens do banheiro feminino, certo Cavendish? – Perguntou camie sorrindo calmamente, enquanto  estrangulava o loiro, até o loiro assentir.

-O KID!! PORRA CADE VOCE CACETA!! – Gritou tashigi no portão do local, não obtendo resposta do ruivo, logo um imenso sorriso cresceu nos lábios das morena, e um raio de esperança cobriu todo o seu coração. – Ele não esta aqui, vamos embora logo!! Talvez ele não volte mais... – Sussurrou a ultima parte, com um sorriso de canto.

-Tashigi.... – Disse luffy atrás da morena, que tomou um tremendo susto e abaixou a cabeça.

-Ta desculpe.... Mas aquele cara me da nos nervos.... –

-E vou continuar te dando nos nervos, por que eu não saio deste ônibus mas nem fudendo!! – Gritou o ruivo, já dentro do ônibus.

-CÊ JÁ TA AI PRAGA? – Gritou a morena, correndo para dentro do ônibus.

-Sinceramente... Bom, adeus coby... Foi ótimo te conhecer!! Nos vemos em breve... – Disse luffy com um lindo sorriso típico, estendendo a Mao para o rosado. Logo o moreno se surpreendeu ao ver coby dispensando a Mao do mesmo, e o abraçando fortemente.

-Até logo... luffy-san!! – Disse em meio ao abraço.

- Luffy-nii, até logo... – Disse camie com um sorriso extremamente tímido.

- Até logo camie, nos vemos em breve!! – Disse luffy sorrindo. – Até logo cabbage...

-É cavendish!! – Disse o loiro furioso.

- Vamos SUPPEERRR pra casa!!! – Disse franky fazendo sua pose.

- Entra logo franky!! – Disse zoro dando um longo suspiro.

- Oe sabo-kun, você tem algo para comer? – Perguntou luffy sentado a frente do loiro.

-Luffy, você acabou de comer!!

-Ah tchau pra vocês, se não eu fico pra trás. – Disse law indo em direção o ônibus.

-Oe trafalgar... – Chamou camie calmamente, logo recebendo o olhar do garoto. A garota caminhou calmamente até ele, e chegou em seu ouvido e ali falou algo que certamente surpreendeu o moreno. – Saiba que eu escutei sua conversa com a robin-san.... Agora que sei que o luffy-nii não esta namorando de verdade, e com certeza eles já vão terminar com este namoro falso. Eu irei ter o luffy pra mim!.

-Por que esta me falando isto? – Perguntou moreno ao ouvido da esverdeada.

- Não sou idiota trafalgar... durante esse mês, eu pude perceber o jeito que você olha ele.... E se você esta pensando em querer ficar com o luffy, saiba que esta enganado.

-Então quer dizer que agora nós somos rivais? – Perguntou law irônico vendo a expressão determinada da moça crescer na face da mesma.

-Eu não vou perder pra você!! – Disse camie com um pequeno sorriso de canto.

-Muito menos eu.... tenho a impressão que você vai aprontar pra mim.... Estarei de olho em você... – Disse law, subindo até o ônibus, logo o ônibus partiu. “Novas chances.... Novas tentativas...” –Pensava o mesmo com um pequeno sorriso.

3 horas de viagem depois.... Escola New World (06:30)

-Ahhh finalmente chegamos!! Como eu amo essa cidade!! – Disse bonney aliviada pela chegada tão esperada.

-BOA HANCOCK!!!!! MINHA SALA AGORA MESMO!!! – Gritou domino da diretoria.

-Domino-Sama, fique calma, pode deixar que irei buscar ela.... – Disse wanda retirando-se da sala.

-Pois bem, até nunca mais meus queridos alunos, eu sempre os amei muito!! Principalmente o luffy-kun... Desculpem, mais eu irei morrer agora!! – Disse dramaticamente a moça retirando-se.

-Dramática.... – Disse tashigi dando um longo suspiro.

- Cara, eu to morrendo de fome!! Fui!! – Dito a rosada já saiu em alta disparada até a lanchonete.

- Essa garota passa o dia comendo, sinceramente viu. A verba que eu gasto com ela não é pouca....

-Essa voz.... Eu sei que eu conheço, seria a voz irritante de um certo velho gaga do bigode torto? – Perguntou kid, com um homem enorme atrás de si. – Resposta certa!!! A quanto tempo velho!! Veio tomar o cargo da domino de novo?

