História Meu vizinho (J-Hope) - Capítulo 17


Escrita por: ~ e ~DudaJiminlove

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Colegial, J-hope, Romance
Visualizações 28
Palavras 2.309
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Broteiiiiii

Para os curiosos (Chai kkkkk esse é pra vc migah kkk)

Fico meio grande kkkk

Bora ler meus amores

Boa leitura

Capítulo 17 - Flash Back TT


Fanfic / Fanfiction Meu vizinho (J-Hope) - Capítulo 17 - Flash Back TT

Continuação...

Mattias - Então, foi assim. Depois que aqueles caras apagou você,  te levaram para o jatinho particular dele, e te trouxeram cá e te deixaram no porão.

- Por quanto tempo eu apaguei ??

Carlos - Um dia inteiro 

- Caralho 

Mattias - Nos já estamos pensando em um plano pra te tira da qui 

Carlos - Mas até conseguimos ter um você vai ter que fica aqui

- Okey, mas pensem rápido, eu quero sai da qi o quanto antes 

Mat/Ca - Okey 

Mattias - Mais tarde trago sua comida 

Carlos - Que eu irei fazer

- Ainda bem, eu amo sua comida 

???  - O chefe ta chamando vocês - apareceu mais um homem, ele era gato 

Mattias - Nos já estamos indo, Gabriel ira fugir com agente okey - acinto e eles sai do quarto me deixando sozinha, olho em volta, eu estava no meu quarto, ele era lindo (foto de capa), vivi quase minha vida toda aqui, fui até  meu guarda-roupa, e continha algumas roupas minhas ali, esse idiota acha q vou fica aqui por muito tempo. Escuto a porta se abrir, me viro e vejo Cameron entrando no quarto.

Cam - Oi meu amor - disse sorrindo 

- Não me chama de amor seu idiota 

Cam - Se eu fosse você, tomaria cuidado com o que diz, se não quiser ter punição - disse dando três passos pra frene e fechando a porta 

- Idiota 

Cam - O que disse ??

- Gaguejei - digo e ele me joga na cama com brutalidade 

Cam - Eu te avisei 

Tentei fugi mas ele me agarrou pela cintura e me colocou na cama de novo, ele começou a retira minha roupa, eu me debatia, tentando impedi mas ele era mais forte que eu. Depois que me deixo totalmente nua, retirou seu sinto e me virou de costas , e começou a bater em mim com o cinto.

Comecei a me lembra do que aconteceu um tempo atras. Quando eu tinha 15 anos e namorava com o Cameron, ele tinha 16. Foi no inicio do ano quando marquei de ir no cinema, mas iriamos nos encontra lá no cinema, bom eu fui mas ele não. Eu ligava, manda mensagem mas ele não respondia, fui na sua casa e...

~~Flash back~~

Toquei a campainha várias vezes, eu escutava alguns barulhos de gemidos, achei que era dos seus filmes pornos. Toquei a campainha mais algumas vezes, até ele atender. Ele estava só com uma toalha, sera que ele tava se masturbando kkkkk. Ele me olha com uma cara de assustado, como se tivesse visto a morte, de repente escuto uma voz feminina vindo de dentro da casa 

??? - Cam, quem é ??

- Cameron quem ta ai ?? - tento entra, mas ele me impede 

Cam - Não é ninguém amor 

- Cameron me deixa entra - digo entrando e vendo uma garota, um pouco mais alta que eu, morena, com o cabelo bagunçado e com um lençol cobrindo seu corpo 

- QUE PORRA É ESSA CAMERON 

Cam - Calma 

- CALMA, NÓS MARCAMOS DE NOS ENCONTRA NO CINEMA, VOCÊ ME DEIXA PLANTADA LÁ, E QUANDO CHEGO AQUI TEM UMA VADIA ENROLADA NO SEU LENÇOL E VOCÊ ME PEDE CALMA 

??? - Olha como fala comigo corna 

- VOCÊ CALA A BOCA SE NÃO QUISER SER UMA VADIA MORTA , como você pode fazer isso comigo ??

Cam - Rolo não foi minha culpa 

- Não foi sua culpa - solto uma risada de deboche 

??? - Ela vai fica ou vai embora, agente tem uma coisa pra termina gato 

- Gato - digo a olhando, logo agarro seu cabelo e puxando para baixo - repete pra ver se eu não te mato - digo a derrubando no chão e dando alguns tapas 

Cam - Para com isso Melissa deixa ela em paz - disse me puxando pela cintura me tirando de cima dela - Pega suas coisas e vai embora Crosvilda  - ela se levantou e subiu, logo ela desse 

Crosvilda - Até mais daddy - ameacei a ir pra cima dela e ela sai correndo 

- VOCÊ É CANALHA, NOJENTO, VAGABUNDO 

Cam - Para de grita se não os vizinhos vão ouvir 

- É isso mesmo que eu, QUERO QUE TODO MUNDO SAIBA QUE AQUI MORA VAGABUNDO, NOJENTO, MENTIRO, CARA DE PAU, ODEIO VOCÊ - ele tenta me abraça mas eu o impeço - Não encosta em mim, eu tenho nojo de você

Cam - Para com isso, me perdoa, juro que farei isso 

- Para de jura em vão

Cam - Não estou jurando em vão, eu amo você 

- Me ama tanto que me traiu, sinto muito mas eu odeio você, agora eu peguei nojo de você,me esquece, não me procura mais, esquece que agente namoro - digo indo pra saída da sua casa mas ele me impede de sair 

Cam - Não por favor n...

