História Milk and cookies - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Sehun
Tags Baekhee, Baekhun, Exo, Fem!au, Fem!baekhyun, Sebaek
Visualizações 27
Palavras 610
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Drabble, Fluffy, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oie @s, tudo bem? então sldkjfsl
pois é, essa histórinha estava em uma continha antiga que eu deixei de lado, mas eu não queria deixar essa (e outra que também postarei) perdidas naquela conta, então NÃO É PLÁGIO GENTE LKJDAKLS
espero que vocês gostem!

Capítulo 1 - ;único


Sehun nunca fora um mau menino. Era comportado, ficava fora de brigas, tirava boas notas no colégio e respeitava os mais velhos. Mas sua namorada o fazia duvidar de sua inocência e bondade.

Baekhee estava deitada de bruços na cama de Sehun lendo uma revista em quadrinhos, com as pernas balançando no ar e vestida em um shortinho pequeno, que naquela posição que estava acabava mostrando a polpinha de sua bunda. Sehun respirou fundo e fechou a porta com o pé.

— V-voltei — disse se aproximando aos poucos da cama.

Baekhee olhou por cima dos ombros com um olhar sapeca e logo sentou na cama, deixando a revistinha de lado. Bateu ao seu lado da cama impaciente para que Sehun se apressasse.

O garoto segurava uma bandeja com um pote de biscoitos e dois copos cheios de leite. Sentou-se ao lado da garota de cabelos loirinhos e colocou a bandeja entre eles.

A garota estreitou o olhar e entendeu o que Sehun estava tentando fazer. Ele quer manter a pose de bonzinho? Se perguntou. Esse joguinho não vai durar! Esboçou um sorriso de canto. Sabia o que fazer.

Com toda a delicadeza que tinha, Baekhee pegou um biscoito e um dos copos de leite depositados na bandeja. Sehun apenas observava.

Primeiro a garota deu uma mordida no biscoito, sujando o cantinho de uma boca rosadinha de chocolate e usou o auxílio de sua língua para limpar, já que estava com as duas mãos ocupadas. E depois, assim que levou o copo a sua boca para dar uma boa golada no leite, o mesmo espirrou, caindo em seus seios amostra e também na blusa decotada. Sem querer.

— Droga! — praguejou em uma falsa frustração — Amor, será que poderia limpar para mim por gentileza?

Sehun que apenas observava toda a cena engasgou com sua própria saliva e começou a tossir.

— Ah Sehun, por favor! — ela usou seu melhor tom manhoso, pois sabia que funcionaria — Estou com as mãos ocupadas.

Sehun suspirou fundo.

— Okay, vou pegar uma toalha. — ele começou a se levantar, mas a voz autoritária de Baekhee o mandando ficar fez com que ele se sentasse de novo.

— Não é preciso. — um sorriso malicioso apareceu em seus lábios — Você pode lamber o leite, gatinho.

Baekhee soltou uma risadinha e Sehun corou quase que instantaneamente.

— Baek! — ele gemeu frustrado. Estava com tanta vergonha que poderia sumir dali no mesmo instante.

— Deixe de ser bobo, Hunnie. — usou o apelido infantil que Sehun tanto gostava — Nós já estamos namorando há pelo menos sete meses, não precisa mais ter vergonha dessas coisas! Agora vai logo, antes que fique tudo grudento.

Sehun retirou a bandeja do meio dos dois se se aproximou de vagarinho. Suspirou fundo antes de sugar de levinho a pele da namorada. Ela mordeu os lábios, deixando um gemidinho escapar e foi como um incentivo para que Sehun sugasse mais uma vez, e outra e mais uma.

Com cuidado para não tirar a concentração do namorado, Bekhee esticou seu braço para depositar o copo de leite e o biscoito mordido em cima do criado-mudo.

O garoto de cabelos negros acabou por se empolgar com as sucções, subindo pelo pescoço e logo alcançando a boca de Baekhee, em um beijo afoito.

A loira separou as bocas e empurrou Sehun na cama, fazendo com que ele se deitasse. Rapidamente subiu em cima do garoto, encaixando sua cintura com a do magrelo e tratando de dar uma rebolada.

— Não banque o santinho perto de mim, gatinho! — ela sussurrou ao pé da orelha de Sehun, mordendo o lóbulo. — Você sabe que não consegue manter a pose.

Então Sehun fez uma nota mental: Sempre bancar o santinho perto de Baekhee.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...