História Meu.Nosso bebê - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Jimin, Jimin Bottom, Jungkook, Kookmin, Mpreg, Romance, Yaoi
Visualizações 277
Palavras 2.307
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


DE AI NEI
Que bela semana para ser uma Army ne nom?

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
PAREY
Vocês
São
Incríveis!
Eu nunca na minha vidinha pensaria que eu pegaria 200 favs
Sério
Eu quase tive um ataque hoje de manhã!
Bom
Aproveitem o capítulo com fortes emoções!
Vejo vocês nas notas Finais.

Capítulo 5 - .Toques


Fanfic / Fanfiction Meu.Nosso bebê - Capítulo 5 - .Toques



Capítulo 0.5


;Você é um drogado de merda.



Seoul - 18:30 - Cadeia


As lágrimas involuntárias que rolavam sem parar pelo rosto do jovem Jeon faziam Jimin perceber algo muito importante.


Talvez JungKook estivesse realmente arrependido e queria apenas ficar perto de Lee.


Mas Park não iria perdoa-lo tão cedo.


Afinal,foi Jeongguk que o abandonou não foi?


Foi Jeongguk que não deu a mínima se o filho existia ou não, Jeon simplesmente sumiu.


Foi ele que só decidiu aparecer quatro anos depois sem nenhum pingo de vergonha na cara.


E por fim, foi Jeongguk que tentou invadir sua casa bêbado.


Jimin tinha muitos motivos para odiar JungKook por umas três reencarnações seguidas.


Então porque ainda sentia seu coração bater forte ao olhar para os olhos do mais novo?


-Senhor guarda,eu posso abraçar meu filho? - Perguntou quase de joelhos.


- Desculpa mas…- O homem parecia comovido com a cena que estava se passando na sua frente, mas aquilo seria quebrar as regras que ele foi mandado a seguir.


- Por favor.- Os olhos vermelhos de Jeon após tanto chorar, brilharam como os de um cachorro abandonado ao pedir comida.


- Tudo bem.- Abriu a cela de Jeon que pulou sem hesitar em cima do filho para um abraço caloroso.


O jovem guarda já não se importava se ia perder o emprego, apenas queria ver aquela família feliz.


Jimin permanência sem se pronunciar, o assunto ali era entre Jeon e Lee,apenas eles.


-Eu te amo, papai.- Lee se pronunciou abraçando forte JungKook.


O aperto no peito que Park e Jeon sentiam eram mútuos, porém por motivos diferentes.


Jeongguk sentia seu coração apertar por saber que Lee nem ao menos sabia com clareza quem ele era,mas já o amava e chamava de pai.


Jimin sentia aquele sentimento por um puro ciúme do filho, é claro que ele estava feliz por saber que Lee gostava de seu outro pai.


Mas para Park, JungKook não era um membro da família.


-Filho... - Suspirou tentando parar de chorar deixando um sorriso se formar em seus lábios.- Eu também te amo.


.


*


*


*


.


-Quando eu vou ver ele de novo papai? - Perguntou o menor animado.


Ele se sentia tão feliz por ter conhecido seu outro pai.  


Se pudesse mudaria seu nome para Park Jeon Lee a qualquer momento. 


Jimin nunca havia contado para ele sobre Jeon ou sobre sua suposta “Mãe” que as crianças tanto perguntavam.


Todas as crianças vizinhas perguntavam a Lee onde estava a mãe dele ou o que tinha acontecido com ela.


Ele nunca se sentiu confortável com tais perguntas já que nunca conheceu sua “Mãe”


O homem de cabelos ruivos se assustou quando viu Lee animado por ter outro pai,crianças não costumam ficar tão felizes ao saber que o pai o abandonou e só resolveu voltar anos depois.


Mas Lee era diferente.


-Er, eu não sei filho.-Coçou a cabeça se sentindo desconfortável ao assunto ali ser Jeon JungKook.


-Ele parece muito comigo não é? - Sorriu bobo olhando para o nada.


Estava tão contente com a ideia de ter dois papais.


-Sim, ele parece.- Respondeu sorrindo sereno enquanto olhava para o filho que continuava a pular pela calçada.


-Se um papai já é bom, imagina dois!-Gargalhou balançando as mãozinhas enquanto erguia dois de seus dedos mostrando a ‘quantidade de papais’ que ele tinha.


Jimin não podia parar de sorrir vendo a animação do filho dizendo que tinha dois papais.


