História Milk - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Fifth Harmony, One Direction, Zayn Malik
Personagens Ariana Grande, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Ariana Grande, Fifth Harmony, Harry Styles, Larry, Liam Payne, Little Mix, Louis Tomlinson, Niall Horan, One Direction, Perrie Edwards, Zariana, Zayn Malik, Zerrie
Visualizações 236
Palavras 1.750
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vi muitas perguntando sobre Larry, odeio dar spoilers mas eu não me aguento, talvez tenha, talvez não tenha, mas caso tenha, seria mais para frente ok? mas...LARRY E ZIAM SHIPPER AQUI GALERA. NOUIS MELHOR BROTP
QUEEN ARIANA JÁ ESTÁ EM SOLO BRASILEIRO, NÃO ACREDITO QUE VOU VER-LA NO SÁBADO, SOCORRO.
Capítulo especialzinho para a Bruhhbenatti (SEU PRÊMIO POR LER TÃO RÁPIDO, AINDA ESTOU SURPRESA, SOCORRO), luucianaqueiroz, OBRIGADA POR DIVIDIR O BOY COMIGO MOÇA e AriSmileNg, QUE INVENTOU NOME PARA NOSSO SHIPPE, VIVA ZALLY.

Capítulo 29 - 29. Milk


Fanfic / Fanfiction Milk - Capítulo 29 - 29. Milk

October 13, 2012

Vi sua linguagem corporal e eu sei como você está se sentindo
Você aparenta ser o tipo de garota que está cansada de falar
Parada com alguém, mas ele não sabe do que você gosta
Você capturou minha atenção, você estava olhando para mim primeiro

One Direction - Temporary Fix

 

— And I was like baby, baby, baby oh, Like baby, baby, baby no, Like baby, baby, baby oh

I thought you'd always be mine - cantava e pulava a todo vapor com Niall no meio da pista de dança, obrigada Niall por ser belieber.

— Preparada? - Niall gritou devido ao som estar extremamente alto; afirmei com a cabeça. - Vai.

— when I was thirteen, I had my first love; There was nobody that compared to my baby; And nobody came between us no one could ever come above; She had me goin' crazy; Oh I was starstruck; She woke me up daily; Don't need no Starbucks; She made my heart pound; And skip a beat when I see her in the street and; At school on the playground; But I really wanna see her on the weekend; She know she got me dazin'; 'Cause she was so amazin'; And now my heart is breakin'; But I just keep on sayin'. - gritamos a última parte. Gargalhei ao sentir Niall me girar, não estávamos cem por cento sóbrios, já que estávamos bebendo desde a hora que chegamos - o que fazia mais ou menos uma hora e meia -.

 

An hour and a half ago

 

— Vamos, já paguei a conta. - Louis pediu ao chegar a mesa guardando a carteira no bolso de trás da calça jeans.

— Eu estou comendo, e ainda quero um pedaço da de frango. - Holly falou de boca cheia.

— São onze e dez, temos cinquenta minutos para chegarmos na balada. - Harry levantou-se.

— Vocês são muito pão duros. - reclamei.

— Eu levei isso pelo lado malicioso. - todos olhamos com cara de nojo para Zayn.

— Vamos logo. - os meninos e nós levantamos, menos Holly. - Vamos logo Holly.

— Eu estou comendo cacete. - mordeu mais um pedaço da fatia de pizza de pepperoni. - Ei. - reclamou após Lizy puxá-la pelo braço. - Calma. - voltou para a mesa, pegou a bandeja que continha o resto das pizzas. - O que foi? Desculpe se eu não sou rica e vivo de marmita. - saiu na frente.

 

(...)

 

— Merda. - Liam xingou.

— O que foi? - Molly perguntou.

— Vem. - Liam abriu a porta do carro e se agachou atrás do mesmo. - Louis? Vem escondido atrás para trás do carro com os outros. - Liam falou no celular e fez um sinal para sairmos, fizemos o que ele pediu e minutos depois, todos encontravam-se escondidos atrás do carro de Liam. - Está cheio de paparazzis.

— O que? Como eles souberam que viriamos? - Harry perguntou.

— O dono do local é nosso amigo, ele não iria nos dedurar. - Liam argumentou.

— Vai ver tem algum famoso ai dentro. - Holly sugeriu fazendo os meninos concordarem.

