História Michael Jackson e a Vampira - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Romena
Visualizações 11
Palavras 313
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Fantasia, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Essa é a primeira história que ja tive o prazer de mostrar à alguém.
Espero não decepcionar :)

Capítulo 1 - Nós Dois


Fanfic / Fanfiction Michael Jackson e a Vampira - Capítulo 1 - Nós Dois

Os vampiros com apenas centenas de anos em geral são bem mais impressionados com os distintos hábitos humanos que os seus ancioes ( concelheiros e defensores das leis.) porém, em uma opinião todos concordam e respeitam : HUMANO ALGUM TERIA A IMORTALIDADE CO.MO CONDICAO E, QULQUER UM QUE OS DESCOBRISSE A EXISTÊNCIA SERIA DESTRUÍDO.

E assim. . . Mais de centenas de anos se passaram sem que qualquer conflito dizimase a qualquer uma das espécies.  E o que existe hoje de histórias e filmes apenas os mantém mais escondidos e mais imprevisíveis. Pois afinal, uma Vampira anda a suspirar pelos olhares do seu até então recíproco amado : Famoso, Cantor. . .Humano. 

Michael Jackson é o pop-star mais aplaudido e admirado em 1982 ,Anna o observa desde que nascera no entanto, Michael nem se quer imagina o que ela faz há quase trezentos anos de existência .

ANNA : Quando  nos conhecemos e ficamos amigos, eu bem que ignorei os riscos, ele me encantava com o seu jeito. hum . . . Mas então aquele dia chegou e eu não pude mais continuar, aquele seu pedido de casamento. . . Seria o maior ato de deslealdade e afronta que jamais pensei em cometer. Os ancioes me condenariam, me destruiriam mas não antes de me obrigarem a machuca -lo. Eu não podia. Eu tinha que fugir. 

Michael : Quando nos conhecemos e ficamos amigos?  Era quase meia noite. . . E  eu estava tão triste que realmente desabei ao primeiro jesto compreensivo que ela me demonstrou. Na segunda noite em que nos vimos, eu já a amava como uma amiga. Ela sabia tudo sobre mim, hum. . . Foi uma loucura. No final da semana eu já estava a pedindo em casamento mas então, ela se recusou e desapareceu. Como se a maior expressão dos meus sentimentos, o casamento, fosse um crime! Eu jamais a perdoarei.


Notas Finais


Esse romance tinha tudo para dar errado mas,nem sempre o destino é tão cruel.
Eu vou mostrar a você!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...