História Mi Otra Mitad - Capítulo 2


Escrita por: ~

Exibições 74
Palavras 1.322
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Música en ti.


Fanfic / Fanfiction Mi Otra Mitad - Capítulo 2 - Música en ti.

 

 

Verona, Itália - 12:00 hrs, Quarta-Feira.

 

Nada melhor que uma cama super macia depois de uma longa viagem, a questão é que, alguém insiste em pular em cima de mim e interromper meu lindo e precioso sono.

 

- Carol, por favor, me deixa dormir. - resmungo virando pro lado.

 

- Nem vem amiga, sua vó me intimou a te levar para o almoço, nem que seja arrastada, por favor amiga, vamos, não faça feio.

 

- Tudo bem, você venceu, eu estava mesmo sentindo fome. - falo já me sentando após minha amiga citar o almoço. – escuta, não posso descer de pijamas? – perguntei e apenas obtive um olhar furioso em resposta, de Carol.

 

 

☀☾

 

 

Assim que minha amiga deixou meu quarto, relutantemente levantei da cama e segui arrastada até o banheiro e fiz toda minha higiene matinal seguida de um bom e relaxante banho. Ainda sim de toalha, observo a linda vista da janela do meu quarto. Verona realmente é uma cidade linda e completamente romântica.

Me disperso dos meus pensamentos rapidamente e sigo até minha mala atrás da roupa ideal para o típico de almoço em família. Opto por uma saia de cintura alta seguida de um blazer branco e uma blusinha bege, nos pés, um scarpin branco. Faço uma maquiagem bem levinha e abuso apenas no batom vinho. Dou uma ultima arrumada no meu cabelo e ouço leves batidas na porta do quarto, seguida de Carol que abre a porta, rapidamente passo meu perfume e junto dela, seguimos até o lugar reservado que vovó organizou o tal almoço em família. Kopelioff está vestida com um lindo vestidinho preto e assim como eu, com uma maquiagem clarinha e um batom nude, acompanhados de uma coturno preta.

Confesso que nos atrasamos um pouco e quando chegamos no local, estava repleto de pessoas em volta da mesa em busca de um lugar.

 

- Meninas, pensem que tinham esquecido. – Vovó fala animada e acaba chamando atenção de algumas pessoas que já se encontravam na mesa.

 

- E perder a comilança? Nunca. Andiamo. – falei e me expressei como uma boa italiana, arrancando risadas de pessoas próximas.

 

- Venha queridas, deixe-me apresentar a vocês meus netos do coração! – Vovó exclama e em seguida vemos três rapazes em nossa direção. – Esses são, Michael, Lionel e Agustín. – cumprimentamos os três e uma loira que chega em seguida, que nos é apresentada como noiva de Michael, seu nome é Valentina e é muito simpática. – Onde está Ruggero meninos? – ouço vovó perguntar, mas não ouço respostas. Seguimos todos para a mesa, sento entre Valentina e Carol, inclusive noto a mesma olhar diversas vezes para um dos meninos que nos foi apresentados, acho que Agustín se não me engano, que esta sentado de frente para a mesma. Dou uma leve cotovelada em Carol e lhe lanço um sorriso malicioso, compreendendo tudo.

 

 

☀☾

 

 

O almoço segue calmo e num clima bastante agradável e familiar, já estava familiarizada com todos e conversávamos todos alto, como bons italianos, me sentia mesmo a parte da família, até que algum tempo depois, chega uma pessoa apressada e senta de frente pra mim, sinceramente, ele era lindo.

 

- Família, desculpa a demora, longa história. – ele explica e vovô Pasquarelli lança um olhar furioso em direção ao mesmo, que é ignora.

 

- Querido. – minha vó chama atenção do mesmo, que lhe olha. – Essas são, Karol, minha neta, e Carolina, minha neta do coração, como vocês. – ela nos apresenta e nessa hora posso sentir seu olhar preso em mim, me perco no mar negro que é seus olhos e por um instante, sinto Carol me cutucar, fazendo com que desvie meu olhar até ela, sinto minhas bochechas corarem automaticamente.

 

- E aí, sou Ruggero. – é tudo que ele diz enquanto me olha, e em seguida seguimos com o almoço.

 

 

☀☾

 

 

- O que foi aquilo no almoço? – Carol segura meu braço e pergunta.

 

- Aquilo o que, doida? – pergunto.

 

- Não se faça amiga, você e o tal Ruggero se encarando, todo mundo percebeu. – ela diz e dou de ombros.

