História Meus papais 2 - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Itachi Uchiha, Kisame Hoshigaki, Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Exibições 184
Palavras 905
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


É só pra sentirem o gostinho delícias... :p

Capítulo 1 - O reencontro e o Aviso.


Fanfic / Fanfiction Meus papais 2 - Capítulo 1 - O reencontro e o Aviso.

-Você não me pega!! - Diz um garoto loiro pulando de galho em galho, fugindo de um moreno perseguidor. Os meninos já estavam na adolescência (hormônios a flor da pele. -_- )

-Hm,  é o que veremos. -Some e entre as árvores e o loiro para em um campo aberto procurando o sumido.

-Sabia que não estamos brincando de esconde-esconde né? - O loiro fica olhando em volta procurando o moreno e pula em cima dele e segura seus braços sorrindo.

-Te peguei, Naruto. - Sorri e o beija. Prende os braços dele acima de sua cabeça enquanto o loiro se debatia. Para de beija-lo quando Naruto morde seu lábio fazendo um pequeno corte. - E!!

-Foi mal, Uchiha. - Rola invertendo as posições. Ia beija ele de novo mas é interrompido.

-Desculpe mas... Naruto, tem alguém querendo ver você. - Diz Kakashi  calmo ignorando o olhar mortal de Sasuke.

 O loiro se levanta curioso é vai correndo animado pra lá. Sasuke acompanha o albino calmo como sempre para o esconderijo.

Naruto corre animado e entra no local até avistar uma cabeleireira ruiva. Exita um pouco, mas logo corre e pula em cima dele.

-Você voltou! Pensei que não viria mais! - Continua o abraçando. 

O maior se vira e retribui o Abraço calmo sorrindo de canto bem pequeno, que se não se vê. Kakashi entra e vai até Tobi o abraçando por trás, logo vêem Sasuke entrado. Uma áurea desconhecida pela humanidade surje envolta de Pain, fazendo todos se afastarem, menos Sasuke e Naruto que ainda estava agarrado a esta vale feliz.

-Não mate o gatinho (Sasuke) do seu irmãozinho  - Konan olha Sasuke feliz pelo rapaz ser bonito. 

-É molhe? Quer dar uma de irmão mais velho e cuidar do mais novo matando seus namorados. - Diz Deidara e Konan concorda.

-Pain, desculpe, não queria dizer aquilo quando mais novo... - Olha nos  olhos dele firme e sincero.

-Tudo bem. Eu deveria dizer a verdade também. - O ruivo fala e logo Naruto o solta. Tenho que ir. - Bagunça os cabelos dele. - Mas volto. - Diz calmo e o loiro concorda. Confiando que Ele logo voltaria. Pain sai calmo indo adentro da floresta.

Um barulho ecoa de dentro de um dos quarto. Sasuke e Kisame já ficam atentos aos barulhos. O azulado é o primeiro a ir lá, já sabendo o motivo. Naruto fica meio triste der repente e o segue devagar, Sasuke passa por ele andando um pouco mais rápido.

O loiro chega no quarto onde ocorreu o barulho e fica olhando para o chão, se apóia no batente e olha Sasuke recolhendo as coisas do chão que caíram. Depois fita seus pais, Kisame em pé e Itachi abraçando sua barriga com o rosto afundado em seu abdômen. 

Sasuke coloca as coisas no lugar e sai dali passando por Naruto sem olha-lo, o loirinho volta a fitar Itachi, que do nada, começa a chorar como uma criança tentando se controlar. Naruto se junta a ele e simplesmente se aproxima tentando sorri o abraçando ao se sentar ao seu lado. Kisame faz carinho neles.

-Não chore papai. - Pede Naruto ainda abraçando Itachi.

-Como? Acho que que agora,  mais que nunca ele me odeia. Estou sendo considerado inválido e um inútil.  Não consigo ver mais nada, Naruto. - Diz a última parte com a voz falha e ainda com a cabeça apoiada em Kisame. 

-Sasuke não odeia você, sei disso. Naruto, vá atrás do pirralho Uchida,  ele deve estar de cabeça quente. - Diz Kisame o menino concorda se levantando e vai de cabeça baixa. - Escuta, Itachi, Nunca vi você desse jeito. Não é inválido e muito menos inútil. Apenas precisa de ajuda pra superar essa fase. Então, trate de erguer sua cabeça, mostrar que pode fazer tudo, como Deidara diz. - Kisame limpa as lágrimas dele e o abraça. O moreno concorda e aproveita o abraço. 

          ...

Naruto anda pela floresta até chegar aquele lago. Avista Sasuke jogando pedrinhas no lago obviamente irritado. Naruto  se aproxima dele irritado.

-Me dá um motivo pra não te bater?! Seu jeito arrogante deu motivo para o papai ficar mais deprimido ainda!! - Repreende Naruto. 

-Então o mude! Como sempre fez!! Faça ele ser melhor do que isso!! - Grita ainda encarando o lago.  Naruto por impulso lhe acerta um chute, baixo do olho direito quase na bochecha dele, lhe fazendo um corte. Sasuke tentou defender, sem sucesso, não sabia que ele o bateria e nem acreditava que ele iria fazer isso. - Não se aproxime de mim, Uchiha!! - O loiro vai para o esconderijo. Entra ignorando tudo e a todos. Segue para o quarto e fica socando a parede, aponto de rachar. Gaara  que passava o segura para que ele não se machucasse. 

Gaara já estava na fase adulta. Bem mais forte que antes e bem maior que eles.

-Vai me dizer o que aconteceu? Era pra estar feliz, soube que Pain voltou. 

-Eu odeio aquele Uchiha miserável!! Como ele ousou dizer a mim para que mudasse o papai?! Ainda mato ele!! - Grita Naruto prendendo o travesseiro contra a cara. Gaara apenas suspira.

-Discussões de namorados,  não é bom me meter nisso. - Resmunga Gaara pra si lembrando quando Deidara explodiu as Marionetes de Sasori e o coitado teve que se sacrificar pra salvar o loiro.

-De qualquer forma! Aviso pra que ele não se aproxime de mim!! - Grita.

 

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...