História Meus irmãos Bangtan - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Bts, Jeon Jungkook, Jung Hoseok, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Park Jimin
Exibições 403
Palavras 1.509
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oieeeee *-*

Capítulo 33 - Eramos um casal.


- Eu vou vingar a gente. - sussurrei no ouvido de Jimin enquanto chorava"

Ele me soltou, calmamente me colocou no chão.

- Me desculpa _______ S/N, eu devia ter confiado em você... - Jimin disse de cabeça baixa, desabando em lágrimas mais uma vez.

- Hey, tá tudo bem, já passou. Não chora, ela não merece suas lágrimas... - disse acariciando o rosto de Jimin.

 A aula acabava 11:00, meu trabalho começava as 11:30. Peguei meu celular e liguei pro meu chefe:

- Alô?

- Alô chefe?

- Sim ____S/N, pode falar querida.

- Aconteceu um imprevisto de ultima hora, vai fazer mal se eu chegar mais tarde? - perguntei

- Claro que não. Só não demore muito, tente vim 13:00, não tem muito movimento hoje.

- Bom, pode descontar do meu salário. - afirmei.

- Nada disso, eu só desconto do salário dos meus funcionários se eles faltam sem justificativas!

- Muito obrigado, nem sei como agradecer...

- Simples, não se preocupe, só tente não chegar muito tarde. Tchau ______ S/N...

- Tchau.

 Desliguei o telefone e vi que já eram 12:00.

- Com quem falava? - Jin pergunta.

- Meu chefe, só avisei que vou ter que chegar mais tarde no trabalho.

- Então você trabalha? - Jin perguntou desconfiado.

- Sim, na cafeteria próxima a escola Jin.

- Bom, converse um pouco com os outros, eles sentiram muito sua falta. - Jin disse me dando um beijo na testa.

  Fui pra sala e vi um lugar vago do lado de Yoongi.

- Posso sentar aqui? - perguntei.

 Yoongi não me respondeu, apenas balançou os ombros. Me deitei no colo de Taehyung, Yoongi estava diferente, aquilo me machucava, o jeito que ele fala comigo...

- Sinto muito princesa. - Tae disse acariciando meus cabelos.

- Não sinta Tae, ele não me merece, ele não merece minhas lágrimas. Se ele me amasse de verdade, não teria feito aquilo. - disse sorrindo.

 Meu celular estava no bolso do moletom. Ele começou a vibrar.

- Ai cu o que que foi agora?!

 Abri e havia umas 121 mensagens do Mark, sem zoar. Nem me preocupei em abrir, só deixei uma lágrima cair quando vi o nome dele no visor do celular.

- Merda! - sussurrei e limpei minhas lágrimas. - Por quê? - disse desabando em lágrimas.

- Aish! Eu mato esse cara! - Mi disse vindo me abraçar. - Shhhhhh vai ficar tudo bem... Ele não te merece, aposto que ele é gay! - ela disse me fazendo rir.

- Por que Mi? Por quê ele fez isso? Eu realmente amo ele com todas as minhas forças. Eu... Eu... PORRA! Eu quero ele de volta! - eu disse alto o suficiente pra todos ouvirem.

 Na hora que eu disse isso a campainha tocou. Corri pra atender e adivinha? Sunny.

- O que você quer? - perguntei grossa, limpando minhas lágrimas.

- Minhas roupas. - Sunny respondeu rindo.

 Jimin correu pra porta ao ouvir a voz de Sunny.

- Não, você vai pra lá. - disse pra Jimin.

- Por favor. - ele pediu já chorando.

- Se você chorar por causa dela eu vou te dar uma surra Park Jimin! - disse jogando ele no sofá - Sai desse sofá e eu te coloco pra fora dessa casa entendeu? - ele assentiu.- Ótimo, vou entrar no sue quarto, relaxa só vou pegar as roupas dessa piranha.

 Fui pro quarto de Jimin, peguei todas as roupas no closet dele. Desci as escadas e joguei bruscamente as roupas em cima dela.

- Espera, eu quero ver ele...

- Por que eu deixaria? - perguntei.

- Por favor...

  Deixei ela entrar.

- Me desculpa... Eu te amo Jimin... - ela disse.

- Claro que ama, agora sai. - Jimin disse curto e grosso.

 Ela saiu e eu fechei a porta.

- Só falta ele aparecer agora! - disse rindo.

Fui em direção ao Jimin e sentei ao lado dele.

- Se ela te amasse ela nunca iria fazer aquilo, agora eu sei, que você vai acreditar em mim. Você não vai chorar por ela, ela não merece suas lágrimas. Entendeu? - perguntei.

- Entendi - ele disse secando o rosto.

 Abracei ele e meu celular tocou. Era Mark.

- Vai deixar tocando? - Hobi perguntou.

- Sim. - disse - vou subir, se meu celular tocar, não atendam, por favor.

 Subi e me arrumei pra ir trabalhar. Coloquei uma calça jeans clara, uma camiseta branca e um tênis preto. Desci as escadas e peguei a chave do carro.

