História Mil Cortes de Papel - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Black Veil Brides (BVB), Hayley Williams
Personagens Andrew "Andy" Biersack, Ashley Purdy, Hayley Williams, Jeremy "Jinxx" Ferguson
Exibições 23
Palavras 1.607
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico)
Avisos: Mutilação, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 26 - Foi falso ???


Eu realmente quero falar com Andy agora, porque eu o abandonei ontem,o que não foi muito legal da minha parte.Felizmente para mim, Andy gosta de me esperar em lugares aleatórios e hoje eu o encontrei sentado do lado de fora do meu quarto. Eu vacilou em meus passos por um segundo. Ele parecia um pouco triste e por um segundo eu estava confusa, mas eu também era muito estúpida às vezes. Eu me senti.Tão horrível agora que eu me aproximei dele. Ele deve ter ouvido meus passos pois ele olhou para cima. Um sorriso brincou em seus lábios. Eu mal podia imaginar Andy sem um sorriso. 



"Hey." Eu disse suavemente quando eu cheguei a ele. 



"Hey.Podemos falar agora ou..."Ele perguntou e levantou. 



Eu balancei a cabeça rapidamente. 




"Sim, é claro. Vamos lá. "Eu disse e apontei para o meu quarto.




Ele entrou em primeiro, liderando o caminho, então eu entrei e fechei a porta.Nós encaramos um ao outro, de pé no meio do quarto. Pela primeira vez, ele estava completamente em silêncio.Eu acho que ele queria que eu falasse primeiro, mas eu sinceramente não sei o que dizer, e talvez eu estava sendo um pouco teimosa, porque eu queria que ele falasse primeiro. Eu fiz a única coisa que me veio à mente e dei um passo para a frente. Eu escorreguei meus braços ao redor da cintura dele, trancando-os em torno de sua volta em um abraço, ou o que parecia mais um abraço. Era quente, é bom. Eu descansei minha cabeça em seu peito. Eu ouvi e senti-o suspirar pesadamente, antes de me abraçar. Eu respirei profundamente, girando lentamente a cabeça. Ele cheirava, tipo um cheiro químico que você só sente em um hospital. Talvez fosse a roupa. Eu não me importava.Eu gostei. Por alguma razão, era reconfortante. Ele era reconfortante. Ele era tão especial para mim. Eu lentamente fico na ponta dos pés e levemente beijo a pele sensível de seu pescoço, e não como uma forma de levar a algo mais, mas apenas como uma pequena indicação de que eu ainda queria ele. Ele suspirou novamente e desajeitadamente forçou sua garganta em uma tosse falsa. Ele se afastou um pouco só para olhar para mim, mas ainda me manteve perto. Ele afastou meu cabelo dos meus olhos, algo que ele faz com bastante frequência. 




"Sinto muito por ter saido tão rápido ontem." Eu decidi falar primeiro. 




"Está tudo bem, eu entendo. Você quer falar sobre isso? "Ele perguntou.




Eu balancei a cabeça,




" Sim, tudo bem." 




Ele não disse nada, apenas ficou me olhando, esperando pacientemente para mim explicar o que estava acontecendo, e pela primeira vez eu realmente sabia o que. Eu estava pensando em como eu estava me sentindo, na maior parte, de qualquer maneira.




"Basicamente, Vic só queria se explicar. Ele me disse que nunca quis me machucar e eu acredito nisso. "Eu disse a ele. 



"Certo..."ele disse lentamente. 



Ele parecia muito inseguro. Eu percebi que ele provavelmente sentiu-se ameaçado por Vic. Eu sabia o por que, tipo, se Andy tivesse uma ex que de repente aparecesse, então eu seria incrível ciumenta e insegura de onde eu estava com ele também.



"Foi apenas bom para obter algum fechamento na relação. "Eu disse. 



"Realmente ?" Ele perguntou. 



"Sim. Eu acho que posso esquecer ele agora."Eu disse. 



À menção de esquecer Vic, fez os olhos de Andy visivelmente se iluminarem. 



"Sério?" Ele perguntou, sem se preocupar em esconder a esperança em sua voz. 



"Sim, eu espero. Eu segurei o que aconteceu por tanto tempo, porque quando ele terminou comigo, ele não me deu uma explicação real, mas eu tenho uma agora, e eu posso seguir em frente."Eu disse. 



"E você está bem com o que ele disse? "Ele perguntou. 



"Sim ... sim, eu acho que sim."Eu disse com um sorriso. 



Ele sorriu de volta. 



"Isso é bom.Não, isso é ótimo. Isso é bom para você. Você vai ser capaz de seguir em frente agora. "Ele disse, e ele estava tão certo. 



"Sim, eu serei. "Eu disse simplesmente. 



Ele me segurou mais perto. Seus olhos já não mostravam uma pitada de tristeza e ao invés disso ele estava de volta ao Andy normal. 



"Então, como você está se sentindo agora?" Ele perguntou com preocupação em sua voz.



"Umm ... diferente." Eu disse a primeira coisa que veio na cabeça. 



"Diferente como?" Ele perguntou. 



Eu pensei sobre isso por um momento. 



"É como se eu estivesse recebendo de volta a minha velha eu ... Como eu era antes de tudo acontecer." Eu disse. 



"Isso é ótimo para você", ele disse em emoção, "Eu estou feliz por você, Hayley.Você merece ficar melhor. " 



"Você me ajudou muito com a ficar melhor, embora, por isso, obrigado. "Eu disse com um sorriso genuíno. 



