História Meus jogos com o Destino - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Acchi Kocchi
Tags Tsumiki X Io
Exibições 21
Palavras 1.200
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gente olha, me perdoem o atraso e me desculpem.
Fiz o cap pequeno porque esse capitulo encerra com a Tsumiki contando suas ultimas palavras e descrevendo sua situação, no próximo serei eu mesmo que contarei por isso deixo vcs se despedindo da cabeça confudida de Tsumiki.

No próximo lembrando serei eu.

Esse capitulo ficou pequeno no próximo irei recompensar vcs <3

Capítulo 8 - Surpresa


Fanfic / Fanfiction Meus jogos com o Destino - Capítulo 8 - Surpresa

AI MERDA! CARALHO! 

 

Isso não era legal!............ Tá não era tão ruim assim estar no lugar e na hora errada, é até legal saber da vida dos outros, do jeito que sou curiosa, Ainda me amaldiçoo por isso. Mas........que diabo de mas o que Tsumiki, foco, isso era ruim! Ruim! Ruim!

Não era bom! Não mesmo!

 Otonashi Io estava olhando pra mim surpreso já a outra com cara de deboche, me irritei NE, fazer o que? Cara. Eu tinha que sair dessa e rápido.

- Tsumiki? - Io se virou para me olhar para mais perto. 

Tá foi muito constrangedor, eu queria me jogar da ponte agora ou enfiar minha cara em um buraco escuro onde ninguém me encontre. Levantei-me e bati na minha roupa tirando a poeira invisível. Joguei meus cabelos para trás e voltei a encara-los.

- Ai Caramba!­ Exclamei.­- Gente, eu juro, não é realmente o que vocês estão pensando! 

Por Kami!! Eu simplesmente não tinha a menor argumento para explicar eles, aos poucos Mayoi e Hime junto ao Sakaki foram chegando. Ótimo, a gangue esta pronta para me salvar. Revirei os olhos e voltei a encara-los.

- Olha! - Tentei me explicar ainda tremendo. Mayoi apareceu ao meu lado com a cara indignada parecia que seu plano havia falhado. Eu realmente não sei o que me deu. Estava tremendo, graças ao Sakaki eu não cai mais uma vez. Ele segurou meus ombros e me olhou confiante como se me disse-se para ter forças e continuar. Isso só me fez perceber que eu estava mais frágil que nunca. - Bom eu... - Tentei argumentar mas não consegui falar nenhuma palavra. Minha expressão piorou mais quando vi Akira segurar os braços de Io.

- Finalmente chegaram! - Ela sorriu como se ganhasse na loteria. - Queria dizer que eu e Io reatamos o namoro.

- Isso e verdade? - Mayoi perguntou com um olhar fulminante para Io. - Em Otonashi Io? - Era a primeira vez que via a Mayoi assim, assustadora.

 A encarei depois encarei Hime. Ela estava com uma expressão nada agradável. Sakaki apertou suas mãos nos meus ombros mais forte. Eu segurei firme, não queria solta-lo, acho que minha mente está acabada. Por favor diz que não. Minha consciência implorava ajoelhada. Ele nada disse, apenas afirmou com a cabeça. Hime colocou a mão na boca e virou o rosto ouvi Mayoi bufar de raiva e Sakaki apenas virou o rosto. Tá admito isso me destruiu, apertei minhas duas mãos com força sentindo minhas unhas cravarem na pele.

Caminhei com passos leves até eles com o meu melhor sorriso na boca, levantei uma das minhas mãos esperando ele mesmo apertar. Sabia, ele era um imbecil dez de o começo, como pude acreditar nisso? Minha consciência batia o pê com raiva, e tinha que admitir ela tinha razão, mais uma vez fui pega com as peças do destino, mais dessa vez seu xadrez comeu minha peça mais preciosa, a Rainha. 

- Meus parabéns... - Continuei tentando não gaguejar. - Salvamos essa memória com um aperto de mão. - Continuei imóvel. Sakaki me olhava com se eu tivesse errada, mas minha consciência estava tão abalada que até mesmo eu não conseguia raciocinar direito.

