História Meu Vício, Minha Sangue-Ruim - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Draco Malfoy, Hermione Granger, Narcissa Black Malfoy, Scorpius Malfoy
Tags Dramione
Visualizações 281
Palavras 1.283
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Fantasia, Hentai, Magia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Estupro, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Capítulo 4 - Tortura


Fanfic / Fanfiction Meu Vício, Minha Sangue-Ruim - Capítulo 4 - Capítulo 4 - Tortura

Eu estava desesperado, a última coisa de que consigo lembrar é do corpo falecido de Dumbledore caindo da torre de Astronomia, os gritos de felicidade e enlouquecidos de minha tia, fui arrastado pela floresta proibida. Minha tinha ateando fogo na cabana de Hagrid, Potter com ódio.

Eu estava em completo choque, eu não havia cumprido a ordem de Lorde Voldemort, eu sou um fracassado.

Chegando a Mansāo Malfoy que foi tomada pelos Comensais eu fui recebido com abraços enlouquecidos de minha mãe e um olhar de preocupação de meu pai. Minha mãe ainda chorava em meus braços.

Estávamos sentados na mesa de jantar e minha mãe debruçada em mim.

-Pare de drama, Cissa!- resmungou minha tia enraivecida- Pode se recompor?

- O que ele fará com Draco ?- perguntou minha mãe.- Eu não havia pensado nisso quando fiz o voto perpétuo com Severo.

-Não se preocupe - meu padrinho começou - A todo instante o Lorde das Greves previu que Draco iria falhar, contudo, ele tentou! Ele no máximo levará uma punição, e não uma morte.

-Como sabe disso ?

-Isso não interessa! Neste exato momento, Potter e seus amigos vão começar a caçar as Hocruxs, temos que esperar a ordem do Lorde.

*6*

Lá estava ela, minha amada sangue-ruim, o meu vicio, ela gritava, ela se debatia com o corpo de minha tia debruçado sob o seu, eu não podia aguentar, pude ver as lágrimas caindo, minha mãe olhou -me sem entender.

- O que houve ?- sussurrou.

- Eu não posso, mãe, não aguento vê-la assim !

Ela sabia, minha mãe sabe que eu a estuprei tirei sua virgindade com a Maldição Imperiun. Eu levei um sermão seguidos de tapas e socos, logo em seguida a punição severa de Lorde por não cumprir. Um Crucius.

Eu sequei as lágrimas tentando me manter em pose fria.

-Tia - falei em voz trêmula -Deixa que eu termino com ela!

Minha tia sorriu, ela se posicionou em pé, puxando Hermione pelos cabelos e jogando-a em meu corpo, tentei o máximo que pude fazer uma cara de nojo, mas acho que não consegui, principalmente com aqueles olhos amêndoas me suplicando por ajuda, agarrei seu corpo e arrastei para fora da sala levando-a para o meu quarto.

-Malfoy, por favor, eu te imploro - eu fechei os olhos com força - Faço qualquer coisa!

Aquela foi a chave, foi a frase que eu queria ouvir, mas ainda havia dúvidas se ela iria aceitar.

-Faça...amor comigo- pedi de supetão, ela franziu o cenho confusa- Deixe-me te fazer minha, pela ultima vez.

-Como, pela última vez ?

-Eu ...me desculpe, eu não sabia Hermione, eu usei a Maldição Imperouns para ter uma noite com você...

-O QUE ?EU SOU....

-Virgem ? Eu sei !

Eu não pude falar mais nada ela veio pra cima de mim como um animal furioso, ela era forte, tinha uma mão pequeno e muito pesada, depois de me espancar, recebi um tapa no rosto.

Mas isso não me comoveu, o que me machucou foi vê-la chorar ! Meu coração se partiu, mais do que já estava em saber que ela estava assim por culpa minha.

-Hermione eu...

- Por isso eu estou com enjoos! Além de ter me estuprado, abusou de mim sem proteção, e agora estou com um filhote de Comensal dentro de mim !

-O que ?

-Você ouviu muito bem! Você arruinou a minha vida acabou ! 

-Eu vou ser pai ?

-Não, Malfoy, nem eu serei mãe, eu me recuso eu carregar em meu ventre um filho seu, fruto de um abuso sexual, eu me recuso!.

Eu gelei! Ela mataria seu próprio filho ? Aquela não era a Hermione Granger que eu conhecia, independente do que fosse ela assumia tudo...mas ...claro, não foi ela que causou isso! Foi eu! A culpa de ela está grávida é minha.

