História Mi Princesa - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna, Violetta
Personagens Ámbar Benson, Broduey, Camila "Cami" Torres, Diego, Federico, Francesca Cauviglia, Lara, León Vargas, Ludmila Ferro, Maxi Pontes, Nathália "Naty" Vidal, Simón, Tomás Heredia, Violetta Castillo
Visualizações 23
Palavras 1.344
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi pessoal!
Aqui está mais um capítulo! Sobre a festa... Parte I! Acontecerá muitas coisas nessa festa. É o ponto de encontro de todos os personagens.
Espero que gostem 😊✌

Capítulo 3 - A Festa - Parte I


Fanfic / Fanfiction Mi Princesa - Capítulo 3 - A Festa - Parte I

Naty On:

Eu e Âmbar estavávamos na casa da Ludmila, estávamos vendo como ficariam os vestidos e testando as maquiagens.

Já estava anoitecendo, Âmbar não parava de olhar o celular. Parecia que nem estava ali. Ludmi disse:


- Então... Ficou bom?  Disse mostrando como ficou quando ela passou o batom.

- Ficou linda! Amei essa cor!  Disse Naty, pegando o batom.

- O que achou Âmbar?  Perguntou Ludmila, mas Âmbar nem prestou atenção.  Âmbar! O que achou? 

- Ela tá no mundo da lua!  Falou Naty, logo Ludmila jogou uma almofada.

- AI!  A almofada foi na cara de Âmbar.  Que foi?

- Eu que pergunto, o que foi? Veio aqui em casa, e até agora nem falou nada! Fica aí, pensando...

- Deve estar pensando no garoto do parque... Que ficou interessado em você!  Disse Naty, sorrindo maliciosa pra Ludmila.

- Nem conheço aquele garoto, mas ele até que era bem lindo!

- Ludmila! Eu já disse que vi primeiro!

- Nossa Âmbar, só estou dizendo que ele era lindo... Pra você! Com certeza fazem um belo... Par...  Falou Ludmila.

- Meninas, eu já vou! Minha tia não vai gostar nada nada de me ver chegando tarde...  Disse Âmbar se levantando e pegando sua bolsa.

- Acho que eu também já vou! Tchau Ludmila!  Naty disse e se levantou, pegando as sacolas.

- Venha, eu dou uma carona! Tchau Ludmi! Até amanhã!  Disse Âmbar mandando beijinhos no ar.

- Tchau meninas!  Logo a porta se fechou, Ludmila guardou tudo e desceu para jantar.

- Oi filha!  Falou Priscila, olhando para o tablet.

- Oi mamãe!  Disse Ludmila sentando na cadeira, que ficava ao lado direito de sua mãe.

- Vi as meninas saindo... 

- Âmbar tinha que ir, se não a tia dela poderia brigar... Naty pegou carona!

- Pouco me importa as suas desculpas, Ludmila! Já lhe disse que não quero visitas depois das 8!  Disse Priscila, com a voz meio alterada.

- Eu sei mamãe, mas estávamos vendo os vestidos que usaríamos para manhã!  Disse Ludmila tentando se justificar.

- Não importa! Já disse que não quero!  Ludmila assentiu e abaixou a cabeça.  Eu também vi que Âmbar, não estava com a cara nada boa! O que houve?

- Nada. Nada com que se importe!

- Se estou perguntando, me importo! Responda!

- E que fomos ao parque e nós três vimos um garoto tocando violão, ela se interessou mas ele não muito.

- Por que? Âmbar é tão bonita, uma moça de classe...

- Sim mamãe, ela é! Mas a Naty disse que ele ficou interessado... Por mim! 

- Hum... Também não é de menos, és uma linda garota, deslumbrante e de auto nível! Talentosa e confiante. Pelo menos, sabemos que ele tem bom gosto!  Falou Priscila, dando um curto sorriso.

- Acha tudo isso de mim, mamãe?  Perguntou Ludmila.

- Óbvio! É minha filha!  Disse pegando sua mão e fazendo carinho.  Digo também porque puxou a mim! E não ao seu falecido papai...  Disse Priscila, com um tom de voz diferente.

- Ahm... Vamos jantar?  Falou Ludmila tentando mudar o assunto.

- Vamos!






🌼 No dia seguinte...




Federico On:

Adormeci logo... E tive um sonho, meio que fora do comum. 

Sonhei que estava num lugar, meio escuro, mas bonito. Só tinha eu, e mais ninguém... Logo uma garota, um pouco mais baixa do que eu, loira, magra e deslumbrante se aproximou, e começamos a dançar.

Estranhei porque não conseguia ver seu rosto, só o seu belo corpo. Dançamos conforme a música, que era ótima para o momento... Logo nos separamos e ouvi:


Obrigada por me ajudar... Por estar no momento em que precisei... Mas nunca mais, se aproxime de mim! Nunca!


Depois daquelas palavras, acordei assustado! Por que aquela garota disse isso? O que será que aconteceu?

Logo fui para o banheiro fazer minha higiêne matinal. Troquei de roupa e saí, tive que ir ao colégio. Queria ver como ficaria o lugar tão esperado por todos naquela noite...




Buenos Aires, 08:26 p.m.



