História Meu Super Babá - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Christian Beadles, Hailee Steinfeld, Justin Bieber, One Direction, Zayn Malik
Personagens Christian Beadles, Hailee Steinfeld, Harry Styles, Justin Bieber, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Hentai, Romance
Visualizações 163
Palavras 1.779
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oii minhas lindas!!! Estou cedinho aqui👌😙

Boa leitura🍃😆

Capítulo 42 - Capítulo Quarenta e Dois


Fanfic / Fanfiction Meu Super Babá - Capítulo 42 - Capítulo Quarenta e Dois

- Que foi só estou falando a verdade. - dou de ombros.

- Amor, vamos lá na cozinha. - Justin falou se levantando e me puxando pra cozinha.

- Que foi?

- Você fala de mais sabia?. - ele fala enquanto eu me sento na bancada e ele se encaixa entre minhas pernas. - O sono passou?

- Não, mais tenho que ficar acordada né

- Você esta estranha.

- Eu sei. - reviro os olhos.

- Mais então que tal nós irmos comprar sua cama nova? - pergunta acariciando minhas coxas.

- Hoje? - faço bico.

- Ou então a gente enrola mais um pouco e antes do seu pai chegar a gente comprar. - ele pisca mordendo meu lábio.

- Segunda alternativa é a melhor. - falo enlaçando meus braços no seu pescoço.

- Sabe o que eu quero.

- Mais beijo? - olho sua boca molhada esperando por mim.

- Mais beijo.

Ele confirma e me puxa pela nuca colando nossos lábios em um beijo quente.

Beijar Justin nunca vai ser um problema pra mim, nunca irei me cansar de sentir suas mãos no meu corpo, fazendo-me arfar quando sinto-as em lugares sensíveis.

- Eu... Te... Amo. - dou selinho em cada parada.

- Eu também meu amor.

- Já é sexta-feira, já é sexta-feira... - desci as escadas cantarolando.

- Eita nunca vi tanta animação assim pra ir pra escola. - falou e me deu um selinho.

- Já é sexta babe e sábado tem festa esqueceu.

- É mesmo. - ele bate na própria testa.

- E a gente ainda tem que ver as fantasias.

- Como assim a gente?

- Bom eu e as meninas falamos com a Carmen , ela deixou você e os meninos e Isa participarem da festa. - falo sorrindo.

- Vou logo avisando que não vou usar nada constrangedor. - ele diz.

- Deixa de graça e vai chamar a Jully que ga na hora. - o empurro.

- O delicadeza. - ele fala e subi correndo pro andar superior.

Fomos direto pra escola, chegamos o sinal ainda não tinha tocado, fui pra sala com Justin e ficamos conversando. Não sei se lembram mais Justin tinha que ficar comigo já que era meu "babá".

Era aula de história e uma novidade, a professora também não vai com a minha cara.

- Ai, já escolheram a fantasia? - Z pergunta se virando pra trás.

- Ainda não. - respondo.

- Já disse...

- Não vai usar nada constrangedor. - Naty fala imitando sua voz.

- Já escutamos isso.

- Oh nem eu. - Ryan reclama. É a Carmen deixou que todos eles viessem "assistir" aula.

- Gente cadê o Chris e o Chaz? - pergunto sentindo falta deles ali.

- O Chaz foi sair com a Isa e o Chris não sei. - Elo diz dando de ombros.

- Deve ta em casa fazendo o que não deve.

- Tem meninas na sala. - Z sorri.

- Mal ae. - escutamos o sinal tocar pra troca de professores, e na mesma hora a professora entra na sala.

- Ela é a professora? - Ryan pergunta arregalando os olhos. - Vamos sair daqui Justin ...

- Meninos, vocês por aqui. - a professora fala colocando seus materiais em cima da mesa

Vejo que Justin coça a cabeça.

- A gente já estava de saída. - Justin fala se levantando.

- Com certeza. - Ryan foi puxando Justin ate a porta.

- Nada disso, hoje eu vou precisar de ajudantes, chegaram na hora certa.

- Ma..mais.

- Já que vocês eram ótimos alunos na minha aula vão ser ótimos ajudantes. - A professora coloca as mãos na cintura.

- Ótimos? A senhora me detestava. - Ryan fala incrédulo.

- Xiu. - Justin belisca ele, e todos os alunos entrarem.

- Você. - ela apontou pra Justin. - Tem como ligar lá pra mim. - falou apontando pro projetor que ficava em um suporte no meio do teto.

- Eu ainda não aprendi a voar. - Justin fala e todos incluindo eu riram.

- Continua abusado, suba na mesa menino.

- Ta né. - ele subiu na mesa e todas as meninas olharam diretamente pra bunda dele. Bufei e fechei a cara e o desgraçado percebeu isso e riu.

- Prontinho. - Justin fala pulando da mesa.

- A gente pode ir agora. - Ryan parece agoniado.

- Vocês podem sentar e escutar a aula como todos os outros.

- Mais a gente já aprendeu isso tudo.

- Sempre é bom aprender mais. - ela dá um risinho.

- Tem outra escolha? - Justin pergunta se sentando na cadeira vazia do meu lado.

- Não.

Ela começou a explicar o assunto, Justin estava quase dormindo sentado, então eu taquei uma bolinha de papel nele.

- Acorda. - digo sussurrando.

- Aula chata, já tinha até esquecido. - ele bufa, se sentando todo largado na cadeira com as pernas e braços levemente abertos.

- Pra você ver o que temos que passar. - Z revira os olhos.

- Justin. - chama a professora.

- Ta lá na quadra. - ele responde.

- Deixa de graça menino, me responda o que você ver nesta figura.

