História Mil e uma Noites - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dragon Ball
Exibições 31
Palavras 2.335
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi amores obrigada aqueles que favoritaram a história mas vou demora um pouco para posta o outro , sem mais de longas vamos para o capítulo

Capítulo 2 - Dor e Prazer


O mesmo deitou-se por cima de mim e começou a beijar meu pescoço e dar fortes chupadas

- parar por favor me soltar - falei tentando afastá-lo mas foi inútil ele prendeu meus braços com a mão

- fique quieta por que séria uma pena ver essa pele bonita e macia com hematomas -engolir o seco e o mesmo me beijou e começou a explorar minha boca com a língua

Ele levantou-se e se despiu

- tire o vestido - eu me levantei lentamente e começei a tirar o vestido ficando apenas com minha camisola que era curta e branca

O mesmo me puxou pela cintura e começou a me beijar e deitou-me na cama lentamente ele começou a subir a mão pela minha coxa e foi subindo e foi levantando minha camisola me deixando completamente nua , ele começou a chupa meu seio esquerdo e com a outra mão começou a acariciar o direito mas quando abri os olhos vi o que acariciava o meu seio direito era sua cauda e não sua mão

- parar com isso por favor - falei o afastando rapidamente

- eu já disse que não vai adianta nada fazer isso - fala sorrindo malicioso

- por favor não use sua cauda isso me dar medo mas do que ja estou - falei e o mesmo balanço a cabeça negativamente e me puxou com a cauda e voltou para a mesma posição de antes

- deixe disso com o tempo vai ser acostuma com ela - falou voltando a chupa meu seio mas dessa vez era o direito

Ele começou a me beijar e foi descendo rapidamente o mesmo abriu minhas pernas e começou a lamber minha virilha descendo até chegar na minha vagina que estava completamente molhada

- está bem excitada com o que estou fazendo - o mesmo dar um sorrido de lado

Trunks começou a massagear meu clitóris com uma mão e com a outra mão apertava meu seio, logo ele enfiou dois dedos dentro de mim me fazendo gritar de dor

- parar por favor isso ta doendo - falei chorando

- relaxe menina - fala o mesmo movimentando os dedos

PAN:OFF / TRUNKS:ON

Começei a movimenta os dois dedos que estavam dentro dela e a mesma gritava de dor misturado com prazer e não demorou muito ela teve seu primeiro orgasmo quando tirei vi que os mesmos estavam sujos com o sangue de sua virgindade lambi meus dedos e a olhei e ela começou a chorar pois não era mas uma mulher pura

- sabia que você é um monstro maldito seu infeliz - falou a mesma ser debatendo na cama

- ja ouvi xingamentos melhores menina - falei me posicionando em cima da mesma

Começei a beijá-la fazendo a mesma senti seu próprio gosto e com minha cauda levantei suas pernas ela ficou nervosa ao sentir meu pênis na entrada da sua vagina que estava molhada e era bom que ela estivesse assim pois não iria sentir muita dor

Encaixei minha mão na sua e voltei a beijá-la e a mesma correspondeu ao beijo pois estava nervosa … me preparei e sem avisa entrei dentro dela indo bem fundo e a mesma jogou a cabeça para trás e começou a grita de dor começei a me movimenta e a mesma parou de gritar e sim começou a gemer , seus gemidos eram de dor e prazer ela estava gostando do que eu estava fazendo com ela e a mesma cravou as unhas na minha costa assim chegamos ao clímax

- por hoje…você conseguiu… me satisfazer… quero ver… amanhã ser …vai conseguir -minha respiração estava ofegante e vi a mesma parada na cama apenas virou de lado e se encolheu e começou a chora baixinho

TRUNKS:OFF/PAN:ON

Ele levantou-se e foi para o banheiro , eu não conseguia acreditar que esse monstro fez isso comigo eu preciso sai desse quarto, preciso sai desse castelo, preciso sai desse planeta preferia mil vezes morre do que ficar aqui para servir como uma escrava sexual pra esse demônio

Trunks saiu do banheiro e deitou-se ao meu lado me puxando com a maldita cauda para perto de si e o mesmo me abraçou

- você com o tempo vai querer ser entrega a mim por vontade própria e não a força - falou o mesmo sussurrando em meu ouvido

- nunca esse tempo vai chegar seu monstro idiota - falei fechando os olhos

PAN:OFF

No dia seguinte

Pan acordou e viu que Trunks estava saindo do banheiro

- você me surpreendeu terráquea foi a primeira mulher que durou uma noite - fala o mesmo a puxando

- me soltar seu monstro - diz a mesma lhe dando um tapa deixando a face do mesmo vermelha