Mas ao pensar em Jeongguk e como ele ainda estava na cadeia, Park não conseguia pensar em outra possibilidade a não ser chorar.


Ele queria chorar por dó de si mesmo.


Aquilo era torturante de tantas maneiras e a dor que Jiminnie sentia era algo horroroso.  


Ele não queria que restassem quaisquer sentimentos pelo moreno.


Mas não podia evitar.


.


*


*



.


-Você é um babaca.- Disse o irmão de Jeongguk após tirá-lo da cadeia.


- Eu só queria ver meu filho.- Deu de ombros olhando para o mais velho.


-Devia ter vindo falar com a gente primeiro ao menos, sabe como a mamãe ficou preocupada com você?- Bufou cruzando os braços.


-Er, eu sei me desculpa maninho.- Sorriu amarelo tentando disfarçar o nervosismo.


-Maninho o cacete, eu sou mais velho.- Indagou com raiva empurrando Jeon o fazendo rir.


-Como a mamãe está? - Perguntou parecendo preocupado.


-Sabe com ela é, ficou totalmente preocupada quando você sumiu.- Suspirou ao lembrar do estado da mãe.


- Não diz para ela que eu estava preso, por favor.- Suplicou ao pensar em como a mulher ficaria irritada ao saber que ele esteve preso.


-E o que eu ganho em troca? - Arqueou uma de suas sobrancelhas.


- Isso é sério? - Arregalou os olhos perplexo com a maldade do irmão.


Vai ver estava no sangue.


-Seríssimo.- Sorriu malicioso.


-Cinquenta.- Soltou o número vendo os lábios do irmão formarem um bico.


-Setenta.- Ofereceu sorrindo bobo


- Sessenta - Disse dando sua última oferta.


-Ok, sessenta. - Se entregou vendo quanto ruim seria insistir.


-Afinal, porque quer esse dinheiro afinal? - Perguntou intrigado.



- Estou devendo umas coisas.- Disse tentando não parecer óbvio.


Por mais que fosse impossível disfarçar.


-Você é um drogado de merda.- Fez bico cruzando os braços.


-Eu era um drogado de merda,eu não sou uso mais.- Indagou envolvendo o braço no pescoço do irmão mais novo.


-Não é? - Riu da cara irritado do maior.


-Palhaço.-Deu um soco fraco no ombro de Jeongguk com a mão livre fazendo uma caretinha.


Por mais que fosse um “drogado de merda” ele sabia ser um bom irmão a JungKook.


.


*


*


*


.


O vento forte que batiam na janela mal pintada do quarto de Jimin o fazia arrepiar.


Por mais que estivesse coberto a chuva e vento incessantemente que estava acontecendo do lado de fora não o deixava dormir.


-Papai?- A porta se abriu devagar e o rosto assustado de Lee fez Jimin se levantar e olhar preocupado para o menino.


-O que foi filho? - Perguntou mostrando o evidente desespero pela visita inesperada do filho ao seu quarto.


- Eu não consigo dormir, posso deitar com você? - Coçou os olhos pedindo a Park.


-Claro.- Suspirou aliviado ao saber que não era algo tão grave.


Deitou-se ao lado do pai o abraçando mais forte a cada trovão que caia.


-Pai, porque o meu outro papai deixou a gente? Ele não gosta de mim? - Levantou a cabeça que antes se encontrava enterrada no peito do pai.


- É claro que ele gosta de você! - Olhou para o menino que tinha os olhos cheio de lágrimas.


-Então porque ele deixou a gente? - Deixou uma lágrima cair.


Eram pensamentos demais para uma criança de quatro anos.


- Eu não sei filho.- O abraçou forte enquanto ouvia os soluços do mais novo.-Mas ele te ama, não se preocupa vai ficar tudo bem.


Com o polegar limpou as lágrimas do pequeno que assentiu voltando a abraçar o pai.


Mesmo que Lee tivesse dormido, Jimin continuava com os olhos abertos olhando para a parede azul clara.


As perguntas que estavam passando pela cabeça dele não o deixaria dormir por dias.


E a chuva forte que insistia em não parar,  não ajudava.


Enquanto encarava as paredes se perguntava porque nunca havia dado a chance de JungKook explicar o que havia acontecido.


Ele tinha apenas abandonado eles?


Ou havia algo por trás disso?


Todos mereciam uma segunda chance não é?