Ele começou a rir de uma figura meio "estranha". - Olha a senhora não gostaria que eu falasse o que eu to vendo ai não. - ele cruza os braços.

- Ryan?

- Pergunta pra outra pessoa. - ele diz emburrado.

A aula toda foi assim com eles ajudando ela, ou então, eu perturbando a paciência de Justin.

Finalmente tinha acabado as aulas de hoje, saímos da escola e Justin foi procurar Jully no meio da multidão, eu fiquei esperando ele com o pessoal sentada em uns banquinhos de madeira na entrada da escola.

- Então nós vamos hoje comprar as fantasias? - Elo diz animada.

- Pode ser, mais tem que falar com o Justin.

- Ter babá deve ser um saco. - Natalia bufa.

- E pior que o babá é meu namorado.

- Tadinho de você por um lado né.

- Concordo, mais então que horas? - pergunto.

- 19hs na entrada no shopping.

- Ok, eu convenço ele.

- A convence? - Elo diz maliciosa.

- Já até imagino como. - Z fala empurrando seu ombro com o meu.

- Ei eu nem sou tão safada assim - falo dando de ombros.

- Nossa nem um pouco.

- Vamos embora? - Justin fala assim que se aproxima.

- Claro, até mais tarde. - me despeço de meus amigos e vou com Justin e Jully.

Seguimos caminho pra casa, conversando e escutando música. Justin estacionou o carro na garagem e nós saímos. Jully já foi logo pra sala assistir TV.

- Nada disso mocinha, já pro banho. - falo com as mãos na cintura.

- Mais mãe, só um pouquinho... - ela me olha pidona. Não resisto.

- Ta bom meu amor, mais depois que acabar ai é pra ir pro banho mocinha. - dou um beijo em sua testa e sigo pro meu quarto.

Peguei uma roupa e fui até o quarto de Justin. Chegando lá encontro-o somente de calça. Meu deus. Que homão da porra. Essas tatuagens... Jesus.

- Justin... - falo e envolvo meus braços em seu pescoço.

- Hum.

- É que tipo eu e o povo tava pensando em ir comprar as fantasias hoje! - digo beijando seu maxilar.

- Aah Olivia hoje? - ele pergunta visivelmente cansado.

- É.

- Não pode ser amanhã.

- Ah amor - selinho. - por - selinho - favor. - fiz carinha de cachorro sem dono.

- Ta bom, ta bom. - ele revira os olhos e me beija.

- Yeah, vem banho comigo.

- Só tomar banho? - ele pergunta mordendo o lábio, apertando minha cintura.

- Bom depende. - falo rindo maliciosa.

- Agora.

Eu arranquei minha roupa e entrei logo no banheiro, ele foi pegar a toalha, liguei o registro e a água estava quentinha, entrei em baixo da mesma e fechei os olhos. Sinto algo gelado encostando em mim, abro os olhos rapidamente, notando que é Justin.

Nossa tinha até me esquecido dele.

- Assustou é? - falou mordiscando o lóbulo da minha orelha.

- Claro né. - falo arrepiada.

- Vai, nem sou tão feio assim.

- E... Quem... Disse que você é feio? - arfo quando ele chupa agora meu pescoço.

- Ah não sou? - diz me virando de frente pra ele. Olhei-o de cima a baixo. - Senhor. - digo suspirando, e ele ri.

- Não preferi parar de olhar e sentir.

- Até que não é uma má ideia. - digo olhando seu membro pré excitado.

Empurro-o o prensando na parede, sem mais delongas puxou de leve meu cabelo tento total visão pro meu pescoço, e começou a beija-lo e dar leves mordidas, arfo puxando seu cabelo em sinal de aprovação, sinto ele ri contra minha pele.

- Gostosa. - ele fala me apertando mais ainda.

Dou um sorriso safado e dessa vez o beijei, entrando com minha língua na sua boca assim que ele permitiu a passagem. Desço minha mão até seu quadril puxando-o pra mim, ele ri entre o beijo quente. Levo minha mão até seu membro, apertei de ele leve, fazendo-o gemer entre o beijo. Começo fazer movimentos de vai e vem com mão lentos e ele rangi.

- Merda. - ele suspira separando nosso lábios e jogando a cabeça pra trás.

Aumento a velocidade dos movimentos, deixando mais rápido, com isso ele começa a gemer mais alto.

- Para, para... - ele fala ofegante e eu paro meus movimentos e sorrio. - Ta rindo é, ainda vai chegar sua vez, só não vai ser agora por que eu preciso muito de você. - ele fala nos vira, fazendo eu agora ficar prensada na parede.

- Precisa?

- Muito. - ele fala e mordisca minha orelha, fazendo contorcer arrepiada.

Ele levanta minha perna até sua cintura, e posiciona seu membro na minha entrada encharcada, provocando-me.

- Justin...

Ele me penetra com tudo, fazendo meu corpo ir com tudo pra trás. Solto um gemido alto e agarro seu pescoço procurando sustentação. Ele faz movimentos lentos e logo depois aumenta mais a velocidade, conforme mais rápido, mais altos eram meus gemidos.

Ele tentava abafar com os beijos, mais era quase impossível já que ele também gemia.

Senti minha intimidade pressionar seu membro várias vezes, mordi seu ombro pra não gritar quando o orgasmo me atingiu. Justin fez mais alguns movimentos e gemeu chegando ao ápice segundos depois.

- Eu amo você. - ele fala encostando sua testa suada na minha.

- Eu amo você.


Notas Finais


Espero q tenham gostado meus anjos❤ #NaosouboaemHots

Comentem!!!!! Isso me incentiva mais😊

Bjos, até❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...