História Meu..babá? (Sebaek) - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Lu Han, Sehun, Tao, Xiumin
Tags Sebaek
Visualizações 116
Palavras 854
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Um dia qualquer


Fanfic / Fanfiction Meu..babá? (Sebaek) - Capítulo 19 - Um dia qualquer


                          

   P.O.V SEHUN 

Acordo ouvindo alguns gemidos manhosos e logo algo cair no chão, ao mesmo tempo me viro e olho o baek no chão. 

-baek? Você tá bem?- digo o olhando esparramado no chão.

-o que você acha? Minhas pernas doem.-diz o mesmo com a voz manhosa.

-solto um riso junto com um alívio- venha aqui-pego o mesmo o botando em meu colo de lado.-o que o senhor pretendia fazer?-toco o dedo no seu nariz.

-queria preparar um café pra você, mas dói muito-seus olhinhos se enchem d'água.

-ah meu Deus-digo sorrindo-Que fofura, mas não chore-digo o botando sua cabeça contra meu peito.

-valeu a pena...-diz o mesmo baixo.

-como?-digo o olhando.

-n-nada-ele me olha super corado.

-sorrio- realmente

-o que?-diz ele confuso.

-Que valeu a pena-digo dando dois tapinhas em sua bunda.

-a-ah..-ele  ela aperta meu braço com uma expressão de dor.

-desculpe, eu me esqueci.-digo sarcástico e logo apertando uma de suas nadegas.

-aaAAH-o mesmo arranha minha costa.

-mordo os lábios, apertando seu membro.

-d-doeu sehun, p-Por que fez isso?-diz o mesmo entre gemidos ainda com uma expressão de dor.

-não sei, só sei que gostei-digo com um sorriso malicioso.

-seu masoquista-diz o mesmo sorrindo.

-acho que sou-solto risos, logo tirando minha mão de seu membro.-vamos tomar café-olho o relógio que dava 09:30.

-vamos-ele levanta os braços.

-o deito na cama entrelaçando suas pernas em minha costa o vendo com uma cara assustada.-o que foi?-digo o olhando com uma sobrancelha.

-n-nada Não..-ele diz com as duas mãos em seu membro.

-olho para baixo o vendo tapar o seu volume. Sorrio e boto uma de minhas mãos encima das dele o apertando.

-a-ah..-o mesmo geme manhoso.

-dou um selinho no mesmo e logo tiro minha mão do mesmo o pegando no colo.

-Aaah eu não estou com fome-diz fazendo drama.

-mas eu estou-abro a porta descendo as escadas.

-eeei-paro- e isso aqui? Pode comer avontade- diz o mesmo apontando para todo seu corpo.

-coro de leve e continuo o colocando encima do sofá.

-bom dia pessoal-diz a mão do baek saindo do quarto.

-ah, bom dia senhorita byun-digo sorrindo ganhando um abraço.

-bom dia meu filho-a mesma vai até o baek o dando um beijo na bochecha.-mas..o meu Deus-ela bota a mão na boca soltando risos.

-o-o que há?-diz baek confuso.

-é que..-a mesma foi interrompido pelo seu marido. Mas logo bota uma almofada no pescoço do mesmo.

-bom dia para todos-bom dia jovem-o mesmo me abraça dando dois tapinhas em minhas costas.-

um vampirinho te mordeu?-diz sua mãe  baixo sorrindo

-bom dia senhor-digo sorrindo e retribuindo.

-bom dia filhão-o mesmo bagunço o cabelo do mesmo-por que está com uma almofada no seu pescoço?-diz o mesmo confuso.

-não é nada, só..sei lá..-diz o mesmo corado.

-ah sim-diz desconfiado.-então sehun, o que fará  para nós?- diz me olhando sorridente.

-appa! Eu não gosto que ele fique fazendo as coisas ainda, ele é da família agora-diz baek.

-mas ainda é o seu babá-diz o mesmo sarcástico.-não é mesmo sehun?-diz me olhando.

-exatamante senhor!-digo sorrindo botando panquecas no prato.

-Acho que alguém tomou nos dedos!-diz seu pai se exibindo o olhando.

-aish!-baek liga a TV olhando coisas aleatórias.

Termino as panquecas e logo todos fazem o seu café. Parece que todos estavam bem felizes, senhora byun ficava falando das novidades que aconteceram, senhor  byun ficava contando altas histórias, (entediantes? Um pouco) baek estava no seu 4 pedaço e todos riram do mesmo que ficava com uma feição confusa. Eu estava ali, ouvindo a todos. 

-todos já haviam Saido da mesa, então resolvi lavar as coisas mas logo sinto duas mãos abraçarem minha cintura-o que é i- baek? O que está fazendo de pé, não estava com dor? -digo segurando o riso.

-sim, mas.. Eu quero ficar com você-o mesmo faz um bico muito fofo.

-beijo sua bochecha- tenho que lavar a louça.-pego o mesmo no colo e coloco encima da mesa-fique aqui até eu acabar- fico lavando a louça até perceber baek me fitando de cima a baixo.-hm?-digo parando de lavar e o olhando.

-o-oi?-diz ele voltando pro mundo- nada..

-sei-termino o último prato e vou até o mesmo ficando entre suas pernas-pra que ficar me comendo pelos olhos, se eu posso te comer na cama?-digo com as mãos em suas coxas.

-cora- porque eu estou todo doido, então prefiro continuar com minhas imaginações.-

-selo nossos lábios e o mesmo abre a boca me pedindo que aprofundasse o beijo. Começo um beijo de língua que logo sou retribuído. Fiquemos um longo tempo ali, mas parei por falta de ar logo dizendo baixo em seu ouvido: 

-espere essa dor passas, que você será punido por arranhar minhas costas..

- foi sua culpa-diz o mesmo sorrindo.

-as mãos são minhas?-digo o olhando confuso.

-n-não..-diz ele sem jeito.

-que bom saber-digo sorrindo malicioso.

-paraaa!-o mesmo me dá um empurrãozinho.-eu já tô todo assado, imbuste.

-começo a rir-aí..ta desculpa-o abraço soltando ainda alguns risos.

- que foi? -diz ele confuso.

-nada não-o pego o mesmo no colo e levo pra sala o deitando no meu colo-melhor? 

-uhum, vamos ficar o dia inteiro de pijama em casa?-ele diz me olhando com um sorriso.

-E-tiro o mesmo rápido do meu colo e pego o chantilly e  uma tigela de morando os botando numa mesinha  que havia do lado do sofá. Pego o mesmo no colo- com morango e chantilly-pego a tigela e coloco uma grande quantidade de chantilly.

-Aaah você é o melhor amor- o mesmo começa a comer e eu vou junto.

 



Notas Finais


Espero que tenham gostado

Beijos com arco-irís 💙🌈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...