História Meu Sensei Meu Salvador - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chouji Akimichi, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hizashi Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Inochi Yamanaka, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Konohamaru, Kurenai Yuuhi, Naruto Uzumaki, Sai, Sasuke Uchiha
Tags Automultilaçao, Hinata, Kakahina, Kakashi, Naruto, Romance, Sensei, Sexo
Exibições 85
Palavras 668
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Ecchi, Famí­lia, Hentai, Josei, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 13 - Trabalho e notas


Fanfic / Fanfiction Meu Sensei Meu Salvador - Capítulo 13 - Trabalho e notas

    A semana de provas estava se aproximando novamente, Hinata estava nervosa mas muito confiante. Fez todas as provas e agora estava feliz. Seus pais saberiam do que ela é capaz. Enquanto todos os alunos faziam bagunças nas salas ela foi em busca de algo que já pretendia fazer, um trabalho de meio período. Conseguiu uma vaga em um supermercado onde limparia a prateleira e organizaria algumas coisas. É um ótimo trabalho de acordo com ela e já no primeiro dia conseguiu se adaptar a tudo a seu redor. Voltou para casa mais contente ainda e começou a pensar em como estava mudando. Agora tem um emprego e a maioria de suas marcas estão sumindo. Os primeiros Kakashi (borboletas) já haviam sido salvos e depois deles vieram mais outros, esses que ela está agora já estavam quase a salvo e tudo isso estava fazendo Hinata mais que feliz.

Mensagem Whatsapp Kakashi sensei - Acabei de sair da reunião de professores e alguns te elogiaram. Parabéns pela notas! - Disse a mensagem e Hinata pulou de alegria.

Hinatinha: Obrigada sensei! Você me ajudou muito.

Kakashi sensei : O que está fazendo agora?

Hinatinha : Nada.

Kakashi sensei : Aahh como é bom ser aluna não é?

Hinatinha : 😇

Kakashi sensei : Sua cara. Haha Bem, eu vou indo pois ainda tenho que organizar umas provas. Até mais!

Hinatinha - Até mais Kakashi sensei!


  Aquele dia se passou e a reunião com os pais chegou. Hinata estava do lado de fora roendo as unhas. Dessa vez o professor que estava a cargo da sala dela era o Yruka e ela não tinha exatamente certeza do que ele ia falar. Passado-se algum tempo os pais dela saíram da sala e se dirigiram para fora da escola. Hinata apenas os seguiu.


   Kakashi POV

 Eu tinha chegado no estacionamento da escola e ainda dentro do carro vi a Hinata, logo a frente estavam os pais dela que pararam em um carro do lado do meu. Não pude evitar de ouvir tudo em detalhes pois os vidros estavam um pouco abertos na parte de cima. ( O vidro do Kakashi é escuro por isso eles não viram que ele estava dentro do carro.)

- O que me diz? - Perguntou o pai dela se virando de frente para encará-la.

- O que eu digo? - Hinata o olhou sem entender.

- Você foi bem em todas as matérias menos nas que tem que ser.  - Foi a vez da senhora Hyuuga falar.

- Quais!?

- Taijutsu, ninjutsu, genjutsu. Onde estão suas notas!? Você ao menos frequenta as aulas!? - Sr Hiashi Aumentou um pouco o tom de voz olhando para a filha.

- Eu frequento!

- E então!?

- Eu não sou boa nessas coisas. - Falou meio baixo.

- ENTÃO SE ESFORÇA!

- Eu me esforço.

- Não! Se o fizesse seria melhor! Como esse tempo todo você ainda não mudou em nada Hinata!? Por que não vê o exemplo da sua irmã!?

- Porque eu não sou ela. - Hinata respondeu meio baixo.

- O que disse!?

- EU NÃO SOU ELA! ESTOU CANSADA DISSO! - Hinata pela primeira vez gritou, o que me fez assustar pois em seguida ouvi um tapa direto em sua cara.

- COMO OUSA GRITAR COMIGO SUA PIRRALHA!? VAMOS EMBORA! - Ordenou a esposa que apenas entrou no carro.

- Vão na frente. Minhas coisas ainda estão lá dentro. - Falou e o pai dela seguiu caminho sem nem ao menos pensar duas vezes. Assim que o carro saiu Hinata se abaixou e chorou. Aquilo me doeu de uma forma que não soube explicar. Eu não desci do carro mesmo querendo, o que eu diria? Que estava escutando a conversa dela com os pais? Isso seria terrível. Hoje, eu apenas me atrasaria para receber uns pais de uns alunos de outra sala e nada mais. Fiquei ali, observando a sensibilidade quase palpável daquela garota enquanto ela chorava sem ao menos saber que estava sendo vista por alguém.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...