- POR FAVOR O QUE ?? QUE EU NÃO VÁ EM BORA ?? QUE E NÃO TERMINE O NAMORO PRA VOCÊ ME TRAIR DE NOVO ?? NÃO, AGORA ME SOLTA - digo tentando me solta, mas ele era mais forte e me abraça por trás ficando mais difícil de me solta 

Cam - Não vou te solta

- Eu quero ir em bora Cameron - digo batendo nele 

Cam - NÃO, você não vai em bora, e para de me bate - disse me jogando no sofá, foi até a porta e a trancou

- CAMERON, ABRE ESSA PORTA DEIXA EU IR EMBORA - digo dando um tapa nele, mas ele segura minha mão me impedindo de bater mais nele e me prensa na parede 

Cam - Como eu disse você não vai em bora, e agora vai ter punição por você ter me batido - diz me colocando em seu ombro  

- Que ?? Me solta - começo a me debater, mas nada adiantava, ele me levou até seu quarto me jogou na cama e trancou a porta tirou a chave e colocou em cima do guarda roupa que não era tão alta mas pra mim era. Veio até mim e começou a retira minha roupa eu me debatia e gritava, mas foi tudo em vão. Assim que fiquei completamente nua ele pegou um par algemas de seu guarda roupa e veio até me prendendo na cabeceira da cama de costas pra ele. Sem permissão sinto ele penetrando meu anus. Doía, eu pedia para ele parar mas era motivo o suficiente pra ele continuar indo mais rápido e fundo. Lagrimas começaram a escorrer de meus olhos. Estou sendo estrupada pelo meus ex namorado, a pessoa que eu amava tanto e que agora eu odeio. Sinto algumas chicotadas nas minhas costas. 

Depois de um tempo sinto um liquido dele escorrer. Ele avia me dado umas seis chicotadas. Ele sai de dentro de mim, retira as algemas e se joga do meu lado 

Cam - Você nunca mais vai embora da qui, e hoje você vai dormi no chão 

Me visto e sento no chão, num canto do quarto abraçando meus joelhos. Já avia passado um bom tempo e Cameron já avia dormido, como ele tem sono pesado, não ira acorda tão facilmente. Me levanto, nas pontas dos pés, para tentar não fazer barulho, vou até seu guarda-roupa, abro a porta, subo em sima do mesmo e tento pega a chave do quarto. Pego e desso com todo o cuidado do mundo mas acaba escorregando e caindo no chão, na hora olho pra cama Cameron só avia mudado de posição. Meu deus meu coração quase saiu pela boca agora. Destranco a porta, saio e a tranco pelo lado de fora. Desso as escadas pego minha bolso, destranco a porta e saio correndo em direção a minha casa.  

Chegando lá, tomei um banho demorado, e comprei uma passagem para a Coreia do Sul, ele sairia da qui duas horas. Arrumei minhas malas, me arrumei, faltava meia hora para pegar o voo, sai de casa e em menos de 10 minutos cheguei no aeroporto, fiz meu check-in, comprei algo para comer, e logo depois peguei o avião e vim pra Coreia. 

~~Flash back~~

Cam - Isso...é para...você...aprender...a me respeitar - a cada palavra dita era um cintada, lagrimas começam a descer - Peça desculpa - disse dando uma cintada mais forte que as outras 

- AAAAH - gritei de dor - desculpa 

Cam - Agora repete comigo, nunca mais vou tratar você assim 

Nunca mais vou tratar você assim - digo em meio do choro 

Cam - Boa garota - disse saindo de cima de mim - Vou manda trazer sua comida, e é bom que você coma - Disse e saiu do quarto 

Minhas costas estão doloridas, não consigo me mexer direito. Quero ir embora da qui o quanto antes, mas primeiro irei matar Cameron. Logo a porta se abre revelando Carlos, Mattias e Gabriel. 

Ca - Melissa - veio correndo até mim me ajudando a me sentar na cama 

Gabriel - Você ta bem 

- Não, to com muita dor nas costas - digo e as lagrimas começam a escorrer de no 

Mat - Vem vamos se vesti - diz colocando a bandeja com comida na escrivaninha

Ele vai até o guarda-roupa e pega uma lingerie branca e um vestido branco e soltinho pra não me machuca, vesti. 

