História Midnight Decisions - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Drama, Romance, Traição
Visualizações 10
Palavras 1.048
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Romance e Novela, Saga, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Postando correndo! me perdoem pelos erros ortográficos.





Boa Leitura! <3

Capítulo 2 - Que os jogos comecem


Fanfic / Fanfiction Midnight Decisions - Capítulo 2 - Que os jogos comecem

Quatro anos depois 

Justin Bieber POV

 —  Bizzle? Consegui. – Disse Chris jogando uma ficha em cima da mesa de meu escritório. – Ela está morando num apartamento à três quadra do centro, se encontra num condomínio de luxo medio. 

– Perfeito! Que os jogos começam querida Blair! – disse dando um sorriso maldoso. 

Blair Smith POV 
—  Eu te amei Blair, eu te amei com todas as minhas forçar eu te dei tudo eu dei meu mundo. – disse Bieber já chorando enquanto apontava uma arma para minha cabeça.
— Justin... – disse em meio aos soluços.
— Cala a boca! – Gritou – Deixa eu terminar. – sorriu com desdém – O que eu fiz pra você ? O que ele tinha que eu não tinha ? por que você me destruiu daquele jeito.. Blair... – disse Bieber chorando – Mas agora acabou! – Gritou limpando as lagrimas –  Você acabou comigo e agora eu irei acabar com você – disse é engatilhou a arma – Quais são suas últimas palavras ? 
— A Lua e a sua filha! Cuide dela por mim.. – me interrompe.
— MENTIROSA!!!! – Gritou. E eu só ouvi a arma sendo disparada é uma escuridão...  


          Acordo num pulo com meu despertador soando pelo quarto marcando 6:00 em ponto. 
  Droga! Já é a quinta vez no mês que eu tenho este mesmo sonho. Justin. o que aconteceu  no passado fica no passado, agora ele está muito longe! Ele não vai me fazer mal. É apenas um sonho - repetia para mim pela decima vez -

Levanto e vou direto para o quarto de Lua. Minha princesinha

— Ei meu amorzinho, Acorda – digo passando a mão sobre seus cabelos claros para acorda-la.

— Mamãe – ela diz com aquela voz doce de sonho.
— Levanta meu amor, você tem escolinha hoje. – digo e dou um beijo em no topo de sua cabeça. – Joanna vai vir aqui lhe arrumar tá bom – digo e ela me abraça. E eu volto para meu quarto.

 

Quando eu descobri que estava grávida de Justin bem no dia do seu aniversário, eu fiquei completamente em choque.

Eu iria contar para ele quando eu fosse lhe entregar seu presente! Mas os planos mudaram e eu tinha uma "aposta" suja pra cumprir.
Mas já se passou quatro anos.. Acabou! Justin meu amor da adolescência se foi desapareceu do mapa. E agora eu estou seguindo minha vida com minha pequena Lua.

Meus pais, morreram e nem sabiam que tinham uma neta. Eu me sentia com vergonha por estar grávida apenas com 17 anos, então eu bolei um plano, quando Lua nasceu eu estava em Nova York eu fiquei com ela por cinco meses, depois eu voltei para Atlanta, E dei ela para Liam cuidar, meu melhor amigo gay, o único que me entendeu e ficou do meu lado depois de todo ocorrido no último ano do ensino médio.
 Eu visitava ela todos os dias; Cuidava e dava de mamar, Liam era uma tio padrinho babão, ele sabia que Justin era o pai ele foi o primeiro a saber.

Nós tivemos uma ideia de colocar Lua numa sexta e lhe colocar em frende de casa, como se ela não tivesse mãe.

Meus pais não suspeitaram de nada, e adotaram ela, ela era a minha "irmã" para meus pais, mais para mim eu sabia que ela era a minha filha minha princesinha, que eu sempre irei proteger.

A exatamente um ano atrás meus pais sofreram um acidente de carro, e não sobreviverem!
  Meu mundo simplesmente desabou, eu tinha apenas dezenove anos,  o que seria de mim? Minha filha? A empresa de meus pais? Como eu era filha única, herdei tudo. Tive que trancar minha faculdade de Letras, e assumir o lugar de meu pai, na empresa de modas mais famosa de Atlanta. Smith Fhason Modes.
    Liam sempre esteve ao meu lado, sou muito grata a ele, ele mora com a gente agora. E trabalha como modelo na empresa, acha um jeito mais fácil de conseguir os  boys dele.

Sou interrompida dos meus pensamentos com Liam batendo na porta com Lua no coloco.

— Ei.. Garota pensativa! – disse sorrindo. – Não acredito que você ainda não está pronta! Blair sua louca não se esquece que você tem reunião hoje as 8:00 AM. – disse liam me fazendo olhar no relógio. 7:40 Droga.

Me levanto e vou correndo  para o banheiro tomar um banho bem gelado para tirar um pouco desses pensamentos.

 

(....)

 —  Bom dia Karla! Quando Liam chegar pode mandar ele entrar nem precisa avisar. – disse – Os investidores já chegaram ? 
—  Sim senhora já faz uns cinco minutinhos. – disse Karla.
—  Obrigada. – disse  e caminhei direto para a sala de reuniões.

— Bom dia senhores! me desculpe pelos atraso. –  disse me sentando. –  Josh, mostre para eles a nossa novas coleção. – disse e logo o rapaz já foi lá pra frente, mostrando detalhadamente cada peça.

(....) 

— Oi amor – disse Liam me dando um selinho de surpresa. Ele é suas manias. Sorri.

— Como foi com os investidores? Já escolherem que será a modelo principal da coleção Light ? – Pergunto já se sentando. Se esparramando no sofá do escritório. 

— Ainda não estou indecisa entre Gigi Hadid e Hailey Baldwin. – Disse lhe entregando fotos da modelo para ele ver.
 
— Sou mais a Hailey Baldwin - disse me mostrando uma foto da mesma. -  Há não sei as duas são talentosas é bonitinhas – Sorri e concordei.

— Busca a Lua pra mim hoje vou ter que ficar um pouquinho á mais na empresa, preciso terminar esses relatórios e fazer as ligações para o bufê e a empresa da decorações – disse fazendo um biquinho.

— aghr! Se sabe que ela gostaria que você fosse buscá-la né miga, você tem que ter um tempo mas pra ela..  – Liam para de falar quando Karla entra num desespero sem bater na porta. O que eu poderia demiti-lá! Por que eu odeio que entra na minha sala sem nem bater na porta.

— Karla! Quem te deu autorização par entrar na minha sala desse jeito.. - Ela me corta.

— Me desculpa senhorita Salvatore. – Disse com a respiração descontrolada – E que ligaram aqui e-e..

— E o que Karla desembucha! - disse já estressada.

— Era do conselho tutelar de menor, e levaram a pequena Luara 

— Levaram? Como assim Levaram minha filha Karla!!! – Já gritava. Como assim levaram minha filha, minha pequena..

— Pediram para a senhora entrar em contato com esse número. – disse ela toda tremendo me entregando um papel com um número. 

 


 
 


Notas Finais


Helllooooooo! amores.... desculpa pelos erros... tive que escrever correndo por que tinha que sair!!


mas espero que gostem <3 lembrando que criticas e elogios são sempre bem vindos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...