História Milagres de Amor - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha Kanketsu-hen
Tags Inuyasha, Kagome, Rin, Romance, Sesshoumaru
Exibições 31
Palavras 1.732
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá pessoal é minha primeira fic 😍

Capítulo 1 - A Decisão


Fanfic / Fanfiction Milagres de Amor - Capítulo 1 - A Decisão

          Após a derrota de Naraku a vida de todos envolvidos na batalha ficou mais pacífica, exceto a de um lorde chamado Sesshoumaru e do seu meio irmão Inuyasha, pois a maior batalha estava acontecendo dentro dos corações deles.
         Inuyasha estava desesperadamente preocupado com sua Kagome, pois não sabia o que tinha acontecido com ela desde a batalha contra Naraku não conseguia atravessar o Honekui no Ido, dia após dia tentava atravessar e em todas as vezes falhava, mas mantinha esperança que voltaria a ter Kagome , sentir seu cheiro sentir a suavidade da pele de sua tão estimada amada. Ele tinha a certeza que amava-a  e o que mais entristecia era que não conseguiu expressar seus sentimentos nos momentos que estavam juntos precisou a distância para revelar os sentimentos escondidos de Inuyasha.
       Sango e o Monge Miroku decidiram assumir que se amavam o que não foi nenhuma novidade para todos, enfim decidiram se casar Sango queria esperar pela amiga e companheira de viagem Kagome, mas era uma incerteza a volta da mesma o único que nutria fortes esperanças era Inuyasha .
       Alguns meses se passaram e Sesshoumaru estava em uma batalha interna, pois as terras do Oeste estavam precisando do comando dele, porém ele não podia  expor a sua pequena Rin que não era mas tão pequena assim,  pois já estava com seus 12 anos e já demonstrava uma beleza rara seus cabelos eram negros como a noite tinha um corte reto que passava dos ombros seu corpo já mostrava as curvas futuras de uma bela mulher, porém precocemente Rin já atraia olhares tanto da raça humana como dos youkais o que por alguma razão estava irritando um certo Lorde.
       - Senhor Sesshoumaru-sama estou fazendo uma nova coroa de flores. Disse Rin alegremente.
       - Hum. Sesshoumaru respondeu no seu tom frio de sempre.
       Sesshoumaru com seu pequeno grupo decidiu pararem para acampar em uma clareira que ficava próximo de um rio.
      - Jaken! Disse Sesshoumaru.
      - Sim, mestre Sesshoumaru!
      - Vá ajudar Rin conseguir comida e providencie lenha para o fogo. Não quero um arranhão nela e principalmente não deixe ela carregar nenhum peso a proteja com sua vida ou eu mato você. Disse Sesshoumaru com toda sua virilidade.
      - Sim senhor Sesshoumaru-sama. Respondeu Jaken morrendo de medo, mas antes de sair Jaken se atreveu a fazer uma pergunta para seu mestre enquanto Rin brincava sem perceber o pequeno diálogo. – Senhor Sesshoumaru-sama, estou sentindo que o cheiro de Rin está mudando será que ela está doente.
       - Jaken como ousa a falar do cheiro da minha doce Rin seu imbecil. Gritou Sesshoumaru chamando a atenção de Rin e fazendo a mesma corar, porém ela continuou a cantarolar e recolher flores para concluir sua coroa de flores para seu protetor.
      Sesshoumaru tornou a falar com Jaken percebendo que Rin tinha voltado a se distrair diminuiu o tom de voz e disse pausadamente: - Jaken, ela está se tornando mulher a primeira regra dela vai chegar hoje ou amanhã e não vai ter ninguém para lhe explicar o que fazer. Esses três dias que se passaram ela sentia pontadas de dor no pé da sua barriga, mas não nos contou com medo que eu a deixasse para trás. Era por esse motivo que eu estava parando constantemente era para ela descansar.
      - Oh mestre Sesshoumaru-sama! O senhor é o mais adorável dos mestre. O que faremos com Rin ela vai atrair os Youkais com o sangue não podemos levar ela para terra do Oeste. Concluiu Jaken percebendo o olhar mortal de Sesshoumaru.
       - Inútil! Dúvidas do meu poder acha que eu vou deixar algum macho chegar perto de Rin ou alguma coisa machucar ela. Vá logo pegar a lenha para fazer a fogueira e providencie algo para Rin comer. Rin vá com Jaken. Disse asperamente aquela conversa com Jaken tinha o irritado.
       - Sim, Senhor Sesshoumaru-sama.
       Sesshoumaru tinha o olfato e audição super apurada sabia que o corpo de Rin estava em transformação e que isso estava o perturbando, pois seu lado fera estava insano com o aroma que Rin exalava o atraindo cada vez mais. Porém o orgulho e a sanidade de Sesshoumaru estava controlando o lado primitivo de fera, pois acima de tudo era da sua Rin a qual ela daria a vida para proteger e nunca jamais a machucaria e nem faria nada contra sua vontade.
    - Aiiiiii!!!!!!!! Socorrooooo! Rin gritava espantada.
     Imediatamente Sesshoumaru sai de seus pensamentos e corre em direção do cheiro de sangue de sua Rin  já sabia o que tinha acontecido, porém o grito de desespero de Rin o fez querer ajudá-la de uma certa forma.
       - Jaken? Seu Inútil! Cadê você!! Disse Sesshoumaru entre os dentes.
      Não houve resposta de seu servo Jaken, pois o mesmo estava em estado de choque em transe sem conseguir desviar de Rin que estava deitada no chão em posição fetal com sangue escorrido pela pernas ao ver Rin no chão com dores e sangrando Sesshoumaru não pensou duas vezes e chutou Jaken que voou para bem longe até perder de vista. Rin ao perceber que Sesshoumaru estava ali tentou se levantar mas sentiu uma pontada.
