História Meu vicio - Capítulo 23


Escrita por: ~

Exibições 37
Palavras 1.130
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Voltei espero mesmo que gostem fiz com todo carinho . ❤

Capítulo 23 - Chá de lingerie da isa


Então ele começou a contar sua história. - meus pais são ricos, e minha mãe sempre quis que eu fosse advogado e minha irmã médica , so que nos não queríamos isso, e minha mãe não aceitava isso então nos decidimos morar sozinhos, no começo foi bem difícil por que não tínhamos dinheiro, e meu pai faleceu dois anos depois e ele queria que fossemos felizes , e ai ela parou de falar comigo e com A Isadora e agora que a isa vai casar ela quis vir e ver . - Arthur tenta voltar a falar com ela, por favor !?.- vou tentar amor. - ele tentou mudar de assunto e voltamos a pintar as paredes. Enfim terminamos de pintar tudo, sentamos na cama, que estava no meio do quarto. - princesa vamos pedir uma pizza?. - vamo. - eu disse empolgada, estávamos na cama deitados, eu estava em cima dele, ele começou a me estimular, massageando minha intimidade, e eu rebolava, comecei a arranhar seu abdômen, ele botou sua mão dentro da minha calça e me penetrou dois dedos, e começou a me masturbar, eu gemia baixo, o telefone dele começou a tocar, ele ignorou. -amor.. Atende. - eu disse com dificuldade. - depois eu retorno. - Arthur, pode ser importante. - ele me soltou e pegou o celular.Ligação on: - oi Isadora. - ele disse com mal humor. - nossa maninho o que aconteceu? .- você acabou de estragar, minha transa.(bati nele nessa hora)- ah Arthur vá se danar, preciso da Malu Aqui agora, na casa da ju. - por que raios você precisa dela agora? Não pode ser amanhã?. - não Arthur, tem que ser agora, tô fazendo um chá de lingerie. - ahh mulheres... tá daqui uma hora ela esta ai. -ARTHUR NADA DE TRANSAR, QUERO ELA AQUI AGORA. - tá bom, Isadora já vou levar ela agora .- o que foi amor ?- ah Isa quer que eu leve você na casa da ju, ela tá fazendo alguma coisa com lingerie. - ahh chá de lingerie .-isso, ah que saco a Isadora tinha que fazer isso logo agora .- ele falou me puxando, pela cintura, e nos beijamos, ele me levantou abaixou minha calça e tirou a dele, me penetrou sem aviso.- me fazendo gemer alto, ele aumentava mais as estocadas, eu não estava aguentando , ele pegou swu dedo e massageou me clitóris, precisava de mais .- vai mais rápido .- falei com dificuldade por conta dos gemidos, ele gemia baixinho, gozamos juntos. - ele botou sua cueca e calça e eu ajeitei minha roupa, encostei a cabeça parede tentando recuperar o ar .-tá cansada ? Ainda nem comecei .- ele disse sinico. - tô tentando recuperar o fôlego . Pego minha bolsa e vou em direção a porta, estávamos no elevador, estávamos nos beijando muito, se não chegássemos na garagem era capaz de tranzarmos ali mesmo . Entro no carro e ele da partida, passamos em minha casa rapidinho para eu pegar algumas roupas. Chegamos no apartamento da ju. Beijei o Arthur , era um beijo quente e intenso, ele desceu sua mão, até minha intimidade apertando com levesa, e fazendo movimentos circulares que me fez arfar , me afastei de seu rosto.- chega amor, tenho que ir .- eu disse não querendo ir .- tudo bem mas amanhã você não me escapa .- ele deu uma piscadinha e eu dei de volta. Entrei no prédio, eu estava no elevador , enfim chegou toquei a campainha e a ju atende.- ei malu, entra .- ela disse me abraçando .- Oi, cadê a noivinha ?.- tá ali na varanda te esperando . A decoração era preto e vermelho , na mesa havia um bolo com desenho de uma lingerie, tinha docinhos de pênis, peitos, achei um barato. Tinha luzes especiais, tinha champanhe, umas sacolinhas pretas. Fui até a varanda onde a Isa se encontrava sozinha, com uma taça de champanhe na mão, ela fez sinal pra a garçonete servir pra mim. - ei linda,como você tá ?.- eu disse a abraçando .- tô bem, e nervosa também pra amanhã , desculpa maluzinha por estragar a noite de vocês .- ela disse toda fofa .- que isso Isa, o Arthur é um bobo.- eu disse rindo e virando o olho .- vem pra cá .- as meninas nos chamaram . Das amigas da Isa eu só conhecia a Ju, Flávia e a Patty mas fiz amizade também com a Cecília , Mariana e Débora. A Isa chamou cada uma de nos e entregou aquelas sacolinhas, pretas . Peguei a minha e abri tinha um pijama lindo O meu era rosa Pink com renda branca em cima, pegamos e vestimos. sentamos no tapete esperando a sexóloga chegar, sim ela contrataram uma sexóloga. Meu celular vibra com uma mensagem do Arthur .- amor, tô indo pra despedida de solteiro do Marcelo, com os meninos .- tá bom amor, não bebe muito tá ?.- tá bom e nada de homens striper .- como ele é lindo com ciúme. - tarde de mais amor.- Beijo lindo.- Beijo amor .- ele se despediu e voltamos para nossa diversão . Eu já tinha bebido várias taças de champanhe, peguei as algemas que estavam lá e balancei , as meninas começaram a filmar , eu comecei a sensualizar, botei elas na boca e mordi, fazendo cara de safada, joguei o cabelo para o lado, e passei as algemas na língua e as meninas começaram a gritar . A sexóloga tinha chegado, e eu estava com minha taça na mão, sempre (rs) ela falou muita coisa, deu dicas para chegar mais rápido ao orgasmo, deu dicas de masturbação e sexo oral e algumas dicas sobre nós mulheres mesmo. Ela foi embora e deixou alguns brinquedinhos com a gente , chegaram uns caras com cueca de couro, e uma gravata borboleta branca eles vinham dançar com a gente , tinha um cara que não saia da minha cola.- ei ela tem namorado .- a Débora disse rindo , e todos nós rimos ele então se tocou e saiu um pouco .- valeu Débora, te devo essa.- falei no ouvido dela. Eles foram embora fizemos mais zona e conversamos e acabamos dormindo no tapete da Ju . Acordei com uma puta dor de cabeça, levantei peguei um copo de água e tomei um remédio troquei de roupa, e escovei os dentes e vi que a Isa já tinha levantado .- ei.- ela disse sussurrando para não acordar as outras .- abracei ela.- tenho que ir para o salão, até mais tarde.- ok vou descer com você .- desci e fui esperar meu táxi, lembrei que transei com Arthur ontem sem camisinha, merda , corri pra farmácia para tomar a pílula do dia seguinte .


Notas Finais


Desculpem os erros


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...