História Minha Anja da Guarda - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël, Nino, Personagens Originais, Plagg, Tikki
Tags Adrinette
Exibições 131
Palavras 1.746
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


H E Y! olá jujubinhas!como vão
cmg está tudo maravilhoso!
obrigada pelos 18 ou 19 favoritos (acho)
<3333 em meus 2 capítulos!
e OBRIGADA! pelos comentários me apoiando a continuar!
eu realmente me sentia uma escuridão e solidão eterna...até q vcs me tiraram de lá me fazendo rir e,ser quem eu sou.
dedico esse capítulo a:

@Moono
@Littlekitty2005
@Kimyoung18
@LauraMiraculous
@My_Kitty
:3

Capítulo 3 - Vinganças á flor da pele


-As vezes ser um anjo é chato!você não tem nada além para saber de,tocar arpa,conversar com os amigos,e procurar nuvens feopudas para cochilar!-reclamou para o pai.
- Filha...as coisas não são beeemm assim er...vá..ligar para encontrar aquela anja à..."Lila"isso!Lila!- Disse seu pai tentando lembrar da garota.
- Tá...vou dar uma volta!volto daqui a pouco-abriu suas asas para voar e voou numa velocidade alta de queimar de ser tão rápido.parou numa nuvem para descalçar.com certeza tinha despistado o pai.virou a cabeça para o lado e não persebendo que avia à companhia de uma amiga,muito conhecida.
- Oi Mari..nette!tudo bem?-sorrio fraco e fingindo preocupação.
- Tudo bem sim Lila!quanto tempo em..estava morrendo de saudades de você!- abraçou a amiga de infância de surpresa.que já estava arfando por conta do abraço caloroso e apertado da azulada.que mantinha tamanha força erdada de seu pai Cristo.
- Ahhhn ma..ri...tá me su-sufocando!- falou verde e pálida.o ar o a faltava dentro de si.
- Desculpinha hi hi hi hi!-sorriu gentil falando no diminutivo.abandonou os braços que envolviam a cintura da morena.
- Tudo bem!Mari queria...queria que você me acompanhasse à um lugar que sempre quis ir! -disse energética.
- Eu...não sei não Lila...meu pai está me esperando para jantar e..já está muito escuro para uma anja como eu ficar fora da minha casa."nuvem".
Já está quase anoitecendo e,a lua quase saltando..não sei se devo...descomprir e desobedecer as ordens de meu pai e...- falou coçando a nuca.
- Por favor Mari!nunca te pedi nada!POR FAVORZINHO!-emplorou de joelhos e com um olhar manhoso.
- Eu não sei..se devo...-revirou os olhos.
- POR FAVORZINHO? INHO INHO INHO! -fez carinha de bebê fofa a qual
Marinette não resistia.
- Tudo bem..- suspirou pesado-eu te acompanho para esse tal "Lugar" que tanto quer ir e ter minha companhia!-Disse suspirando derrotada.realmente esse era uns de seus pontos fracos."não resistia carinha é bebê abandonado".seguiu a amiga..estranhando os lugares que passará.deu a mão à apertada para a amiga à guiar.enfim..estavam muitas nuvens do céu espalhadas por todas as partes.quando viu a placa dizendo "Subsolo divisa"do céu gelou ao ver a placa.puxou sua mão que estava presa e sua guia.
Que a olhou sem entender.
- O quê foi?,Mari?!- perguntou avoada e com um sorriso sarcástico maléfico esboçado em seus rosto.
- É que...aqui és perigoso!estamos no subsolo da divisa do Céu! Se passarmos por aquele campo..viraremos anjos negros!demônios! Pare me solte!- a debateu para soltar.mais a amiga não deixou.
- Você irá vir comigo! Você vai vir pro enferno junto à mim!É só cruzarmos e cairmos nesse penhasco que tudo irá dar certo!Você irá parar de ser a "queridinha de todos"que nem na minha festa e aniversário! Eu fiz uma festa e convidei todos os anjos!
Mais aí..
"FLASHBACK"

@ Ligação @

- Oi frida!cadê você amiga?minha melhor amiga não está aqui!na minha festa de 9 anos umas das minhas comemorações melhores e dedicadas que mais pais fizeram!cadê você e...o resto do pessoal? 
- Oi Lala!desculpa. Tinha me esquecido completamente de sua festa!onde estou?eu estou aqui na casa da Marinette!eu e todo o pessoal,hoje o pai dela vai dar bênçãos à nois e,estamos comemorando o aniversário da Azuladinha que mais amo!me descul-

@Desligado@

-E-e-e-eles não entendem!NÃO ENTENDEM!MEUS SENTIMENTOS, MEUS TRABALHOS,ELES NÃO SE EMPORTAM COMIGO!- chorava extensamente.lágrimas violentas escorriam e percorriam por todas as partes de seu corpo,descendo suas lágrimas que não paravam de cair até o chão.
- Calma filha!estamos aqui!parabéns pra você! Nessa data querida muitas felicidades muitos anos de vida!parabéns pra você! Nessa data querida!muitas felici..
Anos de vida!- e assim aquele parabéns de sua mãe,não saía e não para nunca em sua cabeça.era infinita aquela música.era...irritante aquela música...era um "trauma"que veviria pelo resto da vida.
E que nunca esqueceria...