"Quando você precisar. "Ele disse suavemente. 



Olhei em seus olhos e para os lábios, por apenas um segundo, mas foi o suficiente para Andy perceber e sorrir provocantemente para mim. Eu não deixá-lo dizer nada sobre isso, porque eu fiquei na ponta dos pés e o beijei suavemente. Eu não conseguia superar a onda de sentimentos que vieram para mim quando eu o beijei. Meu coração praticamente derretia no meu peito. Ele correu os dedos pelo meu cabelo, prendendo-o atrás da minha orelha antes de descansar as mãos na minha bochecha. Seus dedos levemente se arrastou em toda a minha linha da mandíbula. Pela primeia vez. O beijo foi além macio, doce e inocente.Quando ele enfiou a língua na minha boca, eu de bom grado aceitei o beijo apaixonado.Não havia nada de sexual em tudo isto. Queríamos uns aos outros em um nível completamente diferente. Havia muito mais do que o lado superficial das coisas. Um som de clique que eu teria prazer ignorado, mas o fez parar. Seus lábios deixaram os meus e tudo que eu queria era mais. Eu abri meus olhos para olhar para ele. Neles eu vi uma mistura de tristeza e pesar. Só que ele não estava olhando para mim. Ele estava olhando atrás de mim. Virando rapidamente, meu coração saltou para a garganta quando vi o Dr.Carlile parado lá na porta agora aberta. Eu não conseguia explicar a sensação de que passou por mim. 'MEDO' foi a única palavra que veio à mente. Fomos pegos. Doutor Carlile parecia desapontado. Ele tinha uma expressão severa no rosto. Eu só agora percebi o quão ruim isto era. Quando eu estava com Andy eu mal pensei em como nós provavelmente não fomos autorizados a fazer isso. Não era mesmo um fator em minha mente. Claro, não era ilegal, mas ainda desaprovado.



"Andy, venha comigo." Disse o Dr. Carlile, apontando com os dedos para Andy segui-lo. 




Olhei para o garoto que eu tinha, sem dúvida, me apaixonado. Ele quase nem olhou para mim. Ele sabia que estava em apuros. Ele seguiu as ordens de Carlile e tudo que eu queria fazer era estender a mão e puxá-lo de volta para o quarto, mas alguns segundos depois os dois foram embora e minha porta estava fechada, deixando-me sozinha. Eu entrei em pânico.O que isso significa? Andy certamente sera demitido. Mesmo o que Andy e eu estávamos fazendo parecia tão certo, mas, todo mundo pensaria que é um comportamento inadequado da parte de Andy. Andy teria que sair e isso me mata, mas isso não significa que não seríamos capaz de ver um ao outro, porque eu sabia que eu iria ser sair daqui em breve e ser capaz de vê-lo. Isso me mata porque eu sabia o quanto Andy amava seu trabalho voluntário. Ele adora me ajudar. Eu podia ver que todos os dias a alegria dele a cada progresso que eu fiz. Eu não queria arrumar problemas a ele. Eu não sabia o que eu poderia fazer para melhorar as coisas, mas eu não podia ficar de braços cruzados enquanto Andy estava tendo problemas por algo que era tanto minha culpa. Talvez se eu dissesse ao Dr.Carlile o que aconteceu entre nós e lhe dissesse que era puramente inocente, então ele não ficaria com raiva de Andy. Com esse pensamento em mente, eu rapidamente abri a porta e sai do meu quarto. Caminhei pelo corredor em direção ao escritório de Dr.Carlile. Eu percebi que tinha passado das dez horas. Eu tinha estava atrasada para a minha sessão com ele, e foi por isso que ele veio me procurar. Deus, eu sou uma idiota. Eu cheguei a sua porta e estava prestes a bater nela quando eu parei. Doutor Carlile não estava gritando, mas ele definitivamente não estava mantendo sua voz calma. Eu poderia dizer que houve uma discussão acalorada acontecendo e isso é o que me parou. Eu não queria interromper, mas, novamente, é isso que eu vir fazer aqui.  Mas eu apenas congelou.



"Você me disse que nada ia acontecer entre vocês dois. Eu sabia que isso ia acontecer, mas você me garantiu que nada aconteceria. Isso foi uma mentira?"Perguntou o Dr.Carlile. 



Não tinha sequer passado pela minha cabeça que ele falaria sobre mim.



"Não ... sim ... eu…eu não sei. Eu não queria que isso acontecesse, realmente, eu não queria, mas aconteceu. Eu não posso mudar o que eu sinto. "Andy argumentou. 



Eu nem sabia que ele tinha tentado não se aproximar de mim. 



"Você tinha uma tarefa. Eu dei-lhe uma coisa a fazer, era para se aproximar dela. Eu queria que você fizesse amizade com ela, não vir namorado dela. Você deveria ser seu amigo, levá-la a se abrir para você, então voltar para mim,para que eu pudesse ajuda-la. Esse foi o nosso acordo."Dr. Carlile disse, e o que ele disse que fez o meu estômago revirar. 



Eu não podia acreditar. A amizade de Andy.Tudo. Foi falso ??


Notas Finais


Bom a história esta acabando, sei lá mais uns 5 capítulos no máximo...mais eu realmente quero fazer uma continuação para ela.. O que acham ?? Comentem..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...