História Milk - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Fifth Harmony, One Direction, Zayn Malik
Personagens Ariana Grande, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Ariana Grande, Fifth Harmony, Harry Styles, Larry, Liam Payne, Little Mix, Louis Tomlinson, Niall Horan, One Direction, Perrie Edwards, Zariana, Zayn Malik, Zerrie
Visualizações 346
Palavras 1.371
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - 08. Milk


Fanfic / Fanfiction Milk - Capítulo 8 - 08. Milk

September 23, 2012

 

Pessoas indo para todos os caminhos
Sim, todos os caminhos
Eu ainda estou bem acordado
Eu quero ficar acordado a noite toda
E pular por ai até nós vermos o sol
Eu quero ficar acordado a noite toda
E encontrar uma garota e dizer a ela que ela é única
Segure firme o sentimento
E não o deixe ir
Porque temos o fluxo agora
Fique fora de controle

One Direction – Up All Night

 

“Mais uma semana garantida com sucesso” cliquei em “enviar para pai”.

 

— Está falando com quem? – perguntei observando o celular de Lauren por cima do ombro da mesma.

— Ninguém. – guardou o celular no bolso de trás da calça.

— Qual é, você está grudada nesse celular desde o dia da pizzaria. Sou sua amiga, quero saber. – cruzei os braços.

— É só um cara.

— Mas você não namora? – perguntei confusa.

— O Louis é só um amigo, ou talvez nem isso.

— Louis?!! – gritei. – Você tem o número de Louis Tomlinson e fala como se fosse o número do cara da pizza? – é oficial, Lauren era louca.

— Para de gritar maluca, quer que alguém ouça? – tampou minha boca logo após meu mini surto.

— Ta, ok, pode me contar como isso aconteceu. –pedi quase em um sussurro.

— Quando você foi pagar a pizza com o dinheiro do Niall – deu ênfase em “Niall” me fazendo revirar os olhos. – Ele pediu meu número. – deu de ombros.

— Você fala isso como se dissesse á previsão do tempo. – bufei. – Mas, do que tanto falam?

— Ele quer sair comigo.

— O que? – gritei.

— E você vai comigo. – sorriu.

— O que? – gritei novamente.

— Você não consegue falar sem gritar Crosby?

— A me desculpe, vou sair com um dos meus ídolos e não vou surtar, ah sim, claro. – zombei. – Espera, eu, você e o Louis?

— Sim.

— Olha, mesmo que eu esteja soltando fogos de artifício por dentro, não estou a fim de segurar vela.

— Qual é Ally não quero ir sozinha.

— E eu não quero segurar vela.

— Eu namoro – exasperou.

— Ele também, então relaxa.

— E se eu pedir para ele levar alguém, você vai?

— Senhor, ok Lauren, mas você me deve uma.

— Obrigada. – me abraçou.

— Se não quer ir só com ele por que aceitou?

— Sei lá, não é todo dia que Louis Tomlinson te chama para sair.

 

(...)

 

— Eu nunca fiquei tão feliz por estar arrumada.

 

Eu não estava com o cabelo maravilhoso ou um vestido perfeito. Eu vestia uma calça jeans preta, uma blusa de lã cinza, por cima uma jaqueta de couro preta e nos pés uma bota de salto preta, eu estava consideravelmente arrumada, pelo menos era o que eu achava, até ver algumas garotas com vestidos colado em frente á London Eye, mas nem fodendo que eu iria passar frio para tentar ficar gostosa. Acontece que, eu me arrependi de não tentar ficar gostosa ao ver quem acabava de sair do carro preto que estava a nossa frente, Zayn Malik e Louis Tomlinson, porra, por que eu não arrumei pelo menos o meu cabelo?

 

— Tudo bem...Por que estamos dentro de um beco? – Lauren perguntou.

— Porque ninguém pode nós ver, ao menos que queiram dividir a noite com milhares de fãs. – Louis respondeu. Estávamos no fundo de um beco escuro a poucos metros da London Eye.

— Se eu soubesse que iria passar a noite em um beco escuro que provavelmente deve ter baratas e ratos, ficaria no hotel ajudando meu irmão a fazer esculturas de sabonete. – cruzei os braços por conta do frio.

— Esculturas de sabonete? – Zayn perguntou com confusão visível em seu rosto.

— É, ele as faz para pagar o curso de teatro, não que nós não tenhamos condições para pagar, quer dizer, não somos ricos nem nada do tipo mas, ele prefere pagar por conta própria.

— Alguém compra isso? – perguntou Louis – Sem ofensas. – acrescentou rapidamente.

— Não faço ideia, mas eu suspeito que seja uma das diretoras do curso, ela é louca por ele, mas ele nunca ficaria com ela mesmo.. – dei de ombros.

— Ele namora? – Zayn perguntou.

