História Milk and Cookies. -Kim Seokjin {Jin} - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jin, Kim Seokjin
Exibições 33
Palavras 1.064
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo-Ai
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olaar ^^
Olha eu aqui, trazendo uma imagine com Jin omma hihi
Espero de todo coração que gostem :3

Capítulo 1 - A mesma Jung Soo de sempre.


  O dia estava chuvoso. Pela grande janela da cafeteria onde passo a manhã, podia avistar as nuvens, quase tão escuras quanto o céu, e também poucas folhas de árvores que balançavam, no mesmo ritmo da delicada brisa que estava lá fora.

  Passo todas as manhãs neste adorável local. Não sei o que me agrada, talvez seja os móveis claros, ou talvez a qualidade da comida, é, eu realmente não faço ideia.

  Com uma touca na cabeça, e meu moletom preferido, eu me encolhia nas poltronas daquele estabelecimento. Com lápis em minha mão, e canetas sobre o papel, eu esboçava o rosto de todos aqueles idols, fazendo todos os detalhes e com o maior capricho do mundo, me faz ter esperança de um dia ser uma desenhista famosa.

    Ah, o meu café chegou...
 Vi Seulg, vulgo minha melhor amiga, vulgo atendente desse estabelecimento, se aproximando com meu pedido em cima da bandeja rosa, que ela sempre carregava com o apoio de suas mãos. Também, quem não vê essa garota com cabelos ruivos chegando.
  Meio impossível encontrar uma resposta.

  -Cheer up baby... Cheer up baby... – ela cantarolava baixo, enquanto colocava a caneca - transbordando de café - sobre a mesa

  -Wow! Cuidado com meu desenho. – digo, tirando a folha de papel sulfite de perto da mesma caneca

-Desenhando de novo? – esse aegyo que ela faz é meu ponto fraco

  -Francamente, eu nem sei mais por que pergunta. – disse, ao tomar um gole do café extremamente quente – Ai minha boca! – isso foi um pouco alto? Foi, mas não posso fazer nada se entrei em desespero ao queimar minha boca

  -Você não tem jeito. – brincou – Ei, o que está desenhando agora?

  -Só mais um dos grupos que sou fã.

  -Que fofo! – disse, colocando seu dedo sobre o único integrante terminado, o TaeTae
 
  Apenas sorri e beberiquei o café. Eu não estava muito afim de conversar, pelo menos agora. Kim Seulg me conhece muito bem, ela saiu, provavelmente porque entendeu meu silêncio, e também por estar em um ambiente de trabalho.
 
  Eu e Seulg moramos no mesmo prédio, ela no andar de baixo. Todos os dias antes que ela saia para o trabalho, dá uma passada em casa, para que eu venha tomar meu café, e quando não venho, ela compra para mim, e me entrega com suas próprias mãos.
  Sua única certeza sobre mim, é esse vício. Pode ser qualquer tipo, mas se eu não tomar pelo menos uma caneca de manhã, não consigo passar o dia.  Parece que é o que me dá inspiração para desenhar. E falando nisso, preciso terminar esse desenho ainda hoje.
 
                               

  Com minha mão já doendo, largo os lápis de cor, que estava usando para dar os últimos retoques. Em um movimento rápido, pego meu celular para conferir as horas... Wow, praticamente três da tarde.
  Pego as coisas que usava - folha, estojo, enfim...- e com um aceno me despedi da Seulg, que estava bem atenta a seu trabalho, atrás do balcão.

  Com um guarda-chuva branco e uma bolsa de lado, eu caminhava lentamente até o apartamento em que chamava de casa. Nos fones de ouvido, que estavam colocados em minha orelha, tocava Seventeen. Love Letter é sem dúvidas minha música preferida de tal grupo.

  Com muita dificuldade, eu hesitei dançar, já que estava no meio das ruas movimentadas de Seul. Eu me sentia leve, sei lá, livre talvez. Eu fico assim toda vez que termino um desenho. Me sinto ansiosa para terminar, aí depois para postar, aí depois para começar outro, e assim é minha vida.

  Abro a porta de casa com um pouco de dificuldade, afinal estava com as mãos ocupadas. Respirei fundo ao entrar. É como se eu fosse a protagonista de um filme, e fosse falar "Lar doce lar.".

  Dá minha bolsa, tiro a garrafa térmica que estava com o café com creme, que comprei para viagem.
   Sentada no chão, eu me distraia usando o celular, e bebendo goles do precioso café.

  Será que o mundo me notou? Tem mais notificações que o normal. Estranho.

            "Ligação perdida: Omma"

  Isso está muito estranho. Pra minha mãe me ligar, a coisa deve estar bem feia.
 Ah é, eu nem contei pra vocês. Vamos resumir, afinal a história é complicada...

  Na época em que eu fazia faculdade ( a que eu não queria, para ser clara), comecei a tirar notas bem baixar e tals. Meu Appa - como sempre - veio  tirar satisfação, e eu na maior inocência e burrice, disse que estava treinando para ser desenhista. Aí já era. Nós brigamos bem feio, eu tranquei os estudos, e vim parar onde estou. Eu e omma conversamos de vez em quando, quando meu pai não está perto ( o que é bem difícil, pois ele não trabalha).

  É isso galerinha, se eu me arrependo? Talvez.

Se eu retornei para minha mãe? Eu tentei sim, porém caiu na caixa postal.

  Não trabalho. Não saio. Não tenho amigas além de Kim Seulg. Ou seja, Jung Soo ( especificamente eu ) não faz nada da vida sem ser desenhar e ler o dia inteiro.
  Também não podemos esquecer o fato do café e do kpop.

  Com a casa - cubículo chamado de apartamento - toda fechada, eu ainda posso escutar o barulho das gotas de água caindo fortemente sobre o chão lá de fora. Tem vezes que agradeço por não ter um emprego. Raciocinem comigo: estar trabalhando pra caralho quando se está um tempo bom para dormir, como o de hoje? É, acho que não.

 Vamos aproveitar essa tarde da melhor maneira possível.

                           •~*~•

  -Que que é, capetademôniosatanás? – respondi sonolenta, para algum ser desgraçado que me cutucava

  -Porra! Deixa eu dormir! – digo/berro, me sentando no sofá

  -Você já postou o desenho? – me deparei com Seulg, ajoelhada a minha frente

  Onde eu estava com a cabeça quando dei a chave da porta para ela? Não usem drogas, crianças.

    -Aish... – reclamei

    -Sabia... O que seria de você sem mim?

  -A mesma Jung Soo de sempre. – espreguicei

    -Até parece que tem atitude.


  Revirei os olhos. Resolvi encerrar o papo, afinal, o que seria de mim sem ela?
Peguei meu celular, que estava no chão e quase foi esmagado pela Seulg, e entrei no tumblr.

  Só preciso tirar uma foto boa... E postar.
   Pronto! Mais uma fanart publicada!



 Como somos "muito" ocupadas, passamos mais uma noite assistindo doramas.


Vocês estavam esperando alguma coisa foda, né? Tudo o que meu dia não é.


Notas Finais


Os favoritos e comentários me incentivam muito!
Obrigada se leu até aqui.

Desculpem algum erro.

Me sigam no Twitter: @JuuKookies
Kissus de Açúcar
E até? ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...