História Meu Uchiha S2 - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Tags Sasunaru
Visualizações 58
Palavras 2.013
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ola pessoinhas, mais um capitulo pra voces <3
Ainda nao tenho Pc em casa rs e escrever pelo cel é horriveel, por isso deixei pra escrever aqui no PC do trabalho.
Boa leitura pra voces!!!

Capítulo 3 - Capitulo 3


Fanfic / Fanfiction Meu Uchiha S2 - Capítulo 3 - Capitulo 3

*************** VISÃO DE NARUTO UZUMAKI**************

- Acordei e me deparei com um rapaz moreno, completamente nu ao meu lado. Perai, vou recapitular o meu dia anterior para todos terem conhecimento do que aconteceu.

-Acordei as 06;00. As vezes me pergunto porque temos que acordar tão cedo, não sou um grande fã das 06:00, mas, hoje tenho que visitar meu pai no Hospital Konoha, meu velho tem apenas 48 anos, a 5 meses atras ainda corria pela cidade inteira sem se cansar, mas, com a falecimento de minha adotiva Kushina, ele anda muito doente. Ela era uma pessoa brilhante, não tinha tempo ruim pra ela, sempre sorridente, carinhosa, foi dela que recebi todo o amor e cuidado, foi ela que me ensinou tudo que sei, e foi ela o principal motivo de eu ter me tornado o homem que eu sou. Meu nome é Uzumaki Naruto, tenho 23 anos e a 1 mes me formei como professor na maior faculdade de Konoha, minha mae trabalhava duro, porem, ganhava pouco, as vezes me pergunto como ela conseguiu pagar minha faculdade. Como eu falei, devo tudo a ela.  Enfim, levantei-me, tomei um banho rápido, vesti a primeira roupa que encontrei, preparei meu acfe da manha (ramem), ja falei que amo Ramem ? Não ne, entao, EU AMO RAMEMMM. Comi, peguei a chave do carro e dirigi a caminho do Hospital. Falei com a recepcionista, peguei aquele cracha que fica no pescoço, isso me lembra visitas ao museu. 

-- Pai ?-- Entrei no quarto e ele como sempre, estava dormindo. Me aproximei e peguei em seu cabelo, fazendo pequenos movimento para nao assusta-lo. -- Trouxe bolo de chocolate para o Sr.-- Rapidamente ele abriu os olhos. Sabia, ele ama doces, assim como eu. -- Bolo de Chocolate ?? Cade ? -- pra idade dele, ele era bastante infantil. -- Oi ne Pai, cheguei e so perguntou do bolo. Estou vivo, obrigado-- Conversei durante 1 hora com ele. Ainda estava muito abatido. Afinal, o amor dele pela minha mae, era incomparevel. As vezes me perguntava se eu encontraria alguem que me amasse com a mesma intensidade. Tentei namorar com varias mulheres, mas, não conseguia sentir nada. Lembro-me de ja ter amado tanto uma pessoa, a ponto de adoecer com a despedida. Mas, não era nada, até porque, não acho que essa mesma pessoa me amaria do mesmo jeito. Eramos crianças. Devia ser uma coisa boba. Me despedi de meu pai e fui para o Lar da Criança Konoha. Comei a dar aula a alguns dias. Tia Tsunade achou brilhante a ideia de alem de acolher criancas abandonadas, abrir uma pequena escola, assim poderia enturmar as criancas com outras, para assim elas se sentirem mais felizes. Tsunade amava todas as criancas como se fossem seus filhos. Lembro-me de quando tinha 4 anos e ela me dava banho. kk No inicio, havia apenas 7 criancas. Entao ela cuidava sozinha de todos nos. Ah, e Sasuke tambem, Ele ajudava tia Tsunade. Era o "adulto", metido a inteligente, esperto, lindo, fofo.... enfim, voltando ao assunto, agora eu era o professor de uma pequena turminha de crianças.

