História Meu Único Amor - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Caleb Rivers, Emily Fields, Ezra Fitzgerald, Hanna Marin, Jason Dilaurentis, Jenna Marshall, Melissa Hastings, Noel Kahn, Peter Hastings, Spencer Hastings, Toby Cavanaugh, Veronica Hastings, Wren Kingston
Tags Fanfic Spoby, Spencer Hastings, Spoby, Spoby Fanfic, Toby Cavanaugh
Exibições 77
Palavras 1.219
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem-me pela demora dos capítulos, tem sido bastante difícil escrever durante essas semanas aqui onde eu moro... Peço perdão por não trazer frequentemente e espero que me perdoem! Sz

Capítulo 4 - Álcool, Para Que Te Quero!


Fanfic / Fanfiction Meu Único Amor - Capítulo 4 - Álcool, Para Que Te Quero!

Spencer Hastings

A sensação de felicidade voltou a meu corpo, voltou a predominar a ouvir aquela voz.
Se soubesse o quanto eu sinto falta...

- Nunca mais brinque com sua vida assim, seu... - Abraço o mesmo sem completar a frase. Incrível, ele ainda tem o mesmo cheiro...

- Não me concentrei direito no trânsito. Você é culpada, Hastings.

Sem hesitar, grudo novamente nossos lábios pedindo passagem para o céu cheio de estrelas de sua boca.

- Desculpe... Esqueci que está noivo... - É impossível resistir a todo esse charme...

- Tudo bem Spen. - Ele dá um sorriso. E que sorriso...

Observo atentamente seus olhos se fechando de forma lenta. Remédios para dormir. Droga.

- Não posso ficar muito tempo aqui se não serei descoberta!

Aproximo-me de seu rosto e beijo sua bochecha. Ando na ponta dos pés até a porta e me retiro. O sono de Toby é leve, deve ser por isso que acordou quando entrei.
Guardo o passe no bolso e ando normalmente em direção a saída.

- Olá, Spencer. - Pronto. Tô ferrada! -Conseguiu ver meu noivo?

Controlo novamente a respiração e viro-me para ela.

- Oi Yvonne! - sorrio simpaticamente e estendo minha mão. A mesma aperta rapidamente e retribui o sorriso. - Não... Não consegui vê-lo... Vim ver um amigo meu além do Toby, é claro. - Limpo a garganta, comecei a gaguejar.

A mesma hesita sob minha resposta por alguns segundos.

- Ah, o horário de visita é apenas de tarde. - ela pausa - Agora irei ficar como acompanhante. Digo para ele que esteve aqui.

Sinto um único suor frio escorrer e sorrio.

- O-obrigada - Digo, tentando transparecer
a maior tranquilidade possível.

A mesma se despede com um sorriso de canto e uma piscadela de cílios.
Nossa, foi por pouco! Eu tenho que sair daqui... Agora!
Meus olhos procuram por Wren que infelizmente, não acham.
Sigo novamente meu caminho e me retiro do local.

- Droga, eu vim com a Aria e esqueci o detalhe do carro. - Digo, conversando comigo mesma.

Avisto o The Radley rapidamente. Antes, hospício para loucos, hoje, dormitório para bêbados.
Emily trabalha como bartender lá, irei ficar apenas um pouco.

                                   

Depois de alguns minutos, finalmente chego ao determinado local.
As portas se abrem devido ao sensor de movimento e entro. Olho em volta e consigo avistar Em.
Ela não está ocupada no momento então... Acho que posso conversar com ela.
Dou alguns passos largos e alcanço a mesma. Sento-me em um dos bancos próximo ao balcão de bebidas.

- Qualquer tipo de bebida com azeitona, por favor. - Deito a cabeça em meus braços apoiados no balcão.

- Spencer?! Você não ia acompanhar o Toby? - A morena indaga.

Levanto minha cabeça e observo a mesma, suplicando com os olhos para que ela possa trazer o meu álcool.
Emily bufa, preparando um Martini.

- Ele acabou adormecendo devido aos remédios. E a noiva dele chegou bem na hora em que eu havia saído. - Bato com as unhas na madeira sofisticada.

Ela termina de fazer o Martini e me entrega o mesmo. Bebo um gole e como uma das azeitonas.

- Isso é forte e bom ao mesmo tempo. - Digo observando o líquido, atenciosamente.

- Se beber mais alguns desses você acaba no hospital.