— Não. Ele é gay. – ri de suas caras de espanto.

— De-desculpa, não quis ofender de alguma forma.

— Não ofendeu, e por favor, não façam essa cara de espanto, ele só é gay, não um assassino em série. – dei um sorriso fraco para os dois. – mas acreditem ou não, estou á um mês em Londres e ainda não visitei nenhum ponto turístico, muito menos a London Eye, então, podemos ir logo?

— London Eye? Você me disse que iríamos ao museu, Louis.

— Disse? Eu jurava que tinha dito London Eye, Zayn.

— Louis...

 

Antes que Zayn pudesse o xingar com todas as palavras possíveis, um dos seguranças apareceu na entrada do beco e disse que poderíamos ir. Eles arranjaram uma forma para que entrássemos por uma outra entrada do ponto turístico para os meninos não serem reconhecidos. Após o aviso do segurança, Zayn saiu bufando atrás do mesmo, nos deixando para trás.

 

— Zayn tem medo de altura. – como se eu não soubesse Tomlinson.

— Não seria melhor irmos para outro lugar? – Lauren perguntou.

— Não, tudo bem, nós cinco fomo uma vez lá, tirando o pavor dele, foi bem engraçado.

 

(...)

 

— Isso é foda pra caralho. – exclamei quase colada a janela da cabine.

— Acho que vou vomitar. – olhei rapidamente para Zayn. Louis e Lauren pediram para ir em uma cabine separada, alegando que eram elas eram muito apertadas. Engraçado por que caberia meu quarto aqui dentro.

— Ah não, não estrague minha vista com seu vomito. – pedi tentando o fazer rir mais apenas o fiz segurar o corrimão com mais força. – Tá, tudo bem, olhe para mim. – Pedi e com relutância ele o fez. – Eu sei que isso é uma bosta, eu também tenho medo de altura, mais ou menos.

— Sério? Por que não estou te vendo vomitando então? – sorriu forçado.

— Eu estou acostumada a andar de montanha-russa desde os meus 12 anos, acho que de tanto andar, acabei perdendo um pouco do meu medo. Mas eu fiquei com trauma de andar em uma por um tempo.

— Trauma? Por que?

— Bem, eu tinha uma “amizade colorida” com um garoto, e um dia ele deu a brilhante ideia de ir a um parque de diversão, eu fui por que eu literalmente amo parques, em geral.

— Por que eu estou prevendo que vai dar merda? – perguntou sorrindo.

— Pois deu; quando estávamos no topo, ele abriu uma caixinha e me pediu em namoro.

— E?

— Eu vomitei nele.

 

Se nessas poucas vezes que nos vimos, eu achei difícil o Zayn falar, eu nunca achei que um dia iria o fazer rir, ou melhor, gargalhar como agora.

 

— Você aceitou pelo menos? – perguntou após parar de rir.

— Como se desse, quando o carrinho parou, ele saiu correndo de lá, me deixando sem namorado e uma carona para casa.

— Melhor do que ficar trancada em um carro com um cara cheirando a vomito.

— Pois é. – olhei para frente. – Olha já estamos quase “no chão” e você não vomitou. – sorri.

— É; sério que até agora, esse é o único local que você visitou em Londres?

— Tirando a lanchonete, a pizzaria e o hotel, sim.

— Bem, caso o Louis sugerir outro “passeio” desses, nós poderíamos ir ao Big Ben, no museu ou até mesmo no palácio.

— Isso seria ótimo. – sorri para o mesmo, se você não fosse noivo de Perrie Edwards eu pularia em cima de você agora.

 

(...)

 

— De volta ao beco escuro. - zombei.

— Acho que vi um rato passar aqui.

— Não brinque com isso, eu tenho pavor de ratos. – pedi olhando feio para Louis.

— Isso foi divertido. – Lauren sorriu. – tirando o beco.

— Ofereceria uma carona para vocês mas, Simon ligou reclamando por não estarmos no hotel.

— Mas vocês não estão de férias? – Lauren perguntou.

— Nós nunca ficamos completamente de férias, mas com o lançamento do clipe, temos que ficar por ai o divulgando. – Zayn explicou.

— Quem ta fazendo isso dá para parar? – pedi irritada.

— O que louca? – Lauren perguntou.

— Isso na minha perna.

— Ninguém ta fazendo nada. – Louis explicou.

— Mas... – olhei para minha perna encontrando o que eu menos queria encontrar. – puta merda. RATO! – gritei

 

Não foi do jeito que eu esperava, mas pelo menos, eu terminei a noite, pulando em cima de Zayn Malik, mesmo que tenha o feito cair no chão comigo em cima, de novo.


Notas Finais


Desculpe pela confusão no outro capítulo.
Até o próximo.
Obrigado pelos favoritos e comentários <3.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...