História Minha âncora - Capítulo 9


Escrita por: ~

Visualizações 49
Palavras 1.156
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiii, me desculpem ter ficado sem postar, mas eu estava com crise de criatividade, então prefiro esperar passar e escrever algo bom pra vocês do que ficar apenas enchendo linguiça e a fanfic começar a ficar entediante ❤❤

Nova personagem maravilhosa <3

vou escrever mais 2 eps ainda hoje pra compensar os 2 dias, por que a criatividade chegou chegando.

Capítulo 9 - Ela não quer dar pra você!


Fanfic / Fanfiction Minha âncora - Capítulo 9 - Ela não quer dar pra você!

Droga eu estava exausta, e tinha acabado de acordar, e eu não estava mais no hospital, eu não sabia o que estava acontecendo, Abri meu smartphone pra ver as notícias e todo mundo estava apavorado com o que aconteceu aquela noite, haviam pessoas na internet criando lendas e creepypastas sobre mim, quer dizer.. Sobre a Garota com super poderes de ontem, estavam me chamando de Sombria por toda a parte da web, diziam até que a Sombria era filha do demônio e que iria ter um apocalipse essa semana pff.., ainda bem que eu escondi o meu rosto.

Mark - Não vai pra escola?

Fran – Mas que droga, que horas são? - olho pro meu relógio e ainda estava de madrugada, eu não estava entendendo mais nada.. -

Mark – 3:30

Fran – A Escola não deveria ter um Feriado ou algo assim? E por que aula tão cedo?, morreram muitas pessoas ontem..

Mark – Querida o feriado foi ontem quando você passou a o dia inteiro no hospital fazendo exames, esqueci de dizer que você estava desmaiada e aquele Peter passou o dia e a noite te olhando, hoje é apenas um passeio pela floresta, vão acampar na cidade vizinha, não vai ter aula, mas vai valer notas, e como todo acampamento, deve ser feito de madrugada e ao amanhecer.

Fran – Eu preciso ir?

Mark – Precisa não ir?

Fran – Ok.. Te vejo mais tarde.

Mark – Te vejo próxima semana..

Fran – o que?

Mark - você nunca acampou?, você vai acampar com os alunos e professores por 1 semana inteira, relaxa todos os alunos da escola irão, vai ser dividido por blocos.

Fran – Como tem tanta informação?

Mark – do panfleto que recebi no dia do acidente, todos receberam, até os pais que perderam os seus filhos.

Ficava tanto tempo trancada naquele quarto com meu celular e evitando conversar pessoalmente com qualquer pessoa que esquecia da minha vida verdadeira.

Coloquei qualquer roupa, um moletom azul, com uma blusa preta do Iron Man, uma calça preta com um coturno pra proteger melhor meus pés e mudas de roupa na mochila junto com suprimentos de sobrevivência, amarrei o meu cabelo e desci as escadas para tomar um lanche.

Stella – bom dia Framboesa..

Fran – Ta acordada há essas horas por minha causa?

Stella - Você vai passar tanto tempo fora, que queria dedicar essa madrugada pra me despedir. - ela da um sorriso de lado -

Fran – Awn, você é uma ótima irmã, não se preocupe, eu estarei pensando em você - abraço ela -

Stella – Promete que não vai morrer de novo?

Fran – Mas que conversa é essa?

Stella – Ouvi os médicos dizerem que você renasceu.

Fran - Não se preocupe, eu não vou morrer.. - fiquei com os meus olhos arregalados e quando abri a porta de saída da minha casa a Escolta ainda estava lá, apesar de terem sido inúteis no dia do acidente-.

Fran – Boa madrugada, como ta o turno?

Seguranças - entediante..

Fran - é, vocês nunca fazem nada mesmo. - entro no carro e fecho os olhos por ter dito aquilo, me pergunto onde está Peter, ele não responde há meus telefonemas e minhas mensagens -.

Os seguranças param o carro na escola, e a escola está cheia de alunos entrando em ônibus e se organizando, já eram 4:00.

