História Meu Vampiro Cínico - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 12
Palavras 1.027
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Minha primeira fanfic espero que gostem

Capítulo 1 - Conhecendo o Vampiro


Fanfic / Fanfiction Meu Vampiro Cínico - Capítulo 1 - Conhecendo o Vampiro

                                                                                                 - MALU ON - 

Acordei animada pois eu iria fazer uma excursão, eu e mais 9 garotas, comigo 10, iriamos em um castelo velho para um trabalho de historia para o colégio acho que era isso...

Fui ao banheiro fazer minha higiene matinal e tomei um banho, coloquei uma blusa preta de ombro caído, uma calça jeans rasgada, umas botas cano curto pretas, prendi meu cabelo em uma meia cola, passei um lápis de olho preto e um gloss brilhoso, coloquei meu colar e desci para tomar café, a mesa estava pronta mas não havia ninguém em casa, estranhei mas tomei meu café tranquilamente.

Peguei meu celular e vi que eram 10:30, ouvi um carro buzinar e fui correndo e entrei na limousine, para uma excursão da escola isso da me saindo chique demais, a limousine levaria todas nos ao castelo, eu era a única negra o resto era tudo de pele clara, tinha uma garota que riu na minha cara, queria quebrar a cara dela mas fiquei na minha só escutando musica.

Chegamos em um lindo e grande castelo fiquei de boca aberta assim como as demais, entramos todas e parecia uma mansão por dentro, pensei que haviam dito que o castelo era velho.

XxxX - Ola moças - Um rapaz com cabelos brancos, olhos meio vermelhos, corpo todo definido, falou com a gente - Meu nome é Zac - Ele olhou para todas e seu olhar parou em mim - Malu, né?

Malu - Como sabe meu nome? - Ele da uma risadinha  - 

Zac - Moças - Ele fala ignorando a minha pergunta e olhando para todas em modo geral - Eu sou um vampiro, e vocês estão aqui para me servir - Nesse momento todas as portas se fecham - Relaxem, vocês vão adorar a experiência - Ele fala se aproximando da gente - Vou começar por... - Ele fala olhando todas, uma de cada vez -

XxxX - Eu!

XxxX - Eu sempre quis ter um vampiro 

Malu - Vocês estão loucas? - Todos me olham - Eu quero sair daqui, agora - Ele sorri -

Zac - Por você - Ele puxa meu braço e em uma velocidade vampírica me prensa na parede de um quarto -

Malu - O que é isso?- Eu falo assustada - Não encoste em mim, me solta - Eu falo me debatendo -

Zac - Calma Malu - Ele passa a mão no meu rosto e sorri de lado - 

Ele olha a minha boca e me beija, pede passagem com a língua mas eu não concedi eu mordo a boca dele até sentir gosto de sangue na boca, ele me solta e toca nos lábios, eu corro para a porta mas ele vem numa velocidade vampírica e fica na minha frente 

Zac - Você me mordeu? - Ele parecia irritado e ainda matia suas mãos em seus lábios -

Malu - Eu não tenho medo de você - Falei parecendo firme mas eu estava louca de medo mas não iria demonstra não mesmo - 

Zac - Não tem? - Ele sorri - Vou me diverti - Ele me da um sorriso cínico e sai do quarto em uma velocidade vampírica -

Fiquei trancada naquele quarto o resto do dia que suponho que é meu, um pouco assustada, o que vou dizer aos meus pais? Como vou sair daqui? O que vai acontecer comigo?... Depois de muito tempo refletindo isso vi que tinha uma camisola branca de seda em cima de uma cadeira, suspirei derrotada e vesti a camisola, fiquei um tempo olhando para cima até dormir...

                                                                                       - DE MANHA - 

Acordei pensando que era um sonho e então pisquei inúmeras vezes e então percebi que não era um sonho era realmente real e me espreguicei 

Zac - Oie - Ele tava deitado de lado sorrindo e ainda por cima estava sem camisa -

Malu - O que está fazendo aqui? - Falei assustada - 

Zac - Calminha Malu - Ele aperta minha bochecha - Estou deitado como pode ver 

Malu - Sai daqui - Falei me alevantando rápido -

Zac - Ta bom, Ta bom, eu vou - Ele fala levantando as mãos em rendição - Mas se veste, temos que tomar o café da manha - Ele da um sorriso debochado, sai pela porta e eu pego um vazo e jogo na porta querendo acertar nele, então, ele abre a porta e vê os cacos no chão e me olha com um sorriso - Isso era pra mim? - Ele ri, eu jogo outro e ele sai rindo - Não demora - Ele grita do corredor -

Eu reviro os olhos e tomo banho no banheiro do quarto, faço minha higiene matinal, me enrolo na toalha e vou num armário, havia um monte de roupas devo admitir que esse tal de Zac tem bom gosto... Escolhi um vestido vermelho sangue, que ironia né? Ele era bastante soltinho, coloquei um sapato qualquer e fui procurar a cozinha naquele enorme castelo.

Cheguei em um local com uma mesa enorme e as garotas que vieram comigo estavam sentadas conversando, ignorei os cochichos sobre mim e sentei na mesa, o Zac aparece agora com uma camisa, olha todas sentadas e da um sorriso, ele fica parado na ponta da mesa e todas o olham

Zac - Bom, vou dizer o que vai acontecer com vocês... Vocês vão seguir indo à escola vendo seus amigos e todas as coisas que costumavam a fazer, a única coisa que irá mudar é onde irão morar - Todas nos prestávamos atenção em cada palavra que saia da boca dele - Todas escolheram um quarto onde dormiram a noite passada, bom, esse quarto que escolheram é de vocês agora... Vocês vão satisfazer os meus desejos, todos eles - Ele fala me lançando um olhar fixo, eu cruzo os braços e ele sorri - 

Malu - E nossos pais? - Todos me olhavam agora -

Zac - Já cuidei disso, eles não serão um problema e antes que me pergunte Malu, não, eles não estão mortos - Suspiro aliviada - Bom, comam vão precisar de forças - Ele sorri e se retira -



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...