Trunks voltou a olhar a menina e o mesmo lhe deu um tapa que fez a mesma cai no chão

- que pena eu disse que não queria ver sua pele com hematomas mas ja é tarde - fala o mesmo puxando o cabelo da garota fazendo ela o encarar

- me matar logo eu prefiro morre do que ficar sendo usada como um brinquedo sexual -fala a mesma chorando

- eu não vou te matar vás viver pois vou fazer da sua vida um inferno -

- qualquer vida que eu tenha que você esteja nela ja é um inferno - fala a menina cuspindo em seu rosto que logo levou outro tapa

- bom que você sabe … afinal qual é o seu nome ?- pergunta e a mesma não responde -eu perguntei qual é o seu nome? - pergunta novamente puxando seu cabelo

- é Pan meu nome é Pan - fala chorando

- vamos estabelecer algumas regras primeira : você não vai sai desse quarto pra nada, segunda :vai obedecer tudo o que eu manda você fazer , terceira : so vai falar quando eu manda entendeu -

- sim - mas a mesma recebeu outro tapa

- não mandei você falar nada - fala o mesmo sorrindo malicioso - agora pode falar -

- sim senhor eu entendi tudo - fala a mesma se levantando do chão

- boa menina se arrume pois quero você bem bonita hoje à noite - fala o mesmo saindo do quarto

PAN:ON

Eu preciso sai desse quarto ou vou acabar morrendo aqui… tentei abri as janelas mas todas tinham grades , então desisti fui para o banheiro e tomei um longo banho queria tentar esquecer tudo o que aconteceu quando sai do banheiro vi um vestido azul com branco em cima do sofá ,eu não tinha percebido o vestido ali me vestir e fiquei ali sentada quando a porta se abre e vi que era a Bra

- Pan o que você fez com o Trunks? -pergunta ao entra no quarto

- eu… você deveria perguntar o que ele fez comigo - falei me levantando

- ontem ele me bateu e hoje de manhã na cozinha o mesmo me pediu desculpas e me deu um beijo no rosto - fala a mesma nervosa

- eu não sei o que deu nele e nem quero saber … eu quero apenas aproveitar o tempo que tenho para esquece tudo o que aconteceu e me preparar pro que vai vim -falei desanimada

- não eu não vou deixar ele se aproveitar de você de novo … vamos quero que conheça uma pessoa - fala a mesma me puxando

Bra me levou pra ver cada canto do castelo que era inome e lindo a mesma me levou na cozinha e no jardim, mas tudo que é bom acabar pois eu vi Trunks e o tal de Goten andando pelo jardim logo os dois nos viram nessa hora o meu corpo gelo não consegui andar e meu coração estava a mil por hora

- o que você está fazendo aqui? - pergunta Trunks

- TTrunks pensei qque estivesse nna sala de gravidade - respondeu Bra

- Pan vamos volta para o quarto agora - falou o mesmo segurando minha mão mas com delicadeza

- sim senhor - felei o seguindo

Quando entramos no quarto Trunks me jogou na cama e começou a fala

- Pan eu dei apenas três regras pra você cumpri e você quebrou todas num só dia -fala alterando a voz

- eu quebrarei todas as suas regras seu monstro eu não ligo de ficar com hematomas eu na beira da morte pois é isso que eu quero morrer do que ficar sendo forçada a deitar-me com um psicopata-falei me levantando da cama

- eu admiro sua coragem de mim enfrentar e responder pra min camponesa - fala o mesmo segurando minha cintura

- me soltar eu não sou sua você não é meu dono - falei o empurrando

- hum você está começando a se revelar de verdade pois continue assim era o que eu esperava - sorri o malicioso

- se afasta de mim seu verme - falei e lhe dei um tapa eu estava explodindo de raiva

Trunks virou o rosto e me encarou me dando um soco no rosto me fazendo cai no chão

- paciência tem limite e meu limite chegou ao fim - falou me dando outro tapa que fez minha boca escorrer sangue

Trunks puxou meus cabelos e me jogou na cama e logo abriu um baú que tinha na frente da cama e tirou uma corda e amarrou meus pulsos na cabeceira da cama

- se comporte por que não estou afim de bater em você - falou o mesmo fechando a porta do quarto

