História Min Yoongi dá 0 fodas pra mim - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Suga
Tags Aiaiai Meu Deus, Sobi, Sope
Visualizações 18
Palavras 495
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Você é um porre, cara


Enviar para > Jung Hoseok

Seoul, 14/10/2017

[23:14] realmente talvez não fosse pra ser seja lá o que a gente tinha. ou, o mais provável: você foi um babaca do caralho. jung, sério, eu não quero saber sobre o que você acha e muito menos sobre “amar é difícil”. você me amou, realmente? porque eu acho que não. que aquilo que a gente tinha não era envolto por amor - pelo menos não por sua parte, tenho certeza. 

[23:16] eu te amei. e hoje, eu não te odeio, com toda a certeza. mesmo depois de você ter sido um filho da puta do caralho comigo. e eu te digo que a vontade que eu tive, quando li toda a sua baboseira que amar é difícil, e sobre você, supostamente, continuar me amando e querendo o meu bem, quis mandar uma bíblia de palavrões pra você. e tu sabe que eu sei palavrões que nem mesmo devem existir. então, lá vai: vai tomar no teu cu, hoseok. só esse está de bom tamanho.

[23:18] ah, não, não acabou por aqui. ainda tenho uma lista de ofensas a lançar pra ti (mesmo que eu quisesse mesmo fosse lançar socos nessa tua cara de bosta do cacete). eu sei o que eu vi em você, não posso, também, dizer que tu foi a pior coisa que me aconteceu, até porque seria mentira. você brotou na minha vida no meu pior momento... mas você é um babaca, porra!, e eu queria que tu levasse uma surra. mas uma daquelas bem dadas até esfolar teu couro.

[23:21] já se tornou natural para mim não pensar mais em você com tanta frequência (graças!). você sabe o quão bom é isso? não lembrar mais dessa tua cara de bosta com tamanha frequência. só que, você, como sempre um filho da puta que só faz merda colossais na vida, aparece em um momento em que eu estava muito bem até. mas eu não me abalo. permaneço de boa e você que se foda. admito que às vezes tenho recaídas, umas vontades enormes de te ver e foder contigo a noite toda. ah, ‘cê era tão bom de cama...

[23:24] mas atualmente eu só dou risada quando lembro de ti, jung. mas, pera lá!, não são risadas vagas; são mesmo é de felicidade por estar te superando finalmente. e eu tenho uma dica aqui pra você, se liga: sabe aquela esquina da padaria perto do teu apê? então, pega ela, vai direto... e segue até a puta que pariu. e essas daqui, são certamente mensagens que você irá ler. talvez eu dê um título à elas, quem sabe “Vai tomar no teu cu bem forte, Jung” ou, talvez, “Você é um porre, cara”. 

[23:28] oh, não! eu não te odiaria de jeito algum! não me daria a esse luxo, por favor, só quero teu bem e que ache alguém que te dê uns tapas na cara. beijos na bunda, bebê.

Visualizado e não respondido


Notas Finais


kkkkkkkkk gente, essa estória veio num momento em que eu estava bem fula da vida (ontem memo) e tá aí.
cês gostaram??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...