História Minha Adorável Irmã - Capítulo 17


Escrita por: ~

Visualizações 66
Palavras 975
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


+Outra Fanfic ta quase pronta literalmente vamos fazer 3 fanfics juntas eu e a Laysla e vão ser Incesto, Professor e Aluna e Camren.

+Cara de Cool me ajudou uma boa parte disso ai.

+Ai daqui um século eu atualizo isso aqui (Sqn, logo, logo,quando der vontade)

+Erros de português:Eu estou sem óculos pois minha cabeça esta latejando muito, era Pra eu ja ter me acostumado pois ja fez 2 meses e eu uso direto.

Capítulo 17 - Love


P. O. V CAMILA CABELLO 

Ele ta me pedindo desculpas? Serio mesmo? Confesso que ele ta mais lindo do que antes, mais sexy, algo nele mudou ja sei ele ta mais sincero do que antes, ele mudou isso é Incrível!

Fico alguns minutos pensando no que falar, e percebo que todos nos olha.

—Perdoo você, sei que não foi sua intenção! -falo abraçando-o e ele sussura em meu ouvido.

—Posso até estar com ela, mais nunca irei escostar nenhum dedo nela, Sabe porque?

—Não, porque?

—Porque eu ainda penso em você. -Ele diz e se separa do abraço—Matt eu vou te matar! -Cameron diz quando Matt passa a mão na bunda dele e eu rio

—Seu grosso! -Matt diz

—Grosso é meu pau. Vou contar pra sua namorada que se ta passando a mão na minha bunda.

—Ela sabe que é brincadeira, ela sabe que eu não gosto de homem só de mulher-ele diz me olhando

—Ta querendo morrer? Bom pelo menos duas pessoas vão te bater eu e a Michelle que eu tenho quase certeza que ela vai descontar suas raivas em você. -Cameron fala

—Camila ja vou meu bem-os meninos falam e se despeçam de mim e de Cameron.

—Tchau seus cornos-Cameron fala

—Somos-Aaron fala e Cam sorrir.

(...)

—Tenho que ir, ainda tenho que levar Matt na casa dele e tenho quase certeza que vou ouvir poucas e boas da Michelle! -Cam diz e minha mãe da um beijo neles.

Eu vou com eles até lá fora.

—Cameron. -o chamo e ele vem até mim

—Sim?-Selo ele e ele sorrir —Te amo morena!

—Eu também.

—Me ama?

—Não,eu me amo também -Rio da cara dele,fazendo o mesmo revirar os olhos.—Brincadeira te amo também

P. O. V CAMERON DALLAS

Me despedi da Camila e foi levar o Matt na casa dele, ao chegar Michelle estava no sofá roendo as unhas de tanta impaciência e como eu imaginei ela não esperou nem agente entrar na casa, levantou e veio soltando fumaças.

—Matt onde você se meteu? Isso são horas ? -falou Michele dando um tapa no Matt.

—Aii...precisa me bater!Não vimos as horas passarem - diz Matt

Resolvi Me pronunciar antes que sobrasse para mim.

— Então ...Eu adoraria ficar mais um pouco,só que eu tenho um compromisso para compri, tchau Matt, tchau Michelle tenham uma boa noite!

Saí de lá praticamente correndo,nem esperei eles responderem. Entrei no carro e liguei o rádio e estava tocando Shawn Mendes- Mercy e automaticamente me veio Camila na cabeça ...impossível não pensar nela, ela vaga em meus pensamentos a todo momento.

Não pensei duas vezes e liguei para ela. CHAMANDO ...

—Hammm? Alô? Quem é?-ela diz com sua voz de sono

—Você não olha o visor do celular não Camila? Sou eu,Cameron.

—O que foi Cameron? Por favor,me diz que morreu alguém se não eu vou te matar, são 01:00 da madrugada!

—Não Camz, não morreu ninguém, eu quero ver você!

—Passa aqui as três da tarde Ok?

— Não Camila, eu quero tiver agora, por favor,não me nega isso?

—Meu Deus Cameron é de madrugada,eu preciso dormi.-Ela diz choramingando

—Vai Camila, por favor ????

—Tá bom,estarei te esperando na porta de casa, tchau.

—Tchau princesa!

Nem acredito que a Camz aceitou, ela parece um panda só sabe dormir, não vejo a hora de dar vários beijos nela. Espero que ela goste da surpresa que eu vou fazer para ela.

Dirijo ate a casa de meus pais encontrando Camila do lado de fora, abro a porta pra ela entrar, e ela entrar, não deixe nem ela colocar o cinto direito e ja vou beijando-a, pesso passagem e na hora ela corresponde,uma de suas mãos vai automáticamente para minha nuca e a outra fazendo carinho em minha bochecha.

Infezlimente, a falta de ar veio a presença e nos separamos, me recupero e volto a beijar so que agora enfio minha mão por dentro de sua blusa, e aperto seus seios fazendo a mesma soltar um gemido involuntário, me separo de Camila pois até agora estamos na frente da casa de meus pais. Dirijo até um, motel que eu acostumava a ir.

(...)

A gente entra no quarto, se beijando, tira a blusa dela, e a mesma tira a minha também. A deito-a na cama e subo em cima dela, dando beijos até seu short, de lá eu tiro ele e ela me ajuda, tiro também sua calcinha, e tiro meu short e minha cueca box e vejo os olhos brilhando de Camila ao ver novamente meu membro. Me enfio entre as pernas da mesma e penetro devagar, tirando baixos gemidos dela.

Resolvo ir mais fundo começo a ir com força e ir fundo, fazendo ela gemer alto.

—Awn Cam,Cameron-Ela geme meu nome e vou mais fundo, tiro meu membro.

—Fica de quatro Camila. -Mando e ela nem questionou e ja logo fez o que pedi. Mais uma vez penetro nela.

Tiro meu membro dela e gozo fora dela e ela também goza, me deito ao seu lado, e ela sobe em cima de mim e beija meu pescoço, ela desce seu beijo para meu membro, ela pegou no mesmo me fazendo gemer baixo, quando a vi colocar na boca, fecho meus olhos e me sinto no paraíso, uma de suas mãos brincando com minhas bolas, ela morde, chupa e tão gostoso, não aguentei e acabei gozando na boca dela.

Ela suga tudo, e deita do meu lado, viro ela pro outro lado e penetro ela de novo, começo devagar e depois vou mais rápido, e novamente gozamos. Me abaixo e passo a lingua pela sua vagina e ela geme feito louca.

(...)

Depois de passar a madrugada toda transando Eu e Camila decidimos manter em segredo isso, pois sabiamos que ninguem entenderia. Levo Camila de volta pra casa, chego em casa e encontro Laysla no sofa quando vê que não ta mais sozinha me olha.

—Preciso conversar com você! -ela diz e parece que não é coisa boa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...