Mat - Hoje você terá que dormi aqui, amanhã Cameron ira sair o dia inteiro - disse me entregando a bandeja cheia de comida gostosas, sentei na cama e comecei a come 

Gabriel - Eu ficarei responsável de cuidar de você, e não deixar você fugi, mas iremos todos nos fugir 

~~Melissa  off~~

~~Tereza  on~~

E ia na farmácia, mas pedi para Melissa ir já que ela ia sair e não teria ninguém para ficar com Biel. Assim que ela saiu pela porta me deu um aperto no coração, como se algo fosse acontecer. Mas pra mim ele dois são como meus filhos também, eu vi ela crescer desde seu 1 aninho e 3 meses, se tornar em numa bela mulher, era pra mim que ela me pedia ajuda na maioria das vezes. Pena que ela não saiba da verdade, e se descobrir agora ira mudar toda sua vida num passe de magica. Eu queria contar a ela, mas se a Monica e o Miguel soubessem, eu perdia meu emprego. 

Já faz algumas horas e nada da Melissa voltar. Estou com um péssimo pressentimento. Não, isso não deve ser nada. 

- Biel, fique aqui que eu já volto 

Biel - Onde vai Te ?? (A: Te é o apelido da Tereza, só pra avisar quem não sacou, que é meio lento como eu kkkk)

- Eu já volto, não abra a porta pra ninguém 

Saio e vou para a casa de Hoseok, Melissa deve estar lá já que os dois estão namorando e ela ia contar a ele que esta gravida. Toco a campainha e ele atende 

Hoseok - Oi Te, ta tudo bem ??

- Talvez...Melissa esta ai com você ??

Hoseok - Não eu não a vi hoje depois do colégio, aliais eu ia lá agora falar com ela. Mas... se você veio aqui atrás dela, é por que ela não esta em casa, e também não esta aqui... 

- Estou com um péssimo pressentimento 

Hoseok - Eu também, mas pensei que não era nada.  Será que aconteceu algo com ela ??

- Não sei, pedi pra ela ir comprar tinta pro meu cabelo mais cedo , e até agora nada 

Hoseok - Vai pra casa e fica com o Biel eu vou atrás dela 

- Okey 

~~Tereza  off~~

~~Hoseok  on~~

Estava indo na casa da Melissa quando te apareceu aqui. Eu estava com um péssimo pressentimento desde cedo. Peguei o carro e fui em direção a farmácia. Cheguei e estacionei o carro em frente a farmácia entrei. Melissa só vem nessa farmácia, diz ela que aqui tem tudo que ela quer, quase tudo e ela até é amiga do dono e da família do dono da qui, e acabei fazendo amizade com eles também 

- Com licença, você saberia me dizer se Melissa veio aqui hoje ??

Jihyung - Olha hope eu não sei, cheguei agora aqui, pera vou chamar meu appa parai ai - ele abriu a porta atrás dele, que da na garagem da casa dele, logo ele voltou - Desculpe meu appa disse que ela não passou aqui hoje 

- Obrigada 

Sun He - Esta tudo bem ??

- Não sei, estou com um péssimo pressentimento com Melissa, se virem ela, se ela aparecer aqui, qualquer coisa, vocês liguem pra mim, me avisem, okey 

Sun He - Okey pode deixar 

Saio da farmácia e começo a anda na calçada, paro em frente a um beco escuro, escuto um barulho de telefone tocando, parecia ser o toque do celular da Melissa , me aproximo do celular e pude ver que era o da Melissa. 

Começo a me desespera, só de pensa que ela pode estar em mãos erradas e sofrendo. Quer ela pode estar correndo risco de morte. Me desesperei. Comecei a adentrar mais o beco e encontrei um mendigo 

- Com licença, o senhor saberia me dizer se você viu alguma aqui mais sedo uma loira - digo mostrando dinheiro ao mesmo

Mendigo - Ela foi sequestrada, quatro caras a levaram - arregalei os olhos, meu coração acelerou e meus olhos começaram a lacrimejar.

- Se lembra de mais alguma coisa ?? 

Mendigo - Não me lembro direito, mas, pelo que me lembro um deles falou, em ir para o Brasil. 

- Brasil ?! - Sinto as lagrimas escorrerem, entrego o dinheiro ao mesmo e saio dali e entro no carro, vou direto para casa. Chego em casa e vou para o quarto e me jogo na cama e desabo a chora. 

 

 

 

 

 

 

~~Continua~~


Notas Finais


Foto do Carlos : https://br.pinterest.com/pin/803751864716817783/

Foto do Mattias : https://br.pinterest.com/pin/AdxANn-XdfYKaHmHJyaoVqtf2JiONCxSmlTlPr0bO-LDJD98Fv8N7Sc/

Foto do Gabriel : https://br.pinterest.com/pin/782781978954517276/

Foto do Cameron : https://br.pinterest.com/pin/14637425364132836/

Comentem o que acharam okey, isso me incentiva a continua a escrever, e me deixa feliz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...