Inclusive Jeon JungKook.


.


*


*


*


.


-Aquela é tão colorida! - Exclamou a morena apontando para a escola que tinham acabado de visitar.


-Mas ela é pequena! Preciso de um lugar grande para correr!-Lee respondeu pensativo.


-O importante é que vocês aprendam.- Yoongi disse no banco da frente enquanto cruzava os braços.


-Ele tá certo,vocês não vão para a escola para brincar, vão para estudar e aprender.- Afirmou Park com confiança


-Estudar é chato.- O moreno fez um bico.


-Você nunca estudou.- Respondeu Jimin olhando para o filho.


-Mas eu sei.- Resmungou sorrindo bobo.


-Dê uma chance,você vai conhecer amigos novos! - Park sorriu tentando convencer o filho.


-Só não me troque Lee! - YangMi falou cutucando o amigo.


- Eu nunca trocaria você bobinha!- Abraçou a mais nova que logo sorriu.


-Bom mesmo, senão eu vou puxar sua orelha igual a mamãe fez comigo quando eu aprontei.- Retribuiu ao abraço após mostrar com gesto o que sua mãe a tinha feito.


-Chegamos.- Jimin disse parando o carro.


-Espero que essa seja grande!- O moreno disse abrindo os bracinhos.


Desceram do carro alto de Park devagar para não cair como já haviam feito outra vez.


Ao caminharem até o lugar planejado quase foram atropelados por crianças eufóricas correndo com uniformes fofos.


-Bom Dia senhor! - A moça da secretaria cumprimentou com reverência.- Em que posso ajudá-lo.


A garota parecia simpática, seu cabelo levemente cacheado nas pontas e seu óculos bege as davam uma aparência simpática.


-Vim apenas visitar e talvez matricular meu filho.- Respondeu passando a mão na cabeça do menino.


-Ah, certo! - Digitou algo no computador ajeitando o óculos.- Já vou chamar alguém para te mostrar a escola.- Disse sorrindo.


Em torno de 2 minutos um homem alto de cabelos liso e loiro chegou, um homem que por acaso Jimin conhecia.


-NamJoom? - Perguntou surpreso ao ver o amigo.


-Minnie! -Gritou o abraçando.


-O que está fazendo aqui? - Arqueou uma sobrancelha.


-Er, o Jin disse que me colocaria para fora de casa se eu não arrumasse um emprego.-Sorriu amarelo envergonhado.


O uniforme não caia muito bem nele.


-Está dando aulas tio? - Perguntou Lee interessado na ideia de ter NamJoom como professor.


-Não pequeno, estou apenas ajudando em alguns assuntos enquanto não termino minha faculdade.- Respondeu se abaixando na altura do menino.


-Entendi, o senhor é muito inteligente não é Titio? - Comentou sorrindo.


-Eu não diria que sou muito inteligente.- Colocou uma mão na nuca desconfortável.


-NamJoon,volte a fazer seu trabalho.- Exigiu uma mulher de idade que apareceu de repente atrás do loiro.


-Claro!- Afirmou nervoso.- Já estou indo diretora! Vem vou mostrar a escola para vocês.


Acenou para a diretora feliz por se livrar daquela mulher enquanto caminhava com os amigos.


- Que porra foi aquela Nam? - Yoongi perguntou.


-O que? Aquela velha? É a diretora da escola, ela é simpática mas vive pegando no meu pé.- Respondeu em um suspiro.


-Tomara que você seja demitido.- Resmungou Min levando um soco de Jimin.

-Continua falando merda que eu soco sua cara.- Riu irônico com ódio do mais velho.


-Parem de brigar! - YangMi disse determinada.- Nos viemos ver a escola não ficar discutindo.


Como uma garota tão pequena podia usar palavras e argumentos tão bons.


Ambos riram enquanto Jiminnie andava desajeitado pela lama do pátio.


-Você vai cair babaca.- Yoongi gritou para Park.


-Cala a boca eu sei me virar palhaço! - Assim que fechou a boca tropeçou em uma pedra caindo com o rosto na lama.


Enquanto todos riam Jimin se levantava com dificuldade e com o rosto ralado rindo seco.


Como ele queria mandar todo mundo ali ir se fuder.


Ela só o que ele queria naquele momento.



.


*


*


*


.


-Olha só isso, está todo machucado seu idiota! - Jin falou voltando a passar a toalha úmida nas feridas do rosto de Jimin.


