História Meu vizinho maluco - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Lemon, Namjin, Taeyoonseok
Exibições 312
Palavras 2.437
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi, oi, oi
Desculpem a demora. Mas eu pretendia escrever mais capítulos, só que não deu, então... Esse é o final, espero que gostem

Capítulo 4 - Juntos até depois da morte.


Um mês depois

Jimin estava andando pelo corredor vazio da escola, havia ficado na detenção por ter xingado e quase batido numa garota que estava dando em cima de Jungkook. “Puta e vadia” era a única coisa que se passava pela cabeça do ruivo sobre a garota. Jeon não fizera nada quando ela estava prestes a beija-lo, o que aumentava a raiva do baixinho, queria bater em Jungkook e torturar a garota, ela era nova na escola, mas já queria pegar todos, disso Jimin tinha certeza.

- Jungkookie, vai... apenas um beijinho – o menor andou lentamente para o lugar onde ouvia as vozes

- Já disse que não MinA, mas que droga! – Jeon tentava afastar a garota

- Por favor... Aish... Até parece que você realmente gosta daquele baixinho sem sal – A garota cruza os braços e faz um biquinho

- Meu Jiminie não é sem sal... E eu o amo sim.. – Jeon faz o mesmo que MinA, e desvia o olhar – mesmo que no começo... tudo havia sido uma aposta... – Jimin, ao ouvir isso, saiu de onde estava escondido e foi na direção de Jungkook, que se assusta ao ver o garoto

- Idiota! Eu não acredito que foi tudo uma aposta – Jimin dá um tapa em Jungkook e MinA tinha um sorriso vitorioso no rosto – Como você pode... – Lágrimas grossas saiam pelos pequenos olhos do baixinho

- Minnie, escuta... – Jeon foi interrompido por MinA

- Pois é Jimin, foi tudo uma aposta... – a garota coloca uma mão no ombro do ruivo – Jeon não ama você, ele só disse aquilo para namorar com você – ri sarcasticamente – Sinto muito querido – sai de perto do casal – Te espero lá em casa Jungkookie... – MinA some da visão dos dois e Jimin encara Jungkook

- Minnie, é mentira dela... Eu amo você – Jeon iria se aproximar, mas o mais novo o empurrou – Jimin... – o ruivo se virou para ir embora, mas Jungkook o segurou – Meu amor...

- Eu não sou seu  amor! – Jimin solta o aperto de Jungkook em seu braço – Agora me deixa... Vá embora... Suma da minha vida okay... Acabou... – começa a andar em direção a sala de detenção

- Eu não desistirei de você, Park  Jimin... Eu te amo... – Jeon diz alto o suficiente para que o garoto – que já estava um pouco longe – ouvisse

Jimin ainda chorava, mas ao chegar na sala, enxugou as lagrimas e entrou, logo escolhendo um lugar para se sentar. Se sentou no canto da sala, havia um garoto ao seu lado que não parava de o encarar, apenas sorriu para o mesmo e virou-se para frente, vendo a professora lhe encarar.

- Atrasado, Park – o baixinho revira os olhos, “Agora que percebeu, velha?”, queria falar isso mas sabia que se falasse, acabaria por ficar mais tempo, e não queria ficar mais nem alguns minutos naquela escola.

- Desculpe – foi a única coisa que disse, e logo em seguida abaixou a cabeça, esperando os vinte minutos passarem

Logo depois que a detenção acabou, o garoto saiu da sala rapidamente. Enquanto andava por aquele corredor meio escuro da escola, sentia-se observado e perseguido, olhava para todos os cantos, mas não  encontrava ninguém. Pensou ate que poderia ser Jungkook, o moreno poderia ser bem cauteloso quando queria. Suspirou e continuou andando, mesmo com a sensação de ainda estar sendo perseguido e observado.

- Bu! – o ruivo deu um pulo por conta do susto, olhou para trás e viu o mesmo garoto da detenção.

