História Meu Sourwolf - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf, The Vampire Diaries
Personagens Allison Argent, Bonnie Bennett, Brett Talbot, Caroline Forbes, Claudia Stilinski, Cora Hale, Corey Bryant, Damon Salvatore, Danny Mahealani, Derek Hale, Elena Gilbert, Elijah Mikaelson, Hope Mikaelson, Isaac Lahey, Jordan Parrish, Kate Argent, Kira Yukimura, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Mason Hewitt, Melissa McCall, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Mikael Mikaelson, Peter Hale, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski, Stefan Salvatore, Theo Raeken
Tags Amor, Derek, Drama, Dylan O'brien, Escola, Híbrido, Lemon, Lobo, Romance, Sterek, Stiles, Teen Wolf, Tyler Hoechin, Vampiro, Yaoi
Visualizações 648
Palavras 2.172
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Seinen, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Atenção
Vou mudar um leve coisa nas datas, no começo da fic eu coloquei que faziam mais ou menos duas semanas que o nogtsune tinha deixado de possuir o Stiles, porém, eu pretendo mudar essas duas semanas para um mês e meio.

Fico agradecida pela atenção <3 <3

Capítulo 15 - Lembranças Parte 2


Fanfic / Fanfiction Meu Sourwolf - Capítulo 15 - Lembranças Parte 2

Derek: E o que exatamente você sente por mim Stiles?

- Eu sou completamente apaixonado por você Derek, E mesmo que no começo eu tenha feito de tudo pra negar que você mexia comigo e que eu tava apaixonado por outro homem, eu não consigo mas fingir que eu não sinto isso, mas se você não sentir o mesmo eu vou intender e não vou ficar igual um adolescentesinho desesperado correndo atrás de você ou coisa do tipo.

Derek: Stiles eu gosto de você desde a primeira vez que te vi, eu não posso dizer que foi amor a primeira vista até porque não acredito nessas coisas, mas desde que eu te vi pela primeira vez o meu lobo ficou inquieto, agitado, eu não conseguia parar de pensar no seu cheiro, e com o passar do tempo eu percebi que era porque ele já sabia que era você a minha mate.

 - Então porque você sempre me odiou Der? – Por mais masoquista que se pode parecer, Stiles não conseguia aceitar facilmente que Derek Hale podia está apaixonado por ele, até porque ele era só um adolescente com problema de imperatividade e verborragia enquanto Derek era o fodão que saia arrasando corações por onde passava. (Stiles sentou-se na cama)

Derek: Eu nunca te odiei Pequeno, eu só não queria te trazer pro meu mundo, eu não queria que você se machucasse como acontece com todos que entram na minha vida, todas as pessoas que eu me permito amar simplesmente se vão em algum momento da minha vida e eu não queria que o mesmo acontecesse com você, Não queria que mesmo sem querer eu acabasse te machucando e você se afastasse  por minha culpa, eu não ia suporta te perde Stiles, então eu simplesmente preferia te manter longe. - Sentou na cama ao lado do outro

- Você não vai me machucar Derek, eu só quero poder ficar perto de você, fazer parte do seu mundo. – Disse e pegou na mão do lobo.

Derek: se você realmente estiver disposto a ficar comigo o que eu posso te oferecer é os perigos de gostar de mim e que eu também gosto de você.

- Então agora somos eu e você. – Falou ainda meio em duvida e Derek podia sentir a insegurança do menino.

Derek: Eu posso me acostumar com isso. – Deu um leve sorriso de lado e logo após recebendo um beijo casto de Stiles. Derek puxou o menor para seu colo e levantou indo em direção ao banheiro assim como tinha feito na depois da primeira vez dos dois.

- Sabe Derek, eu posso acabar me acostumando a ir tomar banho com você me levando até o banheiro.

Derek: Não me parece uma ideia tão ruim assim. – Disse lhe dando um selinho.

 

Depois do banho os dois voltaram para o “quarto” e começaram a vestir as roupas que estavam espalhadas pela sala, sendo assim logo Derek já vestido pegou o samba canção que Stiles estava vestido e jogou para menino que já estava de camisa e cueca.

- Odeio dormi de calção Der, e não é como se você já não tivesse me visto nú.

Derek: Eu já, o Damon não. E eu não quero que ele te veja você de camisa e cueca, mesmo que ele já tenha te visto só de cueca. -  Fez uma cara de desgosto na última frase.

- Só não prometo acorda com ele amanhã de manhã.

Derek apenas ergueu as sobrancelhas para Stiles que vestiu o calção. Derek deitou na cama e assim que Stiles deitou na cama foi puxado pelo lobo para seu peito. Já com as pernas entrelaçadas e a cabeça no peito de Derek, Stiles se mexeu minimamente.

Derek: Pode tirar o calção. – falou do nada.

- Por que?