-Aish,a culpa é do seu namorado.- Reclamou gemendo baixo pelas dores em sua bochecha e maxilar.


-O Nam não tem nada haver com isso.- Disse sério olhando para o amigo.


-O Lee ficou na casa do Yoongi pode busca-lo para mim? - Perguntou hesitante.


-Você tá com problema no rosto não está aleijado.- Respondeu apontando para seu rosto e em seguida a sua perna.


-Por favor.- Implorou sentindo seu corpo amolecer.


Kim o olhou mais uma vez e fez uma careta boba.


-Certo,mas da próxima você busca ele.- Apontou o indicador na testa do mais novo batendo na mesma.


Colocando curativos em suas feridas pegou a chave do seu carro e se despediu de Park indo a encontro da casa de Yoongi.

-Sozinho.- Se jogou no sofá ao sentir o corpo pesar.


Ligando a TV apenas para não ter a casa em silêncio descansou os olhos fechando-os devagar.


Depois do nascimento de Lee, Jimin nunca havia descansado de verdade.


Ele tinha muitas coisas para pensar e para fazer, não tinha tempo suficiente para descansar.


Levantando devagar caminhou até o banheiro se olhando no espelho e se sentindo horroroso com tantos curativos.


Aquele chão era feito de espinhos?


-Jimin?- Uma voz irreconhecível bateu chamou batendo na porta.


SeokJin já teria voltado?


-Já vai! - Gritou fechando a porta do banheiro.- Já chegou Ji…


Congelou ao ver a face de Jeon o encarando.


-Jeongguk? - Engoliu em seco.


- Eu precisava falar com você.- Indagou colocando uma mão atrás da nuca.


-Entra…-Deu passagem ainda o olhando estranho.- O que queria me falar.


Ele estava fazendo o máximo para manter sua postura.


-Eu…-Mordeu os lábios receoso.


JungKook resolveu olhar fixamente nos olhos de Park o fazendo cambalear para o lado.


Maldito seja Jeon JungKook.


-Você? - Arqueou uma sobrancelha cruzando os braços.


- Eu precisava me explicar com você.- Respondeu nervoso.


-Explique.- Falou frio.


Quanto mais JungKook olhava para Park mais o ruivo se sentia fraco.


Um momento de silêncio constrangedor invadiu a sala fazendo ambos corarem até Jeon fazer algo que mudaria absolutamente tudo.


Sem avisar Jeongguk avançou com ferocidade nos lábios de Jimin o jogando no sofá.


O que diabos estava rolando?


-JungKook.- Arfou tentando empurrar o moreno sem sucesso.


Jeon era com certeza mais forte que ele.


Ainda mais quando o corpo de Park não correspondiam a sua mente.


A última vez que estiveram tão perto um do outro foram a 4 anos,Jimin não estava mentalmente preparado para toda aquela emoção.


Jimin nunca havia sido o alfa da relação.


E ele estava totalmente submisso aos toques do mais novo.


E agora que estava sozinho com Jeon a chances dele estar fodido eram máximas.


Em todos os sentidos da palavra fodido.




Notas Finais


A A A A A A A A A A A A
POR FAVOR
ME DIGAM O QUE ACHARAM DESSE CAPÍTULO PORQUE EU REALMENTE NEM SEI MAIS O QUE EU TÔ ESCREVENDO.
Caham
Como foi a semana de vocês meus amores????
Foi Boa???
Eu ainda estou impressionada como essa bb conseguiu tanto favs
Deem muito amor a ela
Eu tenho percebido que o número de Views tem caído
MAS NÃO IMPORTA PORQUE TEM MUITO LEITOR SUPER AMORZINHO
Tipo a @TaePanda_Moo que deu uma oportunidade sendo que ela nem curte JiKook
Heuwhuehsuheueheueheuhe
Desculpa por qualquer erro ai eu num vi
;-;
Eu amo tanto vocês que ceis não tem idéia :^
Sério Eu To berrando <3
Comentem porque eu quero interagir com vocês.
///////////////////////
Gente
Que tiros foi esses com DNA Eu to no chão
Sério
O povo ta parecendo um anjo.

Se cuidem e se alimentem bem porqye a titia ama vocês.
Dúvidas, críticas ou elogios nos comentários!
ME AJUDEM A PLANFETAR ESSE BB!
2Bjo
Até Sábado que vem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...