— O problema é que a entrada dos fundos normalmente é mais lotada de paparazzis que a da frente, estamos sem saída. - Louis reclamou, eu e as meninas nos entreolhamos, já era algo que estávamos começando a se acostumar.

— Acho melhor ligarmos para o Paul, pelo menos não seremos assediados. - Niall falou já pegando o telefone. - Alô? Paul? Precisamos de ajuda.


 

An hour and a half later

 

E depois de muita correria, flash’s e gritaria, estamos nós dez aqui dentro, os outros continuavam na área vip, Niall eu e Lauren havíamos descido para dançar, mas Lauren sumiu a mais de vinte minutos falando com alguém no telefone, acho que era Max.

 

— Quer subir? - Niall gritou após o fim do hinário Baby.

— Vai indo, vou ao banheiro. - avisei e virei-me procurando o banheiro.

 

Essa era a balada mais daora e medonha que eu já fui em toda a minha vida. Com a ajuda das luzes coloridas dos refletores, enxerguei a placa escrita “WC”, mas quando estava prestes a empurrar a porta, senti uma mão em minha boca e alguém me puxar para um canto escuro da balada. Já pensando que seria estuprada, chutei as partes íntimas de quem quer que fosse, mas me arrependi á ver quem estava a minha frente.

 

— Zayn? Mais que porra. - me ajoelhei ao seu lado no chão enquanto me xingava de todos os nomes possíveis.

— Cacete Allyson, qual o seu problema? - resmungou com uma cara de dor.

— O meu? Qual o seu? Eu pensei que fosse alguém querendo me estuprar. - tentei me explicar.

— Acho que não tenho nem mais um pênis para fazer isso. - fiz uma cara de nojo.

— Vou pegar gelo. - quando estava prestes a levantar, senti a mão de Zayn em meu pulso me impedindo de realizar tal ato.

— Não, tá passando já. - encostou-se na parede com a mão ainda sobre o membro, não que eu estivesse encarando essa parte, claro. Encostei-me na parede oposta.

— Então, o que queria?

— Eu queria conversar, vi você vindo em direção ao banheiro e achei que seria legal te assustar. - deu de ombros. - foi uma péssima ideia. - concordei.

— Então, sobre o que queria conversar?

— Hãm... Não sei? - coçou a nuca me fazendo rir fraco. - Você não ia ao banheiro?

— A, verdade. - Zayn levantou-se e esticou-me a mão me ajudando a fazer o mesmo. - Já volto. - avisei e corri em direção ao banheiro esquecendo do quão apertada eu estava.

 

(...)

 

— Merda. - exclamei ao ver a água vazar da privada após a descarga - Ótimo, uma balada de rico com uma descarga pior que a de lá de casa. - Sai da cabine e caminhei em direção a pia evitando olhar-me no espelho, eu estaria uma bosta descabelada de qualquer jeito. Peguei folhas de papel e olhei ao redor, sozinha, passei-as no meu subaco para tirar o suor, peguei outras para limpar em baixo dos olhos onde deveria ter maquiagem borrada. Senti meu hálito, cheiro de morango com vodka, dá para o gasto, e sai do banheiro, esperando encontrar Zayn encostado na parede oposta com os braços cruzados em uma típica pose de badboy, mas não foi isso que encontrei.

Zayn estava com os braços na parede em torno de uma loira peituda que estava quase nua, senti ânsia de vômito, qual é, eu havia demorado o que? Cinco minutos? Eu sempre lia essas coisas em fanfics, nesses casos, a menina tentava sair sem fazer barulho, chorando, mas no final o cara sempre notavam-a, eu a xingava tanto por mostrar que está abalada, não mais do que quando a garota sabe que tem um demônio no sótão e insiste em ir ver, tipo, cara? SE ENFIA EM BAIXO DO COBERTOR E CANTA MOMENTS. Por isso, eu seria diferente. Abaixei meu vestido, engoli a bili de vômito e sai de cabeça erguida passando pelos dois, não dava a mínima caso me escutassem, mas eu tinha quase cem por cento de certeza que o barulho dos meus saltos, me entregaram. Ai sair do canto escuro meus olhos brilharam ao encarar o bar luminoso a minha frente, hora de encher a cara.