Derek: Sério Sti, Pode tirar o calção.

Stiles tirou o calção se sentindo mais confortável e deitou novamente no peito de Lobo, apreciando as batidas do seu coração.

 

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨XXXXXX¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨XXXXXX¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Stiles com batidas na grande porta do loft. Tentou lembrar do sonho que teve na noite passada mas nada vinha a sua mente. Podia sentir o cheiro de Scott, assim como sentia a pulsação do sangue do mesmo percorrendo por seu corpo. Abriu a porta e logo Scott se joga em cima dele o envolvendo em um abraço apertado sem ao menos o deixar falar.

- Bom dia pra você também Mascott.

Scott: Bom Dia.

- Que horas são?

Scott: você não faz mas questão da minha presença né, tudo bem. Não tem problema. – Virou de postas fazendo drama.

- Deixa disso Mascott.

Stiles puxou Scott pela camisa fazendo o mesmo voltar para dentro do loft, Derek apenas olhava pensando o quanto a bunda de Stiles ficava mais Sexy ainda com apenas a metade coberta pela sua camisa que ficava grande no garoto, até que Scott por impulso dar um selinho em Stiles, ai já foi de mais pro lobo de Derek, o homem praticamente pulou da cama e foi até os dois amigos. Stiles estava corado pelo ato inesperado.

Derek: Serio Scott?!

Scott: Foi mal Derek, É que antes eu tinha a mania de dar selinho no Stiles, foi mal mesmo.

- Sabia que você perdeu o direito de me dar selinhos quando começou a ficar com a Allison e disse que não me daria mais selinhos?! – Scott Fez uma cara de dor, como se estivesse arrependido por ter quebrado um gestos que o fazia tão intimo do amigo. – E bom, agora você tá com a Kira...

Damon: Se a Kira for à chinesinha eu não teria tanta certeza Stiles. – Damon chegou com algumas bolças de sangue na mão que ao serem percebidas por Stiles o fez o mesmo engoli em seco.

Stiles: Como você chegou aqui tão rápido?

Damon: Vampiro, super velocidade e blá blá blá. – Falou e Derek revirou os olhos.

- Você terminou o que tinha com a Kira Scott?

Scott: Mais ou menos. – Falou e viu uma pontada de esperança crescer dentro de Stiles junto com uma alegria repentina. – Por que você parece feliz com isso?

- Eu tô normal. – Falou com cara de quem sabe de mais.

Damon: Deixando o papinho de adolescente de lado, como você tá se sentindo Stiles. – Falou com uma cara de quem esperava por qualquer reação do menor.

- Bem de mais pra quem descobriu que matou a própria mãe. – Seu semblante ficou sério de uma hora para outra.

Logo depois Stiles correu em direção ao banheiro e colocou tudo o que tinha na barriga para fora. Ele mal conseguia respira. Náusea, tontura, garganta agora doendo, Flashs do sonho voltando em sua cabeça. Os outros três chegaram ao banheiro em um pisca de olhos, principalmente Damon por causa de sua velocidade sobre humana. Derek acariciava as costas de Stiles enquanto ele terminava de vomitar tudo que ainda podia ter em seu estomago, o que não era muito. Até que Stiles parou encarando o nada.

 

FLASHBACK ON

Stiles saia lentamente do supermercado e ia em direção ao seu carro que estava parado bem próximo ao mesmo. Conversava banalidades com Der que estava em seu colo enquanto andava lentamente pela rua quase deserta, mesmo que o menino não estivesse entendendo muito o que ele estivesse falando. No braço tinha duas sacolas com dois potes de sorvete e mais algumas besteiras dentro.

Estando vendo a cena de fora dessa vez, Stiles pode notar uma carro se aproximando em alta velocidade dele e do pequeno garoto em seu colo. O carro foi de encontro a eles e logo depois os dois voaram até que Stiles acabasse batendo contra a parede o comercio. Der por esta no colo de Stiles não recebiu muito da batida.

Então de repente é como se ele estivesse revivendo aquilo. O carro batendo nele pelo lado direito, ele “voando” até a parede e batendo com as costas nela, baque este que fez seus pulmões clamarem por ar e suas costelas reclamarem pela dor. Ele cai no chão assim como Der, seus olhos pesam e seu corpo todo doía. Com muita luta ele abre lentamente os olhos e pode ver que Der estava apenas com alguns ferimentos, ao contrario dele que tinha quebrado pelo menos a metade das costelas.

Então quando ele estava quase perdendo a consciência sente seu corpo ser levantado lhe causando uma dor insuportável, logo depois é posto em um lugar macio, o que mesmo sendo confortavel não ajudou em nada a parar sua dor. Sente sua boca ser invadida por um gosto doce, era um gosto meio estranho, mais não era propriamente ruim, na verdade era até gostoso, e ele não queria parar de beber aquilo, porém logo a fonte do liquido foi retirada de seus lábios e ele pode abrir os olhos vendo tudo ainda meio embaçado, mas ao menos suas dores começaram a passar, muito lentamente, mas estavam  passado.