- Aigo... que susto – colocou a mão no peito

- Desculpe – o menino sorriu para o ruivo, que se encantou com aquele sorriso, até parecia Jungkook sorrindo, balançou a cabeça ao perceber no que estava pensando. – O que foi? Aconteceu algo? – o garoto se aproximou do rosto do ruivo que se afastou minimamente

- Er... Não... não aconteceu nada... – sorriu fraco – qual o seu nome? – o menino parecia legal, e Jimin queria uma grande amizade com ele.

- Ah.. Desculpe... Sou Yong Junhyung, mas pode me chamar apenas de Jun – sorriu para o ruivo – e o seu?

- Park Jimin, mas  pode me chamar apenas de Jimin – Jimin sorriu e voltou a olhar para frente, encontrando um Jungkook parado em frente ao portão, revirou os olhos e fechou a cara

- Jiminie, finalmente, achei que não viria mais – Jungkook se aproxima e olha para o outro garoto – Quem é você? – dava para ver claramente que estava com ciúmes, fazendo Jimin rir internamente

- Isso não é da sua conta e não me chame de Jiminie – Jimin passou direto por Jungkook que suspirou pesadamente por conta do tratamento do mais velho

- Hyung... Por favor... Não me trate assim – Jeon andava logo atrás do mais velho

- Da pra parar de falar e sumir da minha vida? – Jimin se altera e encara o Jeon que se encolhe minimamente

- Aish... – o garoto ao lado apenas observavam os dois, Jimin tinha uma aparência triste, assim como Jeon

- Jiminie, posso lhe acompanhar até em casa? – Junhyung sorri para o mais velho que retribui o sorriso

- Você não vai chegar muito tarde em casa? – Jimin realmente estava preocupado, se preocupava muito com os outros.

- Não se preocupe – Junhyung não queria deixar o ruivo sozinho com o moreno, o mesmo parecia o comer com os olhos.

- Eu o acompanharei até em casa, você pode ir para sua – Jeon fora ignorado pelos dois

- Então tudo bem Jun, obrigado – Jimin sorri e abraça o garoto ao seu lado, Jeon morde os lábios e desvia o olhar, se sentia triste, não poderia fazer nada, Jimin terminara com ele.

Os três andavam pelas ruas quase vazias de Seoul, Jimin e Junhyung conversavam animadamente, enquanto Jungkook apenas os observava. Chegaram em casa e Junhyung deu um beijo na bochecha de Jimin como despedida, Jungkook suspirou e foi para sua casa. Seria difícil reconquistar Jimin, talvez impossível, Jeon não acreditava muito que o garoto o perdoaria.

------//------

Meses se passaram e Jungkook não conseguira mais ficar próximo de seu amado, Jimin vivia com Junhyung. Jeon sempre tentava falar com o mais velho, mas Junhyung nunca deixava. Jungkook a cada dia ficava mais triste e mais distante de seu amado, estava se tornando depressivo, amava demais Jimin para superar isso, acreditava que Jimin estava apaixonado por Junhyung e o esquecera.

- Jimin... – O Jung se aproximava do ruivo que estava para entra em casa, o mesmo continha um sorriso em seu lindo rosto

- Jeon, o que foi? – Jimin encara o mais novo com tédio, sabia que o garoto começaria um discurso falando que o amava e tudo mais

- Eu... só queria lhe perguntar uma coisa... – o coração de Jungkook estava despedaçado, Jimin agora o tratava tão seco – Você e aquele garoto.. Digo, Junhyung... Estão namorando?

- Quer saber... Sim, estamos namorando Jungkook – Jimin ainda o encarava com tédio, e mexeu nos cabelos – agora – loiros.