 

- Não me acuse, acha que não notei suas olhas no Agustín? – falo cruzando os braços e vendo a mesma ficar toda vermelha. Rimos bastante e de braços dados, seguimos até uma espécie de mini palco que tinha montado ali.

 

- Vai ter algum show vovó? – pergunto à mesma, que permanece sentada ao lado de vovô, próximo ao pequeno palco.

 

- Ah sim querida, sempre fazemos esse pequeno show em família. – ela diz sorridente. – sentem conosco, os meninos já vão começar. – concordamos e sentamos junto dos dois e logo vemos, Lionel, Agustín, Michael e Ruggero se organizarem no palco.

 

I'd be crazy

 

Y entras asi, sin preguntar

Cambias mi mundo y no te puedo hablar

No aguanto mas

Quiero decirte lo que siento


 

Y aunque que estas aqui

Hace tiempo ya

No se si me miras

Puedo intentar

¿Sera este un buen momento?


 

Quizas pueda ser ya el momento

Este es el momento

I gotta say something

I gotta say something


 

Quizas

Pueda intentar hacerlo

Intentar hacerlo

So here goes nothin'


 

I'd be crazy

Si no puedo estar junto a ti

I'd be crazy

Si pierdo el lugar junto a ti


 

Y no se lo que pueda pasar

I'd be crazy

Without you

I'd be


 

I'd be crazy

Without you

I'd be


 

I'd be crazy

Without you


 

Dejame plantearlo asi

Con mis besos yo te hare feliz

Flores y regalos yo te dare

Cuando tu estes

En un dia triste y gris


 

Quizas pueda ya ser el momento

Ese es el momento


 

Need you to say something

Need you to say something


 

Quizas y asi se me escapa el tiempo

Se termina el tiempo

So please say something


 

I'd be crazy

Si no puedo estar junto a ti

I'd be crazy

Si pierdo el lugar junto a ti


 

Y no se lo que pueda pasar

I'd be crazy

Without you

I'd be


 

I'd be


 

Puedes ganar o perder

Apuesta todo si la quieres

Nunca vas a saber

Todo puede ser


 

Puedes ganar o perder

Estar con ella es lo que quieres

Nunca vas a entender

Lo que puede ser

Puede ser


 

I'd be crazy

Si no puedo estar junto a ti

I'd be crazy

Si ya no hay lugar junto a ti


 

Y no se lo que pueda pasar

I'd be crazy

Without you

I'd be


 

I'd be

Crazy

Without you


 

I'd be crazy

 

 

 

Os meninos realmente cantam super bem e foram muito bem aplaudidos de pé, sem duvidas, mas confesso que não pude deixar de notar mais em uma pessoa, Ruggero, ele de longe, se destacava, e trocávamos alguns olhares durante a musica.

 

- As meninas também cantam, – vovó chama a atenção de todos até nos. – por que não vão lá também meninas? – elas nos olha e sorri nos passando confiança. Olho pra minha melhor amiga, que tenta enfiar a cara num buraco de tanta vergonha e isso é a resposta pra me fazer levantar sozinha e seguir até o palco.

Vejo os meninos se sentarem próximos ali e sinto um olhar me queimar, não preciso olhar pra sentir e saber de quem se trata.

 

 

Música en ti.

 

Sé quien soy

Yo estoy buscando algo

Donde voy

Siempre te encuentro, sigo soñando

 

Sé de ti

Me estas diciendo algo

Donde vas Siempre te encuentro

Yo seguiré a tu lado

 

Luces que se encienden, crece mi pasión

Sueña que es posible

Sube y a el telón

Sube y a el telón

 

Vibras en mi, suelto mi voz

Música es, sola no estoy

Nacen y siento

Melodías que lo cuentan todo

 

Ven a cantar, seamos dos

Música en ti, libre este amor

Cambiando el mundo

Siempre música seremos todos.

 

 

Termino a musica, e envergonhada evito olhar para todos, até ouvir os aplausos, me arrancando um sorriso sincero, e novamente quando levanto meu rosto, meus olhos encontram o dele, fazendo com que novamente eu me perca naquela imensidão que são seus olhos.

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Me perdoem qualquer errinho, espero que gostem e até a próxima!!

look do almoço::

Kopelioff >> https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/564x/8e/ab/dc/8eabdc08072d818fce2754ff74442072.jpg

Sevilla >> https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/564x/94/a9/64/94a9646a6f429f7f1557fe733f7aa398.jpg

Não esqueçam de favoritar e comentar hein?? beijinhossss ☀☾


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...