- SEU DESGRAÇADO VOLTA AQUI ME SOLTA ME SOLTA - começei a grita

PAN:OFF/TRUNKS:ON

- Broly não deixe ninguém entrar nesse quarto endenteu -

Broly balançou a cabeça e eu fui para a sala de gravidade … o tempo passou rápido e quando percebi ja estava de noite sai da sala de gravidade e fui na cozinha e mandei as empregadas prepararem uma bandeja de comida para leva para a Pan ; não demorou muito subi com a bandeja e mandei Broly ir embora quando entrei no quarto vi a mesma dormindo sentada no chão… Fechei a porta lentamente e coloquei a bandeja no sofá me aproximei de Pan e desfiz o nó de seus pulsos e vi que os mesmos estavam roxos a carreguei colocando a mesma em cima da cama e começei a dar leves beijos em seu pescoço fazendo a mesma acorda

- o que pensar que está fazendo comigo -fala a mesma se levantando

- hum eu não preciso nem dizer - falei lhe prendendo contra a porta

- ah meus pulsos estão doendo muito -

- e acha que estou preocupado com você haha só nós seus sonhos - a carreguei no colo em direção a cama e comecei a beijar seu pescoço

Tirei seu vestido a deixando com uma camisola transparente azul me aproximei para beijá-la e a mesma virou o rosto não dei muita importância pra isso ,continuei beijando seu pescoço e fui descendo até chegar no colo dos seus seios

TRUNKS:OFF/PAN:ON

Ele desceu à mão para de baixo da minha camisola e passou a mão na minha vagina e o mesmo sorriu pra mim pois eu estava molhada sentir sua cauda se enrolar na minha cintura e me levantar fazendo com que eu ficasse por cima dele o mesmo ne puxar para que eu o beijasse mas virei meu rosto e o mesmo o virou com a cauda fazendo assim eu beijá-lo , apoiei minhas mãos no seu tórax

Mas rapidamente ele passou para cima de mim e tirou minha camisola e começou a chupa meus seios e desceu sua mão para minha vagina começando a massagear o meu clitóris e logo enfiou dois dedos fazendo com que eu jogasse minha cabeça para trás

Segurei o lençol fortemente e joguei minha cabeça para trás o mesmo começou a movimenta os dedos rapidamente dentro de mim segurei meu gemido não ia dar esse gostinho para esse monstro

- não vai conseguir segura os seus gemidos por muito tempo - fala o mesmo sorrindo de lado

Ele começou a fazer mas força e eu estava prestes a ter um orgasmo

- parar… Trunks…ahh- falei soltando um gemido

- se perdi com educação eu faço você goza -fala o mesmo sorrindo malicioso

- por…favor …Trunks …me faz… goza… -

O mesmo sorriu e continuou movendo os dedos e não demorou eu gozei na sua boca e o mesmo engoliu tudo

- ahh … ja acabou - perguntei

- ja estar cansada mal começei - fala o mesmo ficando por cima de mim

Trunks me beijou e eu senti meu próprio gosto em sua boca o mesmo posicionou-se sobre mim deixando seu pênis na entrada da minha vagina aquilo me causou um arrepio , e começou a beijar meu pescoço para me destrai mas não adiantou nada sentir ele começa a entra lentamente mas foi parando como se fosse pra mim acostuma com o seu tamanho, ele estava sendo gentil mas como era orgulhoso não de mostrava isso, ele foi indo mas fundo e parou quando estava completamente dentro de mim

PAN:OFF/TRUNKS:ON

Assim que entrei completamente dentro dela vi a mesma fechar os olhos então começei a beijar seu pescoço e começei a mim movimenta indo bem fundo… começei a ir mas rápido e a mesma virou o rosto

- quero que você olhe pra mim camponesa-falei lhe virando o rosto

Ela começou a chorar então decidi beijá-la vê-la chorando me irritava muito parecia um bebê

- parar…por favor…estou… cansada - diz a mesma fechando os olhos

Começei a ir mas rápido fazendo com que ela tivesse um orgasmo ou melhor nos dois ,deitei ao seu lado e a mesma se virou

TRUNKS:OFF/PAN:ON

- Pan… por que…não …vai ser… limpa…- fala o mesmo se levantando

Eu não responde nada fiquei calada e o mesmo me pegou no colo como se eu fosse um bebê e me levou pro banheiro , ele ligou a água pra encher a banheira e logo após me colocou dentro da mesma e amarrou meus cabelos no alto e começou a esfregar cada parte do meu corpo eu fiquei imóvel apenas deixava cai minha lágrimas , quando ele terminou me carregou e me colocou na cama ele me cobriu com o lençol e depois deitou-se ao meu lado me abraçando

- amanhã quero você bem arrumada pois vai jantar comigo e com meus pais - fala o mesmo sussurrandoem meu ouvido

Eu não estava acreditando que iria jantar com o rei e a rainha essa iria ser minha chance de fugir do castelo

Continua…



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...