      - Senhor Sesshoumaru-sama, o que está acontecendo comigo estou sangrando, mas não me machuquei eu juro e não precisava chutar o senhor Jaken ele não tem culpa aiaiaiiii!
      Com muita paciência Sesshoumaru respondeu: - Rin, eu chutei Jaken, pois ele estava em estado de choque e pelo fato dele ter deixado você no chão e com dor e não fez nada me irritou. Vou carregá-la até o rio para que te limpes. Quando estiveres limpas este Sesshoumaru vai tentar te explicar o que aconteceu.
     -Obrigada Sesshoumaru-sama!
       Assim o Lorde Sesshoumaru fez carregou Rin, porém assim que suas mãos tocaram em Rin ele sentiu o seu corpo esquentar de uma maneira nunca vista e aquele aroma que vinha dela estava o deixando embriagado ele precisava ter foco naquele momento e agora em todos os outros, pois o cheiro de Rin mudou completamente naquela noite ficou muito mais atrativo para Sesshoumaru. Chegando no rio Sesshoumaru deixou Rin na margem para dá privacidade para que ela se banhasse.
      - Rin, vou pegar um quimono limpo para você é o tempo que você se banha. Disse Sesshoumaru friamente.
       - Certo, Sesshoumaru-sama, mas o que está acontecendo comigo?
       - Rin, quando determinar eu lhe direi. Respondeu Sesshoumaru dando as costas para Rin não dando nenhuma chance para a mesma responder.
       Jaken voltava ao acampamento depois de muito tempo com um galo na sua cabeça.
        - Senhor Sesshoumaru-sama, perdoa o Jaken?!! Disse ajoelhado aos pés de Sesshoumaru.
          - Jaken vou levar o Kimono limpo para Rin e explicar a ela o que aconteceu com seu corpo.
         - Senhor Sesshoumaru-sama, não seria melhor deixar Rin aos cuidados daquela velha Miko Kaede, pois ela lhe explicaria melhor essas coisas e lá Rin estaria segura, pois o imprestável do Hanyo do seu irmão o Inuyasha vive naquela região mantendo os Youkais longes.
      - Está querendo que eu abandone Rin Jaken?! Neste momento Sesshoumaru lançou um olhar mortal para Jaken que tremou dos pés as cabeça quando seu leal servo iria responder Sesshoumaru continuou sem da a chance a Jaken. – Achas que eu não já pensei nisso?! Sei que o imprestável do irmão protegeria Rin assim como ele está fazendo com a vila e aquela velha faz uma Kekai para proteger os aldeões, mas a questão Jaken é que não suporto a ideia de viver separado de Rin o meu egoísmo não está deixando.
      - Senhor Sesshoumaru-sama demorei, pois no caminho de volta estava eliminando uns Youkais fracos logo em seguida virão mais atraídos pelo cheiro de Rin e sem falar que o Senhor tem que voltar as terras do Oeste e justamente neste momento as regras de Rin teve que chegar. Sabe Senhor Sesshoumaru-sama eu aprendi a gostar desta menina tola, não queria ficar longe dela, mas vai ser para o próprio bem Rin e um dia ela vai entender. Disse Jaken com lágrimas nos olhos.
      Neste exato momento Sesshoumaru entendeu que a segurança de Rin tinha que ser colada em primeiro lugar e ele tinha que deixar Rin na vila da velha Kaede a decisão mais difícil que ele tinha tomado.
      Ao chegar no rio Sesshoumaru avisa a Rin que está se aproximando, para que a mesma escondesse seu corpo na água enquanto ele deixava o Kimono limpo e seco para ela na pedra e virou a costas para que Rin se trocasse.
       - Estou pronta Senhor Sesshoumaru-sama! Disse Rin com um belo sorriso.
       - Rin, o que aconteceu mais cedo foi que seu corpo está em transformação e é com muito pesar que lhe digo estas palavras:  “ Não poderá mais acompanhar eu e  Jaken”. Lhe deixarei na vila que Inuyasha fica e você ficará aos cuidados daquela velha Kaede e do Inuyasha deverá obedecer aos dois e não fazer nada imprudente. Sesshoumaru foi bem direto com as palavras.
      - Mas Senhor Sesshoumaru-sama eu quero estar com o Senhor eu prometo que não vou atrapalhar por favor não me abandone eu imploro. Disse Rin aos prantos. Sesshoumaru não aguentou ver sua pequena chorando.
      - Rin, já tomei minha decisão amanhã partiremos para vila. Disse Sesshoumaru no seu tom frio, mas por dentro estava se sentindo derrotado.
      Ao voltar ao acampamento Rin se alimentou e foi se deitar triste. Sesshoumaru surpreendendo a todos a chamou.
      - Rin, está noite quero que durma em meu colo, pois a noite esta fria. Em um só pulo a humana ficou de pé e foi deitar no colo do seu mestre com o rosto todo vermelho do choro e de vergonha. Na verdade a noite não estava fria, mas Sesshoumaru queria ter sua pequena mais próxima dele e exalar aquele doce aroma para guardar com ele quando partir e sabia que estavam sendo vigiados por pequenos youkais fracos e sabia que com Rin no seu colo nenhum youkai ousaria encostar nela.
      Apesar de estar triste com a notícia Rin ao mesmo tempo estava feliz, pois estava no colo do seu protetor aquele que ela sentia uma admiração sem fim o que fazia seu coração disparar só de ouvir a voz dele.
      Por precaução Sesshoumaru fez uma Kekai incluindo Jaken é claro e todos adormeceram exceto Sesshoumaru que estava admirando o sono e a beleza da jovem no seu colo.
                                               Continua....




Notas Finais


Os personagens de Inuyasha não me pertence!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...