-Velho o cacete!! Eustass continua mal educado... e sim, eu estarei de volta como diretor...– Disse o homem dando um longo suspiro.

- Ó que isso você é super novinho né shirohige – Perguntou zoro irônico ao homem.

-Sinceramente, se não fossem meus filhos eu já teria sumido com metade de vocês... Ah luffy-kun, robin-chan, como tem passado? – Perguntou o homem sorridente.

-Muito bem, diretor –sama!! –Disse ambos juntos. – Edward-Sama, por acaso, não viu o ace passar por aqui hoje?

-Ah sim, ele veio aqui hoje de manha para pedir que avisassem você e o sabo, que ele já havia chegado da viagem.

- Ok, mais tarde vamos para casa luffy! – Alertou sabo, retirando-se do pátio.

(....)

-TERMIRARAM? COMO ASSIM?!!! – Gritaram todos no pátio.

-LUFFY-KUN!!! – Gritou as meninas com seus olhos em forma de coração.

-Mas tão repentinamente?.... Tava bom demais pra ser verdade.... – Disse usopp dando um longo suspiro.

-Sim, nós terminamos, não estava dando certo isso.... Mas foi muito bom enquanto durou! – Disse nami, apertando luffy sorrindo.

-Mas continuaremos bons amigos.... – Disse o moreno, retribuindo o ato da ruiva.

-Amor de verão que coisa clichê... Ei law, que sorrisinho é esse ai hem... – Perguntou bonney sorrindo maliciosamente para o moreno, que ficou mais vermelho que um pimentão, e desviou o olhar.

- Vou nem fala nada, esse pequeno ai, acabou de sair de um relacionamento, e já tem gente de olho nele... literalmente, tem uma cambada de meninas juntamente com o law e o incestuoso do ace... A e não vamos esquecer do sabo... Quanta concorrência em luffy!! – Disse kid com pensamentos nada delicados.

- Sorte sua que o sabo não esta aqui.... se não ele já teria te matado...

-Bom, já que não tem aula hoje... fui!! Senão a veia me mata!! – Disse kid dando um salve pro pessoal e retirando-se do local.

- Tambem já vou indo, até amanha pra vocês!! Fui!! – Disse bonney também se retirando da escola. Logo a maioria do alunos foram embora, sobrando apenas Nico, luffy, sanji e law.

-Bom já vou indo, vocês vem? – Perguntou sanji calmamente.

-Eu vou sanji! Espere um minuto... – Disse robin, dirigindo-se até o ouvido de law.

-Quer uma dica, se aproxime mais do luffy-kun seu bobo, não acha que esta demorando muito? – Sussurrou robin ao ouvido do moreno. – Luffy-kun, o law esta lhe convidando para almoçar na casa dele!!

-O que? Eu convidei? – Perguntou law, furioso com a amiga, que sorria de um modo perturbador. "NICO-YA, MALDITA TARADA!!"

-Ah claro, mas eu precisava avisar o ace e o sabo-kun...

-Não se preocupe, eu aviso eles, agora vá logo! Até amanha... – Disse robin, retirando-se do pátio junto de sanji.

-Ei zumbi de merda... Não tente nada, ouviu?Coma apenas o almoço, se tentar comer algo mais que isso, eu te mato!! – Disse sanji com um pequeno sorriso e se retirando junto de robin.

-Vamos torao-san!! Quero ver se você cozinha tanto quanto o sanji-kun!! – Disse luffy puxando o moreno pelo braço. Law estava ainda mais corado e sem graça pelo comentário do loiro anteriormente. E assim caminharam até a casa do moreno.

-Nossa sua casa é incrível, é quase tão grande quanto a minha casa.... – Disse luffy com seus olhos brilhando, vendo a enorme casa de law.

-Qualquer casa é menor que a sua.... – Disse law, com um pequeno sorriso, logo depois fitando um carro a frente de sua casa. – Espera, que carro é aquele?...Ah não... – Disse law lembrando-se da visita de seus familiares. – Aff, eles estão aqui...

-Eles quem? A sua família? O sachi-kun esta aqui? – Perguntou luffy dando pequenos pulos de alegria.

-é... de estar, espere um minuto, vou ver se eles ainda estão La dentro, já te chamo ok? – Disse law vendo o menor assentir e sentar-se no banco no quintal. Logo quando law adentrou a casa já foi recebido com um certo garoto pulando em cima de si.