Violetta On:

Eu já tinha tomado banho, lavei o cabelo e estava quase pronta.

Meu cabelo estava meio enrolado, ele pra mim, estava perfeito. Meu vestido era um azul escuro, colodo até a minha cintura, rodado na parte rodada que ficava um pouco em cima dos meus joelhos. Na parte de cima, tinha vários detalhes azuis, porque era meio transparte. Uns detalhes branco, com florzinhas na minha cintura. O salto era branco. Minha make não era tão estravagante.

As meninas concordaram em nos encontramos na porta do baile, estava ansiosa. Não só por rever alguns colegas, mas sim porque ele estaria lá, o León.

Enfim, logo desci e percebi que os olhos do meu pai brilhavam, ele reparou em cada detalhe do meu vestido. Quando parei em sua frente:


- Filha ... Desculpe mas... Você está lindíssima!  Disse meu pai, com a mão tapando boca.

- É a menina mais linda do mundo! Venha cá, me dê um abraço!  Disse Olga, meio emocionada.

- Obrigada Olga!  A abracei.  Que bom que diz isso!  Disse Vilu, agradecendo.

- É a mais pura verdade Vilu! Está muito linda!  Falou Federico e logo Violetta o abraçou.

- Obrigadinha!  Falou Vilu, se separando dele e sorrindo.

- Mas que isso, também não precisa ficar tão próximo! Ela está linda e já sabe.  Falou Germán, com ciuminho.

- Mas precisa que repitam isso a ela, milhões e milhões de vezes! Pra ela saber! E ter a certeza de que é a mais linda do mundo...  Disse Angie, toda sorridente.

- Obrigada Angie! Não sabe o quanto me faz feliz...  Vilu a abraçou forte.

- Sua mãe ficaria feliz de te ver assim... Alegre e linda!  Disse Angie durante o abraço, acariciando os cabelos de sua sobrinha.

- Verdade! Maria iria ficar toda contente de te ver assim.  Disse Ramalho.

- Obrigada... A todos! Todos aqui são muito especiais pra mim, só queria que soubessem disso.

- Sabemos, filha... E ficamos horandos em ouvir de você!  Falou Germán.  Vamos parar com tante emoção, chegou a hora da foto!

- Vamos Vilu!  Federico ficou ao seu lado, logo tiveram a foto, depois foi Ramalho e Olga e depois Angie e Germán.

- Pronto! Todos tem fotos!  Ramalho disse dando a câmera para Angie.

- Que bom, agora precisamos ir se não chegaremos atrasados! Vamos Vilu!

- Verdade... Vamos logo papai!

- Tô indo! Tô indo!  Disse Germán pegando a chave do carro.

- Boa festa! APROVEITEM!  Falou Angie, e assim eles foram pro baile.




Todos estavam no baile, quase todos! Porém, grande maioria estava.

León só faltava morrer de tanta ansiedade, ele não demonstrava, mas queria vê-la. Sentia saudade de seus olhos e também de seu perfume maravilhoso.


Tomás estava acompanhado de Lara, e Francesca estava junto... Não querendo ficar de vela, foi ao lado de Cami e Maxi. Seus amigos.

Diego só estava observando Francesca de longe, ela sentia o seu olhar mas não queria vê-lo. Ele a machucou com as palavras do dia anterior...

Simón, estava com Broduey e Andrés. Eles estavam meio que, testando os intrumentos. Pois iriam tocar.

Logo chegou Violetta, que ficou com raivinha das meninas por não estarem esperando no lugar prometido. Quando as viram foi até elas:


- Oi meninas!  Elas se viraram.  Muito obrigada por me esperarem NA PORTA do baile. Valeu viu?

- Amiga!! Você está linda!! Disse Cami.

- Esse vestido ficou lindo em você! Arrasou! Né Cami?  Fran cutucou o braço da amiga que assentiu.

- Obrigada! Papai, Angie, Ramalho, Olga e Fede... Me disseram! Vocês também estão divinas!

- Vilu! Que bom que chegou! Se soubesse teria trazido uma bebida pra você.  Disse Maxi, chegando com as bebidas de Fran e Cami, e a dela.  

- Saudades, Maxi!  Eles se abraçaram.  Está muito lindo! 

- Valeu! Cadê o Federico? León me disse que ele chegou de viajem. 

- Maxi!  Camila bateu em sua barriga.

- Que? ... Desculpa, Vilu!

- Não, tudo bem! O Fede foi falar com os meninos, deve estar por aí!

- Ok... Vou procurar! Tchau!

- Tchau!  Maxi saiu.  Não precisam ficar chamando atenção dos outros todas as vezes que eles mencionarem o nome do León, meninas!

- É que achamos que fica um clima tenso quando falam no nome dele...  Explicou Francesca.

- Não se preocupem... Eu já superei!  Logo ela olhou para a festa e sem querer os seus olhos se encontraram com os dele, e ele foi se aproximando aos poucos.

- Violetta!  Disse ele.

- León......  Disse Violetta, meio nervosa.





🌼 Não muito distante dali...


Notas Finais


Então? Gostaram?
Sei que não teve muita coisa, mas garanto que no próximo terá uma... "Confusão" . 😌
Continua? 😞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...