Io exitou mais depois aceitou apertando minha pequena mão. È, realmente estava ai minha burrice, o destino tentou nos separar e conseguiu. Sorri de volta e encarei os trés atras de mim, pude ver que eles forçavam um sorriso que nem eu.

 

********

- Tsumiki? está tudo bem? - Hime me perguntava junto aos dois atrás. Já era a vigésima vez que me perguntavam. Estávamos na porta de minha casa e eu sempre demostrava que estava tudo bem mesmo não estando. Não quero pena de ninguém, posso me cuidar. Abracei todos o ultimo sendo Sakaki que sussurrou em meu ouvido para que eu apenas ouvisse.

- Permita que os outros lhe protejam. Sabemos que não tem foça sozinha. Então deixe-me protege-la também. - Sorriu se despedindo. Mayoi e Hime também saíram com um sorriso para mim. Eu podia ler "Seja forte" Eram o que diziam.

- Obrigada... - Sussurrei mesmo sabendo que não seria ouvida tão cedo. 

Entrei batendo a porta com força e corria para o quarto. Joguei a mochila no canto da cama e me atirei em cima da mesma enfiando minha cara entre os travesseiro. Respirei fundo me sentando na cama. Me recuso a chorar, se ele quis assim então que seja, não irei perder tempo derramando lágrimas. Meus sentimentos estão uma bagunça dentro de mim. Não sabia se era ódio ou tristeza, mais uma coisa eu sei, chorar e perda de tempo.

 

Caminhei pelos corredores daquele apartamento. Estava a noite então não me importava o que iria acontecer. Puxei uma tolha que estava na pendurada na porta e sorri. As vezes sempre me esqueço que nesse lugar tinha uma piscina. Abria a porta dos fundos e pude ver. Ao lado das cadeiras encontrava-se uma grade mostrando os carros passando por baixo e ao seu lado estava a piscina, suas águas refletia o céu escuro cheio de estrelas. Retirei minhas roupas pouco a pouco saboreando o vendo frio cortando a minha pele. Mergulhei.

Eu me vi em um mar de escuridão, onde uma forte onda mergulhava através de meu corpo, chocando-­se com as células e queimando em uma sensação mórbida e sombria. Faziam meses que eu, Tsumiki, decidira abandonar ao meu lado carinhoso ou, até mesmo, meu lado mais humano. O jogo estava acontecendo bem diante de meus olhos, quando qualquer humano falecera tentando conquistar algo, ou até mesmo sobreviver. Mas o verdadeiro jogo travava-se dentre de mim, mantendo-me firme em meu subconsciente. Então falava-me toda vez que se apaixonar iria acabar comigo e foi exatamente o que havia acontecido. - Eu sei que lá em baixo é tudo água, mas é como se fosse concreto. O impacto vai esmigalhar meu corpo. Não eram as palavras mais adequadas a se dizer a alguém disposto a tirar a própria vida, mas era verdade.

levantei-me da água colocando a tolha em minha volta, eu realmente precisava pensar e refletir em meus atos até hoje, ser fria foi pior, só esta me fazendo mentir pra mim mesma. Ah quem eu quero enganar. ainda o amo e fazer o que? 

Voltei a caminhar por aquele corredor. Para minha alegria meus pais haviam saído para comemorar o aniversário de casamento e não iram me perguntar nada, revirei os olhos abrindo a porta do banheiro me atacando naquela águas quentinha. Não queria mais e fiz, chorei, não aguentando mais segurar... Eu simplesmente chorei. Era isso que as águas fazem comigo, me deixam mais fragilizada que o normal.

 

- Args. - Desliguei o chuveiro secando meus cabelos. Não estava vestido pelo contrario, o bom de ficar em casa sozinha, você pode andar nua. Mais a alegria era poca pois a campainha estava sendo tocada várias e várias vezes. Corri para meu quarto colocando um xorte curto e uma blusa longa. Caminhei com passos lentos entediada. Se for um vendedor a uma hora dessas irei matá-lo.

 

- QUE É ? - Gritei abrindo a porta com raiva. Quando percebi que era comecei a tremer mais que o normal - Io?


Notas Finais


E ai ? o que acharam? Lembrando que este cap encerra com os ultimos pensamentos de Tsumiki no próximo serei eu que contarei. No próximo tambem será grande eu prometo até o proximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...