História Meu riso é tão feliz contigo - Capítulo 56


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Taegi
Exibições 130
Palavras 937
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 56 - Trágico fim de conversa


Depois daquele trágico fim de conversa, Jungkook sai de casa. Não quer olhar pra Jimin, respirar o mesmo ar que ele e muito menos sentir o cheiro do perfume dele. Jungkook esta com os nervos à flor da pele, seu carro apita pois esta andando a alta velocidade sem cinto, mas ele não esta nem ai. Quer correr, quer sentir algo que não fosse raiva, quer beber…

Ele para o carro com tudo, fazendo ele cantar pneu, é um pub muito conhecido em sua cidade. Desce do jeito que esta mesmo – calça jeans e moletom – e já vai pedindo algo forte para o barman. Depois de quase três horas e muitos copos vazios, se sente vulnerável o bastante pra chorar na frente de qualquer pessoa que apareça em sua frente. Pega seu celular e caça um número em específico. Espera pacientemente até a pessoa atender no último toque.

— alô?

— oi, sou eu. — Jungkook responde

— oi Jungkook, eu sei que é você, nunca me esqueceria dessa voz… e seu numero está salvo aqui também — Hana ri — Está tudo bem?

— não, não está!

— o que está acontecendo?

— eu amo ele, amo o Jimin, mas eu não estou aguentando mais! Acho que agora, depois da morte da mãe dele, ele não vai voltar a ser o mesmo cara pelo qual entreguei meu coração, ele mal fala comigo! Eu acho que vou desistir do casamento, preciso de um tempo…

— Jungkook, calma! Vocês já conversaram?

— já. Se o Jimin que amo não voltar, eu vou embora.

— tenho certeza que ele vai voltar, Jungkook, ele ama você, todo mundo sabe disso, eu sabia disso até desde antes de vocês namorarem, Jungkook.

— por que nada na minha vida é fácil?

— se fosse fácil, não teria graça.

Fica um silêncio na linha, eles escutam apenas as suas respirações.

— eu tenho que ir agora Jungkook, vai descansar tá bom? Pode me ligar se precisar, se cuida. — Hana fala — E lembre-se, na dúvida, coloque um sorriso no rosto e finja que nada está acontecendo. Vocês não precisam terminar, ele apenas está de luto entenda isso, ele te ama e vai voltar a ser como era antes. Vocês vão casar e serão felizes, como sempre foram.

— Obrigado — Jungkook fala — tchau Hana, se cuida também.

Jungkook guarda o celular de volta, olha ao seu redor e o pub já esta quase vazio.

— ei, vai querer mais alguma coisa? — o barman pergunta

— não, pode me ver a conta?

~//~

Quando Jungkook volta pra casa, vê a luz do quarto acessa, o que o faz pensar que Jimin ainda está acordado. Entra com cuidado, não quer que Jimin o veja ainda mais por estar levemente alterado e um pouco estabanado.

Vai até o banheiro, tira sua roupa, liga o chuveiro e entra no box. A água quente em contato com seu corpo frio, faz seus pelos se arrepiarem. Ele sente um par de mãos na sua cintura, quando vira pra frente, Jimin esta dentro do box ainda com roupa.

— o que você esta fazendo aqui? — Jungkook pergunta

— recuperando o tempo perdido. — Jimin responde

Jimin o puxa pela cintura, terminando com a distância de suas bocas. O beijo começa devagar e leve, cheio de saudade, mas vai se intensificando conforme Jungkook tira a roupa de Jimin, o beijo se torna urgente, transbordando desejo. Jungkook solta um gemido abafado entre o beijo e isso faz Jimin o apertar mais em seus braços. Sua mão direita vai até a nuca de Jungkook, puxando levemente seu cabelo. Agora as mãos de Jimin passeiam pelo corpo de Jungkook, enquanto a de Jungkook puxa seu cabelo de leve e Jimin diz a todo momento o quanto ama Jungkook. Jungkook já nem lembra mais o motivo da briga deles, mas sabe que tudo vai ficar bem. Seu Jimin esta de volta.

Jungkook já esta ofegante. Jimin toca delicadamente o rosto de seu noivo, cola seus lábios de novo nos dele e outro beijo começa, calmo, vai tomando mais intensidade aos poucos. Quando o beijo termina ele olha para cada parte do corpo de Jungkook de um jeito admirado. A boca de Jimin passa a passear pelo pescoço de seu amado, o fazendo arfar. Agora rapidamente, sem que Jungkook notasse, ele sente a boca de Jimin beijar a lateral da sua coxa e arfa quando sente sua língua o tocar, ele sente sua lingua passeando até chegar enfim em seu membro, agarra com força o cabelo de Jimin quando ganha ritmo, não demora para o seu primeiro orgasmo vir. Agora é a vez de Jungkook tocar o membro já duro de seu noivo, o fazendo gemer seu nome de um jeito extremamente sexy.

Quando, por fim, Jungkook termina ataca os lábios de Jimin. E ele passa um dos braços pelas costas de Jungkook, posiciona seu membro na entrada de Jungkook e penetra. Seus olhos não se desgrudam em nenhum momento se quer, Jungkook geme o olhando passar a língua pelo lábio e ele faz o mesmo quando o vê morder o lábio pra segurar algum gemido poderoso. Seus corpos se tocam de um jeito que faz os pelos de ambos se eriçarem de uma forma sem igual. Jimin penetra devagar para não machucar o seu noivo, e também isso faz Jungkook o sentir por completo, sentir cada centímetro dentro dele.

logo mais um orgasmo chega para o Jungkook. E logo ele escuta seu nome num gemido abafado e é Jimin tendo seu orgasmo também.

Depois de tomar “banho” juntos, eles vão para o quarto e deitam na cama juntos e entrelaçam suas mãos.

— eu amo você. — Jimin diz para Jungkook — E tudo vai ficar bem a partir de agora.


Notas Finais


Hey gente, por onde anda vocês? Estão todos tão sumidos que ando me sentindo abandonada por vocês! ~ dramática ~ Vocês estão gostando da história? Gostaram do capítulo? Me contem tudoo, amo quando falam comigo! Leitoras fantasmas também.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...