 

(...)

 

Uma hora depois, eu virava meu quarto copo de vodka com morango, começava a ver minha vista embaçada e as coisas em dobro, mas não dava a mínima, eu tinha passe livre, graças à aposta que ganhei. Falando nisso, não voltei a ver Niall, havia visto Harry sair com uma garota ruiva da balada, Molly e Lizy pegando alguns caras, Lauren também havia evaporado, enquanto isso, Louis e Holly dançavam - ou melhor, tentavam - bêbados em cima do balcão do bar em que estava sentada, enquanto Liam tentava os tirar de lá, ele me pediu ajuda, mas acho que ao ver eu tentar subir para dançar junto com eles e com o barney, ele desistiu dessa opção.

Ria e gritava enquanto Louis ameaçava tirar a blusa, mas no fim, acabou caindo bunda no balcão.

 

— Enchendo a cara? - olhei para o lado e me surpreendi ao encontrar Nathan sentado na banqueta ao meu lado. - Deixe-me adivinha...Algum cara babaca?

— Caras babacas não merecem ter a honra de serem vingados por copos de vodka com morango.

— Ainda bem que acha isso, não queria ser o cara que faz o discurso sobre como o babaca não te merece. - sorriu.

— Acho que estou precisando de um discurso desses para aumentar a minha moral. - sorri fraco.

 

A cada copo, lembrava da cena passada, eu não me sentia no fundo do poço, eu não havia derrubado uma lágrima, o que eu agradeci mentalmente, acho que eu me sentia usada, deixei Zayn entrar tão fácil em minha vida que por um momento, esqueci que ele continuava sendo Zayn Malik, o integrante da One Direction, que poderia ter todas as garotas possíveis ao seus pés e que preferia as loiras, sempre era as loiras.

 

— Eu não sou bom em discursos de moral, foi mal. Mas eu posso te pagar mais uma bebida, mesmo achando que você já passou dos limites.

— E-eu to beeeem. - enfatizei o bem. - eu tenho u-um passe livre, ganhei uma aposta e posso beber de glaça.

— Então acho que você que tem que me pagar uma bebida. - sorriu, acho que pela primeira vez, notei que Nathan era bonito. Mas eu ainda preferia o Justin Bieber.

 

(...)

 

Mais sete copos depois, eu ria de qualquer coisa de Nathan falava, me senti mal ao rir sobre a sua tartaruga que morreu sufocada após o mesmo sentar sobre ela. Liam havia conseguido tirar Louis e Holly de cima do balcão e me avisou que estava indo embora com eles, Molly, Lizy e Niall, ele me ofereceu carona, mas preferi ficar com Nathan, o que não o agradou nada, afinal era Nathan Sykes, o integrante da banda rival. No final, ele falou que qualquer coisa, Zayn ainda ficaria por lá e poderia me dar uma carona, o que me deu vontade de vomitar.

 

— Entãooooo - enfatizei. - vocês que eram os causadores dos paparazzis lá fora?

— Sim, e devo dizer que Max ficou puto quando viu Lauren aqui. - isso explicava o sumiço dela.

— Eu acho isso tão-

— O que você está fazendo aqui com ele? - Olhei para trás encontrando um Zayn praticamente soltando faíscas pelos olhos em direção a Nathan.

 

Porque eu sinto que isso não vai acabar bem?

 


Notas Finais


Leiam as notas iniciais se possível.
ZAYN CUZÃO SIM OU CLARO?
Gente, fiquei me conçando aqui para postar o capítulo inteiro, mas eu pensei "faço dois capítulos muito cool's, ou um cool e outro meio merda?" preferi a primeira opção.
MAAAS, EU ESTOU DE FÉRIAS, O QUE ISSO SIGNIFICA? MILK SERÁ ATUALIZADA COM MAIS FREQUÊNCIA, ADOROOO.
Obrigada por cada favorito e comentário, amo muito vocês.
Não prometo outra atualização essa semana, pois final de semana tem DWT (ESTÃO OUVINDO MEUS GRITOS?) e eu preciso dormir muito sexta e domingo eu estarei acabada, mas eu vou tentar postar no meio da semana que vem, beleza?
É isso amores, beijos, até breve.
Já avisando que o próximo capítulo vai ser um amorzinho.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...