- Gente, eu volto as 16:00 não se preocupem, vou trabalhar. - disse pegando meu celular e dando um beijo em cada um.

 Fui dar um beijo no Yoongi, segurei o rosto dele com minhas mãos e quando fui dar um beijo no topo de sua cabeça ele me empurrou. Sai de casa e alguém me puxa:

- Você vai voltar pra mim por bem ou por mal! - ele disse. Era Mark.

- Me solta agora! - eu disse

- Cala a boca! - Mark respondeu e me deu um tapa no rosto me fazendo cair na grama. - Agora vamos pra casa!

- ME SOLTA! SOCORRO! - Gritei.

 Ele segurava meus braços e me puxava.

*~ Hoseok ON ~*

 Ela disse que iria trabalhar, todos ficamos confusos até que Jin nos explicou tudo. A pequena havia saído de casa, quando algum tempo depois escuto ela gritar:

- ME SOLTA! SOCORRO!

 Minha primeira reação foi correr, quando sai de casa vi _______ S/N sendo puxada pelos cabelos até o carro de Tuan.

- SOLTA ELA SEU RETARDADO! - Disse correndo até ________ S/N.

 Soltei ela e antes de correr atrás do Mark, ele já havia entrado no carro e saído.

- Eu ainda mato esse desgraçado! - sussurrei pra mim mesmo.

 Ele jogou ela no chão, ela estava com o nariz sangrando e sua boca estava cortada. Peguei ela no colo e levei pra dentro de casa, todos olharam assustados.

- Você não vai trabalhar hoje. - disse fazendo carinho nela - Liga pro seu chefe e diz que você sofreu um acidente, não vou deixar você sair nesse estado. - disse já chorando.

- Por quê? Por quê eu fui tão idiota? - ela pergunta chorando e sai correndo pro seu quarto. 

 Jimin saiu furioso de casa.

- Aonde você vai Jimin? 

- Vou conversar com Mark - ele disse parando.

*~ Hoseok OFF ~*

*~ Jimin ON ~*

 Hoseok entrou com a _______ S/N totalmente ensanguentada, foi Mark, com certeza! Eu vou fazer ele pagar por tudo.

- Aonde você vai Jimin? - Hoseok me perguntou.

- Vou conversar com o Mark. - disse sério.

 Peguei minha moto ( sim eu tinha uma moto ) e fui em direção ao apartamento de Tuan abri a porta e ele estava com uma garrafa de cerveja do lado dele, sentado no sofá.

- O que você quer Jimin? - ele perguntou.

- SEU IDIOTA! ELA REALMENTE TE AMA! O QUE É QUE VOCÊ TEM NA CABEÇA? ELA TERMINOU! VOCÊ NÃO É MAIS NADA DELA! - Gritei furioso.

- Ela ainda é minha Jimin - ele disse se levantando - Ela vai voltar pra mim por bem ou por mal...

 Parti pra cima dele e dei uma surra nele. Ele merece morrer, parei por que alguém me segurou, se não, eu teria matado Mark Tuan.

- JÁ CHEGA JIMIN! - Jin gritou

- ME SOLTA! EU VOU FAZER ELE PAGAR POR TUDO! - Disse me debatendo.

- Você, nunca mais encosta um dedo na  ___________ S/N! - Hoseok disse chegando perto dele.

- Vamos sair daqui - Jin disse.

 Subi na minha moto e chegamos em casa, Jin e Hoseok vieram com seus carros, estacionamos e descemos, quando entrei na sala vi _________ S/N com a boca cortada e uma marca de mão no rosto dela.

- Você quase matou ele né? - ela disse rindo

- Sim, me desculpa... - disse de cabeça baixa.

- Não se desculpe, eu ainda ou fazer ele pagar. Já liguei pro meu chefe, ele me deixou essa semana de folga, volto trabalhar apenas segunda que vem. - ela disse deitando no sofá.

- Você não vai chorar por que eu fiz isso? - perguntei surpreso.

- Não, ele merece morrer. - ela disse rindo.

*~ Jimin OFF ~*

 Corri pro meu quarto e me limpei, coloquei meu pijama e desci as escadas, me joguei no sofá e fiquei fazendo vários nadas. Até Jimin chegar. Ele me disse tudo e tals.

 Não fiquei triste, ele me iludiu, me fez sua várias vezes. Ou eu que fui trouxa, idiota. Confiei todos os meus segredos a ele. Ele fez o mesmo, eu realmente amei ele, me entreguei, faria qualquer coisa pra ficar junta a ele pelo resto de nossas vidas. Se ele fosse pro inferno eu iria também. Aonde ele fosse, eu o seguiria e o apoiaria até o final.

 

 Mas eu tenho que esquecer, seguir em frente e permanecer forte: ERAMOS um casal, não somos mais.

*~Continua...~*  


Notas Finais


Obrigado por lerem e pelo carinho *-*
CHEGAMOS Á 130 FAVORITOOOOSSSSS SOCORROOO *-* VOCÊS SÃO DEMAIS! <3
COMENTEM ISSO ME DEIXA MUITO FELIZ!
Saranghae vcs *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...