#FLASHBACK#

- olha,e-eu não sabia disso...eu...me desculpa Lila...me pede.- lamentou mas no mesmo instante foi interrompida pela morena de olhos caramelos

-As vezes ser um anjo é chato!você não tem nada além para saber de,tocar arpa,conversar com os amigos,e procurar nuvens feopudas para cochilar!-reclamou para o pai.
- Filha...as coisas não são beeemm assim er...vá..ligar para encontrar aquela anja à..."Lila"isso!Lila!- Disse seu pai tentando lembrar da garota.
- Tá...vou dar uma volta!volto daqui a pouco-abriu suas asas para voar e voou numa velocidade alta de queimar de ser tão rápido.parou numa nuvem para descalçar.com certeza tinha despistado o pai.virou a cabeça para o lado e não persebendo que avia à companhia de uma amiga,muito conhecida.
- Oi Mari..nette!tudo bem?-sorrio fraco e fingindo preocupação.
- Tudo bem sim Lila!quanto tempo em..estava morrendo de saudades de você!- abraçou a amiga de infância de surpresa.que já estava arfando por conta do abraço caloroso e apertado da azulada.que mantinha tamanha força erdada de seu pai Cristo.
- Ahhhn ma..ri...tá me su-sufocando!- falou verde e pálida.o ar o a faltava dentro de si.
- Desculpinha hi hi hi hi!-sorriu gentil falando no diminutivo.abandonou os braços que envolviam a cintura da morena.
- Tudo bem!Mari queria...queria que você me acompanhasse à um lugar que sempre quis ir! -disse energética.
- Eu...não sei não Lila...meu pai está me esperando para jantar e..já está muito escuro para uma anja como eu ficar fora da minha casa."nuvem".
Já está quase anoitecendo e,a lua quase saltando..não sei se devo...descumprir e desobedecer as ordens de meu pai e...- falou coçando a nuca.
- Por favor Mari!nunca te pedi nada!POR FAVORZINHO!-emplorou de joelhos e com um olhar manhoso.
- Eu não sei..se devo...-revirou os olhos.
- POR FAVORZINHO? INHO INHO INHO! -fez carinha de bebê fofa a qual
Marinette não resistia.
- Tudo bem..- suspirou pesado-eu te acompanho para esse tal "Lugar" que tanto quer ir e ter minha companhia!-Disse suspirando derrotada.realmente esse era uns de seus pontos fracos."não resistia carinha é bebê abandonado".seguiu a amiga..estranhando os lugares que passará.deu a mão à apertada para a amiga à guiar.enfim..estavam muitas nuvens do céu espalhadas por todas as partes.quando viu a placa dizendo "Subsolo divisa"do céu gelou ao ver a placa.puxou sua mão que estava presa e sua guia.
Que a olhou sem entender.
- O quê foi?,Mari?!- perguntou avoada e com um sorriso sarcástico maléfico esboçado em seus rosto.
- É que...aqui és perigoso!estamos no subsolo da divisa do Céu! Se passarmos por aquele campo..viraremos anjos negros!demônios! Pare me solte!- a debateu para soltar.mais a amiga não deixou.
- Você irá vir comigo! Você vai vir pro inferno junto à mim!É só cruzarmos e cairmos nesse penhasco que tudo irá dar certo!Você irá parar de ser a "queridinha de todos"que nem na minha festa e aniversário! Eu fiz uma festa e convidei todos os anjos!
Mais aí..
''FLASHBACK''

@Ligação@
- Oi frida!cadê você amiga?minha melhor amiga não está aqui!na minha festa de 9 anos umas das minhas comemorações melhores e dedicadas que mais pais fizeram!cadê você e...o resto do pessoal? 
- Oi Lala!desculpa. Tinha me esquecido completamente de sua festa!onde estou?eu estou aqui na casa da Marinette!eu e todo o pessoal,hoje o pai dela vai dar bênçãos à nois e,estamos comemorando o aniversário da Azuladinha que mais amo!me descul-

@Desligado@

-E-e-e-eles não entendem!NÃO ENTENDEM!MEUS SENTIMENTOS, MEUS TRABALHOS,ELES NÃO SE EMPORTARÃO COMIGO!- chorava extensamente.lágrimas violentas escorriam e percorriam por todas as partes de seu corpo,descendo suas lágrimas que não paravam de cair até o chão.
- Calma filha!estamos aqui!parabéns pra você! Nessa data querida muitas felicidades muitos anos de vida!parabéns pra você! Nessa data querida!muitas felici..
Anos de vida!- e assim aquele parabéns de sua mãe,não saía e não para nunca em sua cabeça.era infinita aquela música.era...irritante aquela música...era um "trauma"que veviria pelo resto da vida.
E que nunca esqueceria...