Quando finalmente teve sua visão de volta, deparou-se com dois globos de corres indecifráveis a sua frente. O dono dos globos era tão lindo e atraente quanto os mesmos.

***: Você está bem?

- A_Acho que sim. – Falou ainda meio hipnotizado, porém não durou muito pós logo se lembrou de Der. – Der, Cadê ele?! – Disse já preocupado.

***: Não se preocupe, ele está muito bem ali no banco de trás.

- Quem é você?

***: Acho que antes você deveria me agradecer.

- Obrigado... – Ele estava meio sem jeito. – Agora, quem é você.

Damon: Me Chamo Damon, e você?

- Stiles.

Damon: Você me lembra alguém Stiles. – Falou e Sentou direto no bando do carro.

- Pra onde você vai me levar?

Damon: Pra casa? – Falou como se fosse óbvio.

- E como eu vou saber se você não vai me matar e vender meus órgãos, ou qualquer coisa do tipo?

Damon: Se eu quisesse te matar e vender seus órgãos por que eu teria salvado a sua vida?

- Esqueceu a parte do qualquer coisa do tipo. Mas por falar nisso, o que você vez pra me curar tão rápido? – Passou a mão na boca e olhou para a mesma agora suja de vermelho, o que lhe parecia sangue.

Damon: Eu te dei o meu sangue. – Pronuncio como se não fosse nada.

- O quê? - O garoto Perguntou incrédulo.

Damon: Sangue de vampiro cura humanos, simples.

- Você tá loco?

Damon: Onde é mesmo a sua casa?

- Para o caro, eu quero descer!

Damon: Ótimo jeito de agradecer. – Falou e respirou fundo. Parou o carro e pegou no rosto de Stiles olhando dentro de seus olhos enquanto o hipnotizava. – Você não vai lembrar de nada disso, Você nunca sofreu esse acidente de carro, Seu dia foi exatamente como estava sendo antes de você ir ao supermercado.

- Tudo Normal.

Damon: Isso. Agora você vai dizer onde você mora pra mim poder ir te deixar lá, e vai ficar quietinho ai no bando como um bom garoto.  - Stiles apenas afirmou com a cabeça.

O caminho até a casa de Stiles Foi bem tranquilo, a não ser por Derek tentando descer do banco e Damon tendo que pega-lo sentando-o em seu colo, Derek até pareceu gostar do outro. Já na afrente da casa de Stiles, Damon o hipnotizou para da à chave do jipe para ele para ele podesse pegar o carro do garoto o que para Damon não passava de uma lata velha. Depois de buscar o carro, Damon o estacionou em frente a casa e jogou a chave do garoto pela janela do quarto que ele julgo ser no mais novo já que não podia entra na casa sem ser convidado.

FLASHBACK OFF

Stiles voltou a sí e estava sentado na tampa do vaso sanitário com Derek, Scott, e Damon a sua frente.

Damon: Stiles, do que exatamente você lembrou?

- Eu tava saindo do supermercado quando um caro bateu em mim e no Derek que tava no meu colo, então você me levou pra um carro junto com o Der  e me fez bebe alguma coisa ai eu comecei a me curar do nada, você eu acho que você me hipnotizou - Damon concordou com a cabeça mostrando que ele estava certo - me levou até em casa e depois me hipnotizou de novo pra te dar a chave do carro. Isso explica eu pensar que fiquei o dia em casa enquanto eu tinha certeza que queria ir comprar sorvete, e aminha chave tá no meio do chão do quarto.

Damon: Eu não tava mentindo quando eu disse que tinha te dado sangue.

- Então sangue de vampiro realmente cura humanos?

Damon: Cura.

Scott/Derek: Você tá bem? – Perguntarem enquanto Stiles pensava no por que Damon não ter curado sua mãe do câncer e já que sangue de vampiro cura humanos e pelo que pareceu na sua lembrança Damon e Claudia pareciam bem amigos.

- Tô – Disse simplesmente

Damon: Eu não dei meu sangue a ela porque nem mesmo sangue de vampiro pode cura câncer, ela só ia sofre mais, eu já vi acontecer. – Falou com cara de dor como se lesse a mente de Stiles.


Notas Finais


Gente Eu queria agradecer o apoio e pedir desculpas por querer parar a fic, muito obrigadoh por todo o carinho que vcs demostraram por mim e pela fic, eu realmente estava bem desaminada quanto a ela. Vcs super entenderam meu lado e me incentivaram, enfim, eu só tenho a agradecer até pq sem vcs essa fic nem ao menos existiria.


Feliz Natal e até o Próximo <3



Deus é Amor <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...