- É ótimo. Aí eu já teria uma desculpa convincente para ver o Toby. - Dou um gole generoso que desce queimando meu peito. - Posso ficar aqui com você? Me alcoolizando?

Em me lança um olhar. Um olhar de pena.

- Não posso deixar você beber. Se algo acontecer, a culpa será minha e eu não posso permitir isso. - Ela pega um pano úmido e limpa a sujeira feita no balcão.

- Eu não vou beber tanto, mamãe. - Como a outra azeitona e bebo o último gole do primeiro Martini de muitos.

                                    

Acho que bebi demais. Estou vendo tudo turvo e duplicado.

- Spencer você já deve ter tomado uns cinco ou seis disso! É melhor parar não acha? - Emily puxa o copo para si.

- Você é tão chata quanto a Yvonne. Ela esfrega o fato de que eles estão juntos na minha cara. Deixe-me beber. - Puxo o copo novamente e bebo o último gole.

A mesma olha o relógio e respira fundo.

- Meu turno acabou, vamos. - Ela coloca as alças de sua bolsa em seus ombros largos.

- Eu irei ficar aqui até eu me sentir feliz. Coisa que eu menos estou sentindo agora.

Emily revira os olhos e bufa.

- Quando passar mal, te encontro tomando soro no hospital. - A morena vira-se e vai embora.

Eu estou ótima. Quero dizer, nem tanto assim.

- Senhorita, seu Martini.

Lanço um olhar semicerrado para o bartender, estranhando pois não havia pedido mais nenhum.

- Desculpa mas... Eu não pedi isso.

- Eu sei. Ele pediu. - O bartender aponta para o lado, onde está sentado um homem aparentemente forte e com um olhar sedutor.

Sorrio e empurro a bebida de volta para o mesmo.

- Oi, meu nome é Marco. - O "Homem Sedutor" se levanta de onde estava e se senta próximo a mim, segurando sua bebida.

Apenas sorrio e abro minha bolsa procurando dinheiro para pagar as que eu havia bebido.

- Olha, obrigada pela bebida mas eu já estava de saída. - Ponho o dinheiro no balcão.

Marco leva sua mão até a minha e acaricia suavemente com a ponta dos dedos.

- Ela poderia ficar para depois. Ainda é cedo. - Ele sorri e seguidamente mordisca seu lábio inferior.

                                   

- Você é engraçada, Spencer. - Diz Marco rindo.

- Até que não me arrependo de ter ficado aqui...

A conversa envolvente me prendeu totalmente e não consegui sair.
Ficamos aqui por mais ou menos duas horas rindo e bebendo.
Já está tarde e o The Radley está quase vazio, tenho que ir imediatamente.

- Olha, eu já vou... Não quero causar a impressão de... - Respiro fortemente.

- A impressão de...? - Ele me olha fixamente e sorri.

Não consigo mais.

Puxo Marco pelo casaco e lhe beijo intensamente. O mesmo corresponde colocando as mãos em minha cintura colando mais nossos corpos.

- Tem pessoas olhando aqui. Vamos para o elevador. - Digo arfando entre os beijos.

O mesmo assenti e vamos "andando" cambaleando até chegar ao elevador.
Conseguimos entrar no elevador vazio, sorte.
Ele aperta um dos botões, parando o elevador.

- Essa era a má impressão.

Ele apenas sorri e volta a me beijar, acariciando minhas coxas.
Marco abre alguns botões de sua camiseta.
Ele sobe suas mãos até as minhas e segura as mesmas no alto enquanto me beija loucamente.

Me viro, olhando meu reflexo no elevador. O que eu estou fazendo? Essa não sou eu!

Me solto de Marco e vou para o canto do elevador.

- Desculpa, eu não posso fazer isso. - Digo ofegante.

Se arrumando, ele aperta o botão do elevador fazendo ele voltar a se mexer.

- Tudo bem, tudo bem. - Responde ele baixinho.

O elevador se abre e eu saio primeiro. Seguidamente Marco sai e dá um sorriso, ajeitando o casaco.

- Olha... Acho melhor fingirmos que isso nunca aconteceu, ok?

- Tudo bem, ok.

Não posso fazer isso se eu ainda o amo. Não posso.


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Escrevi esse capítulo correndo sgsgsg
Obrigada por cada comentário maravilhoso que vocês deixam para mim! É muito gratificante. Sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...