História Meus queridos irmãos vampiros - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Kanato Sakamaki, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki
Tags Mikki Yamada, Mizuki Kondou
Visualizações 51
Palavras 1.001
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá desejo vos uma boa leitura, não se esqueçam por favor de comentar sobre a vossa opinião, porque realmente isso me motiva a continuar.

Capítulo 10 - Fechados na biblioteca


Fanfic / Fanfiction Meus queridos irmãos vampiros - Capítulo 10 - Fechados na biblioteca

#Mizuki On#

Então ele olhou para mim e disse:

-Porque esta fazendo isso comigo? Porque me deixou, porque me abandonou naquela casa? Mesmo depois de tudo o que passamos e fizemos! Você sabe o quanto eu te amo e nem assim ficou comigo, porquê?

Nisto ele baixa a cara, e cerra os pulsos, eu consigo perceber claramente umas lágrimas a caírem lhe do rosto, eu não sabia o que fazer, nem o que dizer então depois de um momento de silêncio, eu digo:

-Não me importa nada do que tenha a dizer, abra esta maldita porta ou serei obrigada a sair pela janela!

-Porque está fazendo isto comigo? Como consegue ser tão insensível, depois de tudo o que tivemos e fizemos?

-Ah!!! Agora eu é que sou a insensível! Você não me apoiou num único momento, deixou que eu fosse mordida por todos os seus irmãos! E não use o facto de termos ido para a cama como desculpa, para eu voltar, nem o seu coração partido, não pense que foi o primeiro, nem o segundo e muito menos o terceiro, eu já fui violada tantas vezes que nem dá para contar, acha que para mim aquilo significou algo!- sim, eu sabia, que aquilo tinha significado muito para mim, mas neste momento a única coisa que eu queria era magoa-lo faze-lo sentir o que eu senti, embora cada palavra que eu dizia o estivesse a magoar tanto a ele como a mim.

Ele olhou para mim e devo dizer aquele olhar triste, foi com 1000, aliás 100000 facas a serem espetadas no meu coração.

-Esta querendo dizer que eu não significo nada para você, que todos aqueles momentos que passamos, não foram tão bons como para mim!!- disse ele.

-Sim isso mesmo! E sabe que mais, ainda bem que eu fui morar com os Mukami eles pelo menos não me mordem a cada 5 minutos, aliás nenhum deles me mordeu até agora, e sabe porquê? Porque ao contrário de vocês eles são civilizados!
-Esta querendo dizer que prefere os Mukami aos seus irmãos?! Ah não eu não posso acreditar, você ama o Kou Mukami, não é? Isto é tudo por causa dele não é!

-Sim é isso mesmo eu amo o Kou e então? Você não tem nada a ver com is…-não consegui sequer acabar o que eu estava a dizer el empurrou-me contra uma mesa, e começou a beijar-me desenfreadamente, ao início eu tentei sair mas eu simplesmente não consegui, parecia que ele tinha alguma coisa de especial então comecei a deixar-me levar ele apercebeu-se disso parou afastou um pouco a cara e disse:

-Por favor! Não diga isso outra vez eu amo tanto você! Não me deixe só, não me deixe de lado, eu preciso de você!- quando acabou fez-me colocou a mão na minha cara e voltou a me beijar, mas agora foi um beijo calmo, um beijo sereno e tranquilo que pouco a pouco começou a se intensificar, e pude sentir a sua mão deslizar para dentro da minha blusa, pude perceber que ele queria mais e eu também queria então comecei a desabotoar os botões da camisa dele e pude sentir durante o beijo um sorriso dele, que afastou o rosto e disse:

-Eu estou tão feliz, por você estar aqui! Durante estes dias eu pensei que você nunca mais voltaria! Todos estavam tristes… Quando você abriu a porta nos tivemos de esperar uns momentos, pois nós estávamos fora de nós mas quando te procuramos você tinha desaparecido, todos nós procuramos por você mas….-eu silenciei-o com um beijo, através das palavras dele pude perceber o quanto ele sofreu, então parei o beijo e disse enquanto o abraçava:

-Eu…..eu peço… desculpa por… por preocupar você mas eu ainda não tenciono voltar para casa…-ele afatou-se e eu aproveitei para ajustar a minha blusa.

-Mesmo depois de tudo o que aconteceu você não vai voltar!!!

-Eu… ainda não consegui esquecer o que vocês fizeram eu simplesmente não consigo!!

-Mas… eu não consigo aguentar viver sem você!!

-Desculpe…-nisto eu tirei a chave dele do bolço e corri para a porta abria e pode sentir a mão dele puxar-me, eu parei mas não tive coragem de olhar para trás e ele disse:

-Porque você é assim!! Porque você foge de mim… como se eu fosse um monstro…Não volte para ele por favor!!

Eu soltei a minha mão dele, olhei- e pude sentir algumas lágrimas escorrerem-me pela cara abaixo- O amor que nós senti-mos é impossível, e não pode acontecer, eu sou sua meia-irmã e mesmo que não seja de sangue, oficialmente eu sou… Para além disso eu não consigo namorar alguém que não confie em mim.

Pude ver, o seu rosto cair, e pensar que ainda à pouco ele deu uma risada, eu aproximei-me coloquei a mão na cara dele e disse:

-Nunca duvide que eu te amo… Mas eu também amo o Kou! Até eu me decidir eu não puderei voltar, desculpe!- e sai a correr até ao carro dos Mukami, quando entrei no carro olhei para a janela e pude ver o meu amado meio-irmão olhar-me pela janela, e acho que isso não passou de despercebido pelo Kou, quando cheguei a casa dos Mukami, sentei-me no sofá mais uma vez com o coração dividido em dois e partido em mil bocados… Quando fui para o quarto do Kou, tomei um banho, quando saí ele estava lá esperando por mim, quando me deitei ao lado dele ele disse:

-Você falou com ele não falou?                         

-Eu apenas acenei com a cabeça e chorei, a principio ele ficou a olhar para mim, mas depois abraçou-me e confortou-me até que eu parei, e ele disse:

-Você não pode continuar assim vai ter de decidir o seu caminho, vai ter de decidir se é com nós ou com eles, mas aconteça o que acontecer não me abandone por eu amo-te….

Aquilo fez-me perceber que eu tinha de tomar uma decisão, mas eu realmente não sabia qual era o caminho a tomar…   

#Mizuki Of#

Continua

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Bjs: Mikki Yamada


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...