História Mine - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Dylan O'Brien, Hayes Grier, Jack & Jack, Madison Beer, Magcon, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack and Jack, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Madison Beer, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Personagens Originais, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Cameron Dallas, Haaron, Jack And Jack, Marter, Shameron, Shawmeron, Shawn Mendes
Exibições 23
Palavras 667
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Ficção, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem ♡
Boa Leitura^-^

Capítulo 1 - Start


Fanfic / Fanfiction Mine - Capítulo 1 - Start


P.O.V Shawn Mendes

7 anos

-Mamãe vamos para o parque?
Perguntei puxando a barra do vestido de cor azul.
-Vamos sim.

No Parque

-Mamãe compra sorvete pra mim?
Lhe perguntei puxando a barra do vestido.
-Não, eu estou ocupada.
-Ocupada com o que?
-Eu to conversando não está vendo? Agora vá brincar!
Sai de perto dela nervoso, fui até aonde tinha várias árvores e vi um pequeno bichinho, um esquilo, peguei o pequenino animal pelo pescoço e comecei a apertar, logo lembrei da minha mãe e comecei a bater ele na árvore com força, joguei ele no chão e o pisoteei o "esquilo" com as vísceras e sangue para fora, o observei por um tempo, e logo recebi um puxão no meu braço me virei e vi minha mãe com uma expressão assustada sorri para ela satisfeito com o que eu fiz.

Aniversário de 8 anos.

Parabéns para você, parabéns para você...

Todos cantavam desanimados desviando o olhar de mim senti uma cotovelada ao meu lado e olhei para o lado e vi meu primo Jefrey ele se aproximou de mim e sussurrou:
-Ninguém queira estar aqui, todos te odeiam.
-Isso não é verdade!  Falei com voz de choro.
-É verdade, todos estão desanimados ele não gostam de você, nunca gostaram e nunca vão gostar.
Meu sorriso desmanchou e soltei um grito alto e agudo e longo.
-O que foi meu querido? Pare de gritar.
Minha vó pediu.
Comecei a chorar alto.
-Filho, olha aqui.
Ela me mostrou vários presentes e doces, continuei a chorar eu queira mais, meu tio me ofereceu seus chocolates que ele não dava para ninguém, sorri com aquilo mas antes de pegar os chocolates virei para o meu primo disse:
-Eles se importam sim!

1 hora depois

-Ei! Vem aqui. Jefrey pediu.
O segui até o corredor parando na porta do escritório de meu pai aonde todos os adultos estavam, Jefrey encostou a orelha na porta e eu fiz o mesmo e eu ouvi:
-Esse Shawn é chato do nada ele grita no meio do parabéns!
-Eu tive que dar os meus chocolates importados para ele! Menino idiota!
-Ele é muito problemático!

Me desencostei da porta e comecei a gritar e chorar, a porta foi aberta e todos eles me encararam espantados.
-Shawn, quer mais chocolate?
Aumentei o choro, e corri para a mesa do escritório e Jefrey correu atrás e começou a falar:
-Olha só, eles te odeiam, você nem deveria ter nascido...
Ele continuava a falar, abri uma das gavetas e peguei um estilete e pressionei contra sua garganta fazendo o líquido vermelho sair, comecei a gargalhar com o que eu tinha feito.

13 Anos

-Já pode sair! Meu pai gritou comigo, sai do carro peguei minha mala e fui em direção ao internato, entrei naquele lugar recém reformado e ainda com cheiro de tinta.
-Oi! Eu sou o Cameron!
Um garoto de pele bronzeada e olhos e cabelos castanhos disse animadamente estendendo a mão.
-Eh....O-Oi eu sou o Shawn Mendes.
Apertei a mão dele e ele me puxou para um abraço forte e eu o abracei sem jeito.
-Vem vou te mostrar a escola, vamos so ver em que quarto você vai ficar!

No Corredor

-595, 597... Achei! 600 o seu quarto!
Ele abriu a porta e me deixou entrar, era simples duas camas de casal, dois armários e tudo em tons de preto, marrom e cinza e em decoração moderna.
-Qual o seu quarto?
-Hm...600! Ele sorriu mais ainda.
-Ah, legal.
Ele se jogou na cama e eu também.

16 Anos

Eu e Cameron estávamos extremamente próximos e eu quero ele para mim, apenas meu, só eu posso toca-ló.
-Shawn!
Cameron me chamou sorridente entrando no quarto.
-Que?
-O Dylan!
-O que tem ele?  Falei sem ânimo.
-Ele...Ele me pediu em namoro!
-QUE?! Gritei me levantando.
-Você disse não né?
-Claro que não, eu disse SIM!
Empurrei ele da minha frente e sai do quarto.
-Carter!
-To  ocupado!
-Sua transa não é mais importante do que Shameron!
-PÊRA AE!
Ele abriu a porta nu e eu entrei, sim, nos tínhamos muita intimidade.
-O que aconteceu?  Ele perguntou colocando uma cueca.
Apontei para a garota que estava se vestindo.
-Vai embora garota!
Ela resmungou e saiu do quarto batendo a porta com força.
-O filho da puta do Dylan pediu o MEU Cameron em namoro!
-MERDA! Ele aceitou?
-SIM!   Soquei a parede com força.
-Fudeu!
-Eu vou matar aquele merda!
-Calma, vamos fazer um plano!


Notas Finais


Desculpe qualquer erro>.<

Não matem pessoas crianças


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...