---- Booom dia meus pequenos, hoje, tenho uma surpresa...... tãm, tãm, tãm tããããããm......-- Adorava a carinha de ansiedade desses pequenos. Hoje iriamos apenas brincar. É claro que uma brincadeira educativa. --Vamos la, façam uma fila, e cada um vai falar a sua idade e depois falar quais numeros somados um com o outro vai resultar na idade de voces. Vou dar um pequeno exemplo. Se eu tenho 10 anos, os numero que vou somar sera 5+5.... quanto é 5+5 ?????---  As crianças respoderam em unissom DEZZZZZZ... -- OOOh, voces aprendem rapido, estao de parabens. Agora, quem errar, vai receber cocegas de todoooos, Vamoos la. Comecando por voce pequeno Yui--- Todas as criancas se sairam bem, nenhuma errou. A brincadeira estava divertida, mas ninguem havia recebido cocegas, ate que todas haviam falado, então, tive a brilhante ideia de participar. -- Bem, agora é a minha vez, eu tenho 23 anos e os numeros somados sao 10+10......-- É claro que eu errei de proposito, esperai para ver se alguma das criancas me corrigiam, era fofo como elas comecavam a contar nos dedinhos para ver se estava correto, ate que Yumi falou sorrindo. -- Tiio Naruto, 10+10 não é 23-- Sorri com a resposta dela, e perguntei quanto era entao. Ela toda sorridente e ja se aproximando de mim, respondeu -- É 20 tiooo -- Assim que ela respondeu, comecou a fazer cocegas em mim, e logo todas as criancas ja estavam por cima de mim. Nao aguentei de tanto rir, e em meio a risadas comecei a gritar por socorro. Era muita crianca, esperava que alguem fosse me salvar, ate que a porta foi aberta. Finalmente alguem para m.......

Não acreditava no que estava vendo, aquela figura que estava sorrindo na porta. Eu o reconhecia. Branco feito algodao, cabelos preto um pouco grande, estava bem trajado, parecia que acabava de vir de uma reuniao importante. Logo me levantei.