-Não faria isso, o filho é meu...

-Exatamente por isso! Eu não me lembro de nada Malfoy, nenhuma lembrança de como foi a minha primeira vez, e ainda quer que eu carregue comigo um erro que você fez em mim ? Quando isso tudo acabar eu vou ao Ministério !

-Hermione! Eu te imploro! Eu te deixo em paz !

-Ótimo! Agora me largue e me tire daqui !

-Uma ultima vez !

-Vai pegar as suas várias e esquece de mim, cretino!

Ela me deu um ultimo tapa no rosto eu fiquei pensado se eu poderia usar pela última vez, eu perdi todas as chances com ela, e agora ela me odeia. Antes de ela agir, saquei a varinha


-Imperiuns.


Seu corpo ficou imóvel


-Vire-se Hermione !


Ela se virou, mandei ela vir até mim e acariciar meu rosto, adorava seus toques, suas mãos pequenas tocando em meu rosto

 Depositei um leve beijo em sua testa acariciando os cachos definidos. Fui trilhando os beijos pelo seu rosto todo até chegar em sua boca.

-Me beije!

Ela correspondeu. Suspirei com o contato dos seus lábios sobre os meus, e tem o ao sentir seu corpo se esfregando no meu para dar altura , abaixo um pouco colocando as minhas mãos na parte de trás de suas coxas,ergui elas fazendo enrolar as pernas em minha cintura.

O beijo era caloroso, pelo menos da minha parte. Eu sei que ela por dentro podia lutar com sua consciência por se deixar fazer isso. Mas eu queria fazer ela sentir que eu não queria machuca-la, eu só a queria.

-Diz que me ama! -pedi quebrando o beijo e descendo para o seu pescoço.

-Eu te amo-te falou, eu senti meus olhos pensarem e minhas forças acabarem, deitei ela na cama ficando por cima dela, continuando os beijos e descendo. Arranquei suas peças de roupas, deixando-a nua. Eu a desejava mais do que tudo nessa vida. Analisei os beijos e fui até onde estava posicionada seu útero e depositei um leve beijo!

-Sabia que o pai te ama!- falei me referindo ao meu filho que em poucos meses ela tiraria de lá, tentei me controlar para não me desmanchar abaixo a calcinha e sutiã. Gemi ao contemplar aquela mulher nua.

-Como eu te amo, Hermione! É culpa minha eu te amar, desde a nossa primeira vez eu me viciei em você e descobri te amar!

Beijei suas coxas, depois descendo até sua vagina que já estava molhada pronta para me receber, beijei e lembi todo o suco, me deleitando de seu gosto, ela gemia e arfava.

-Oh, Draco- gemeu, aquilo foi uma surpresa, ela tinha os olhoa fechado, e eu não havia dito nada para ela fazer o ato.

Eu não conseguia processar quase nada naquele momento, seria minha última vez que Hermione e eu queria aproveitar. Levantei o olhar a beijei, deixando ela sentir seu gosto. Ergui meu tronco para tirar o paletó e abaixar as calças pretas, liberando meu membro rígido. 

Posicionei em sua entrada e deslisei para dentro da gruta apertada e molhada, ela agarrou meus braços apertando com força e gemendo com a invasão, comecei a me movimentar com um ritmo mediano.

Fui aumentando as estocadas conforme ela suplicava por mais que eu estivesse achando aquilo estranho eu não queria questionar. 

Sinto as paredes molhadas apertando meu membro e molhando mais a gruta, ela soltou um gemido mais alto, indicando que havia gozado. Eu aumentei a velocidade indo mais fundo fazendo nossos corpos se chorarem fazendo um barulho, até que finalmente chego ao meu limite, me derramo todo dentro dela, liberando o tesāo que eu sentia em seu corpo.

Ela respirava pesado, tinha o corpo mole, e então escuto um estrondo na parte de baixo da casa. Arregalo os olhos e pego minha varinha, fazendo que com um aceno tudo estivesse arrumado e eu e Hermione vestidos. Olho para ela e dou um beijo, o ultimo beijo.

Mandei ela descer e ela me obedeceu removi a Maldição. E desço logo atrás, minha tia puxa Hermione pelo braço colocando a adaga em seu pescoço. E então pude ver, Potter e Weasley.

Tudo aquilo, literalmente parecia uma tortura para mim !




Notas Finais


Eu espero que tenham gostado.
Comentem o que acharam


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...