- Então... você realmente me esqueceu... – Jeon sentia um nó na garganta, isso só fez seu coração se despedaçar mais ainda

- Você achou que eu não esqueceria você? Isso é serio Jeon... – Jimin revira os olhos e Jeon vira de costas

- Para ser sincero... Sim, eu achei que você não me esqueceria... Assim como eu não esqueci de você – Jungkook olhou o Park por cima do ombro – e nem acho que esquecerei – deu um sorriso triste e Jimin arregalou os olhos – Eu amo você... Espero que seja feliz. Adeus, Park – andou em direção a sua casa, Jeon tinha certeza que não esqueceria o loiro baixinho, mas queria sua felicidade, então estava disposto a deixa-lo seguir sua vida e voltar para a sua cidade natal, Busan.

Já Jimin tinha o coração acelerado, “Isso foi mesmo uma despedida? Jungkook vai mesmo desistir de mim”, era o que se passava pela mente do garoto que ainda estava paralisado pela fala do moreno, ele não tinha o esquecido de verdade, apenas queria se manter forte na presença do mais novo. Não deixara de perceber a aparência do garoto, o mesmo parecia abalado, que não dormia e não comia a dias, estava muito magro. O ruivo queria ir na casa do mesmo e o abraçar forte, dizer que o amava, que nunca o esquecera, mas já era tarde de mais.

- Jimin, meu filho – a mãe do garoto estava parada ao seu lado – está tudo bem? - Jimin apenas negou com a cabeça e a mulher o puxou para dentro de casa

- Omma... O-o q-que aconteceu com o Jungkook? – o garoto deixou uma lágrima escapar – ele está tão magro... Parece que não comia a dias... – Jimin abaixou a cabeça e a mais velha suspirou

- A Omma dele disse que ele não está comendo direito, que não quer mais sair do quarto, apenas sai para ir a escola – a mulher acaricia os cabelos do filho – Não fique assim meu amor... Sei que você o ama, mas... não fique assim... – Jimin não disse nada, apenas correu para seu quarto e a mulher suspirou pesadamente

-----//-----

Semanas se passaram, Jimin apresentou o novo namorado a sua mãe, que ficou bastante feliz pelo filho, mesmo sabendo que Jimin ainda amava Jeon, sabia que ele apenas queria seguir em frente. Olhava pela janela de seu quarto, era em frente a janela do quarto de Jeon, uma coisa o chamou atenção além do moreno sem camisa andando pelo quarto, eram malas, “Jeon estaria se mudando?”, vira seus amigos entrando na casa e entrando no quarto de Jeon, o mesmo já havia se vestido e sorria para os garotos. Taehyung estava com uma cara triste, o loiro se perguntava o que estava acontecendo na casa dos Jeon’s.

Jeon abraça os garotos e pega as malas saindo do quarto, não antes de da uma ultima olhada pelo quarto e para a janela, sorri e acena para o garoto que o encara confuso. Jimin desce rapidamente indo para frente da casa, encontrando todos na frente da casa do mais novo que colocava suas malas em um carro que – provavelmente – era dele. Taehyung abraçou o moreno chorando, parecia não querer solta-lo, pois Hoseok e Yoongi o puxava fazendo largar o Jeon. Jimin apenas observava aquela cena dramática, Jungkook apenas iria viajar, não é mesmo? O moreno olhou para o loiro de novo e entrou no carro, se despedindo mais uma vez dos amigos.

Eles mal sabiam que essa seria a ultima vez que veriam o moreno

-----//-----

Jimin estava sentado assistindo TV, quando colocou no jornal, iria mudar mas paralisou ao ouvir o que falava. “Um carro derrapou na estrada, estava indo rumo a Busan, o motorista não resistiu e faleceu, seu nome é Jeon Jungkook.”

Jimin não conseguia respirar direito, queria gritar, chorar, queria que tudo fosse um sonho, que Jeon estivesse ali com ele, sentado ao seu lado o abraçando, o beijando. Queria seu amado, mas infelizmente, aquilo era verdade, Jeon havia falecido, estava sem seu Jungkook, sem seu amado. Jimin gritou, gritou até sua garganta arder

- Jimin, meu filho, o que aconteceu? – Sua Omma apareceu na sala e abraçou o garoto, Jimin nada respondeu, apenas abraçou sua Omma forte e continuou a chorar.

