História Meu último suspiro - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Jeon Jungkook, Jung Hoseok, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Park Jimin
Exibições 82
Palavras 776
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá, como vocês estão?
Bem, essa é a minha primeira FanFic, eu não sou muito profissional nisso mas espero que gostem! Qualquer sugestão deixem nos comentários.

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction Meu último suspiro - Capítulo 1 - Capítulo 1

Era um sábado a tarde e você estava entediada, então, resolveu ir passear um pouco para se distrair. Então, você veste um casaco de couro preto simples e calça seu tênis e desce ás escadas. Você percebe que não tem ninguém em casa e apenas ignora, pega ás chaves em cima da estante perto da escada e vai em direção a porta abrindo e trancando a mesma. Está um dia meio nublado, não há quase ninguém na rua, na sua cabeça passa um milhão de coisas, coisas essas que nem deveria existir para alguém com tão pouca idade e tantos problemas. Você passeia olhando para o chão até ouvir algumas vozes de fundo, para de pensar e presta atenção não vozes mas sem tirar os olhos do chão e você volta a pensar. 

- Como queria ter amigos, isso não seria nada mal.

Você percebe que já está ficando tarde e resolve voltar para casa. Chegando em casa você ouve sua mãe falando co alguém no telefone sobre algo a respeito de você. 

- Eu sei, isso vai ser u pouco complicado, mas, vai ser pro bem dela. - diz sua mãe no telefone

Assim que você põe ás chaves na porta que faz um pequeno barulho ela rapidamente muda de assunto com quem estava na outra linha. 

- Tudo bem então, amanhã nós falamos melhor e aproveito para pegar umas revistas que esqueci na sua casa. Até mais. - E logo depois ela desliga rapidamente e se vira para você. 

- Onde esteve - muda completamente o tom de voz para um tom mais agressivo. 

- Bem, eu estava entediada e resolvi andar um pouco. - Você diz com uma voz cansada e baixa.

- Eu já falei que odeio quando sai sem avisar. - Diz sua mãe quase aos gritos. 

Você tenta falar algo mas logo desisti quando lembra que isso não irá valer apena, você dá de ombros e sobe até o seu quarto, com passos lentos. 

- Eu já falei mocinha! Não me ignore enquanto falo com você! - Diz sua mãe já gritando. 

Você apenas ignora. Quando chega no quarto deita na cama e ainda dá para ouvir sua mãe falar algumas coisas mas em um tom não tão alto. Você caí novamente em seus pensamentos, pensa sobre oque sua mãe estava falando mais cedo no telefone, 

- Será que ela quer se livrar de mim? Bem, isso é fato! Não quero pensar mais nisso. - Você pensa alto. E em poucos minutos acaba dormindo. 

Você acorda e ola no relógio do lado da sua cama em cima de uma cômoda e vê que são 4:14. Você fica olhando o teto do seu quarto até seus olhos começarem a pesar e você voltar a dormi. Já é de manhã e você sente alguma coisa tocar nas suas costas. 

- Acorda! Preciso falar com você. - Uma voz rouca diz, e logo reconhece que é a voz do seu pai.

Você continua virada de costas e sem olhar ou pensar e virar diz. 

- Oque você quer?

- Eu e sua mãe queremos conversar co você. Levante e se arrume, nos vamos te esperar lá em baixo, 

Você ouve apenas a porta se fechando, tenta criar coragem e se levanta da cama, pensa por alguns segundos oque será que eles querem co você, mas logo deixa de lado e vai se arrumar. Faz a sua higiene matinal põe seu tênis uma camisa preta lisa e um short simples cintura alta. Desce ás escadas coçando os olhos e quando vê seu pai e sua mãe estão sentados na sala de estar sérios. 

- Vem cá. - Diz sua mãe em u tom de voz baixo,

- Oque houve - Você pergunta. 

Seus pais trocam de olhares rapidamente como se escolhesse quem fosse falar. Até que seu pai começa.

- Filha, eu e sua mãe resolvemos por você em uma clínica. Nós achamos que você não está muito bem ultimamente, sempre está para baixo. você não tem amigos, você mal conversa conosco, talvez isso te ajude. Queremos dá u tempo para todos nós. - Diz seu pai em um tom calmo de voz. 

Você pensa. 

"- Vocês acham que sou burra ou oque? Eu sei que querem se livrar de mim, mas me por numa clínica?Sério?" 

Sem olhar você apenas se levanta do sofá vira de costas e anda em direção a escada. 

- Quando eu vou? 

- Amanhã a tarde, eu sinto mui.. 

Antes que seu pai terminasse de falar você correu até seu quarto trancando a porta e desabando em sua cama. 

- Será esse meu último suspiro? - Pensa consigo mesma. 


Notas Finais


Me perdoem os erros, espero que tenham gostado. Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...