História Meu Ruivo Atrevido - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Origem dos Guardiões, Como Treinar o seu Dragão, Enrolados, Frozen - Uma Aventura Congelante, Valente
Personagens A Fada dos Dentes, Alvin, o Traiçoeiro, Angus, Anna, Bafo e Arroto, Banguela, Batatão, Bicho-papão (Pitch Black), Bocão, Breu, Bruxa, Cabeçadura Thorston, Cabeçaquente Thorston, Dente-de-Anzol, Elsa, Flynn Rider, Fúria da Noite, Hans, Jack Frost, Melequento, Mérida, Perna-de-Peixe, Personagens Originais, Rainha Elinor, Rapunzel, Rei Fergus, Soluço, Stoico, Valhallarama
Tags Astrid, Elsa, Hiccstrid, Hiccup, Jack, Jelsa, Magia, Merida, Mistério, Poderes, Rapunzel, Realeza, Segredos
Exibições 68
Palavras 874
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Poesias, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Verde? essa é nova para mim - Parte final


Astrid abriu os olhos dando de caro com belas esmeraldas verdes – que pertenciam  um certo ruivo – a devorando com os olhos,  sentiu um arrepio passar por todo o seu corpo fazendo seus pelos se levantarem, olhou para basto e avistou seu lindo corpinho apenas de calcinha e sutiã, com mãos rodeando sua cintura!

- Está tentando me molesta querido?

 

- Essa não era a minha intenção, mas se eu for tentar fazer  algo agora, não será mas molestar, já que você está  devidamente acordada, e concordaria com meus atos, não?!

- Claro que não! De onde tirou isso?

- AH, Sua chata! – Falou o ruivo emburrado fazendo bico, que logo foi mordido por sua namorada.

- O que estava fazendo?

- Tirando sua roupa – a loira olhou para ele com uma cara de “isso eu já percebi, e muito bem!”

-Eu vou te bater – ameaçou

– Para nós passearmos e aproveitar  enquanto as aulas ainda não chegam! – falou com um sorriso de bobo, todo alegre parecendo uma criança

- Você queria que eu passeasse nua ? – falou a loira indignada

-NÃO!!!! – O ruivo praticamente gritou, ele não era doido de sair com a namorada super-ultra-mega-iper-Gostosa na rua dormindo pelada! Ele tinha juízo – por mas que não parecesse – deixar os outros olhando para ela ? Definitivamente não !  - Eu iria te dar banho, e colocar uma roupa – A loira fez uma cara super emburrada, cruzou os braços, encheu a bochecha, fez bico e olhou pro lado

- Eu não sou mas uma criança!!

- Não é isso que está parecendo – Falou apertando as bochechas da namorada

- Vamos Logo – A loira foi em direção a banheiro tomar banho, deixando um ruivo babando por suas curvas, enquanto andava rebolando

 

                                                                                                                            [...]

A loira trajava um shorts cintura alta, uma blusa branca escrito Fuck the sluts, e um sapato all’ star também branco, um batom vermelho picante nos lábios e o cabelo amarrado em um rabo de cavalo

O ruivo trajava  uma camiseta zul, calça jeans e um sapato com óculos escuros, e os cabelos bagunçados.

Ambos estavam em uma praça perto do colégio, estavam sentado em um banco com as mãos entrelaçadas, enquanto observavam as crianças passarem correndo por eles, os casais de namorados trocando caricias e palavras apaixonadas, mães brigando para que seus filhos não corressem e um grupo de prostitutas – assim que a hofferson avia as denominado -  comentando sobre  como o SEU namorado era “bonito” “gostoso” “sexy” não que fosse mentira por que néh!

A loira já estava ficando possuída pelo demônio de tanto ódio que ela estava tentando esquecer, mas o seu querido namorado não estava ajudando mandando sorriso e piscadelas para as vadias

- Querida – ele a chamou – eu vou ali e já volta – a loira apenas acenou com a cabeça o vendo se distanciar cada vez mais dela e chegar cada vez mais perto da vadias, a loira estava quase pegando o banco e jogando na cabeça dele, e ela de fato só não fez isso quando o viu cumprimentar e abraça uma daquelas putas porque avia oficiais reais por perto a observando, ela sorriu e andou até um.

- Hum... com licença – começou

- Princesa? Deseja algo? – perguntou interessado e ao mesmo tempo preocupado, por ver sua “chefe” ali

-Sim, você poderia me fazer um favor?

- Claro, o que deseja – Não foi possível esconder sua cara de assustado ao ver o sorriso pisicopata da garota

                                                                                   [...]

O ruivo conversava animadamente enquanto flertava com o grupo de garotas, ele estava tão concentrado no que estava fazendo que acabou esquecendo da namorada, e ficou em torno de uma hora ali, dois oficiais se aproximaram do grupo

- Você – apontou para o ruivo – vem com a gente

- Em espero para onde estão-me levando ?

- E vocês não se aproximem dele novamente se não quiserem problemas -  o ruivo foi completamente ignorado, os guardas reais levaram o ruivo até uma limosine – ainda com ele preso – e entraram com o mesmo lá dentro, o ruivo olhou ao redor da grande limosine até parar em uma cabeleira loira com uma cara nada boa

- A-amor?

- Oi querido, estava se divertindo? – falou com um sorriso  macabro – sinto muito acaba com sua diversão, mas vamos voltar para casa!

“-Sabe, eu sou  muito ciumenta – falou mexendo-se no quadril do ruivo para lhe provoca, fazendo-o morde o lábio – eu quebraria a cara de qualquer vadia que se quer olhasse pro meu namorado” Não que você vai escapar mas neh......

O ruivo já estava suando frio com medo da namorada , eles logo avistaram o colégio e o ruivo quase teve uma parada cardíaca.

[...]

ele estava  tentando descobrir como aquilo aconteceu,  estava amarrado na sua cama, vestindo uma langerie verde, e uma loira pisicopata com chicote e untensilhos de tortura na mão

- Astrid... querida o que é isso tudo?

- Hum.. – Ela ergue a cabeça o olhando da um sorrisinho de canto e então fala – I’m Not you dear! 

Próximo capítulo - tretas.....

"-Astrid o que você vai fazer com isso?

- Eu? - deu um sorrisinho inocente - Nada de mas - ergue os braços e chicoteou o ruivo na barriga - Vou apenas me diverti, enquanto ensino um pequeno castigo para você "



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...