-Law!! Que saudade irmãozinho!! – Gritou penguin enquanto abraçava o moreno.

-Saia de cima de mim penguin!! E irmãozinho o cacete!! – Tentava afastar o irmao pra longe, sendo recebido por outro loiro também pulando em cima do mesmo.

-PORRA SERA QUE EU NÃO TENHO PAZ NA MINHA PROPRIA CASA?!!

-Relaxa law, viemos lhe fazer uma pequena visita... E quem é aquele lá fora? – Perguntou corazon olhando pela janela. – Que fofinho...

-Olha... aquele é meu amigo, e ele vai ficar aqui hoje comig-... com a gente!! Então por favor... da pra vocês não serem...voces!! – Suplicou o moreno aos moços que se entre olharam calmamente.

-Amigo? – Perguntou corazon sorrindo maliciosamente.

-Ah é o luffy-kun né? Não te contei penguin... aquele dia do cinema ... – Disse sachi sorrindo junto de penguin e corazon.

-Sinceramente.... Luffy-ya já pode entrar. – Disse law, vendo o amigo adentrar a casa.

-SACHI-KUN!! – Disse luffy abraçando o ruivo.

-Yo luffy!! A quanto tempo né... Law apresente os outros pra ele...

-Cora-san, penguin, esse é o luffy-ya MEU AMIGO!!! Luffy-ya esses são meu pai e meu irmão... – Apresentou luffy aos outros.

-Cora-kun.....AI MEU DEUS SEU OMBRO ESTA EM CHAMAS!!! – Gritou luffy vendo as chamas aumentarem.

-O QUE? DROGA COMO SE APAGA ISTO!! – Perguntou o loiro correndo pela sala.

-PEGUE O EXTINTOR!! – Disse law procurando o objeto pela sala

- DROGA O EXTINTOR SUMIU, E AGORA?!! – Perguntou penguin desesperado.

-CORRA PARA AS MONTANHAS!! – Gritou sachi também correndo junto de corazon.

-ROLA NO CHAO!! – Gritou penguin

-NÃO!! EU VOU BOTAR FOGO NO TAPETE SUA ANTA!!

-AQUI TEM PISCINA? – Perguntou luffy

-SIM, DO OUTRO LADO DA CASA!! – Gritou sachi.

-VAMOS CORA-KUN!! – Disse o pequeno pegando o brraço do loiro e pedindo para penguin o indicar o caminho.

-SE JOGA LOGO NA PISCINA!! – Gritou luffy, logo o loiro assentiu e obedeceu. Tudo tinha para dar certo, menos por um simples fato, com o desespero, corazon acabou enroscando a camisa de luffy em sua própria camisa e o puxou junto para dentro da piscina. Sachi tentando ir ao resgate do pequeno, segurou sua Mao e foi puxado também.

-Sachi, garoto do chapéu de palha!! – Gritou penguin segurando a mao do irmão.

-Penguin seu burro!! Solta logo, eles não vão se afogar!! – Alertou law ao irmão.

E assim acabou todos caindo na piscina, cora-kun quase se afogando, luffy o puxando para fora, sachi e penguin ajudando o pequeno. O casa agitada hem...

(....)

-Voces são bem divertidos kishishishi... – Sorriu o pequeno em animação todo molhado.

-Eles são malucos isso sim... Vou trocar de roupa, venha luffy-kun eu lhe empresto uma roupa... – Disse sachi puxando o menor pelo braço.

-Eu também vou.... – Disse penguin os acompanhando.

(...)

-Vamos ver... o que serviria  em você?.... – Pensou penguin a frente do armário. – Ah perfeito!!

- Penguin, isso é golpe baixo!! – Disse sachi, vendo o irmao vestir o pequeno.

-Que foi? Vai ser engraçado, admita... e pronto!! – Disse penguin, sorrindo. – Vamos descer!!

(....)

- Oe law, olha o que a gente achou no seu armário... – Disse penguin, chamando a atenção do moreno a escada, e vendo algo que jamais esqueceria em sua vida. Sim, aquilo provocou um pequeno volume em suas calças talvez, pequeno o cacete, teve que disfarçar seu rosto extremamente corado ao ver luffy apenas com sua Box preta, levemente escondida por uma enorme camisa de law, na cor preta com magas longas e que mal coubera no pequeno. Seus cabelos levemente molhados pelo banho que tomara junto a todos anteriormente. Seu rosto um pouco corado, pela roupa que estará usando. Meu caro, aquilo estava uma delicia para o maior.