#FLASHBACK#

- olha,e-eu não sabia disso...eu...me desculpa Lila...me pede.- lamentou mas no mesmo instante foi interrompida pela morena de olhos caramelos

- hahahahahaha agora não adianta!não emporta mais!também você roubou meu primeiro amor!eu estava pronta para ser a Anja da Guarda dele mas sei pai infeliz mudou na hora..e posi você no meu lugar!todos os dias eu,descia do céu e noite para ninguém me ver...e assaltava de madrugada uma banca 24 Hrs para comprar revista do Adrien!eu estava destinada para ficar com ele e você o roubou de mim!EU ESTAVA APAIXONADA E VOCÊ O ROUBOU DE MIM! VOCÊ SEMPRE É A SORTUDA A GOSTOSA POPULARQUERIDINHA DE TODOS!EU NUNCA FUI SUA AMIGA!SUA VADIA!NUNCA QUIZ SER ESSA MERDA DE ANJO!MAIS AGORA PARA PARAR DE SE ENTROMENTRER NA MINHA VIDA E NO MEU CAMINHO?AGORA VOCÊ IRÁ PAGAR SUA PIRANHA!-falou em recalque e com toda a inveja do mundo.foi pra cima da azulada à estapeando.e começaram a ter uma guerra mundia civil em tapas socos,e puxões de cabelo..com certeza iria deixar marcas..mais a azulada sabia muito bem se defender!a empurrou com tudo fazendo de tanta raiva e rancor durante anos e anos a de olhos cor-de- Mel arrancar um pedaço de sua saia.
- NÃO CHAMA MEU PAI ASSIM LILA!E ESSAS COISAS,VAI FALAR PRO SEU PAI SUA MIMADA!eu não te fiz nada!eu gosto muito de VOCÊ !não fala assim comigo!-falou limpando um fio de seu sangue-avermelhado frio que escorria do canto de sua boca.a cabelos marrons claros cair na Ponta do penhasco quase caindo de cima.
- LAVA SUA BOCA ANTES DE FALAR COMIGO!VOCÊ VAI PAGAR CARO MARINETTE DUPAIN-CHENG!DESGRAÇADA! HARGHHHHH!-correu em direção à sua "causadora de tralma"que estava despercebida naquele momento.que nem percebeu dois braços envolvendo seu pescoço descoberto,a enforcando e apertando.derrepente a azulada não sentia mais o chão...pois a morena à olhava com pscopatia e um olhar vingativo lhe enforcando e pendurando contra o penhasco para a deixar cair.
- MORRA!idiota!-iria solta-lá mais nesse mesmo momento fez um impulsso que fez a azulada aterrissar seus pés na terra e enverter as posições e por um leve tocar de pulsos..a fez à cair de costas...naquele enorme penhasco sem fim..o breu reinava no lugar...já se viam chamas lá de baixo..."no enferno".
As últimas palavras espostas,foi ouvidas pela garota...ou melhor..gritos e berros e xingamentos foram ouvidos.
- MARINETTE!VOCÊ VAI VER!VAI TER VOLTA!EU VOU VOLTAR!PRA S ASSOMBRAR E TE AMALDIÇOA PELO RESTO DE SUA VIDA!NEM QUE SEJA A ÚLTIMA COISA QUE EU FASSA!- não foi mais ouvida,pois estava muito longe dali...sentiu fornalhas em chamas percorrer e descer por todo seu corpo..o queimando. A única coisa...que a mestiça tinha visto...eram asas negras..gigantes..resolveu sair dali...não queria mais ver aquilo..se culpava injustamente por um descuido..a pergunta que vairava por sua cabeça azulada era:
"Será que ela irá voltar mesmo?"
Mais não sabia que ela era apaixonada pelo loiro..nem ao menos que tinha essa paixão "platônica"pelo seu loiro.
agora compreendeu aquele melhor ditado popular que todos falavam e avisavam:

''A inveja mata''


Notas Finais


EAI gostou
se tiver meio curtinho....sorry...até amanhã jujubinhas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...