História Meu Único Amor! - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Feia Mais Bela
Personagens Angélica Vale, Jaime Camil
Tags Romance Valecamil
Exibições 90
Palavras 709
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Poesias, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


🔎📖

Capítulo 25 - Por que está chorando?


            (Angélica)

Consigo desligar o celular antes que o Otto se aproxime,me viro e o vejo sentando na mesa onde estava ,então me a próximo e sento,mas não perto dele,estou com raiva do mesmo mais amanhã mesmo isso irá acabar,irei pedir o divórcio a ele.

(A) Sim... Otto,já vamos para casa?

(O) Não claro que não agora que está ficando bom quer ir embora.

(A) Mas já está bêbado!

(O) Quem lhe perguntou algo aqui Angélica, e não tou bêbado estou apenas feliz! Agora ficar quieta.

Não lhe respondo nada apenas,me levanto saindo,para o jardim da casa,caminhava quando sua irmã me grita...
( vou colocar" x" por que não sei o nome da irmã do Otto)

(X) Angie leva o Otto pra casa ele já está bêbado e tá pagando maior vê chame lá dentro.

(A) Vou tentar leva-lo pois chamei o mesmo e ele me disse que não iria embora agora pois a festa estava começando a ficar boa! - digo desanimada

(X) Eu te ajudo com isso.

Entramos e sua irmã conseguiu convence lo a entra no carro,depois de muita teimosia e mico voltamos para casa,peço desculpas a ela e obrigada também. Ligo o carro e sigo o trajeto para casa o mesmo ainda continuava bebendo,trouxe com ele uma garrafa de vodka. Ele falava um monte de coisas que não estava conseguindo descifrar,graças a Deus chegamos em casa,o mesmo teve dificuldade para sair do carro então o ajudei,subo as escadas com ele apoiado em mim e finalmente chegamos no quarto o levo até a cama,e o mesmo já roncava,tiro a garrafa de sua mão e coloco em cima da cômoda.
Saio de lá e vou até o quarto dos pequenos vê como eles estavam permaneciam dormindo. Dou um beijo em cada um e desso para  sala me sentando no sofá colocando meus pés no mesmo,apoiando minha cabeça em meus joelhos e começo a chorar,e dizer:

(A) Ai Jaime por que você não está aqui comigo? Queria tanto está com você! Preciso de seu calor e carinho!- soluçava de tando chorar,lembrando de tudo que Otto havia me dito,de suas iguinorâncias

              (Jaime)

Algo aconteceu com ela percebi em sua voz,sinto que ela precisa de mim,não importa se Otto está em casa,tenho que ir lá vê-la. Pego as chaves do carro na mesa e aviso a Ana que vou sair. Chego e em sua casa,e percebo que eles não ainda não haviam chegado,então pulo o muro e entro em
sua casa com cuidado,para ninguém me vê e me escondo,ficando a sua espera. Não demorei muito lhe esperando logo vejo seu carro entrando,vejo ela sair,e ir até o outro lado abri aporta logo vejo o Otto sair com uma garrafa de vodka,se em pendurando na Angie,pois não conseguia andar de tão bêbedo que está. Ela sobe com ele,e demora um pouco de descer então vou para sala de sua casa e como a mesma estava escura me escondo atrás de um dos sofás. Logo vejo a mesma descer e se sentar no sofá porém,quando ia aparecer para ela,ouço seus soluços ela estava chorando,logo depois ouço dizer:

(A) Ai Jaime por que você não está aqui comigo? Queria tanto está com você! 

Saio do lugar que estava e me sento ao seu lado,e digo:

(J) Vem cá pequena por que está chorando? - lhe puxo para meus braços lhe dando um beijo no topo de sua cabeça

(A) Jaime! - lhe me aperto ainda mais em seus braços

(J) Sim pequena estou aqui,não chora mais tá? Por favor! - lhe dou um selinho

(A) Ta,mas ficou louco meu amor, o que tá fazendo aqui?

(J) Vim te vê senti que precisava de mim,e olha como lhe achei! - digo enxugando suas lágrimas

(A)Ai bem que veio estou precisando muito de você! Vem comigo aqui é perigoso para conversamos!

Nos levantamos indo até o porão de sua casa,entramos no mesmo e ela fecha a porta descemos as escadas e chegando a outra sala bem aconchegante. Me sento e ela se senta entre minhas pernas,se apoiando em meu peito.

(A) Jaime passa a noite aqui comigo,por favor?

(J) Claro Angie,mais e o Otto?

(A)Está dormido. -me aconchego mais em seus braços

(J) O que ouve pequena por que estava chorando? - acaricio seus cabelos

...



         

    


Notas Finais


Comentem...💋💋👋👋
Até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...