- Penguin o que significa isso? – Disse law gaguejando um pouco, tentando desviar seu olhar daquela preciosidade.

-Que foi? Não gostou trafalgar? Se quiser o luffy-kun pode tirar!! – Ameaçou sachi com um leve sorriso.

-NÃO!! Esta bom assim... agora o cora-san e eu vamos fazer o almoço!! – Mudou de assunto e levou o loiro até a cozinha.

- Que maldade penguin, é maldade até com nós mesmo!! – Disse sachi, observando luffy, brincando com os peixes, claro que aquela imagem também estava afetando os moços, que tentavam ao Maximo conter seus narizes.

-Sinceramente... assim fica difícil se segurar... aqueles dois me pagam... – Disse law a frente da porta da cozinha observando luffy com um pequeno sorriso sôfrego por se segurar a não ter um sangramento nasal ali mesmo.

Comida feita, pronta, mesa preparada, um cheiro deliciosamente maravilhoso. Isso era apenas questão de segundos para que o pequeno fosse atraído por aquele cheiro convidativo. Um almoço divertido era pouco, aquele terá sido um dia extremamente de bom agrado para ambos os moços, mas claro, como toda diversão, tinha que ter uma pitada de confusão.

-Cora-kun, este pão ficou uma delicia!! – Exclamou luffy, deliciando-se com aquela preciosidade.

-Eca, como pode comer isto? Pão é horrível! – Pronto, agora sim, law havia tocado no ponto do moreno. Luffy por sua vez, levantou-se pondo suas mãos sobre a mesa, fitando law, arqueando sua sombracelha para o mesmo.

-Como pode dizer isto? Pão é uma delicia!! – Disse luffy, num tom bravo com seu cenho franzido.

-É HORRIVEL!! – Imitou o mesmo gesto do menor, pondo também suas mãos sobre a mesa em sinal de protesto.

- E eles começaram.... – Reclamou sachi dando um longo suspiro.

-É MUITO BOM!! – Disse luffy a frente de law com seu cenho franzido, e ficando cada vez mais próximo do rosto do maior.

-É HORRIVEL!! – Disse novamente, agora a centímetros do rosto de luffy. Claro que como os dois estavam distraídos, quase mal perceberam a aproximação. É ...quase! Mais claro que penguin e os outros já tinham visto aquela aproximação um tanto engraçada.

-  É HORRIVEL / MARAVILHOSO!!

-Ta Muito perto... – Disse corazon com um sorriso nada inocente junto dos outros.

-Se rolar beijo eu vomito! – Disse penguin malicioso. O que fez luffy e law se entre olharem por alguns segundos, e law ver aquela aproximação um tanto perigosa. Luffy meio que não entendeu nadinha, novidade... Já law, estava...como poso dizer... estava na lista negra dos tomates mais vermelhos possíveis.

(...)

- Então... aconteceu de novo? – Perguntou nami, hesitante na resposta que iria logo receber.

-Sim... consegui ver quando entrei no túnel em que ele estava... Sabo, acha que ele liberou aquilo? – Perguntou kid fitando sabo preocupado.

-Eu acho que não... Digamos que pode ter sido apenas um vazamento daquilo que ele possui. O poder em si teria sido milhões de vezes mais destrutivos que apenas aquilo que ele estava fazendo com os tais palhaços. – Explicou sabo ao seus amigos.

-Ele pode estar certo. Na primeira vez que o luffy usou aquilo, foi terrivelmente devastador os resultados... não acham que se ele libera-se o segundo estagio... não teria sido muito pior os resultados? – Perguntou robin calmamente.

- De fato robin, mas... acreditem em uma coisa. Se o luffy tivesse completado o segundo estagio ou nível como preferirem... Não só os palhaços... como todo aquele acampamento, inclusive nós... não restaria nada!!

Continua. . . . . .  . 


Notas Finais


Bom..... ESPERO QUE TENHA GOSTADO!!! de novo desculpem a demora, sei que fui meio babaca... plis me perdoem!!
Mas fico feliz com comentarios... :3
Até a proxima!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...