História Meu Vampiro Cínico - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 14
Palavras 1.230
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Acostumada


                                                                                     - MALU ON - 

Passam-se um mês e eu estou ficando acostumada com a ideia de morar com um vampiro, até porque não ficamos em cativeiro nem nada do tipo, eu vô na chatice da escola normalmente e vejo meus pais nos fins de semana meus amigos também... E esse Zac... Ele não é tão ruim... 

Acordei e Zac estava deitado do meu lado mexendo no celular, eu já estou acostumada com isso também, não me incomodo mais, afinal, ele faz isso todo dia, simplesmente alevantei e o ignorei completamente, fui no banheiro e tomei um banho, coloquei uma camiseta branca que ficava como um vestido, um short legging preto e prendi meu cabelo em um coque mal feito e voltei pro quarto 

Zac - E a educação? - Ele fala com seu tom de sarcasmo -

Malu - Não enche Zac - Eu já falava normalmente, não tenho mais medo dele, ele é digamos que suportável pra mim agora -

Zac - Que feio - Ele fala fingindo ofensa. Ele se alevanta numa velocidade vampírica e agarra da minha cintura por trás -

Malu - Nem vem - Ele beija meu pescoço encostando suas presas devagar - Zac... - Ele sorri -

Zac - To com fome... 

Malu - Vai comer a Lucy - Lucy era a garota que riu da minha cara quando viemos pra cá, ela é viciada no Zac e me odeia por ele me dar muita atenção, ele é loira e tem os olhos castanhos -

Zac - Boa ideia - Ele sorri e sai do quarto com uma velocidade vampírica -

Reviro os olhos e deito na cama, pego meu celular e começo a ver minhas redes sociais, Zac volta e se joga na cama onde eu estou 

Malu - Aff Zac - Reclamo e ele da de ombros - Eu vô na cozinha - Reviro os olhos -

Desço as escadas, e vou em direção a cozinha, pego algumas coisas pra comer e viro para subir novamente mas acabo trombando com alguém, resultado, minha comida no chão

XxxX - Tinha que ser você - Olha pra cima e vejo aquela loira falsificada me encarando e reviro os olhos -

Mlau - Olha Lucy, não vem dar piti ta? 

Lucy - Olha só o que você fez - Ela fala reclamando da manchinha que havia em sua blusa -

Malu - Vai fazer drama por uma mancha Lucy? Quase nem da pra ver - Reviro os olhos -

Lucy - Como não? 

Malu - Lucy, da licença ok? - Falo tentando passar mas ela segura meu braço - Me solta - Falo a encarando seria -

Lucy - Limpa minha roupa agora - Eu começo a rir -

Malu - Você é hilária Lucy, mas agora sinceramente eu tenho que ir - Falo saindo de novo mais ela agarra mais forte - 

Zac - Algum problema? - Nos duas o olhamos e Lucy solta o meu braço, Gente, da onde ele saiu? - 

Lucy - Nenhum amor... - Amor? Puf, sim eu ri - Do que ta rindo? - Ela fala me olhando -

Malu - Eu? Nada - Falo tentando conter o riso -

Zac - Amor? Bateu a cabeça garota? - Agora sim eu me matei dando risada - 

Lucy - M-mas... 

Malu - Eu adoraria ficar mas eu já vou indo - Falo ainda rindo e indo em direção a escada mas antes que pudesse subir, Zac me puxa pela cintura e me beija -

 Foi tudo tão rápido, que eu nem percebi, sua língua pedia passagem e não sei porque mas eu concedi, nossas línguas faziam uma guerra na qual o deixei ganhar, sua mão foi de encontro com minha nuca fazendo nos ficarmos mais próximos.

 Eu não entendia o que estava acontecendo, quando o ar foi necessário nos separamos, eu o encarei sem piscar esperando uma explicação e Lucy fervia de raiva o encarando também 

Zac - Tão me encarando exatamente por que? - Ele arque uma sombrancelha -

Malu - Você acabo de me beijar 

Zac - E o que tem? - Ele fala como se fosse a coisa mais normal do mundo beijar uma pessoa do nada -

Malu - É serio isso? - Ele deu de ombros e subiu as escadas - Zac - Ele não da a minima e continua o percurso rumo ao meu quarto - Será que da pra me dar uma explicação? - Falo chegando no quarto o encarando deitado na minha cama -

Zac - Ué, eu tava com vontade de te beijar e beijei - Ele da de ombros -

Malu - Só por que você tem vontade acha que pode chagar e me beijar? 

Zac - Você gosto - Ele sorri de lado e se aproxima de mim em uma velocidade vampírica me fazendo ir contra a parede -

Malu - Zac - O reprendi -

Zac - Fica quieta 

Falando isso ele me beija, mas agora era um beijo feroz e cheio de luxuria, sua língua explorava cada canto da minha boca, quando fui perceber ele estava deitado em cima de mim e estávamos na cama, ele rasga minha blusa e eu o olho incrédula, ele sorri e começa a beijar meu pescoço, ele tira sua camisa me dando visão de seu abdômen definido e tira sua bermuda com rapidez, me dando visão de seu membro que já estava extremamente ereto quase perfurando a cueca, ele tira meu short e analisa meu corpo por alguns estantes e sorri, ele arranca meu sutian e de novo o olho incrédula e ele faz uma cara como se fosse a coisa mais normal do mundo, ele logo abocanhou meu seio direito, fazendo movimentos circulares com a língua no mamilo, enquanto brincava com o esquerdo

 Ele começa a fazer uma trilha de beijos pelo meu corpo, desde de minha boca até a minha intimidade que já estava extremamente molhada, ele lambe a região por cima da calcinha e eu mordo os lábios, ele logo se livra da sua cueca me dando visão de seu membro grande e grosso, ele se livra do tecido que cobria minha intimidade, e se posiciona na minha entrada.

Ele coloca seu membro dentro de mim de uma só vez e começa a dar estocadas lentas até eu me acostumar com seu membro, quando me acostumo ele começa a dar estocadas rápidas e profundas me fazendo gemer loucamente e me trazendo sensações que jamais havia sentindo, a cada estocada passava uma corrente elétrica pelo meu corpo, ele me arrancava gemidos altos que ecoava pelo local, eu não acreditava no que estava fazendo só sei que é uma das melhores sensações da minha vida.

Ele colocou sua boca em meu pescoço e me mordeu, começou a sugar meu sangue enquanto dava estocadas profundas, doía um pouco mas o prazer era muito maior, ele apertava meus seios e eu gemia seu nome, logo minha intimidade aperta em seu membro e ele já sabendo o que estava por vir, para de sugar meu sangue lambe a região aonde havia mordido e da estocadas muito mais profundas, seu membro latejava dentro de mim, até que gozamos juntos.

Seu corpo cai em cima do meu, estávamos suados e cansados, ele sai de cima de mim e deita do meu lado, logo depois disso dormimos, não sei se vou me arrepender... Mas... Foi maravilhoso.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...