-saindo do carro-  a propósito, o meu sequestrador estuda na mesma escola que eu.. 

Eu saí dali antes de mais perguntas e entrei no ônibus da turma do 2º ano, Hillary estava aos Prantos junto com Rebecca. Eu não sei o que deu em mim, mas me aproximei.

Fran – Eu sinto muito pela Kimm.. Não nos demos bem mas, eu tentei ajudá-la, quase me matei por ela na verdade – dou um meio-sorriso sem graça-.

Hillary – Quem você pensa que é sua idiota? Pra vir até aqui..- a interrompo -

Fran – A Única Pessoa que tentou fazer algo pela vida dela, sua VADIA!

Aquela garota sabia como me deixar irritada, o ônibus estava cheio e ainda sim ela se aproximou com raiva e pulou em cima de mim, caindo no piso do ônibus junto comigo.

Tutor – PAREM COM ISSO! AGORA MESMO!.

Evan tira ela de cima de mim e me oferece ajuda, até parece que eu aceitaria, me levantei sozinha daquele chão quando Effy me puxa para o lado dela, sinto o olhar de Evan sobre mim, mas o que ele quer agora?.

Effy – Oii, eu te visitei ontem, ainda bem que está melhor.

Fran – Obrigada, você por acaso viu o meu namorado? - Peter entrava no ônibus com aquele capuz, como ele ficava sexy com aquele capuz, meu deus, ele me olhava todo confuso quando eu desvio o olhar para os meus pés -

Effy – ai está ele, grudado com o seu Amigo Ned, como sempre.. - Desviando o olhar deles, vejo minha Prima Nina entrar no ônibus -

Fran – Mas o que?

Nina – FRAMBOESAA!!! - ela grita alto e se senta junto comigo e com a effy, era incrível como ela atraía olhares, ela era simplesmente Estonteante -

Fran - Você é minha prima de verdade? - Ela me encarava sem entender -

Nina – Como assim branca de neve?

Fran – Nossa família era uma farsa, não sabia?- era incrível como eu conseguia ser direta ao ponto -

Effy apenas observava a conversa abismada.

Nina – Farsa?, eu nunca vi você falar tão friamente sobre eles..

Fran – Deixa pra lá.. Eu.. Eu não quis dizer isso.

Nina – Beleza.. - diz ela pondo um chiclete na boca e mascando-

Eu pensei em contá-la, mas eu não conseguia confiar em ninguém naquele momento, imagina chegar pra ela e dizer que eu sou um experimento e na verdade sou órfã.. Nina era minha melhor amiga, mas ela se mudou junto com outra parte da família, pelo visto, tudo isso foi armação do meu pai, e eles não sabiam de nada, eu não podia simplesmente soltar todos os podres dele no dia de uma viagem que era pra ser uma diversão.

Motorista – Prontos?

Flash – Por favor não comecem a cantar aquelas músicas de viagem - Risadas podem ser ouvidas vindo de algumas pessoas -

Os ônibus começam a sair e assim que olho para trás, procurando Peter pelo olhar, até que meus olhos se encontram com o de Evan, que não parava de me encarar.

Fran – Tem alguma coisa pra me dizer? - falo séria e ele apenas continua encarando-

Me viro imediatamente irritada.

Fran - Isso já ta enchendo o meu saco.

Nina – O que mona?

Fran – Esse cara estranho.. O loiro, ele não para de me encarar.. - digo me acomodando pra dormir quando nina fica de joelhos no nosso banco e se vira para ele -

Nina – Ela não quer dar para você, agora será que poderia deixar minha prima em paz? - Ela volta a se sentar e os caras que ficavam no fundo começam a zoar muito do Evan, mas de fato, eu não conseguia sentir pena dele-


Notas Finais


Espero que tenham gostado ⋆ esse ep é só o começo de uma nova aventura aushaush

ACaraDoEvan: http://68.media.tumblr.com/a4d29eb7b4f7fa55e748f8b2e5376519/tumblr_n5scqdlZFt1r78yrco2_500.gif


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...