História Meu Sensei Meu Salvador - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chouji Akimichi, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hizashi Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Inochi Yamanaka, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Konohamaru, Kurenai Yuuhi, Naruto Uzumaki, Sai, Sasuke Uchiha
Tags Automultilaçao, Hinata, Kakahina, Kakashi, Naruto, Romance, Sensei, Sexo
Exibições 102
Palavras 525
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Ecchi, Famí­lia, Hentai, Josei, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - Um amigo


Fanfic / Fanfiction Meu Sensei Meu Salvador - Capítulo 9 - Um amigo

  Enquanto nós comíamos pizza com refrigerante, Kakashi sensei estava calado mas me olhando de uma maneira chateado? Não sei explicar mas fiquei meio triste de vê-lo assim.

- Hinata. Nós somos amigos? - Me perguntou do nada.

- Amigos? Podemos ser? - Perguntei sem entender muito bem.

- Eu quero ser seu amigo. Quero te ajudar não só nos reforços da escola como a não fazer mais essas coisas.

- Quer ser meu amigo? - Estranhei afinal, ele é o sensei.

- Sim. Não quer ser minha amiga?

- Sim! Gosto muito de você sensei! - Falei sem pensar e percebi que fiquei vermelha quando ele me olhou sorrindo.

- Também gosto de você Hinata. - Falou e me deu vontade de dizer que não da mesma maneira que eu acho que gosto dele.

- Essa pizza está ótima!

- Eu sendo seu amigo, pode me prometer que não vai fazer mais isso? - Perguntou sem me deixar mudar de assunto.

- Não sei.

- Então… Mas sempre pode conversar comigo sim? - Me falou pegando o celular e logo eu percebi que chegou uma mensagem no meu whatsapp. Olhei e era ele.

- Alguém te colocou no grupo da sala, salvei seu número aqui.

- Ah… Okay. E sua namorada não mora aqui? - Perguntei não sei de onde tirei coragem e cara de pau.

- Não. Na verdade terminei com a minha namorada mas ela nunca morou aqui. - Falou simples.

- Terminaram? Por que terminaram?

- Coisas de adulto. - Disse e eu fiz careta.

- Já sou quase adulta sensei! - Reclamei.

- HAI HAI. - Debochou.

- Quantos anos acha que eu tenho!?

- Não sei. Nunca olhei sua ficha na escola. Deve ter uns 16?

- Ha! Tenho dezessete! - Me gabei.

- Maioridade total no Japão é aos vinte. Mas aos dezoito já pode fazer algumas coisas. Omedeto! - Brincou com a minha cara.

- E quantos anos tem? - Foi a minha vez de perguntar.

- Eu? Eu sou adulto ao contrário de você. - Brincou e eu ri.

- Acho melhor eu ir.

- Antes eu quero te pedir uma coisa.

- O que? - Perguntei achando que seria alguma atividade para eu fazer.

- Poderia me mostrar onde mais faz cortes? - Pediu e eu percebi que ele estava realmente decidido nesse assunto.

- Nã-Não.

- E porque não? São muito feios?

- Não é por isso! Eu prometo que não vou mais fazê-los. - Prometi quando não me aguentei pois ele estava muito perto.

- Não prometa o que não pode cumprir. - Bagunçou meu cabelo.

- Eu não vou mais me cortar! Posso cumprir!

- Tem certeza?

- Tenho!

- Okay. - Falou Kakashi sensei simples e saiu da casa indo para o carro e me mandando entrar nele.


  Fui para casa e no último dia das férias de verão sonhei com ele de novo. Assim que as férias terminaram e as aulas começaram eu percebi que sentia algo estranho sempre que via o Kakashi sensei. As famosas borboletas na barriga talvez? Meu primeiro amor… Meu sensei… Tem como eu ser mais idiota?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...