História Milagres de Amor - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha Kanketsu-hen
Tags Inuyasha, Kagome, Rin, Romance, Sesshoumaru
Exibições 22
Palavras 1.679
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Como prometido tai aí o capítulo! Me perdoem se tiver alguns erros escrevi pelo celular no caminho do trabalho para casa.

Capítulo 2 - Partida


Fanfic / Fanfiction Milagres de Amor - Capítulo 2 - Partida

          Ao amanhecer Sesshoumaru e seu grupo fizeram sua higiene pessoal e o desjejum e caminharam em direção a vila da velha Kaede.  No decorrer da viagem Rin não pronunciava nenhuma palavra e Sesshoumaru já estava ficando irritado, pois queria ouvir a voz de sua pequena e a tristeza que ela transmitia estava o afetando profundamente, pois por causa das obrigações com  as Terras do Oeste  tinha que deixar Rin aos cuidados do seu meio irmão, mas quando as batalhas nas redondezas das Terras do Oeste acabassem ele iria vim buscar Rin e se ela decidisse segui-lo a levaria para o castelo do Oeste.
        - Jaken!!!  Se despeça de Rin já estamos chegando próximo da vila.  Disse Sesshoumaru no seu tom frio de sempre, mas com um toque de pesar na sua voz que Jaken não deixou passar despercebido.
        - Sim,  senhor Sesshoumaru. O senhor está fazendo a coisa certa no futuro ela entenderá. Disse Jaken com lágrimas nos olhos.
        Rin estava tão triste que nem estava ouvindo a conversa dos dois companheiros de viagem. Jaken se aproximou da frágil garota que estava sentado com a cabeça apoiada nos joelhos para esconder o rosto inchado de tanto chorar como se com esta atitude escondesse do Lorde Sesshoumaru que estava chorando, mas tamanho esforço não adiantou em nada, pois Sesshoumaru tinha um olfato apurada e por todo trajeto sentiu o cheiro das lágrimas da sua protegida.
       -  Rin, sua menina tola! É para seu próprio bem confie no senhor Sesshoumaru, pois ele sempre faz o que é certo o que no caso é deixar na vila daquele imprestável do Inuyasha aos cuidados daquela velhota Kaede mas não será para sempre voltaremos e levaremos você com a gente se assim quiser um dia. Assim que Jaken terminou de falar Rin o puxou pelo Kimono o sacudindo fortemente e dizendo:
       - Jura senhor Jaken que um dia o senhor Sesshoumaru vai vim me buscar um dia? Quando Jaken ia abrir a boca para confirmar recebeu uma pedrada de Sesshoumaru.
      - Já chega Jaken!!!!!! Disse Sesshoumaru. Quero ficar a sós com Rin. Completou o Lorde friamente.
      - Sim Senhor Sesshoumaru, vou a vila.
       - Sesshoumaru-sama, eu o imploro não me deixe na vila. Eu prometo não atrapalhar, por favor não suporto a ideia de voltar a conviver com os humanos, pois tenho medo de voltar a sofrer e o mais importante é que não vou aguentar a viver longe do Senhor! Disse Rin aos prantos.
       - Rin, pare de chorar! Você ficará aos cuidados do imprestável do meu irmão e daquela velha Miko Kaede. Quero que saiba que Inuyasha não permitirá que nenhum ser vivo a trate mal.
       - Mas, Sesshoumaru-sama se o senhor me deixar nessa vila vai ser a mesma coisa de está morta, pois não vejo uma vida sem ser ao seu lado e é claro do Jaken-sama vocês dois são tudo o que eu tenho se tornaram minha família.
        O Lorde Sesshoumaru não suportava ver o sofrimento da sua protegida decidiu encher o coração dela de esperança e é claro o dele também, pois não queria deixar Rin para trás, mas era necessário, pois como herdeiro das Terras do Oeste ele tinha que defender o seu clã e as terras tinha esse dever para com os seus e não poderia  colocar Rin em perigo, pois sabia que o clã não iria aceitar uma humana como protegida ele teria que conquistar seu clã novamente, pois tem uns 250 anos que ele não voltava ao castelo na Terra do Oeste seu plano era voltar acabar com a rebelião e as batalhas e conquistar a confiança total do seu clã para que o mesmo pudesse aceitar e proteger Rin dando sua vida se fosse preciso.
          Rin continuava a chorar o seu coração e seu corpo em um desespero total. Não estava aceitando a ideia de viver longe do seu mestre.
         - Mate-me Sesshoumaru-sama, não vou suportar viver uma vida onde o meu anjo protetor não vai está presente. Acaba de vez Sesshoumaru-sama com essa dor eu imploro.
          Sesshoumaru ao ouvir isso de sua pequena por um momento deixou todo orgulho de lado e a abraçou se ajoelhando para ficar na mesma altura dela. E não se conteve e retribuiu o abraço com toda sua força como se fosse para Sesshoumaru não escapar.
         - Já chega Rin! Achas que é fácil para mim? Abrir mão de cuidar de você? Este Sesshoumaru não quer te deixar aqui, mas é necessário para sua segurança e você precisa conviver com os da sua espécie. Vamos Rin, Inuyasha já está a nossa espera.
          - Não!!! Por favor! Chorava Rin aos gritos!!! Sesshoumaru perdeu toda a paciência e levou Rin em seus ombros enquanto a mesma se debatia ao chegar na vila todos ficaram espantados com os gritos de Rin, pois nunca na vida daqueles aldeões eles presenciaram tal cena uma humana sofrendo lastimavelmente para não se separar de um Youkai.