Logo a porta fora aberta por um Taehyung com o rosto cheio de lágrimas, ao olhar o menor, seu rosto encheu ainda mais de lágrimas e correu para abraçar o garoto, Jin fez o mesmo, Hoseok, Yoongi e Namjoon apenas observavam a cena com lágrimas nos olhos, a mulher não entendia nada, se levantou e perguntou dos garotos que responderam. A mais velha colocou a mão na boca encarando os dois atordoada, agora estava explicado o desespero do menor.

----//----

Meses se passaram e Jimin não saíra mais de casa, nem mesmo para ir para a escola. Descobrira que Junhyung o traíra com uma garota da sua rua. Jimin conversara com MinA, logo depois da morte de Jeon.

- Hey, Jimin – a garota chega perto do loiro

- O que você que? Vai perturbar outro – Jimin revira os olhos

- Aish... Eu só queria saber se você amava mesmo o Jeon. – MinA segura o braço garoto, que apenas abaixa a cabeça

- Claro que eu o amava.. – Jimin deixa uma lágrima escapar, era sempre assim, não podiam tocar no assunto “Jungkook” que Jimin já começava a chorar.

- Então... Por que não o perdoou? Ele realmente te amava sabia? – Jimin encara a garota, que desvia o olhar – Se bem que... A culpa é toda minha – o encara – Eu era apaixonada pelo Jaebum, ele me disse que ficaria comigo se eu o separasse do Jungkook... – MinA solta o braço do loiro que arregala os olhos – e eu fiz... mas me arrependi logo em seguida, ele não ficou, fez é me humilhar na frente daqueles amiguinhos filhos da puta dele. – revirou os olhos – Bom... me desculpe. Sei que minhas desculpas não o trarão de volta, também sinto falta dele me chamando de anta, imbecil... Era engraçado – Jimin ri – Mas mesmo assim, me desculpe... – sorri sincera – Tchau, eu tenho que ir – acena e Jimin faz o mesmo.

Depois disso, Jimin e MinA viraram amigos, mas não tão próximos. Jimin toda noite chorava pensando em Jungkook, se cortava, já tentara se matar uma vez, mas sua mãe chegara a tempo.

- Jimin? – sua mão o chamava do lado de fora do quarto – Meu filho, saia, você tem que comer – Jimin nada respondeu, apenas encarou a faca em sua mão, olhou para a janela e colocou a lamina sobre seu pulso – Jimin?

- Adeus... Omma – Deslizou a lamina pela pele branquinha contando sua veia.

- JIMIN? ABRA ESSA PORTA AGORA A voz da mulher estava embargada, não acreditava que seu filho estava fazendo isso novamente

Jimin estava perdendo muito sangue, apenas se sentou no chão, não conseguia respirar direito. Ouvia sua Omma batendo desesperadamente na porta, sorriu triste, agora poderia se encontrar com seu Jungkook. A última coisa que ouviu foi a porta sendo arrombada e então perdeu a consciência.

Jimin abrira seus olhos e olhou em volta, seus pais estavam desesperados, seu Appa pegava seu corpo de chão e corria para o carro enquanto sua mãe estava parada no meio do quarto chorando. Sentiu braços rodeando sua cintura e virou-se para ver quem era, sentiu uma enorme vontade e chorar, chorar de alegria, ele estava ali, na sua frente, seu querido Jeon Jungkook.

- Olá, meu amor – Jungkook sorri e beija a bochecha do mais velho

- Kookie... Eu te amo – o loiro abraça Jeon, um abraço apertado, levantou o rosto e depositou um selar nos lábios do moreno

- Eu também, Jiminie – Jeon sorri, Estavam felizes, um dia Jimin disse, Juntos até depois da morte. E assim aconteceu.

FIM


Notas Finais


Voltei
Foi isso.... Espero que tenham gostado. Desculpem se ficou meio bosta :/

Beijo na teta esquerda e Tchauuu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...