História Meus últimos momentos - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, V
Exibições 4
Palavras 637
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - A via viagem a Busan


Jeong Hoseok: 

Era uma manhã fria de inverno e fazia uns 3 graus quando eu e Kim Taehyung pegamos um trem para Busan, não havia o que fazer lá mas, queríamos sair um pouco de casa e arejar um pouco nossas mentes vazias, não entendo por que Taehyung queria ir pra Busan, não podia ser na pracinha ali perto de casa? Aah Taehyung, sempre me surpreendendo. 

Estávamos com as passagens em mãos depois que Taehyung  voltou da bilheteria da qual tinha ido compra-las e às nove e quarenta e sete da manhã o trem chegou, com dezessete minutos de atraso. Kim Taehyung estava irritado com os minutos de atraso, eu gostava quando ele ficava com raiva das coisas, sua carinha de bravo era a coisa mais fofa e linda do mundo inteiro, bem, pelo menos no meu mundo era. Entramos no trem, no último vagão para ser mais exato, nos sentamos bem ao fundo, onde não havia praticamente ninguém. Eram umas dez e dois mais ou menos quando Taehyung pegou no sono e deitou sua cabeça com orelhas grandes em meu ombro esquerdo. Vendo aquela neve cair do lado de fora me dava um conforto e saber que Taehyung estava seguro comigo era a coisa mais importante pra mim. Chegamos na estação de Busan mas, não me lembro bem a hora e tive que infelizmente acordar Taehyung, ver ele dormindo era tão lindo. saímos da estação com as passagens marcando a volta à Seoul um dia depois, eu olhei as passgens de volta e olhei para Taehyung e disse: "onde vamos passar a noite?" Ele me respondeu com sua voz grossa, porém com um toque de suavidade: "não se preocupe, cuidei de tudo" 

Jung Hoseok: Fomos andando até um shopping, não era um shopping enorme mas foi belo lugar para passear e almoçar. Comemos muito e então, resolvemos ir para o hotel onde Taehyung tinha feito nossa reserva. Entrando no hotel eu fiquei Maravilhado com tanto trabalho à mão nas paredes, realmente eu fiquei apreciando a beleza dos candelabros enquanto Taehyung estava fazendo nosso cadastro na recepção. Nosso quarto era o número sessenta e oito, me lembro desse dia como se fosse ontem. Finalmente chegou a hora de dormir, eu estava cansado e com dor nos pés por andar muito no shopping, eu disse a Taehyung que estava com dor e ele me fez uma massagem Maravilhosa nos meus pés. Depois disso fomos dormir agarrados pois o frio era intenso, fazia menos onze graus la fora e dormir abraçados for uma ótima maneira de fazer o frio amenizar. Acordamos as oito e seis e nos trocamos, havia parado de nevar e tinha mais ou menos uns quarenta centímetros de neve na entrada do hotel, tivemos que esperar uma hora depois do café para podermos sair. Durante esse tempo fomos andando abraçados pela fonte de dentro do hotel, sentamos no banco perto dela e com uma bela voz Taehyung me diz: "Me deixa eu te dar um beijo?" Sem que eu responda ele me beija, foi um beijo longo e quente, fomos interrompidos pela recepcionista dizendo que ja poderíamos sair. Logo depois que saímos fomos direto para estação para não perdermos o trem. Chegamos bem em cima do horário mas, conseguimos voltar para Seoul. Durante o passeio de volta, Taehyung me rouba um beijo, gostoso, quente, excitante, porém consegui controlar a ansiedade. Chegando já estação de Seoul, andamos até a saída e encontramos uma coisa no chão, parecia uma pedra bem brilhante, eu a peguei e guardei comigo, não sei por que mas eu comecei a amar a pedra azul bebê brilhante encontrada na saída da estão. Taehyung dava de dez a zero na pedra claro! Mas continuava sendo especial, não sei por que, as coisas mais banais pra mim são especias, menos Taehyung, ele não é banal.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...