-- Teme ??-- as crincas ja estavam quietas. Um silencio pairou sobre a pequena sala. Sasuke parecia estar no mundo da Lua. Me aproximei mais dele, para ver se ele voltava. --TEEEEEEMEEE, é voce seu grande idiotaa !!!-- estava extasiado, era ele, meu amigo e grande amor da infancia. Era por isso que eu nunca consegui me apaixonar por alguem. Eramos criancas, mas sempre pensava nele, mesmo depois de anos. Não pensei duas vezes, dei um abraço nele, estava com saudades, não importa o que ele pense, só precisava abraça-lo. -- Do-doobe, e-eu não c-onsi-igo r-respirar-- a voz dele esta rouca, não nego que esta bem sensual. Quando vi, ele ja estava ficando roxo. O soltei. Era ele mesmo. Direto. Serio. --  Demorou hein ! Se todas as visitas forem realizadas depois de15 anos, na proxima sera n meu velorio kkk-- Não pude deixar de falar isso, afinal, a 15 anos atras ele havia prometido de me ver sempre que possivel, vejo que esse dia foi hoje. --  Er, ola Dobe. Como cresceu hein. -- Ele percebeu, sempre me chamava de lombriga por eu ser muito magro, mas, malhei bastante, comi muito Ramem e corria com meu pai. Peguei ate que um corpo bonito, assim que eu conquistava as meninas. -- Haha muito ramem Temee.. Esta muito ocupado Sr. Uchiha, o milionario gostosao do pedaço.?-- Não sei porque chamei ele de gostosao, mas, ele realmente esta bastante gostoso kk Iria chama-lo para almoçar ou sei la. -- - Vim fazer uma visita a tia Tsunade e saber por onde voce andava. Voce, pode almoçar agora ?-- Ele esta bem serio, sera que ficou com raiva pr eu ter falado isso ? Mas que bom que ele me chamou primeiro kk assim não preciso pagar. --  Ah , é claro, o Ramem é por sua conta haha.-- É aquela regra antiga do, QUEM CONVIDA PAGA. Fomos ate um restaurante proximo dali. Aproveitei que meu amigo rico estava aqui, e comi bastante, estava morto de fome.-- Entao Teme, o que o tras aqui ?-- achei estranho a aparicao repentina dele, e perguntei. Estava comendo tao rapido, que acabei me sujando, ia me limpar depois, mas, Sasuke foi mais rapido. Limpou o canto da minha boca com tanta delicadeza. Achei estranho, mas, nao pude deixar de gostar daquilo. --  Er, Sasuke, acho que ja limpou ne ?-- Não queria falar aquilo, mas, todos ja estavam olhando, por mim, ficaria ali me sujando o tempo todo, se todas as vezes ele limpasse minha boca dessa maneira. -- Voce Dobe-- Sasuke respondeu de forma nervosa. Mas, como assim eu ? O que ele queria comigo? Estava perdido em pensamentos, quando sinto a boca de Sasuke na minha. Ele me beijou. Siiim, Sasuke Uchiha, desejado por todas as mulheres do mundo provavelmente, me beijou. -- Minha casa é aqui perto, podemos conversar la ?-- não, eu não era um pervertido, mas, as pessoas comentam, e não é sempre que dois homens se beijam ali. Me levantei e direcionei minha mao para Sasuke, na esperança dele aceitar o convite. E sim, ele segurou minha mao e me seguiu. Chegamos no predio. Apertei o botao do elevador. Quando entramos, empurrei Sasuke na parede e lhe roubei um beijo. Pedi passagem com a lingua e ele permitiu, coloquei minhas maos na cintura dele. --  Arg Nar-uto-- ele com essa voz rouca, falando meu nome desse jeito, me deixou louco. A porta do elevador se abriu. Tentei me recompor, segurei sua mao novamente e o guiei ate meu apartamento. Abri a porta.-- -- Bem vindo ao meu lar-- Estava muito excitado para formalidades, sorri para ele e o coloquei em meu colo, fui direto para o quarto, se ele quiser parar por aqui, eu vou entender, mas, nao consigo controlar esse desejo de ter Sasuke. O deitei na cama e encostei meus labios no dele novamente, dessa vez fui mais delicado, nunca havia feito isso com um homem, ms, Sasuke era diferente. Ja estava muito excitado. Tirei a blusa dele, e dei varios beijos no pescoço, e fui descendo, seus mamilos estavam enrrijecidos, quer dizer que ele estava gostando, dei um breve beijo em seu mamilo e ele gemeu baixo, isso me arrepiou, não aguentei e tirei a calça dele. Ele estava apenas de boz azul, pude ver o volume de seu membro duro. Logo ele se sentou e tirou minhas roupas, eu estava apenas de box branco com listras laranjas. Me assustei quando ele retirou meu membro de dentro do box e o pos na boa. Nossa, a boca quente dele, sentia a lingue dele fazer circulos a minha glande, aaah, isso era muito bom, se ele continur assim vou acabar gozando em sua boca. Mas para primeira vez, nao achava bom fazer isso, eu o segurei, fazendo com que ele cessasse esse oral perfeito, o deitei na cama novamente, abri suas pernas e dei pequenos beijos e logo em seguida comecei a lubrificar sua intimidade com a lingua. Aproximei meu penis que ja latejava de desejo em sua intimidade que me parecia virgem, e comecei a empurrar lentamente. Nossa, como era apertado, -- Na-ruu, rapido por favor, faça rapido--  aaah, essa voz dele, me pedindo desse jeito, desculpa meu moreno, vou ter que enfiar tudo de uma vez, pra sentir uma dor unica, entao, enfiei fundo, senti que ele enrrijeceu com esse ato, aquele grito partiu meu coracao, mas logo a dor iria sumir, so tenho que esperar um pouco para que ele se acostume com meu membro dentro dele. Ate que ele me olhou, como se estivesse me permitindo a continuar, comecei movimentos lentos, ele ainda gemia de dor, enquanto eu realizava o famoso movimento de vai e vem, peguei seu membro e comei a masturba-lo. -- Mais Naruto, Mais, Maa-iis-- ele estava pedindo por mais, isso estava sendo perfeito, a voz dele era meu ponto fraco, enquanto eu enfiava mais e mais rapido, acelerava tambem o movimento de minha mao, o masturbando muito rapido, sentia que estava quase gozando. Ate que Sasuke goza e com isso ele acaba apertando o meu penis com sua intimidade , me fazendo gozar junto a ele.

----- aaarg, Temeeee.-- Esse era um apelido carinhoso. É claro que comecou com uma briga, mas depois, virou uma forma comum de nos tratarmos. Eu estava ali com ele. Dentro dele, melhor dizendo. O momento que sonhei diversas vezes. 

-----Dobee.-- Ele tambem nao havia perdido esse costume rs. Me retirei de dentro dele e deitei ao seu lado o puxando para um abraço. Acabei pegando no sono, apos uma transa perfeita.

--- Então, foi isso que aconteceu, e agora aqui estou eu, deitado ao lado do meu amigo e amor de infancia, completamente nu, e melhor ainda, ele esta abraçado em mim, eu poderia ficar uma vida inteira assim, mas,me perguntava se ele desejava isso tanto quanto eu,  a vida é uma caixinha de surpresa. Ele acorda e me da um pequeno sorriso. Retribuo o sorriso e me levanto para fazer algo para ele comer, afinal, deve estar faminto assim como eu kkkk 

......................


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Beijinhos ....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...