          Sesshoumaru estava odiando aqueles olhares em direção dele é de Rin, mas a garota no estado que estava nem tinha percebido que havia vários olhares na direção dela.
        - Pobre garota deve ter sido enfeitiçada por esse youkai. Disse um aldeão bem idoso, fazendo Sesshoumaru lhe lançar um olhar mortal fazendo o velho aldeão estremecer e baixar a cabeça enquanto o Lorde Sesshoumaru passava com a humana sendo carregada em seus ombros se debatendo e chorando.
         -  Ela deve ter problemas mentais rrsrsrs!!!! Disse um dos rapazes fazendo Sesshoumaru rosnar audivelmente e indo em direção ao jovem rapaz fazendo Inuyasha interferir.
         - Calma Sesshoumaru são apenas crianças imbecis não vale apena. Disse Inuyasha.
         - Cala a boca Inuyasha!  Sesshoumaru disse friamente. – Onde está aquela velha Miko?
         - Estou aqui Sesshoumaru, pode entrar na minha humilde cabana. Olá minha querida! Disse a vovó Kaede.
          - Olá! disse Rin se acalmando, pois sentiu uma amorosidade acolhedora na Miko Kaede.
             Sesshoumaru colocou Rin e foi bem direto em suas palavras.
          - Velha,  deixarei o meu tesouro mais precioso em teus cuidados ensine-a sobre como uma dama deve se comporta é agir perante a sociedade. Quero que ela aprenda o máximo que puder sobre os da sua espécie. Mantenha-a afastada de qualquer outro macho, pois nenhum é digno dela.
         A Miko Kaede ao ouvir o que Sesshoumaru ordenava ficou extremamente envergonhada, mas decidiu acatar.
          - E quanto a você Inuyasha, se um fio de cabelo cair da cabeça de Rin eu.......
          - Tá, tá Heh! Já sei Sesshoumaru o que está solicitando tão gentilmente. Não se preocupe irei proteger Rin com toda minha força!
           Disse Inuyasha cortando Sesshoumaru e de fato o mesmo sabia que seu irmão mais novo cumpriria com a palavra e protegeria Rin. Neste momento o leal servo Jaken chega.
        - Senhor Sesshoumaru!!!!!! Receio que temos que partir.
        - Adeus Rin! Disse Sesshoumaru.
        - Nãooooooooooooooo! Gritou Rin aos prantos! Não me deixe!!!!!! Eeeeuuuuu ooooooo ammmmmmmoooooooo!!!!
        A máscara fria de Sesshoumaru foi quebrada e Inuyasha pode ouvir o coração do irmão mais velho acelerar com aquela frase que ele ficou tão envergonhado que ficou todo vermelho ao olhar em volta percebeu que Kaede e Jaken estavam com os rostos vermelhos também e percebeu que que por alguns minutos que parecia uma eternidade para os cincos seres da cabana Sesshoumaru tinha esquecido como respirar até ser interrompido pela Miko Kaede.
        - Sesshoumaru o que aconteceu entre vocês????? Disse Kaede com a voz alterada.
        - Está querendo morrer velha?  Respondeu Sesshoumaru saindo do seu transe.
        - Como ousa insultar o Senhor Sesshoumaru? Acha que o Senhor .... Jaken foi interrompido com um chute dado por Sesshoumaru.
         - Nunca faria nada que colocasse a honra de Rin em risco. Satisfeita velha? Perguntou Sesshoumaru arqueando uma das sombrancelhas.
        Rin não tinha entendido o que tinha dito de errado para ter gerado aquela movimentação toda.
        - Bem sendo assim. Acho melhor partir agora Sesshoumaru e quero que entenda que será melhor para Rin que não venha visitá-la, pois assim será mais fácil para ela esquecer você.
       - Por favor Sesshoumaru não, venha me ver pelo menos uma vez a cada ano.
       - Feh!!!!  Tudo esse metido a besta vim para a humilde aldeia visitar você Rin o melhor para você é esquecer Sesshoumaru. Disse Inuyasha.
       - Quem vocês pensam que são para mandar neste Sesshoumaru? Rin, preste bem atenção no que vou lhe dizer!
( Pessoal logo abaixo segue um trecho da  declaração de Sesshoumaru para Rin no CD drama chamado: O dia depois de amanhã):
“ Quando você estiver com problemas, ou ansiosa, ou triste, ou qualquer outra coisa, não hesite em chamar-me. Eu virei imediatamente para você. Mesmo que estejamos distantes, se você chamar este Sesshoumaru. Eu com certeza virei voando para você. Se você não puder falar, você pode assobiar. Assobiar por entre os dedos, se você quiser. Distância não é problema. Nossos corações estão amarrados.Com o poder da confiança, não há nada a temer. Basta ter esse sentimento, deve ser o suficiente para encher seu coração. É por isso que é bom para que as coisas permaneçam como estão por enquanto. Temos tempo de sobra. Você pode examinar o seu coração em seu próprio ritmo. Até então, cuidar de si mesma."
     Todos presentes ficaram boquiabertos com a atitude de Sesshoumaru.
    - Pode ter certeza Senhor Sesshoumaru que eu o chamarei. Disse Rin entre soluços.
    - Adeus Rin!!!! Sesshoumaru saiu da cabana com uma última olhada para a sua pequena e estava preparado para voar quando ouviu seu servo leal o gritando!
   - Senhor Sesshoumaru espere por mim!!!!!!!!!!
    E assim Jaken grudou na caldo de Sesshoumaru o mesmo levantou vou. Kaede se prontificou e deu um abraço em Rin.
    - Que respondeu eu estou bem! Senhor Sesshoumaru vai voltar um dia!
    -" Pobre garota" pensou Kaede e Inuyasha.
    

                      Continua......



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...